Juristas pedem aos EUA fim da agressividade contra a Venezuela

O pedido foi feito através de uma carta aberta, coordenada pela Associação Internacional de Juristas Democráticos.

"La furia del virus ilustra la tontería de la guerra", manifestó António Guterres en su mensaje solicitando el cese el fuego global.

Juristas, organizações de advogados e personalidades da lei e outras áreas da intelligentsia de todo o mundo assinaram uma carta aberta solicitando os EUA. abandonar sua posição agressiva em relação à República Bolivariana da Venezuela.

A carta, divulgada na segunda-feira, é endereçada ao secretário de Estado Mike Pompeo e a membros do Comitê de Assuntos Internacionais do Senado dos EUA.

Os signatários pronunciam-se sobre o mais recente envio de unidades navais dos Estados Unidos para o mar perto da Venezuela.

“O governo dos Estados Unidos, em vez de promover a solidariedade global, escolheu o caminho perigoso de incitar um conflito armado por meio de sua mobilização mais recente (…) com o objetivo específico de desestabilizar o governo venezuelano”, dizia o documento. .

Além disso, a carta aponta para a implausibilidade do suposto pretexto de combater o narcotráfico e destaca os movimentos das tropas colombianas perto da fronteira com a nação bolivariana.

“O que está por vir é uma tempestade perfeita para um conflito armado motivado pelo intervencionismo dos EUA e pela mobilização armada na região”, diz a mensagem.

Acrescenta-se também que “um conflito armado entre os EUA, com o apoio da Colômbia, contra a Venezuela, resultaria não apenas em um conflito regional, mas também poderia ter implicações transnacionais”.

A carta lembra a conjuntura em que esses eventos ocorrem, dada a pandemia de Covid-19, na qual precisamente os Estados Unidos atualmente é o epicentro do mundo.

Da mesma forma, analisa-se que, do ponto de vista constitucional e jurídico, as ações dos EUA são contrárias à lei.

Os signatários pediram ao governo dos EUA que abandonasse sua política intervencionista na região e respeitasse a soberania nacional da Venezuela, lembrando a mensagem do Secretário Geral da ONU, António Guterres, na qual ele pedia um cessar-fogo mundial.

Categories: # Venezuela, #América Latina, #Nicarágua, #Bolívia, #Venezuela, #Cuba, #China#EEUUDonald TrumpFondo Monetario Internacional (FMI)Ivan Duque, #Colombia, Ejército de Liberación Nacional (ELN), Guerrilla, Paz, #Venezuela, #Donald Trump, #Estados Unidos, #EUA contra uma possível intervenção militar na# Venezuela, agressão internacional contra a Venezuela,, antilatinoamericana agenda geopolítica belicista e Donad Trump alinhados, Assembléia Geral da ONU, Colômbia, Organização das Nações Unidas (ON, Colombia, COLOMBIA ACUERDO DE PAZ, Donald Trump liderou um golpe de estado na nação bolivariana, EE. UU insiste em desestabilizar a Venezuela, Estados Unidos Venezuela, Estados Unidos, Golpe de Estado, Injerencia, Lima, Nicolás Maduro Moros, Venezuela, FORA TRUMP, fronteira com a Colômbia., relações bilaterais, o governo Donald Trump, Tiene Colombia moral para enjuiciar a Venezuela, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: