Justiça venezuelana emite mandados de prisão.

Por :RT

O procurador-geral da Venezuela, Tarek William Saab, informou nesta sexta-feira sobre a emissão de mandados de prisão e congelamento de bens a um grupo de funcionários nomeados pelo vice da oposição Juan Guaidó, por sua suposta relação com a retenção de ouro venezuelano no Banco da Inglaterra e pela oferta do território em reivindicação do Essequibo à Guiana.

Justicia venezolana emite órdenes de aprehensión contra 'funcionarios' de Guaidó por el oro en el Banco de Inglaterra y la disputa del Esequibo

William Saab informou que essas ordens são contra Ricardo Adolfo Villasmil, Giacoma Cuius Cortesia, Manuel Rodríguez Armesta, Nelson Andrés Lugo e Carlos Antonio Suárez, que foram nomeados pelo autoproclamado “presidente encarregado” como membros do Conselho de Administração do Banco Central do Brasil. Venezuela (BCV), sem que isso tenha validade legal.

Da mesma forma, essa medida foi proferida contra: José Ignacio Hernández, Irene De Lourdes Loreto e Geraldine Afiuni, que são “falsos funcionários do ‘Gabinete do Procurador Especial (posição que não existe na Constituição)”.

Os crimes acusados ​​são: traição à pátria, usurpação de funções e associação para cometer um crime.

Neumann, ouro e o Essequibo
O promotor também anunciou os mandados de prisão contra Vanessa Neumann, a “representante” de Guaidó no Reino Unido, que Caracas diz estar relacionada à oferta de entregar o Essequibo à Guiana; Julio Borges e Carlos Vecchio, que já são fugitivos da Justiça venezuelana.

Essa decisão foi tomada depois da quinta-feira passada, o Supremo Tribunal britânico anunciou que permitirá que Guaidó, e não o Estado venezuelano, acesse as 31 toneladas de ouro do país sul-americano, no valor de US $ 1,8 bilhão, que mantém retido. Banco da Inglaterra.

Da mesma forma, no dia anterior, o vice-presidente venezuelano, Delcy Rodríguez, denunciou em entrevista coletiva as supostas negociações de Neumann com Guaidó, a quem ele teria pedido, em troca de reconhecimento como “presidente”, as reservas de ouro venezuelanas e o território .

Categories: # Venezuela, #Nicolás Maduro, #Nicolás Maduro Moros, #Venezuela, EUROPA, Guaidó nomeia "embaixadores" ilegais, Guaidó, um "presidente" sem território, Nicolás Maduro Moros, Revolución Bolivariana, Venezuela, novo mandato presidencial de Nicolás Maduro, promovendo a autoproclamação do deputado Juan Guaidó como "presidente encarregado, Uncategorized, Venezuela tras la autoproclamación de Guaidó | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: