Soberana Plus de Cuba protege contra reinfecção de Covid-19

Havana, 12 de abril (Prensa Latina) – Vídeo: Cuba Hoy / TV cubana.- Uma única dose da vacina candidata cubana, Soberana Plus, é capaz de proteger contra a reinfecção de Covid-19 e aumentar a resposta imunológica contra as variantes SARS-CoV -2, uma autoridade de saúde disse hoje.

Soberana Plus de Cuba protege contra reinfecção de Covid-19

Havana, 12 de abril (Prensa Latina) Uma única dose da vacina candidata cubana, Soberana Plus, é capaz de proteger contra a reinfecção da Covid-19 e aumentar a resposta imunológica contra variantes do SARS-CoV-2, informou hoje uma Autoridade Sanitária.

Em entrevista coletiva televisiva, o Dr. Rolando Ochoa, pesquisador do Finlay Vaccine Institute (IFV), líder do projeto, explicou que este produto se destina a pacientes convalescentes e, também, como reforço para quem recebe esquemas de vacinação com outros. como Soberana 02, em ensaios clínicos de fase III.

O Soberana Plus recebeu recentemente autorização da entidade reguladora cubana para iniciar a sua fase II, que incluirá 450 voluntários que sofriam de Covid-19 e apresentavam quadro clínico ligeiro a moderado ou eram assintomáticos.

O objetivo do referido período é avaliar a segurança, reatogenicidade e imunogenicidade da vacina profilática candidata, e será realizado no Instituto de Hematologia e Imunologia da capital caribenha.

‘Será um estudo multicêntrico, adaptativo, de grupos paralelos, randomizado, duplo-cego e controlado por placebo. Este último receberá a dose do Soberana Plus, após o término do período experimental ‘, disse Ochoa.

Ele disse ainda que serão incluídos pacientes entre 19 e 80 anos cuja alta hospitalar tenha ocorrido há pelo menos dois meses antes de começar a receber a dose única do Soberana Plus.

Ochoa destacou que, durante os ensaios de fase I com 30 indivíduos, demonstrou sua capacidade de estimular níveis protetores de anticorpos neutralizantes e proteger os pacientes contra possível reinfecção, sem eventos adversos graves.

“Embora não sejam comuns, nem tenham ocorrido muitos casos, em Cuba há pessoas que adoeceram com Covid-19, principalmente devido aos baixos níveis de anticorpos após o primeiro contágio”, esclareceu o médico.

Por isso, reafirmou, que um candidato como Soberana Plus tem grande importância, principalmente no futuro, já que Cuba terá um número significativo de convalescentes para reforçar na presença de novas cepas no país.

A diretora de pesquisa do IFV, Dagmar García, disse à Prensa Latina que este projeto fazia parte das cinco formulações correspondentes a Soberana 01, apresentadas pela primeira vez pela ilha para enfrentar a pandemia.

“Todos eles tinham o antígeno da vacina que é RDB ligando-se ao receptor de domínio com diferentes proporções da vesícula da membrana externa, apenas Soberana Plus não tinha o último. Por conta dessa condição técnica, foi eleito o quinto candidato ‘, especificou.

Em bom ritmo fase III do Sovereign 02 de Cuba

Havana, 12 de abril (Prensa Latina) Os criadores da vacina candidata cubana anti-Covid-19 Soberana 02 anunciaram hoje que seu ensaio de fase III está ocorrendo de acordo com o cronograma previsto, hoje na aplicação da segunda dose do injetável.

Estamos confiantes no sucesso desta e de outras vacinas cubanas contra Covid-19 que estão em estudo, acrescentou o Finlay Vaccine Institute (IFV), líder desta pesquisa, em sua conta no Twitter.

Soberana 02 é a primeira formulação a iniciar o estudo no último dia 8 de março na capital com 44 mil 10 voluntários entre 19 e 80 anos. Seu cronograma de imunização é de zero, 28 e 56 dias.

Na semana passada, o centro científico deu continuidade ao ensaio com a administração da segunda dose aos sujeitos do estudo.

No mesmo tweet, a entidade retomou a questão da notícia falsa divulgada no dia anterior pelo site de jornalismo equilibrado, no qual a Organização Mundial da Saúde atribuiu a categoria de excelência às vacinas cubanas anti-Covid-19. É uma notícia cara, insistiu o IFV.

Além do Soberana 02, passa pela terceira fase de estudos, a última em humanos, para aprovar seu registro e validar sua eficácia, o Abdala, outro injetável criado pelo Centro de Engenharia Genética e Biotecnologia.

Ambas as formulações fazem parte de uma lista de 24 vacinas de subunidades que estão sendo desenvolvidas no mundo, também incluídas no grupo das 16 que atualmente avançam na fase III.

Atualização do processo de vacinação em Cuba durante os ensaios clínicos em andamento

Cubadebate

No final do dia 10 de abril, a aplicação da segunda dose das vacinas candidatas Soberana 02 e Abdala, avançou de acordo com o cronograma planejado. O estudo de intervenção controlada foi concluído com a aplicação da primeira dose aos 75.000 voluntários da primeira fase do estudo.

Como parte do ensaio clínico de Fase III com Sovereign 02, a segunda dose foi aplicada a 4.534 indivíduos e no ensaio clínico de Fase III com Abdala, 22 108 indivíduos já aplicaram a segunda dose.

Ambos os ensaios estão ocorrendo de acordo com o cronograma planejado, levando em consideração o protocolo desenhado para cada uma das vacinas candidatas. Até a data deste relatório, nenhum evento adverso sério foi observado.

O estudo de intervenção de controle populacional foi concluído com a aplicação da primeira dose aos 75.000 sujeitos que fazem parte deste estudo em Havana. O estudo incluiu as duas vacinas candidatas: Soberana 02 e Abdala.

Fonte de dados para o ensaio clínico de Fase III: Centros coordenadores do Finlay Vaccine Institute e do Center for Genetic Engineering and Biotechnology.

Fonte de dados do estudo de intervenção populacional: Ciência e Inovação Minsap.

(Retirado da BioCubaFarma)

Assim como Girón, as vacinas candidatas cubanas são outra grande vitória

Rubén G. Abelenda * – Rebelião

À semelhança do triunfo alcançado em Girón em 1961, face à invasão mercenária dos Estados Unidos, os projectos de drogas cubanos contra a Covid19 são hoje mais uma grande vitória para o povo das Grandes Antilhas, em meio ao bloqueio intensificado que tem mantido Washington por 60 anos.

A ilha caribenha conta atualmente com 5 vacinas candidatas para enfrentar a pandemia que atualmente assola o mundo, duas delas, Soberana02 e Abdala, em fase III, que já estão sendo aplicadas à população com resultados muito positivos.

Cuba pretende imunizar todos os seus habitantes contra o novo coronavírus durante 2021, e pode se tornar o primeiro país das Américas a fazê-lo, apesar de ter sofrido o mais longo cerco econômico, comercial e financeiro da história da humanidade imposto pelos Estados Unidos. .UU .

Mesmo os grandes empórios da imprensa, nem um pouco desconfiados de serem amigos da nação das Antilhas, como o jornal americano The Washington Post, reconheceram o sucesso de seus projetos de drogas.

E é que Cuba tem uma longa tradição de conquistas desde o triunfo de sua Revolução, em 1º de janeiro de 1959, e a derrota que deu em abril de 1961 à agressão militar mercenária de Girón, a maior sofrida pelos Estados Unidos em. nossa América.

Desde então, sucessivas administrações da Casa Branca têm tentado derrubar o processo revolucionário no arquipélago caribenho mais antigo usando todos os meios possíveis, incluindo ataques contra seus principais líderes, ações terroristas, sabotagem e até guerra bacteriológica.

Com o bloqueio, Washington tentou tirar os cubanos da fome e da doença pela única razão de defender sua soberania e independência, e enfrentar cara a cara o decadente império do norte brutal e revoltado.

O exemplo mais recente de política agressiva dos EUA foi a decisão do inquilino cessante da Casa Branca Donald Trump, encorajado por mafiosos de Miami e políticos terroristas, de intensificar o cerco à ilha em meio a Covid19 para dar um golpe mortal em sua Revolução.

Mas, mais uma vez, para parafrasear um ditado popular, os disparos saíram pela culatra em Washington, porque apesar de causar muitos estragos com o bloqueio, Cuba resiste e cresceu diante do ataque de seus inimigos e múltiplas adversidades.

Hoy sus mujeres y hombres de ciencias triunfan con sus 5 candidatos vacunales, y al mismo tiempo sus profesionales de la salud combaten la pandemia en numerosos países del mundo, en otra demostración solidaria y en defensa del derecho fundamental a la vida que tanto molesta a la A Casa Branca.

Todos eles, junto com seu povo, protagonizam outro Girón vitorioso, sem armas nem tiros, apenas com grande talento, persistência, humanismo e, sobretudo, com o princípio ensinado por seu líder histórico, Fidel Castro, de que Cuba nunca o fará. renuncie à glória que ele viveu.

  • Rubén G. Abelenda. Embaixador de Cuba na Gâmbia.
Categories: Uncategorized | Etiquetas: , | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: