95º aniversário da fundação do Primeiro Partido Comunista de Cuba: continuidade da história nacional revolucionária.

Retirado do jornal Granma .

Hoje Cuba lembra a fundação, há 95 anos, de seu primeiro partido de orientação marxista-leninista, em 16 de agosto de 1925, como continuação da história nacional revolucionária e das lutas emancipatórias.

Balino-Mella

Uma velha casa no Vedado da capital (agora inexistente) serviu para reunir 17 delegados de vários grupos comunistas sob os auspícios dos revolucionários Carlos Baliño, Julio Antonio Mella e José Miguel Pérez, seu primeiro secretário geral.

Veterano combatente, Baliño acompanhou o Herói Nacional José Martí na criação do Partido Revolucionário Cubano, do qual algumas figuras pertencentes ao primeiro Partido Comunista de Cuba foram definidas como seguidores.

Mella, um líder estudantil, dedicou-se de corpo e alma a resgatar a ideologia do Apóstolo com diversas ações, inclusive suas Glosas ao pensamento de José Martí (1926).

Nessa linha de pensamento, mais tarde, por meio de seus ensaios e artigos, outros como Blas Roca, Juan Marinello e Carlos Rafael Rodríguez, dirigentes do partido comunista (então com o nome de Partido Popular Socialista, PSP) aprofundariam o triunfo da Revolução em 1959.

Como outras forças da mesma corte que surgiram por volta dos anos 20 do século passado, o Partido aderiu à Terceira Internacional, fundada por Vladimir Ilyich Lenin, líder da primeira revolução socialista do mundo, na Rússia.

Embora a maioria de seus membros não tivesse sólidos conhecimentos teóricos sobre o comunismo, propunham um programa de reivindicações para os trabalhadores e camponeses.

Da mesma forma, se propuseram a trabalhar ativamente nos sindicatos, organizar os camponeses e lutar pelos direitos das mulheres e dos jovens.

Foi a época do regime de Gerardo Machado, general da guerra de independência que chegou ao poder por via eleitoral com amplo apoio popular e depois se tornou ditador.

Até 1938 essa força política era ilegal no país e seu trabalho clandestino levou à perseguição de seus membros (expulsão do Canário Perez por ser um estrangeiro indesejável, processo judicial contra Mella) e à repressão ao movimento operário incipiente.

No âmbito do processo de unificação das forças que combateram o regime de Fulgencio Batista (1952-1959), o PSP aderiu ao Movimento 26 de Julho e à Direcção Revolucionária 13 de Março nas Organizações Revolucionárias Integradas (ORI) em 1961.

Quase um ano depois, em 1962, o ORI tornou-se o Partido Unido da Revolução Socialista de Cuba, até que em outubro de 1965 foi rebatizado de Partido Comunista de Cuba.

Categories: # Cuba, Fidel Castro Ruz, Historia de Cuba, HEROES Y MARTIRES, História de Cuba, #Julio Antonio Mella, HISTORIA DE CUBA, Jose Marti, Uncategorized | Etiquetas: , | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

<span>%d</span> bloggers like this: