#Trump ameaça concorrer à presidência dos #EUA novamente.

Autor: Raúl Antonio Capote | internacionales@granma.cu

O ex-presidente Donald Trump, em seu primeiro discurso desde que deixou a Casa Branca em 20 de janeiro, insistiu em suas fantásticas teorias sobre o roubo das eleições pelos democratas e manteve sua posição de outsider racista e anti-imigrante.

“Na verdade, como você sabe, (os democratas) acabaram de perder a Casa Branca, mas é uma daquelas coisas, mas quem sabe, quem sabe. Posso até decidir vencê-los pela terceira vez ”, disse Trump no início de seu discurso no domingo, no encerramento da Conservative Political Action Conference, em Orlando, Flórida, diante de uma audiência dominada por seus apoiadores.

O ex-presidente ainda não reconheceu sua derrota para Joe Biden, que reverteu muitas das políticas de seu antecessor, inclusive a de imigração, questão que provocou críticas do magnata, que destilou, como é seu costume, puro racismo em o endereço dele.

Trump, en su discurso, insistió en sus teorías sobre el robo de las elecciones, invenciones que conllevaron al asalto al Capitolio estadounidense. FOTO: EPA

“A decisão de Joe Biden de cancelar a segurança da fronteira sozinho lançou uma crise de jovens migrantes que está enriquecendo contrabandistas, cartéis criminosos e algumas das pessoas mais perversas do planeta”, disse ele.

O atual governo democrata apresentou um projeto de reforma da imigração ao Congresso na semana passada que abre um caminho para a cidadania para milhões de imigrantes indocumentados.

Sobre as divisões internas entre os republicanos e a possibilidade, que já sugeriu várias vezes, de criar um novo partido, o ex-inquilino da Casa Branca disse: “Eles ficavam dizendo, vai começar um novo partido. Temos o Partido Republicano. Ele virá junto e será mais forte do que nunca. Não vou começar um novo jogo. Eram notícias falsas “, frisou.

No entanto, no final de seu discurso, ele atacou duramente os legisladores e líderes da facção que disseram publicamente algo contra ele.

Ninguém esperava que seu discurso no domingo em Orlando fosse diferente, mas sempre há um pingo de esperança na sanidade dos hierarcas do império.

Aqueles que mantiveram aquela pequena confiança tropeçaram novamente no ego desenfreado do showman, que proclama, a cada passo, desde que provou os “mel do poder”, como um antigo soberano absoluto: Eu sou o poder.

Mais do mesmo nas terras do norte onde, como disse José Martí, “em vez de fortalecer a democracia, e se salvar do ódio e da miséria das monarquias, a democracia se corrompe e diminui, e o ódio e o ódio renascem, ameaçando a miséria”.

Categories: #Donald Trump, #Estados Unidos, #Estados Unidos, A Casa Branca: Poderosa casa de cartas, Casa Branca, do Departamento de Estado, congresso, Elecciones EEUU, Washington | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

<span>%d</span> bloggers like this: