RodrigoMalmierca: O bloqueio é o principal obstáculo ao desenvolvimento de Cuba

Rodrigo Malmierca intervém na IV Reunião do Fórum dos Países da América Latina e Caribe sobre Desenvolvimento Sustentável. Foto: MINCEX

Cuba participa da Quarta Reunião do Fórum dos Países da América Latina e do Caribe sobre Desenvolvimento Sustentável, organizado pela Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL), em coordenação com o Governo da Costa Rica, na qualidade de Presidente pro tempore desta Agência.

O Fórum analisa os avanços, retrocessos e desafios que persistem na região da América Latina e do Caribe para a implementação e acompanhamento da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável e da Agenda de Ação de Addis Abeba para o Financiamento do Desenvolvimento; no contexto da pandemia COVID-19 e sua recuperação.

Durante seu discurso, o Ministro de Comércio Exterior e Investimentos Estrangeiros (Mincex), Rodrigo Malmierca, condenou o bloqueio dos Estados Unidos contra Cuba, que impede o fornecimento de equipamentos médicos para o tratamento de COVID-19.

Rodrigo Malmierca Díaz @ R_Malmierca · 16h00 Representante do Governo de Cuba Ao discursar no IV Fórum Latino-americano e Caribenho de Desenvolvimento Sustentável, denunciamos o bloqueio econômico, comercial e financeiro de #EEUU contra #Cuba. O bloqueio é o principal obstáculo ao nosso desenvolvimento e à violação dos direitos humanos do nosso povo. # CubaViva # NoMasBloqueo # ECLACRodrigo Malmierca Díaz@R_Malmierca·Representante gubernamental de CubaAl intervenir en 4° Foro América Latina y Caribe sobre Desarrollo Sostenible denunciamos bloqueo económico comercial y financiero de #EEUU contra #Cuba. Bloqueo es principal obstáculo a nuestro desarrollo y violación derechos humanos nuestro pueblo. #CubaViva#NoMasBloqueo#CEPAL

Imagem

O ministro denunciou o bloqueio econômico, comercial e financeiro, intensificado a níveis sem precedentes nos últimos anos, e principalmente em meio à pandemia do COVID-19, com mais de 50 medidas aplicadas só em 2020.

“Esta política constitui o principal obstáculo ao desenvolvimento de nosso país e uma violação flagrante, massiva e sistemática dos direitos humanos do povo cubano”, declarou.

Ele também destacou o compromisso de Cuba com a saúde e a vida em primeira ordem. Este fato foi evidenciado nos “4.941 colaboradores pertencentes às 56 brigadas médicas cubanas do Contingente Henry Reeve, que no decorrer de 2020 prestaram seus serviços em 40 países para enfrentar a pandemia; e aquela em conjunto com outros cooperadores do setor saúde que já se encontravam em outros países; há 30.407 colaboradores cubanos lutando contra o COVID-19 em 66 países, só no ano passado ”.

Ao intervir, o dono da ilha pediu que o acesso às vacinas contra a doença na região seja justo e equitativo. Em seu discurso virtual, ele destacou que essas lacunas estão se aprofundando com a crise da saúde, portanto, este Fórum é um esforço para fazer avançar a Agenda 2030 e fortalecer a cooperação Sul-Sul.

A esse respeito, insistiu que Cuba promova um multilateralismo renovado e fortalecido para atingir essa meta sob a orientação do Plano Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social até 2030, no qual avança com o compromisso de não deixar ninguém para trás.

A Quarta Reunião do Fórum dos Países da América Latina e do Caribe sobre Desenvolvimento Sustentável, organizado pela CEPAL, em coordenação com o Governo da Costa Rica, na qualidade de presidente pro tempore deste órgão, analisa os avanços, retrocessos e desafios da região para a implementação e monitoramento da Agenda 2030

Na América Latina e no Caribe – advertiu Malmierca – persistem desigualdades estruturais e sistêmicas entre os países e dentro deles. Essas lacunas se aprofundam no contexto da pandemia COVID-19, que gerou uma crise multidimensional, cujas consequências socioeconômicas colocam em risco o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

“Em 2020, a CEPAL registrou uma queda de 7,7% no PIB regional, além de projetar um aumento de 22 milhões de pessoas vivendo na pobreza, em relação ao ano anterior de 2019”, informou.

Tirado de Cubadebate

Categories: Uncategorized | Etiquetas: , | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: