Cuba denuncia entraves ao fluxo migratório regular com os Estados Unidos.

O governo de Cuba denunciou que os Estados Unidos obstruem o fluxo migratório entre as duas nações ao adotar medidas com um contexto político claro.

Nesse sentido, a representação diplomática de Havana no Suriname informou sobre a intenção de cidadãos cubanos de chegarem ao país do norte de forma irregular a partir desse território, situação que as autoridades locais alertaram.

Internet

A intenção de migrar irregularmente é resultado, em grande parte, da adoção pelos Estados Unidos das medidas que aplicam para impedir o fluxo migratório regular, ordenado e seguro entre Cuba e aquele país, esclarece um comunicado da embaixada.

O documento acrescenta, ainda, a violação pelos Estados Unidos dos atuais acordos migratórios, em particular com a não concessão do número mínimo de vistos para os cidadãos cubanos que desejam emigrar.

A embaixada cubana no Suriname também lembra que na tentativa de chegar aos Estados Unidos ou a outros países por meios irregulares, os cidadãos cubanos se tornam vítimas dos traficantes e das gangues criminosas que operam na região.

Ao exposto, podemos acrescentar que, no contexto da Covid-19, qualquer deslocamento desse tipo constitui um risco epidemiológico.

O Governo de Cuba mantém sua disposição de continuar a colaboração e intercâmbio em matéria de imigração com o Suriname, a fim de garantir uma migração regular, ordenada e segura e o direito de viajar de seus cidadãos.

Nesse sentido, Havana insiste que os cidadãos cubanos que residam permanentemente no território nacional possam retornar ao país, excepcionalmente, com o passaporte caducado e sem prorrogação.

A disposição responde à situação complexa gerada pela Covid-19 no mundo, é também um sinal de apoio aos cidadãos retidos em outros países por motivos fora de seu controle.

Reiteramos, destaca a nota, a disposição de Cuba de receber todos os migrantes cubanos que saíram legalmente do país e se encontram hoje em situação irregular no Suriname, e que desejam retornar, de acordo com as disposições da legislação cubana.

Nestes casos, será prestada a devida assistência consular e as garantias de um retorno voluntário e seguro.

Categories: #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #salud, #Salud en Cuba, Coronavirus, CoronaVirus, Noticias de Cuba, Política, CoronaVirus, Política, Emigracion, MINREX | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

<span>%d</span> bloggers like this: