A Unesco reconheceu o trabalho de Cuba na educação em 2020

Karina Marrón González – Cubainformación / Cuba em Resumo / Resumo Latino-Americano.- A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) reconheceu o trabalho de Cuba na educação em várias ocasiões durante 2020

Em várias reportagens publicadas na fase, destaca-se a liderança da ilha nesta matéria, destaca o site do Itamaraty, Cubaminrex, hoje

As conquistas das políticas educacionais do governo cubano para garantir uma educação inclusiva e de qualidade e 100% de cobertura pré-escolar foram refletidas no Relatório de Monitoramento da Educação Mundial 2020 (Relatório GEM 2020).

O documento também exaltou a flexibilidade do sistema educacional da nação caribenha, que permite reconhecer a diversidade e atender às diferentes necessidades dos alunos.

Já a edição regional da América Latina e Caribe do Relatório GEM 2020, especifica as iniciativas aplicadas na maior das Antilhas que permitem a inclusão de crianças com deficiência nos principais programas de desenvolvimento da primeira infância.

Nesse sentido, exemplos como o programa Educa seu filho, os Centros de Diagnóstico e Orientação e a atuação da companhia de teatro infantil La Colmenita, foram apresentados como contribuições do país, que também demonstram o papel decisivo da arte e da comunidade na esses processos.

O Relatório de Gênero do Relatório GEM 2020 também destacou o Programa de Educação em Sexualidade de Cuba, que visa fortalecer a formação de professores sobre sexualidade e prevenção do HIV e outras doenças sexualmente transmissíveis. Isso é realizado com uma abordagem adequada de gênero e direitos sexuais em todo o currículo básico, disciplinas eletivas e estudos de pós-graduação.

Outros reconhecimentos vieram da mão do Estudo Regional Comparativo e Explicativo (ERCE 2019), que destacou o propósito do sistema educacional cubano, onde os alunos são totalmente formados.

A pesquisa, coordenada pelo Escritório Regional de Educação para a América Latina e Caribe da UNESCO, destacou que as escolas da Ilha trabalham na formação de alunos reflexivos, críticos e independentes, em harmonia com a família, a experiência social e cultura.

Cuba foi um dos 35 países selecionados para compor o Atlas do direito à educação de meninas e mulheres que a Unesco elabora, como parte da iniciativa “Sua educação, nosso futuro”.

Do mesmo modo, manteve uma participação ativa nos espaços convocados para intercâmbio e conjugação de esforços para o enfrentamento do impacto do COVID-19 na educação, com a intervenção ao mais alto nível dos Ministérios da Educação e do Ensino Superior nos encontros virtuais convocados pela a UNESCO.

Nesse sentido, a nação caribenha compartilhou suas boas práticas e experiências, que foram reconhecidas e colocadas à disposição de todos os países por meio do site da organização.

Segundo Cubaminrex, apesar das limitações impostas pela pandemia, as relações entre as maiores das Antilhas e a UNESCO se fortaleceram. A este respeito, destaca a visita de vários executivos no primeiro trimestre de 2020, que viram em primeira mão o trabalho cubano nas áreas de competência da organização.

Categories: Uncategorized | Etiquetas: , , | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

<span>%d</span> bloggers like this: