As 242 medidas do #Trump contra #Cuba persistem, mas as vozes nos #EstadosUnidos estão a crescer para rejeitar a política.

Autor: Nuria Barbosa León | internet@granma.cu

Os cubanos que vivem nos Estados Unidos estão a intensificar a sua exigência à administração de Joe Biden para o restabelecimento de um fluxo migratório regular entre os dois países. Recentemente, um relatório do Departamento de Estado divulgou que 78.228 dossiers de pedidos de vistos estavam abertos a partir de Novembro de 2020, o que coloca Cuba entre os dez países com os casos mais não resolvidos.

Isto encoraja a prática da migração irregular, com as suas graves consequências para a dignidade humana. Os Estados Unidos, tal como expresso na declaração do Ministério dos Negócios Estrangeiros de Cuba a 11 de Março, não cumprem o compromisso acordado de garantir a chegada de 20.000 cubanos por ano a esse país, de uma forma legal. A Lei de Ajuste Cubano, que data de 1966, também ainda está em vigor.

Crecen las voces en Estados Unidos, Canadá y Europa que piden el levantamiento de las sanciones a Cuba (Foto tomada del facebook de Carlos Lazo)

A estes obstáculos junta-se a suspensão do processamento e concessão de vistos pelo governo de Donald Trump, que em 2017, alegando alegados ataques sónicos não provados, reduziu o seu pessoal diplomático na ilha e transferiu os procedimentos consulares para países terceiros.

“O governo cubano continuará a trabalhar para prevenir a migração irregular, insegura e desordenada, para prevenir partidas arriscadas que ponham em perigo vidas humanas e para lutar contra actos de violência associados a este fenómeno e crimes relacionados, tais como o tráfico de pessoas e o contrabando ilegal de migrantes”, reafirmou o texto do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Também organizações solidárias com Cuba nos EUA, Canadá e nações da União Europeia, estão a preparar uma marcha maciça para 28 de Março, sob o nome de Pontes de Amor, que inclui caravanas de carros através de várias cidades superlotadas para exigir à Casa Branca uma solução que permita o processo de reunificação entre famílias residentes dentro e fora do arquipélago das Caraíbas.

Esta iniciativa teve lugar no passado dia 31 de Janeiro em sete cidades norte-americanas, a partir das quais os participantes defenderam o levantamento do criminoso bloqueio económico, comercial e financeiro imposto pelos Estados Unidos contra Cuba.

Também é digno de nota o pedido feito por legisladores de 18 cidades dos EUA, que adoptaram resoluções apelando à normalização das relações entre os dois países.

Categories: # Cuba, # yo voto vs bloqueo, #Cuba #CIA, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #Donald Trump, #Estados Unidos, #Estados Unidos, #Estados UnidosDerecho InternacionalFulgencio BatistaLey Helms BurtonPrimera Ley de Reforma Agraria, #solidaridadvs bloqueo, A guerra dos Estados Unidos, A obsessão dos Estados Unidos, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, Acciones contra Cuba, Cuba, Donald Trump, Relaciones Cuba - Estados Unidos, BLOQUEIO VS CUBA, bloqueo contra cuba, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Colombia, Cuba, Economía, Ernesto Samper, Estados Unidos, Ministerio de Turismo (MINTUR), Relaciones Cuba Estados Unidos, Turismo, CubavsBloqueo, Emigracion, IMIGRANTE, SANCIONES, Trump procura reforçar o bloqueio | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: