O discurso de ódio dos EUA em relação a Cuba promove ações terroristas contra a Ilha, denuncia um representante da ONU.

Como parte do segundo dia da Semana Virtual das Nações Unidas contra o Terrorismo, a Embaixadora Ana Silvia Rodríguez Abascal, Representante Permanente Suplente e Charge d’Affaires a.i. de Cuba, perante a ONU, manifestou preocupação com a prática de alguns governos, como o dos Estados Unidos, de usar mensagens de ódio e discriminação em seus discursos contra nações cujos sistemas políticos não estão relacionados a ela; Como conseqüência, acrescentou, assuntos inescrupulosos e extremistas são promovidos e incentivados a cometer atos terroristas contra pessoas inocentes.

Durante o Painel 2, intitulado “O flagelo global do terrorismo: avaliando ameaças e tendências de alto risco, incluindo o aumento do extremismo violento e do incitamento ao ódio em um ambiente pandêmico”, o diplomata cubano exemplificou como o comportamento do governo do Os Estados Unidos em relação a Cuba, promovem política e discurso agressivo e de ódio. Ele também fez referência a como, em meio à pandemia do COVID-19, Washington lançou uma campanha difamatória contra a cooperação médica internacional cubana, que incita a violência contra o pessoal de saúde cubano que trabalha em outros países. Ele ilustrou a evidência da participação de funcionários do governo dos Estados Unidos em ações violentas contra colaboradores de saúde cubanos na Bolívia.

Por outro lado, o representante das Grandes Antilhas expandiu que o ato terrorista contra a Embaixada de Cuba nos Estados Unidos também é resultado direto da instigação permanente de violência por políticos americanos, incluindo altos funcionários do Departamento de Estado e do Embaixada Americana em Havana e de grupos extremistas anticubanos que fizeram desse tipo de ataque seu meio de vida.

Tal ato terrorista contra Cuba, denunciou Ana Silvia González, trouxe como conseqüência ameaças à integridade de diplomatas e embaixadas cubanas nos próprios Estados Unidos, bem como no México, Costa Rica, Antígua e Barbuda, Canadá, Áustria, Angola, Irã e Chipre e na Missão Permanente de Cuba junto à UNESCO em Paris, os quais foram comunicados aos respectivos governos.

(CubaMINREX / Missão Permanente de Cuba nas Nações Unidas)

Categories: # Cuba, # yo voto vs bloqueo, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #Donald Trump, #Estados Unidos, #ONU, #salud, #solidaridadvs bloqueo, #Trump, @Trump, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, bloqueo contra cuba, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, Bloqueo,Cuba,EstadosUnidos,Internet,Trask Force, CubavsBloqueo, epidemia, FORA TRUMP, ONU-CUBA, Profesionales e la Salud, relações bilaterais, o governo Donald Trump, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized | Etiquetas: , , , , , | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: