A fórmula de Praga e as revoluções coloridas para Cuba.

Por Raúl Antonio Capote

Durante a ofensiva cultural da CIA contra o socialismo, após o fim da Segunda Guerra Mundial, a agência de inteligência americana criada em 1947 se infiltrou em todos os espaços da cultura.

A CIA publicou autores conhecidos que seguiram a linha de Washington, realizaram múltiplas ações para combater a arte com algum conteúdo social, subsidiou jornais e jornalistas e comprou artistas e intelectuais.

O processo que levou à derrota do socialismo na Europa Oriental teve muito a ver com os efeitos sobre as mentes da intensa guerra cultural que eles tiveram que enfrentar durante anos, bem como com os erros desses projetos.

As “revoluções” pró-capitalistas ocorridas no chamado Campo Socialista no final da década de 1980 respondem a um roteiro semelhante, ajustado às características de cada nação, dependendo da história e da cultura. Na Bulgária, o roteiro restaurador foi montado sobre os problemas ecológicos pelos quais aquele país estava passando; na Polônia, eles se aproveitaram dos sentimentos religiosos e da inquietação em alguns setores da classe trabalhadora; na Tchecoslováquia, eles dependiam principalmente do movimento cultural e político herdeiro da Primavera de Praga, etc.

Em Praga, o movimento anti-socialista nucleado em torno de um grupo de intelectuais, entre os quais Vaclav Havel, um dramaturgo tcheco, apoiado do Ocidente pelos serviços especiais europeus e pela CIA, realizou, em 1989, uma revolução sob a bandeira da «não violência».

A grande mídia ocidental durante anos promoveu a imagem de Havel como o grande líder antiburocrático capaz de restaurar o capitalismo e trazer liberdade para seu país.

Resultado de imagen de imagenes de revoluciones de colores

Havel foi presidente do Círculo de Escritores Independentes, fundador do movimento Carta 77 e líder do grupo de oposição Foro Cívico. Recebeu vários prêmios de organizações e instituições dos Estados Unidos e da Europa, além de ser mimado pela crítica no Ocidente.

A Revolução de Veludo, como o golpe suave que acabou com o socialismo na Tchecoslováquia foi batizado, teve sucesso com relativa facilidade. Vaclav Havel foi eleito presidente, o país foi dividido em República Tcheca e Eslováquia e políticas de choque neoliberais foram postas em prática em nome dos direitos humanos e da liberdade de expressão.

O modelo de Praga foi tentado inúmeras vezes em Havana, mas a impossibilidade de encontrar líderes de uma oposição pró-capitalista obrigou a CIA a fabricar seu próprio Vaclav Havel por meio de bolsas de treinamento de liderança no exterior, prêmios e promoção na mídia.

Fabricar movimentos artísticos apoiados por prestigiosas organizações internacionais, tentando alcançar a estranha metamorfose de transformar a pseudo-arte em arte de vanguarda, para usar esses elementos contra a Revolução, é o objetivo perseguido pelos serviços especiais americanos.

A fórmula de Praga, usada contra Cuba, tem graves falhas na sua concepção e implementação. A Revolução Cubana é autêntica, filha da nossa cultura e das nossas ideias, o nacionalismo aqui é o resultado do processo de libertação anticolonial e antiimperialista. Não saber a natureza política do poder nas Grandes Antilhas os levou e os levará ao fracasso repetidas vezes.

Categories: # Cuba, #CIA, #Cuba #CIA, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, A Força-Tarefa da Internet para Cuba do Departamento de Estado, A força-tarefa e a guerra na internet contra Cuba, ações subversivas, Acciones contra Cuba, Cuba, Historia de Cuba, Tarará, Acciones contra Cuba, fake news, Ataques, Cuba, EEUU, injerencia, Mafia Anticubana, Política, Radio y TV Martí, subversió, Cuba, fake news, cultura, CULTURAIS, Estados Unidos, líderes de la derecha, manipular la información, NED(Fundación Nacional para la Democracia), Nica Act 2017, Nicaragua, Sin categoría, Terrorismo, USAID, Fake news, Intelectuales, Política, Red de Intelectuales y Artistas en Defensa de la Humanidad (REDH), Soberanía, Venezuela, Los artistas del Imperio, Manipulacion, Manipulacion Politica, Os Estados Unidos estão se preparando para subverter a Revolução Cubana através da Internet, Subversión, Subversión contra Cuba | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

<span>%d</span> bloggers like this: