Daily Archives: 18 de Dezembro de 2020

Palestina. Forças israelenses lançam granadas de gás lacrimogêneo contra uma escola da Cisjordânia, sufocando alunos e professores

Resumo do Oriente Médio, 17 de dezembro de 2020.
Dezenas de estudantes e professores palestinos foram sufocados hoje por gás lacrimogêneo disparado pelo exército israelense ocupante dentro de sua escola na vila de Anin, a oeste da cidade de Jenin, no norte da Cisjordânia ocupada.

Fontes locais informaram a agência WAFA que o ataque do exército israelense à escola causou ferimentos e pânico, levando à interrupção das aulas e obrigando os professores a ajudar e auxiliar alunos sufocados por gás lacrimogêneo.

A liderança educacional de Jenin condenou o ataque à escola e pediu que Israel fosse responsabilizado por seus crimes contra a educação, os estudantes e o povo palestino.

Ataques à educação pelas forças militares israelenses e colonos israelenses na Palestina são comuns e repetidos e constituem graves violações dos direitos das crianças à educação e ao desenvolvimento em um ambiente livre de violência e violações de direitos. humanos. Esses ataques são particularmente frequentes nas áreas mais vulneráveis ​​da Cisjordânia: Área C, H2 em Hebron (Al-Khalil) e Jerusalém Oriental sob ocupação israelense.

“A estratégia de Israel para atacar o sistema escolar palestino é uma lógica brutal, que tem guiado as manobras do governo israelense em relação à educação palestina por 70 anos”, escreveu o jornalista palestino e editor do The Palestine Chronicle, Ramzy Baroud.

“É uma guerra”, acrescentou Baroud, “que não pode ser discutida ou entendida fora da guerra mais ampla contra a identidade palestina, a liberdade e, de fato, a própria existência do povo palestino.”

Fontes: The Palestine Chronicle, agência WAFA e redes sociais

Tradução e edição: Palestinalibre.org

Copyleft: Qualquer reprodução deste artigo deve ter o link para o original em inglês e a tradução de Palestinalibre.org.

Categories: Uncategorized | Etiquetas: , | Deixe um comentário

Brasil. O Tribunal de Haia aceitou uma acusação contra Bolsonaro por genocídio indígena

Por Dario Pignotti. Resumo da América Latina, 18 de dezembro de 2020.

Jair Bolsonaro é o primeiro presidente brasileiro em exercício a ser investigado no Tribunal Penal Internacional de Haia. “Eu entendo que não é fácil para o Gabinete do Procurador-Geral da TPI concordar em iniciar investigações, acredito que noventa por cento das reclamações recebidas as descartam, e é ainda mais difícil para eles aceitar qualquer uma contra um presidente em exercício”, explicou ele à Página 12. advogado Belisário dos Santos Junior, membro da Comissão Paulo Evaristo Arns.

Em novembro do ano passado, este órgão de direitos humanos acusou o presidente perante o TPI de incitar o “genocídio” dos povos indígenas.

-A que atribui a aceitação da reclamação?

-Em parte ao fato de que uma apresentação consistente foi preparada pela Comissão Arns em conjunto com o Coletivo de Advogados pelos Direitos Humanos e também ao fato de haver uma sensibilidade internacional muito negativa sobre Bolsonaro quando ele ainda não cumpriu dois anos no cargo, é um caso marcante.

-Do que o acusaram?

-Centralmente de incitar o genocídio dos povos indígenas, é uma acusação grave e por isso é importante que a Procuradoria do TPI concorde em recebê-la e depois comece a examiná-la. Na denúncia, são citados atos governamentais hostis aos direitos indígenas, fornecemos documentos e selecionamos depoimentos solicitando que as reservas sejam invadidas, que os minerais sejam explorados nesses territórios. Você conhece a força da palavra de um presidente.

A Comissão da Verdade sobre a Ditadura, criada durante o governo Dilma Rousseff, formou um grupo especializado para investigar a política indígena. O relatório final revelou que milhares de membros de coletivos tradicionais morreram em conseqüência da violência, deslocamento ou condições de vida impostas pelo regime.

-Bolsonaro parece ter se inspirado na ditadura.

-Tenho certeza que sim, ele tem um discurso paternalista sobre os indígenas que vem do passado militar, é uma concepção autoritária de progresso, evangelizador, recentemente o Bolsonaro nomeou um pastor para executar políticas com comunidades isoladas na Amazônia que nunca tiveram contato com ele. homem branco. Estamos voltando a 1500, quando chegaram os conquistadores, este é o primeiro presidente que se declara contra as reservas indígenas, lembremo-nos dos povos indígenas, que sempre foram muito maltratados. Se a pandemia é tão grave para a população em geral, para as comunidades é muito pior e este governo cortou a assistência médica.Os comportamentos de Bolsonaro se assemelham muito aos da ditadura.

-E isso não se limita aos indígenas

-Claro que não, ele um nostálgico da ditadura como modelo, recebeu no Palácio do Planalto a viúva do coronel (Carlos Brilhante) Ustra, ele foi um dos piores repressores, isso está documentado pela Comissão da Verdade. Bolsonaro fala com saudade do Ato Institucional nº 5, quando a ditadura entrou em sua fase mais repressiva.

Você acha que Bolsonaro será condenado no TPI?

  • Não sei, esses processos duram anos e são permeáveis ​​à conjuntura política internacional. Nesse sentido, o presidente é malvisto na comunidade internacional, está completamente isolado, e a vitória de Joe Biden, que traz uma agenda ambiental e de direitos humanos, vai isolá-lo ainda mais.

Vírus geopolítico

Para Bolsonaro, o coronavírus é uma batalha dentro de seu confronto com a China – como parte de sua subordinação a Donald Trump – e da disputa unilateral contra a Argentina. Apesar de Buenos Aires não parecer interessada em questionar a supremacia brasileira na região. Esta concepção milionária explica porque decapitou o Ministério da Saúde, deixando médicos e cientistas desempregados, para substituí-los por elementos das Forças Armadas. Indicou o General Eduardo Pazuello como chefe dessa pasta e o Coronel Elcio Filho como Secretário Executivo. Nenhum deles tem formação em medicina, nem Jorge Luiz Kormann, tenente-coronel por ele nomeado diretor da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, órgão técnico dedicado a certificar a eficácia de uma vacina contra o covid-19.

A Anvisa informou nesta semana que se baseou em motivos “geopolíticos” antes de dar luz verde a um medicamento contra o vírus, argumento que visa questionar a vacina chinesa Coronavac fabricada no Instituto Butantan, em São Paulo, a mesma que está em negociações para exportar o produto para a Argentina.

Por fim, diante do avanço incontrolável da pandemia que contaminou 7 milhões de brasileiros e custou a vida de 183 mil, o governo não teve outra escolha a não ser comprar os chineses, ou o patido comunista chinês, como dizem os mais eufóricos Bolsonaritas. Desta forma, será feita uma tentativa de conter a propagação do vírus e, segundo consta, pretende-se evitar uma “derrota” contra Argantina numa suposta corrida pela vacinação.

O canal CNN-Brasil informou nesta quinta-feira que nos corredores do Palácio do Planalto há funcionários “preocupados” com a possibilidade de a Argentina começar a se imunizar em janeiro e por isso foi ordenada a tomar as medidas necessárias para que o Brasil não fique para trás. “O governo brasileiro quer ser o primeiro na América do Sul”, noticiou a CNN.

Categories: Uncategorized | Etiquetas: , | Deixe um comentário

Brasil. Desmatamento na Amazônia em novembro foi o maior dos últimos 10 anos

Resumo da América Latina, 18 de dezembro de 2020.

Só no mês passado, mais de 480 km² de floresta foram destruídos, de acordo com uma pesquisa.

Durante o mês de novembro, a pior taxa de desmatamento foi registrada na Amazônia nos últimos 10 anos. A análise foi realizada com dados do Sistema de Alerta de Desmatamento do Imazon (SAD), que apontou mais de 480 km² de floresta destruída.

O número é 23% maior do que no mesmo período do ano passado, quando 393 km² foram desmatados. Entre os estados que compõem a Amazônia Legal, o Pará responde por quase metade (48%) de todo o desmatamento na região. São Félix do Xingu, Pacajá e Altamira, todos paraenses, ocupam os primeiros lugares no ranking dos municípios.

Há também uma análise da degradação florestal, que cresceu 114% no bioma, diz a entidade, somando 1.206 km².

O Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe) ainda não divulgou o número de novembro registrado pelos satélites DETER, que acompanha diariamente.

No início deste mês, dados de outro sistema de análise, o PRODES, confirmaram as expectativas de um agravamento da devastação no bioma e registraram mais de 11 mil km² desmatados em 2020, o maior índice em 12 anos.

Fonte: Carta Capital

Categories: Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Lacaios espanhóis dos ianques que não vêem a luz.

Arthur González.

Há alguns espanhóis que parecem não conhecer a história do povo cubano e seu estoicismo ante o reino da Espanha do século XIX e ante a criminosa guerra econômica, comercial, financeira e biológica desenvolvida pelos Estados Unidos desde 1959 e por isso se posicionam a favor dos Imperialismo ianque.

Entre eles estão José María Aznar, premiado em Miami por sua política anticubana, Esperanza Aguirre, Isabel Díaz Ayuso, atual presidente da Comunidade Autônoma de Madrid, Fernando Adolfo Gutiérrez Díaz de Otazu, MP pelo Partido Popular e vários deputados como Joseph Borrell e Leopoldo López Gil, que está sempre pronto a aderir às campanhas de mentiras fabricadas por Washington, em seu antigo desejo de falsificar a realidade cubana e demonizar a Revolução.

A ação subversiva mais recente é a monstruosidade de San Isidro, um pequeno grupo que demonstra o baixo caráter moral de seus magros membros, apoiado pelo Departamento de Estado e seguido por servidores que recebem ordens para se juntar à campanha.

Em Cuba existe um povo unido, com uma cultura política que conhece perfeitamente a estratégia ianque e recusa a ingerência em seus assuntos internos, condena a guerra econômica, o terrorismo de Estado praticado pelos Estados Unidos e seus programas subversivos para destruir o socialismo que tanto odeia. na Casa Branca.

Recentemente, Isabel Díaz Ayuso falou sobre “a falta de liberdade que existe em Cuba para o exercício do jornalismo independente”, que, como se sabe, é desenhado e financiado pela CIA, por meio de suas organizações de fachada USAID e o NED.

Apesar da cruzada dos meios de comunicação, não há nenhum jornalista desaparecido ou assassinado na ilha, como acontece em muitos países, mas diante disso nenhum dos que apóiam as mentiras anticubanas levantam a voz para condená-las, prova de sua duplicidade de critérios e defesa. dos direitos humanos em roupas íntimas.

Seria interessante observar esses funcionários espanhóis compartilhando com a baixeza e falta de educação formal dos integrantes do grupo contra-revolucionário que defendem, então saberiam quem são e a falta de valores éticos, percebendo que na realidade não representam o povo cubano e apenas agem. por dinheiro.

Por que motivos Isabel, Fernando Adolfo e Joseph não acusam o presidente da Colômbia, Iván Duque, dos crimes que comete contra lideranças sociais e permite massacres de camponeses e ex-integrantes das FARC, e não cumpre os acordos de paz?

Não é uma violação total da Declaração Universal dos Direitos Humanos da ONU, as 343 pessoas assassinadas em 2020 na Colômbia e os 83 massacres de camponeses?

Até o momento, houve 246 assassinatos entre os signatários do acordo de paz, 291 de líderes sociais e defensores dos direitos humanos por grupos paramilitares, entre eles 131 mulheres mortas exclusivamente por sua liderança social e em defesa dos direitos de seus concidadãos.

É claro que os citados espanhóis devem aderir ao roteiro do Departamento de Estado, que repetem como papagaios que “Cuba assedia e zela” aos chamados adversários, fabricado e pago com parte de um milhão de dólares, aprovado pelo Conselho de Segurança por seus atos provocativos e propaganda subsidiária contra a Revolução.

Não há uma única reclamação contra a Colômbia por tanto sangue inocente derramado pelo deputado Mario Díaz-Balart, senador Marco Rubio, nem Mike Pompeo, secretário de Estado, nem por Michael Kozak, um de seus subsecretários, nem qualificam o governo de Duque como ditadura, como ele chama Cuba.

Para eles, os dirigentes sociais assassinados não são opositores ou dissidentes que defendem suas vidas, com essas mortes não se fabricam campanhas, porque vivem em um país capitalista onde não importa se carecem de um sistema de saúde igualitário e gratuito para todos, como o cubano, ou se as crianças frequentam a escola, recebem alimentação adequada e os cuidados necessários à sua formação, segundo organismos internacionais.

O silêncio do chamado Observatório Cubano de Direitos Humanos com sede na Espanha, financiado com dinheiro do NED segundo dados oficiais, é preocupante. Yaxys Cires, seu diretor de estratégia, se reúne com eurodeputados para condenar Havana, mas nunca menciona os crimes na Colômbia, a repressão selvagem no Chile, os assassinatos na Bolívia durante o golpe militar contra Evo Morales e parece um ciclope que só tem um olho com o olhar fixo em Cuba, onde nunca ocorreram acontecimentos semelhantes.

Esses críticos não dizem que a Espanha é hoje um país mais pobre e mais desigual do que há um ano, seus milhares de mortes devido à pandemia Covid-19, devido ao péssimo sistema de saúde, deteriorado pela má política de seus governos. Tampouco olham para a pobreza que sofrem, onde, de acordo com dados oficiais, uma em cada três crianças sofre com isso.

Esses deputados não estão preocupados com o que está acontecendo em seu país?

Hoje a Espanha tem mais de 3,85 milhões de desempregados e vive em um estado de desespero sem precedentes, algo que deveria ser discutido pelos “preocupados” por um pequeno grupo de cubanos pagos pelos ianques.

A desigualdade salarial em Espanha é a mais elevada da UE e sobe para 36,1%, tal situação é maior nas mulheres do que nos homens, com 14,9% contra 11,3% nas mulheres .

Para piorar a situação, o jornal El País, acaba de divulgar:

“A Igreja vende 14 edifícios no centro de Madrid e os seus inquilinos à rua, são mais de 200 casas distribuídas por 14 edifícios no centro de Madrid”.

Estas e outras questões que afetam a população espanhola não parecem preocupar-se com quem ataca Cuba em vez de lidar com as graves questões de sua sociedade desigual e injusta, apesar de o presidente da Comunidade Autônoma de Madrid receber um salário de escritório.

Assim agem os servos do império ianque, porque como José Martí os descreveu:

“Os lacaios são contratados para o senhor de mais luxo e poder.”

Categories: Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Muito dinheiro 💸 de MIAMI🤔, mas pouco resultado em CUBA 😱

Categories: #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #Fidel, ações subversivas, Ataques, Cuba, EEUU, injerencia, Mafia Anticubana, Política, Radio y TV Martí, subversió, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, CONTRA-REVOLUÇÃO EM MIAMI, Contrarevolucion, contrarrevolucionarios anticubanos, #Cuba, guerra mediática, redes sociales, Referéndum Constitucional, Estados Unidos, líderes de la derecha, manipular la información, NED(Fundación Nacional para la Democracia), Nica Act 2017, Nicaragua, Sin categoría, Terrorismo, USAID, EUA avalia retornar a Cuba para lista de estados patrocinadores do terrorismo, Manipulacion, Manipulacion Politica, MIAMI, Os Estados Unidos estão se preparando para subverter a Revolução Cubana através da Internet, Redes sociais, Subversão contra Cuba, Subversión, Terrorismo, TERRORISMO VS CUBA | Etiquetas: | Deixe um comentário

Terroristas em fuga.

Categories: # Cuba, #Cuba, #Cuba #CIA, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #Donald Trump, #Estados Unidos, #Estados Unidos, #FalsosAtaquesAcústicos, Cuba, diplomáticos estadounidenses, Estados Unidos, A obsessão dos Estados Unidos, ações subversivas, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, Acciones contra Cuba, Cuba, Donald Trump, Relaciones Cuba - Estados Unidos, Agencia Central de Inteligencia de Estados Unidos (CIA), Ataques, Cuba, EEUU, injerencia, Mafia Anticubana, Política, Radio y TV Martí, subversió, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Colombia, Cuba, Economía, Ernesto Samper, Estados Unidos, Ministerio de Turismo (MINTUR), Relaciones Cuba Estados Unidos, Turismo, Bloqueo,Cuba,EstadosUnidos,Internet,Trask Force, CONTRA-REVOLUÇÃO EM MIAMI, contrarrevolucionarios anticubanos, #Cuba, guerra mediática, redes sociales, Referéndum Constitucional, CUBA - ESTADOS UNIDOS, Cuba, Donald Trump, Estados Unidos, Marco Rubio, Mario Díaz-Balart, Relaciones bilaterales., Diferendo Estados Unidos - Cuba, Relaciones Cuba-EE.UU, Estados Unidos, Imperialismo, Estados Unidos, líderes de la derecha, manipular la información, NED(Fundación Nacional para la Democracia), Nica Act 2017, Nicaragua, Sin categoría, Terrorismo, USAID, EUA avalia retornar a Cuba para lista de estados patrocinadores do terrorismo, MIAMI, Os Estados Unidos estão se preparando para subverter a Revolução Cubana através da Internet, política dos Estados Unidos em relação a Cuba, Redes sociais, Relaciones Cuba Estados Unidos, Subversão contra Cuba, Subversión, Terrorismo | Deixe um comentário

Símbolos da história de #Cuba com denominador comum.

Retirado da parede de Siempre Con Cuba.

Havana, 17 de dezembro Em um dia como hoje, em 1975, Cuba celebrou seu maior evento partidário e, 39 anos depois, iniciou uma nova trajetória com os Estados Unidos, marcos na história nacional tendo o 17 de dezembro como denominador comum.

Operación Carlota, "la más justa, prolongada, masiva y exitosa campaña  militar internacionalista de nuestro país" | Cubadebate


Exclusivamente com a Prensa Latina, o coronel (aposentado) Gerardo Chong lembrou a manhã em que foi inaugurado o Primeiro Congresso do Partido Comunista de Cuba (PCC), no Teatro Karl Marx da capital.
“Para um militante não havia honra maior do que estar entre os mais de 3.000 delegados, era um clima festivo e tenso, estávamos todos em suspense, com grande expectativa e grande fervor revolucionário”, comentou.
Chong destacou que o contexto histórico de 1975 influenciou essa atitude porque Cuba foi constantemente assediada pelos Estados Unidos e, além disso, o país havia iniciado nesse mesmo ano o seu apoio ao Movimento Popular de Libertação de Angola.


“Foi um divisor de águas em termos de institucionalização da Revolução que mal completou 16 anos, também definiu as linhas programáticas do Partido e levou a uma análise profunda das conquistas e erros”, frisou.
O então primeiro secretário do PCC, Fidel Castro, leu o relatório central e destacou, entre outros assuntos, o importante papel da política externa cubana, bem como a necessidade de união entre as forças progressistas do mundo.

La imagen puede contener: 10 personas, personas de pie y personas en el escenario


Além disso, explicou a importância no ordenamento político, institucional e jurídico da próxima Constituição da República (aprovada posteriormente em 1976), como base para um exercício superior da legalidade socialista.
“Foi um dos momentos mais marcantes e emocionantes da minha vida”, Chong descreveu o Congresso de seis dias no qual participaram 86 delegações estrangeiras e que culminou em um grande evento na Plaza de la Revolución.

O dia 17 de dezembro de 2014 também foi um divisor de águas para a história nacional, desta vez em relação às relações com os Estados Unidos, segundo fontes oficiais, imprensa local e especialistas.

El regreso de los Cinco (+Audio, Fotos y Videos)


Naquele dia, o então presidente, Raúl Castro, anunciou a volta dos heróis cubanos presos no território norte, bem como o início de uma série de etapas que permitiriam a abertura de embaixadas e o estabelecimento de laços bilaterais.
Por sua vez, o presidente Barack Obama (2008-2016) reconheceu o fracasso da política de Washington de mais de meio século contra Havana e tomou medidas executivas para amenizar o bloqueio à ilha, que por lei só pode ser revogado pelo Congresso. .

Obama viajará a Cuba en marzo; los republicanos critican la visita -  Libertad Digital


Isso foi esclarecido à Prensa Latina por Seida Barrera, especialista do Centro de Estudos Hemisféricos sobre os Estados Unidos da Universidade de Havana, que também destacou como Donald Trump rechaçou tudo o que fez seu antecessor também por meio de ações executivas.
“Os milhões de cubanos afetados na ilha e fora dela pouco importam, nem os cidadãos norte-americanos, podemos ver que há uma relação entre as eleições e o aumento das medidas coercitivas de Trump contra Cuba”, explicou.
Na verdade, apenas entre março de 2019 e abril de 2020, a perseguição ao presidente republicano causou prejuízos de mais de cinco bilhões de dólares à nação caribenha, cifra alcançada pela primeira vez em seis décadas de bloqueio. (PL)

Categories: #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #Donald Trump, #Estados Unidos, #Fidel, #Gerardo Hernández #Los CincoAntonio GuerreroComandante en Jefe Fidel CastroFernando, #Trump, #YoSoyFidel, @Trump, Acciones contra Cuba, Cuba, Donald Trump, Relaciones Cuba - Estados Unidos, Barack Obama Bruno Rodríguez ParrillaDonald Trumpoficina del Servicio de Ciudadanía e Inmi, CINCO HEROES, Cuba, Donald Trump, Estados Unidos, Iglesia, Ley Helms-Burton, Relaciones Cuba Estados Unidos, Religión, Cuba, Donald Trump, Estados Unidos, Marco Rubio, Mario Díaz-Balart, Relaciones bilaterales., Cuba, fidel castro, Donald Trump, Estados Unidos, Fidel Castro Ruz, Historia de Cuba, FORA TRUMP, LIBERDADE PARA OS CINCO CUBANOS, relações bilaterais, o governo Donald Trump, sonhos de Fidel, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump | Deixe um comentário

O novo governo dos Estados Unidos melhorará as relações com Cuba?.

Categories: "Liberdade", "democracia", "racismo" e "direitos humanos", # yo voto vs bloqueo, #Cuba #CIA, #Donald Trump, #Estados Unidos, #salud, #solidaridadvs bloqueo, #Trump, @Trump, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, Acciones contra Cuba, Cuba, Donald Trump, Relaciones Cuba - Estados Unidos, antilatinoamericana agenda geopolítica belicista e Donad Trump alinhados, Barack Obama Bruno Rodríguez ParrillaDonald Trumpoficina del Servicio de Ciudadanía e Inmi, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Colombia, Cuba, Economía, Ernesto Samper, Estados Unidos, Ministerio de Turismo (MINTUR), Relaciones Cuba Estados Unidos, Turismo, candidato presidencial demócrata Joe Biden, Casa Blanca, Cámara de Representantes, Cuba, el director interino de Inteligencia Nacional, Estados Unidos, Joseph Maguire, presidente de Ucrania, preside, CINCO HEROES, Coronavirus, CoronaVirus, Noticias de Cuba, Política, CoronaVirus, Política, CUBA - ESTADOS UNIDOS, Cuba Relaciones Exteriores., Cuba, Donald Trump, Estados Unidos, Iglesia, Ley Helms-Burton, Relaciones Cuba Estados Unidos, Religión, Cuba, Donald Trump, Estados Unidos, Marco Rubio, Mario Díaz-Balart, Relaciones bilaterales., Donald Trump, FORA TRUMP, Gabinete de Transmissões do governo para Cuba dos Estados Unidos,, HEROES Y MARTIRES, Profesionales e la Salud, relações bilaterais, o governo Donald Trump, Relaciones Cuba Estados Unidos, Relaciones Cuba-EE.UU, Revolução Cubana, SOMOS CUBA, Subversão contra Cuba, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump | Deixe um comentário

Mensagem de Iris Menéndez pelo 60º aniversário do ICAP.

Categories: # Cuba, # yo voto vs bloqueo, #solidaridadvs bloqueo, CubavsBloqueo, ESTUDIANTES AFRICANOS, ICAP, solidariedade e o apoio do povo | Deixe um comentário

Mensagem de Raúl Abreu pelos 60 anos do ICAP, Diretor do CIJAM .

Categories: # yo voto vs bloqueo, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #Fidel, #solidaridadvs bloqueo, #YoSoyFidel, bloqueo, bloqueo contra cuba, CubavsBloqueo, ICAP, Solidaridad | Etiquetas: | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: