Os ensaios e a produção de #VacinasCubanas contra #COVID-19 avançam paralelamente.

#CubaPorLaSalud #CubaSalva #Covid-19 #SaludMundial #Epidemia

Autor: Gladys Leidys Ramos López | internet@granma.cu

Os primeiros dias de março, uma vez aprovado pelo Centro de Controle Estadual de Medicamentos, Equipamentos e Dispositivos Médicos (Cecmed), marcarão o início da fase III dos ensaios clínicos Abdala (CIGB-66) e Soberana 02, da vacina cubana candidatos contra COVID-19 que provaram ser seguros e capazes de alcançar uma resposta imunológica poderosa a este vírus.

Num tour com a imprensa pelas instalações onde se fabricam os antígenos destas possíveis vacinas, o Doutor em Ciências Eduardo Martínez Díaz, presidente do grupo empresarial da Biotecnologia e Indústrias Farmacêuticas de Cuba (BioCubaFarma), anunciou que, em paralelo com In Nesses estudos, continua a produção em escala industrial desses injetáveis.

Presidente da #BioCubaFarma, Dr. Eduardo Martínez Díaz, faz um tour por @CIGBCuba e @centro_cim, instituições do setor onde se obtém o insumo farmacêutico ativo de vacinas candidatas. # Soberana01, # Soberana02, #Abdala e #mambisa

Imagen

Em relação ao candidato Abdala, concretamente, o Presidente da República, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, elogiou no Twitter que “já começa a ser produzido em grande escala no prestigiado Laboratório AICA. Lotes prontos para a terceira fase do ensaio clínico, em Santiago e Guantánamo, a partir de março. Notícias que encorajam, mas não dão motivos para descuidos.

Em relação ao ensaio Soberana 02, o Doutor em Ciências Vicente Vérez Bencomo, diretor geral do Finlay Vaccine Institute, destacou que na fase III deste estudo participarão cerca de 44.000 voluntários, enquanto será realizado um ensaio de intervenção, que deve incluir mais de 1 000 000 assuntos.

Em ambos os casos, acrescentou, o objetivo é medir a eficácia da vacina contra a infecção, questão que, até agora, não foi analisada em nenhum dos candidatos, além do fato de que este segundo ensaio permitirá mais pessoas a serem imunizadas.

O mestre em ciências Eduardo Ojito Magaz, diretor do Centro de Imunologia Molecular (CIM), instituição responsável pela fabricação do antígeno que funciona como matéria-prima das vacinas Sovereign, afirmou que as mais de 300.000 doses do Sovereign 02, necessárias para o ensaio, já são produzidos; enquanto atualmente se concentra naqueles necessários para o estudo simultâneo.

Marta Ayala Ávila, membro do Bureau Político do Partido e diretora-geral do Centro de Engenharia Genética e Biotecnologia (CIGB), garantiu que esta instituição, que passou a se dedicar à produção do antígeno dos candidatos Abdala e Mambisa (CIGB-669), tem para isso, com a experiência de mais de 30 anos em produções desta natureza, especificamente com o uso da levedura pichia pastoris, que é utilizada na fabricação de vacinas de subunidades proteicas.

Autor: tudoparaminhacuba

Adiamos nossas vozes hoje e sempre por Cuba. Faz da tua vida sino que toque o sulco, que floresça e frutifique a árvore luminoso da ideia. Levanta a tua voz sobre a voz sem nome dos outros, e faz com que se veja junto ao poeta o homem. Encha todo o teu espírito de lume, procura o empenamento da cume, e se o apoio rugoso do teu bastão, embate algum obstáculo ao teu desejo, ¡ ABANA A ASA DO ATREVIMENTO, PERANTE O ATREVIMENTO DO OBSTÁCULO ! (Palavras Fundamentais, Nicolás Guillen)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: