Veja os mísseis norte-coreanos que desencadearam a fúria de Donald Trump

Misiles balísticos intercontinentales de Corea del Norte presentados en un desfile militar en Pyongyang, la capital, 10 de octubre de 2020. (Foto: AFP)

O novo ICBM que a Coréia do Norte revelou em seu desfile militar atraiu a ira do presidente dos EUA, Donald Trump.

O jornal britânico The Sun afirmou em sua edição deste sábado que horas após o referido evento realizado em Pyongyang (capital norte-coreana) com a participação do líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, as reportagens afirmavam que Trump está “muito zangado” por o desfile, onde o país asiático deu mais uma demonstração de poder ao revelar suas mais novas armas.

De acordo com o jornal, uma fonte familiarizada com a situação disse ao portal americano Vox que o magnata republicano está “muito decepcionado” com Kim Jong-un e expressou seu desânimo a vários funcionários da Casa Branca após ver o desfile.

A Coréia do Norte revelou este míssil balístico intercontinental (ICBM) no sábado que, segundo diversos meios de comunicação, estaria entre os maiores do mundo se operasse.

‘Nuevo misil norcoreano, un mensaje para próximo presidente de EEUU’ | HISPANTV

“Novo míssil norte-coreano, uma mensagem para o próximo presidente dos EUA” | Analistas do HISPANTV dizem que o novo míssil norte-coreano é um claro aviso à defesa dos EUA e um desafio definitivo ao próximo presidente dos EUA.

Os analistas deduziram que se trata do maior míssil de combustível líquido do planeta e indicaram que provavelmente foi projetado para transportar várias ogivas nucleares MIRV (Multiple Independent Reentry Vehicle).

Também em exibição estavam o míssil intercontinental Hwasong-15, que é o mais longo alcance da Coreia do Norte já testado, e o que parecia ser um novo míssil balístico lançado por submarino (SLBM).

O líder norte-coreano, em discurso que proferiu no evento, disse que os mísseis não eram dirigidos a nenhum país, mas alertou que Pyongyang não hesitaria em usar sua capacidade militar caso sua segurança territorial estivesse em risco.

Kim Jong-un: A Coreia do Norte continuará a fortalecer seu exército

“Se alguma força prejudicar a segurança de nossa nação, mobilizaremos integralmente nosso maior poder ofensivo de forma preventiva para puni-los”, deixou claro.

Kim e Trump se encontraram três vezes para buscar o levantamento das sanções contra a Coreia do Norte em troca do desarmamento nuclear na península coreana, mas sem sucesso devido à postura inflexível de Washington nas negociações e sua rejeição de O pedido de Pyongyang para suspender parte das sanções contra ele.

Trump prometeu chegar a um acordo com a Coreia do Norte imediatamente se for reeleito. Isso enquanto Kim Yo-jong, irmã do líder norte-coreano, afirmou que o quarto encontro entre Kim e Trump foi “desnecessário” e “inútil”.

Categories: Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: