COVID-19 no mundo: Brasil se aproxima de 40.000 mortes por coronavírus

Mulheres com máscaras protetoras e luvas de látex, em São Paulo, Brasil, 10 de junho de 2020. Foto: Reuters.

O Ministério da Saúde do Brasil informou na quarta-feira que o país atingiu 39.680 mortes desde o início da pandemia de coronavírus, registrando 1.274 mortes nas últimas 24 horas.

Na última atualização, o portfólio de Saúde registrou 32.913 novos casos confirmados no último dia, elevando os contágios acumulados do COVID-19 para 772.416.

Até hoje, a taxa de letalidade do coronavírus no território brasileiro é de 5,1%.

Dos 772.416 casos confirmados cumulativos, as autoridades de saúde relataram que 325.395 pacientes se recuperaram do coronavírus.

Controvérsia por números
Desde sexta-feira, 5 de junho, o governo brasileiro parou de reportar o número acumulado de positivos e óbitos, argumentando que os números das últimas 24 horas retratam melhor a situação atual do coronavírus.

Diante dessa controvérsia, um grupo de mídia brasileira – O Estado de S.Paulo, Folha de S.Paulo, O Globo, G1 e UOL – se reuniu para relatar casos e mortes confirmados nos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal.

A contagem da mídia brasileira teve variações com a reportada pelas autoridades de saúde. Nesta quarta-feira, eles relataram 1.300 mortes nas últimas 24 horas, mais 24 mortes do que as relatadas pelas autoridades.

Da mesma forma, eles relataram 33.100 casos confirmados no último dia, o que representou 187 mais infecções do que as registradas pelo Ministério da Saúde. Em suma, o Brasil alcançaria 39.797 mortes e 775.184 infecções, segundo a mídia.

Somente na terça-feira, 9 de junho, o Ministério da Saúde voltou ao relatório do total de casos acumulados. Isso, após a ordem do juiz do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Morae para retomar a contagem tradicional de dados.

México ultrapassa 15.000 mortes por coronavírus

Um homem de 62 anos com coronavírus é levado às pressas para um hospital na Cidade do México, em 8 de junho de 2020. Foto: Reuters.

O governo do México informou na quarta-feira que o país atingiu 15.357 mortes desde o início da pandemia de coronavírus, depois de adicionar 708 novas mortes ao banco de dados das autoridades.

Em entrevista coletiva, o Ministério da Saúde atualizou 129.184 casos confirmados acumulados no país, após a confirmação de 4.883 novas infecções nas últimas 24 horas.

Dos positivos confirmados, existem 19.897 casos ativos, como são conhecidos aqueles com sintomas do coronavírus nos últimos 14 dias.

A Cidade do México tem o maior número de casos ativos confirmados (3.999), seguidos pelo Estado do México (2.591) e Jalisco (1.160).

Em todo o país, existem 53.608 pessoas listadas como suspeitas de contágio, enquanto as autoridades estudam 1.468 mortes para determinar se ocorreram como resultado do COVID-19.

(Com informações da RT e agências)

Categories: Uncategorized | Etiquetas: , , , , , , , , | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: