A #CIA e a arte como alvo de acções subversivas contra Cuba.

Autor: Raúl Antonio Capote | internacionales@granma.cu

A Agência Central de Inteligência dos EUA dedica os seus melhores recursos humanos a operações contra Cuba. Os seus especialistas altamente qualificados são cuidadosamente seleccionados, e muitos deles são veteranos da Guerra Fria.

A CIA trabalha principalmente com jovens, tentando penetrar em centros culturais, religiosos, estudantis ou sociais e grupos informais.

Apresenta os seus projectos com uma falsa imagem progressista, rebelde, glamorosa e externamente atraente. Dirige a sua propaganda para exagerar os “fracassos” do socialismo e para popularizar as “vantagens” das sociedades de consumo.

Os objectivos são minar os apoiantes da Revolução, trazer desespero, falta de fé no futuro e apresentar o capitalismo como a única solução para os problemas nacionais.

Alumnos de Pintura de la Escuela Nacional de Bellas Artes

Um dos principais alvos da CIA, especialmente desde 2000, eram os artistas e intelectuais cubanos. Nesse ano, a então primeira secretária do Gabinete de Interesses dos EUA em Cuba, Vicky Huddleston, organizou e orquestrou um plano ambicioso juntamente com a elite das organizações dedicadas à subversão contra a Grande das Antilhas, principalmente a USAID e a NED, sob a orientação da CIA, contra a Sétima Bienal de Havana.

Estava previsto que mais de 3.000 pessoas viajariam para Cuba, não só artistas, mas também galeristas, comerciantes de arte e importantes comerciantes de arte para participar na Bienal, de 17 de Novembro de 2000 a 6 de Janeiro de 2001.

Visto sob esta luz, parece excelente. Centenas de americanos reunidos em Havana, onde seriam responsáveis pela promoção, exposição e venda das obras de artistas cubanos no estrangeiro. Mas o objectivo não era esse; nem promover a sua arte na ilha. Não houve uma gota de solidariedade no plano do governo dos Estados Unidos.

A ajuda era condicional, porque as obras tinham de apresentar uma imagem distorcida da realidade cubana. Expunham nas suas galerias, e pagavam apenas pelo que mostrava o pior lado do país em revolução, promoviam tudo o que mentiu, o que baralhava e o que enganava.

Os objectivos eram criar um estado de opinião desfavorável em torno da Revolução, fabricar um fenómeno cultural fictício que fizesse o mundo acreditar que os artistas cubanos se opunham ao sistema político, e gerar um movimento interno que ligasse os jovens criadores mais notáveis à contra-revolução tradicional, criando um estado de opinião favorável aos seus planos de guerra contra Cuba.

Eles pensaram que tinham elaborado o plano perfeito, com muitos dos grandes cérebros de subversão a trabalhar nele para manipular a Sétima Bienal a seu favor. Mas correu mal. Outro projecto ianque “brilhante” caiu contra a moral, firmeza e patriotismo dos artistas cubanos.

Categories: # Cuba, #CIA, #Cuba #CIA, #Daniel Ortega Saavedra, #Nicaragua, #USAID, #Donald Trump, #Estados Unidos, #EEUU#PNRAgencia Central de Inteligencia (CIA)National Endowment for Democracy (NED)The New York Times, #Estados Unidos, #Estados UnidosDerecho InternacionalFulgencio BatistaLey Helms BurtonPrimera Ley de Reforma Agraria, #USAID Dexis Consulting Group and ChemonicsFrente Sandinista de Liberación Nacional (FSLN)Fu, A guerra dos Estados Unidos, A obsessão dos Estados Unidos, ações subversivas, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, Ataques, Cuba, EEUU, injerencia, Mafia Anticubana, Política, Radio y TV Martí, subversió, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, CONTRA-REVOLUÇÃO EM MIAMI, contrarrevolucionarios anticubanos, #Cuba, guerra mediática, redes sociales, Referéndum Constitucional, Estados Unidos, líderes de la derecha, manipular la información, NED(Fundación Nacional para la Democracia), Nica Act 2017, Nicaragua, Sin categoría, Terrorismo, USAID, Injerencia De EEUU, MIAMI, NED, Redes sociais, Subversão contra Cuba, Subversión, usaid | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: