ALBA-TCP e organizações civis condenam violência na Colômbia (+ Vídeo)

O Acordo Comercial da Aliança Bolivariana para os Povos da Nossa América (ALBA-TCP) condenou o uso excessivo da força e o clima repressivo desencadeado na Colômbia após os protestos sociais. Bloco regional argumentou que o uso da violência não resolve as causas estruturais das situações de injustiça social

O Acordo de Comércio da Aliança Bolivariana para os Povos da Nossa América (ALBA-TCP) condenou o uso excessivo da força e o clima repressivo desencadeado na Colômbia após os protestos sociais, e que “contou vítimas de violência física, detenções arbitrárias, relatórios de desaparecimentos, abusos sexuais e cerca de 31 pessoas morreram e mais de mil feridos.

Ao exortar as autoridades daquela nação a “proteger os direitos humanos, o direito à vida e à segurança pessoal”, o bloco regional argumentou que o uso da violência não resolve as causas estruturais das situações de injustiça social.

A Associação Cubana das Nações Unidas, entidade que acolhe mais de uma centena de organizações da sociedade civil do arquipélago, juntou-se, juntamente com o Instituto Cubano de Amizade com os Povos, às múltiplas vozes que no mundo se solidarizam.

Em nota, a Central de Trabajadores de Cuba também aderiu à demanda, rejeitando a repressão contra os dirigentes sindicais e a classe proletária, dada “sua justa reivindicação de reivindicações sociais e contra as políticas neoliberais”.

Tirado de Granma

Categories: Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: