Daily Archives: 4 de Dezembro de 2020

Novas nomeações da Brigada Cubana “Henry Reeve” para o Prêmio Nobel do Parlamento Britânico, Roma e Quebec.

Em Roma, eles querem o Prêmio Nobel da Paz para médicos cubanos

Dailenis Guerra Pérez – Cubainformación / Cuba em Resumo / Resumo Latino-americano.- O professor italiano Luciano Vasapollo pediu ao Comitê Norueguês que homenageasse os profissionais de saúde cubanos com o Prêmio Nobel da Paz de 2021.

O anúncio foi feito hoje, quando o Comitê aceitou a indicação. Referindo-se aos profissionais cubanos, Vasapollo reconheceu que “durante os dias mais sombrios da pandemia, sua solidariedade também alcançou a Itália: Cuba, junto com a Venezuela, foi um dos primeiros países a ajudar outros povos em dificuldade”.

A candidatura teve o apoio de Rita Martufi, da Associação Padre Virginio Rotondi e de Graziella Ramírez do Comitê pela Paz e Dignidade dos Povos.

Professor de economia internacional na Universidade “La Sapienza” de Roma, Luciano Vasapollo está há muitos anos envolvido com universidades da América Latina e do Caribe e é promotor da Rede de Capítulos Italianos em Defesa da Humanidade.

A brigada médica cubana ajuda desde março passado em Crema, Lombardia, uma das províncias mais afetadas pela emergência sanitária ligada a Covid 19; e desde maio no Piemonte, onde a pandemia também atingiu com força.

Nova indicação ao Nobel para médicos cubanos

Dailenis Guerra Pérez – Cubainformación / Cuba em Resumo / Resumo Latino-americano.- A parlamentar britânica Claudia Webbe nomeou formalmente o Contingente Internacional de Médicos Especializados em Situações de Desastre e Epidemias Graves “Henry Reeve” para o Prêmio Nobel da Paz 2021.

Em sua apresentação de candidatura, Claudia Webbe reconheceu o intenso trabalho realizado pelo Contingente durante 15 anos, nos quais cerca de 10.000 membros salvaram 90.000 pessoas em desastres naturais e emergências de saúde. “Acho que o internacionalismo desinteressado deles merece reconhecimento”, disse ele em sua mensagem.

Médicos cubanos atienden a casos graves de Covid-19 en Angola

Webbe considerou “inspirador testemunhar as ações humanitárias abnegadas de Cuba usando sua experiência e profissionalismo para ajudar outros países a lutar contra a Covid-19”.

Em sua carta, ele destacou que os efeitos do coronavírus foram globais, independentemente da nacionalidade; e destacou que “Cuba mostrou como os países que podem, podem ajudar aqueles que precisam de assistência, independentemente de sua convicção política ou do atual estado de conflito.”

O representante do círculo eleitoral de Leicester East também afirmou que as ações corajosas da Brigada Médica cubana “Henry Reeve” sem dúvida salvaram muitas vidas. “Acredito que sua solidariedade, humanitarismo e internacionalismo merecem plenamente o Prêmio Nobel da Paz”, concluiu.

Claudia Webbe torna-se assim o sexto membro do Parlamento do Reino Unido a nomear formalmente a Brigada Médica Cubana para o Prêmio Nobel da Paz de 2021. Desde dezembro, ela foi eleita em dezembro de 2019 para representar o eleitorado de Leicester East.

Brigada Henry Reeve indicada ao Prêmio Nobel de Quebec

Retirado de Sempre com Cuba

Ottawa, 3 de dezembro A Mesa Redonda de Concertação de Solidariedade Quebec-Cuba publicou um documento apoiando a nomeação da Brigada Médica Cubana Henry Reeve para o Prêmio Nobel da Paz de 2021 por seu trabalho de solidariedade em vários países.

A organização reúne os comitês locais de Quebec e está relacionada a associações semelhantes no norte do país, bem como nos Estados Unidos e na França.

Por meio de uma carta assinada pelo professor da Universidade de Montreal Gilles Bibeau, dirigida ao Comitê do Prêmio Nobel da Paz, a entidade canadense destaca os méritos do Prêmio Henry Reeve.

Em 15 anos, mais de 9.000 profissionais de saúde que atuavam nessas Brigadas realizaram cerca de 60 missões em quatro continentes, estima-se que atenderam mais de 4 milhões de pessoas e salvaram quase 100.000 vidas, diz o documento.

Não há melhor momento, enquanto o planeta enfrenta uma terrível pandemia, para destacar o trabalho altruísta dos profissionais cubanos que, entre março e novembro de 2020, lutaram contra a Covid-19 em cerca de 40 países e territórios, destaca.

0-23-medicos-cubanos-1.jpg

Nesse sentido, destaca-se que sua criação ocorreu durante as terríveis devastações provocadas pelo furacão Katrina no final de agosto de 2005 nos Estados Unidos.

Segundo o texto, na ocasião Cuba se ofereceu espontaneamente para enviar uma brigada de 1.200 médicos e equipamentos por mais de um milhão de dólares, sendo então o primeiro país a prestar assistência humanitária a uma nação que cometeu múltiplos crimes contra a ilha caribenha. atos de agressão por mais de meio século.

No entanto, o presidente George W. Bush (2001-2009) rejeitou a oferta de ajuda do Líder Histórico da Revolução Cubana Fidel Castro e, com base nessa experiência, em 19 de setembro de 2005, Cuba anunciou a criação do Contingente Internacional Henry. Reeve, dos Médicos Especializados em Desastres e Epidemias.

A carta destaca que a escolha desse nome tem um caráter altamente simbólico, já que Henry Reeve (1850-1876) foi um jovem soldado americano que viajou a Cuba para ingressar no Exército de Libertação dos patriotas da ilha caribenha contra o colonialismo espanhol.

Reeve morreu em combate aos 26 anos, portanto, ao dar o seu nome ao contingente de saúde criado em 2005, o maior das Antilhas prestou homenagem à solidariedade internacional, seja ela de onde vier.

Até agora, uma das características que distinguem o destacamento das Brigadas cubanas no mundo é precisamente o facto de as intervenções se realizarem sem ter em conta a natureza das relações que a ilha mantém ou não mantém com os países destinatários. missiva.

Por seu altruísmo e solidariedade, eles merecem ganhar o Prêmio Nobel da Paz em 2021, conclui a carta. (PL)

Categories: # Cuba, #colaboracion medica cubana, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #Salud en Cuba, #solidaridadvs bloqueo, ·Medicos Cubanos, Coronavirus, CoronaVirus, Política, CUBA COOPERA, CUBA-EUROPA, Delegacao cubana, epidemia, EUROPA, Manipulacion, Manipulacion Politica, MasQueMedicos, Solidaridad | Etiquetas: | Deixe um comentário

Cuba contra César número treze .

  • Baseado em texto de Rosa Miriam Elizalde – La Jornada.-
    “Clandestina” é uma pequena empresa privada de design de roupas, localizada em Havana, que veio apresentar suas criações nos Estados Unidos.

Mas em abril, por ordem do Ministério da Fazenda e em cumprimento às leis de bloqueio contra Cuba, sua loja online foi fechada.

Após a derrota eleitoral de Donald Trump, a loja postou no Facebook o texto irônico que aparece em uma de suas camisetas: “O drama acabou”.

Expressão bem cubana que resume o sentimento de alívio coletivo da população da ilha após a derrota do magnata.

É a emoção do condenado que afrouxa o torniquete que não o deixa respirar. Está saindo o governo mais cruel, aquele que, no meio da pandemia, assinou com 43 novas sanções.

Não há personagem, hoje, que gere mais desprezo em Cuba – além de ridículo e vergonha dos outros – do que Donald Trump.

Drama is over-Cuban design tshirt by Clandestina – Clandestina | Cuba's  First Online Clothing Store

Mas alívio não significa entusiasmo por Joseph Biden. Segundo o cientista político Esteban Morales, ele afrouxará um pouco as pressões, mas continuará tentando mudar o destino político de Cuba e derrotar a Revolução.

Trump foi o 12º presidente a tentar sem sucesso. Mas, como Suetônio escreveu em “As Vidas dos Doze Césares”, “A raposa muda de pele, mas não de hábito”.

Alguém disse que “a boa notícia é que Trump perdeu a eleição, a má notícia é que Joe Biden a venceu”. Em todo caso, ninguém como o povo cubano deseja que suas ações … neguem.

Categories: # yo voto vs bloqueo, #China#EEUUDonald TrumpFondo Monetario Internacional (FMI)Ivan Duque, #Donald Trump, #Estados Unidos, #solidaridadvs bloqueo, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, bloqueo, bloqueo contra cuba, Bloqueo,Cuba,EstadosUnidos,Internet,Trask Force, candidato presidencial demócrata Joe Biden, Casa Blanca, Cámara de Representantes, Cuba, el director interino de Inteligencia Nacional, Estados Unidos, Joseph Maguire, presidente de Ucrania, preside, CubavsBloqueo, Donald Trump,, Elecciones EEUU, FORA TRUMP, Trump, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump | Deixe um comentário

Estigma faz seropositivos “fugir” ao tratamento

Angola tem mais de 400 mil pessoas com VIH/Sida, das quais, aproximadamente, 100 mil estão em tratamento, disse ontem, em Luanda, o representante da ONUSIDA no país.

Michel Kouakou, que falava em alusão ao Dia Mundial de Combate à Sida, que se assinala hoje, acrescentou que muitos dos infectados não fazem o tratamento devido ao estigma, discriminação e factores culturais. O representante da ONUSIDA em Angola defende o reforço dos sistemas de saúde, bem como o combate ao estigma e à discriminação, que comprometem os esforços de combate e tratamento do VIH em algumas zonas.
Michel Kouakou acrescentou que, apesar de o tratamento ser gratuito, o grande problema em Angola são as novas infecções, que aumentam todos os anos. “A taxa das pessoas em tratamento ainda é baixa, mesmo sendo gratuito, e o número de pessoas que perdem a vida com a doença anda à volta de três mil por ano, situação que merece maior atenção”.
A ONUSIDA, referiu, cada ano faz simulações, dando assim projecções a partir dos dados que recebe dos centros de saúde espalhados pelo país e conta com o apoio da Embaixada americana, PNUD, Ministério da Saúde e outros parceiros.
Segundo Michel Kouakou, o número de adolescentes e jovens infectados tende a crescer. Deu a conhecer que um total de 30 mil crianças vivem com o VIH/Sida em Angola e destas cinco mil estão em tratamento e que o número de novas infecções está a baixar, graças a intervenção de um programa implementado pela Primeira Dama da República, Ana Dias Lourenço.

“A cobertura das mulheres grávidas em tratamento era de 41 por cento em 2018 e passou a 63 por cento em 2019, devido ao projecto “Nascer livre para brilhar”, promovido pela Primeira Dama Ana Dias Lourenço”, disse o representante da ONUSIDA.
Em relação aos retrovirais, Michel Kouakou disse que houve ruptura de stock nos meses de Maio e Junho do ano em curso, situação que foi prontamente resolvida, apesar da Covid-19, que surpreendeu a todos, com o fecho das fronteiras. Dados universais apontam que 38 milhões de pessoas estão infectadas com HIV/Sida e destas um total de 690 mil morreram de doenças relacionadas com a Sida. Segundo o representante da ONUSIDA em Angola, pode haver entre 123 a 293 mil novas infecções de VIH e 69.148 mortes relacionadas com a Sida, entre 2020 e 2022.

Categories: Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Peritos da UNSAC preparam reunião ministerial

Peritos do Comité Consultivo Permanente das Nações Unidas pelas Questões de Segurança na África Central (UNSAC) estão reunidos, desde ontem, em videoconferência, para prepararem a 50ª reunião ministerial, agendada para sexta-feira.

A paz e segurança na África Central, o papel das mulheres na promoção da paz e segurança em período da pandemia da Covid-19, apresentação do Centro Inter-regional de Coordenação, bem como a situação financeira do UNSAC, são alguns dos assuntos em discussão na reunião de peritos, que hoje termina.Os ministros vão analisar as implicações da Covid-19 na construção da paz e segurança na região, assim como a recolha de propostas para uma acção comum com vista à mitigação dos efeitos sociais, económicos e de segurança ligados à pandemia. 

A reunião ministerial tem, também, em agenda a análise de um relatório do comité de peritos, bem como do tema “Paz e segurança para eleições inclusivas na África Central”. Ontem, na abertura do encontro, Angola passou a presidência do grupo de peritos à Guiné Equatorial, que, na sexta-feira, também assume a liderança do Comité Ministerial.

A secretária de Estado para as Relações Exteriores, Esmeralda Mendonça, disse, estar convicta de que a Guiné Equatorial defenderá o interesse e a importância que sempre atribuiu à parceria entre os dois países e nas organizações internacionais, nomeadamente a União Africana, Comissão da Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC) e Nações Unidas.  

Esmeralda Mendonça considerou o encontro uma oportunidade em que vai ser reafirmada a determinação na busca de soluções vindouras para as questões de paz e segurança a nível da África Central.A secretária de Estado espera que as deliberações da UNSAC consigam intercalar dois binómios: o desafio actual resultante da pandemia da Covid-19 e a paz e segurança na região, assim como o reforço da cooperação e solidariedade entre os países da CEEAC.

Categories: Uncategorized | Deixe um comentário

Buena Fe – Se Bota a Matar.

Categories: Uncategorized | Deixe um comentário

EUA bate recorde de novos casos diários de #Covid-19

EE.UU. volvió a cruzar la barrera de las 2.000 muertes diarias como durante el apogeo de la primera ola de la epidemia.

Com os novos números divulgados na quinta-feira, os EUA totalizam 14.535.196 casos e 282.829 mortes desde o início da pandemia.

Os Estados Unidos estabeleceram um novo recorde de infecções diárias por coronavírus, registrando mais de 210.000 casos em 24 horas.

O balanço da Universidade Johns Hopkins indica que no último dia 210.962 casos e 2.907 novos óbitos foram registrados pela Covid-19, ambos registros diários desde o início da pandemia.

Com os novos números divulgados na quinta-feira, os EUA totalizam 14.535.196 casos e 282.829 mortes desde o início da pandemia.

Por várias semanas, o país norte-americano enfrentou uma recuperação na pandemia depois de exceder duas vezes a cifra de 200.000 casos no mês passado.

The COVID Tracking Project@COVID19TrackingOur daily update is published. States reported 1.8 million tests, 210k cases, and 2,706 deaths. There are 101k people currently hospitalized with COVID-19 in the US. Both case and hospitalization counts from today are all-time highs.

4 bar charts showing key COVID-19 metrics for the US over time. Today, states reported 1.8M tests, 210k cases (record), 100,667 currently hospitalized (record), and 2,706 deaths.

Os Estados Unidos voltam a cruzar regularmente a barreira das 2.000 mortes por dia, como na primavera, durante o auge da primeira onda da epidemia, que nunca realmente caiu no país.

Em termos de infecções, o Texas tem 1.284.609, seguido pela Califórnia com 1.276.961, o terceiro é a Flórida com 1.029.030, Illinois é o quarto com 759.562 e Nova York o quinto com 674.093.

The COVID Tracking Project@COVID19Tracking·4 dic. 2020En respuesta a @COVID19TrackingAfter today’s case record, the 7-day case average is back at over 170k. This could mean that the post-holiday irregularities in data reporting are being normalized.The COVID Tracking Project@COVID19TrackingZooming into the state level, more than 10 states broke case records today: AK, AR, AZ, DE, IN, MA, ME, NJ, PA, RI, and VT. Note: AZ had a higher count on Dec. 1, but it was a data backlog.

Cartogram showing new COVID-19 cases by state on Dec 3. 5 states saw more than 10,000 cases today (CA, TX, FL, IL, and PA).

Nova York é o estado com o maior número de mortes no país com 34.775 mortes, seguido por Texas (22.573), Califórnia (19.541), Flórida (18.874) e Nova Jersey (17.209).

Autoridades de saúde alertaram que as viagens de Ação de Graças de milhões de americanos podem ter causado “um surto dentro de um surto”, nas palavras do imunologista Anthony Fauci.

O número de pessoas hospitalizadas por Covid-19 continua a crescer, ultrapassando 100.000 na quarta-feira pela primeira vez desde o início da pandemia.

As hospitalizações estão aumentando significativamente nos quatro estados mais populosos do país (Califórnia, Flórida, Nova York e Texas), observa o Projeto de Rastreamento Covid.

Categories: Uncategorized | Deixe um comentário

Cuba: mais evidências sobre a tentativa de golpe suave

Cubavisión Internacional.- Os acontecimentos dos últimos dias procuram levar a um chamado golpe brando em Cuba, que nada mais é do que uma mudança de regime por métodos inicialmente pacíficos, mas que se combinam progressivamente com ações violentas e desestabilização social. Um roteiro desenhado e marcado pelo governo dos Estados Unidos; incitado e financiado, com propósitos bem definidos.

Categories: Uncategorized | Etiquetas: , , | Deixe um comentário

Os direitos humanos de San Isidro? Reclamação da Rede Nacional de Solidariedade com Cuba nos Estados Unidos

“O mundo vê a hipocrisia dos Estados Unidos, cuja longa e bem documentada história consiste em atacar violentamente seus próprios cidadãos quando eles participam de protestos pacíficos contra a guerra, o racismo, a segregação, a pobreza e os direitos dos imigrantes”. denuncia em nota a Rede Nacional de Solidariedade com Cuba dos Estados Unidos. Gail Walker, na foto, é uma de suas copresidentes.

Olha quem fala.

A Rede Nacional de Solidariedade com Cuba (NNOC) condena e refuta veementemente a recente declaração do Departamento de Estado dos Estados Unidos sobre a prisão de um membro do “Movimento San Isidro”.

Os Estados Unidos afirmam falsamente que o indivíduo foi atacado por exercer sua liberdade de expressão. De forma ainda mais cínica, ele afirma que os Estados Unidos se solidarizam com o povo cubano e exigem o respeito aos direitos humanos.

Este é o mesmo Departamento de Estado dos EUA que se concentrou em financiar, encorajar e provocar “dissidência” em Cuba; interferir nos assuntos internos de Cuba; usar os recursos da Embaixada dos Estados Unidos em Havana para beneficiar materialmente indivíduos e grupos que estão sendo usados ​​para promover agitação social e descontentamento.

Este vergonhoso enfoque nos direitos humanos emana de um país que gasta milhões para negar aos cubanos os principais direitos humanos: o direito à vida em pleno desenvolvimento, o direito à saúde, à educação e à cultura, o direito à soberania. de um povo inteiro para decidir seu destino de acordo com seus princípios e o direito à autodeterminação dos povos.

Este protesto foi em resposta a um indivíduo em Cuba que foi detido de acordo com a lei cubana. Compare isso com a ação da polícia dos Estados Unidos que resultou na morte de George Floyd e inúmeras outras vítimas de ações judiciais e extrajudiciais. Compare o número per capita de pessoas encarceradas nos Estados Unidos não apenas em comparação com Cuba, mas com qualquer outro país. Os Estados Unidos não têm autoridade para apontar o dedo e reivindicar a supremacia moral do respeito pelos direitos humanos.

Temos certeza de que o mundo vê esta ação cínica dos Estados Unidos como ela realmente é: a continuação da política de subverter a soberania da República de Cuba através de um bloqueio desumano destinado a criar asfixia econômica e agravar o sofrimento de toda a população.

O mundo vê a hipocrisia dos Estados Unidos, cuja longa e bem documentada história consiste em atacar violentamente seus próprios cidadãos quando eles participam de protestos pacíficos contra a guerra, o racismo, a segregação, a pobreza e os direitos dos imigrantes.

O mundo não é cego; ele está fazendo parceria com Cuba e participando de pesquisas científicas e de saúde significativas e abraçando a experiência generosa da comunidade médica cubana. Profissionais de saúde, médicos, enfermeiras e especialistas cubanos colaboram em 39 países na luta contra o COVID-19.

Milhares de indivíduos e grupos estão apoiando a campanha internacional para conceder o Prêmio Nobel da Paz de 2021 à Brigada Médica Internacional Henry Reeve.

Enquanto o resto do mundo aproveita as oportunidades de intercâmbio cultural, científico, esportivo e acadêmico com Cuba, os Estados Unidos negam a seu povo o direito humano de viajar e fazer intercâmbio com nossos irmãos cubanos.

Os Estados Unidos continuam perseguindo uma obsessão fracassada de 60 anos pela mudança de regime. Esta tem sido a política dos EUA desde o Triunfo da Revolução de 1959, independentemente do partido político na Casa Branca.

Instamos todos os membros da Rede NNOC a continuar exigindo o fim do bloqueio econômico, comercial e financeiro contra Cuba e a respeitar os direitos soberanos do governo cubano e de seu povo.

Copresidentes de la NNOC

Nalda Vigezzi

Alicia Jrapko

Cheryl LaBash

Gail Walker

Mimut Nuhu

Categories: Uncategorized | Etiquetas: , , | Deixe um comentário

OTERO RECONHECE QUE A SEGURANÇA DO ESTADO SALVOU A VIDA DOS DE SÃO ISIDRO.

Categories: Uncategorized | Deixe um comentário

Pelo direito à tranquilidade dos cubanos. Por Víctor Angel Fernández

Começo pedindo desculpas a algumas pessoas que lerão esta postagem e cujos sentimentos ou crenças podem ser completamente opostos a essas opiniões. Respeito todos vocês ao extremo e defenderei seu legítimo direito de expressá-lo.

A reportagem da noite passada no noticiário da televisão me deixou horrorizado. Depois de sete décadas de vida ativa, e com três guerras nas costelas, chega-se a pensar que já viu de tudo e que não ficará surpreso. Mas as informações apresentadas, aproximaram os extremos, quem sabe se difícil de superar.

Essas pessoas que vimos não são dissidentes. Não são pessoas que pensam diferente e defendem suas formas de pensar. Eles não são pessoas que promovem uma alternativa de mudança. Em qualquer parte do mundo e de qualquer ponto de vista, eles são terroristas miseráveis ​​e desprezíveis.

Suas falas, em variantes como: “… não me importava de ver a cara dele, só queria o dinheiro …”, “… ele me prometeu recarga de celular …”, “… expliquei que houve problemas de transporte, mas tinha outro para Eu poderia… ”,“… ele me pediu para colocar fogo em um museu, eu não sabia onde era, mas eu confirmei que eu poderia… ”, seriam frases incríveis se não as tivéssemos ouvido diretamente de seus protagonistas.

Não sou psicólogo, além de algum curso no currículo universitário, somado a quarenta anos como professor e um tempo semelhante como pai, onde, entre outras coisas, você está aprendendo a entender as pessoas, mas naqueles exemplares não havia menor sinal de arrependimento. Nem os seus olhos, nem a orientação do olhar, nem qualquer um dos seus gestos, sequer demonstraram conhecimento e convicção sobre o que declaravam.

Era uma policlínica. Foi uma escola. Poderia ser um museu. Descarrilhar um trem. Pintar ou queimar cartazes e jogar tinta em bustos e estátuas proeminentes, afetando ainda mais o sistema elétrico nacional.

E quando amanhã eles te pedirem para colocar fogo em um círculo infantil? E quando naquele lugar há uma criança cujos pais não puderam buscá-la cedo? E quando professores, assistentes ou cuidadores podem ser feridos ou mortos por esses mercenários?

O que a população vai pensar? O que dirão as agências de notícias estrangeiras? Ou o representante, aqui ou ali, do regime perdedor da franja vermelha!

Que fazemos? Lemos como alguma imprensa “independente” nos diz que o respeito por aquelas pessoas que pensam diferente é essencial para a continuidade do nosso processo revolucionário? Um cubanólogo oferecerá uma conferência ou workshop sobre o assunto? Eles serão defendidos como artistas? Eles serão defendidos como independentes?

As ruas ainda estão seguras em Cuba. As ruas continuam pertencendo ao povo cubano. As ruas ainda são locais onde a tranquilidade DEVE ser mantida.

Os miseráveis ​​que pagam, os mais miseráveis ​​que cobram e mesmo os miseráveis ​​que defendem essas posições, DEVEM saber que nenhuma ação será permitida. E que sejam respeitados os direitos a um tratamento justo, mas antes de mais nada, meus amigos, minha família, meus filhos, meus netos, a população cubana e até aqueles que discordam de minha opinião, acima de tudo, eles têm que viver com a tranquilidade do orgulho cubano.

Categories: Uncategorized | Etiquetas: , | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: