Os #EstadosUnidos e seus terrorismos contra o povo cubano (2)

Ramón Pedregal Casanova

Se o Sec. Blinken se interessasse pelos direitos humanos dos cubanos, levantaria o bloqueio econômico e as 243 medidas aplicadas pelo governo anterior, em vigor hoje em meio a Covid 19, restabeleceria os serviços consulares e a reunificação familiar.

Ministro das Relações Exteriores de Cuba nas Nações Unidas Bruno Rodríguez Parrilla.

A forma como os dispositivos de comunicação funcionam determina a forma como as mensagens são elaboradas e trocadas. Essa forma de fazer as coisas corresponde aos mecanismos gerais de produção e troca, pois eles condicionam toda a atividade humana na sociedade capitalista, Armand Mattelart nos diz em seu livro.

Comunicação, cultura e luta de classes. Uma arma da grande capital americana para o domínio dos povos é a divulgação de notícias falsas, é o resultado de sua mecânica produtiva, para a exploração humana investem na colonização de mentes, a mentira é seu ponto forte, com ela eles confundem, desfazem ou paralisam as pessoas, introduzem sua ideologia de submissão e medo e atacam aqueles que não controlam, acusando-os do que eles e suas tropas, os regulares e os mercenários, fazem. A mentira, a deturpação, é fascismo, lembrei-me da advertência do grande Bertolt Brecht: O fascismo só pode ser combatido como a forma mais desavergonhada, obscena, opressora e enganosa de capitalismo. Então, como dizer a verdade sobre o fascismo, que se chama para lutar, se não se fala a verdade sobre o que o gera, isso é o capitalismo? E aqui acrescento, que só vive explorando e mentindo.

Hoje em dia as redes sob o controle da CIA espalham propaganda em que o ditador Batista é abençoado, é compreensível porque estamos sob a tempestade descarregada pelo fascista Trump contra Cuba, e o fascismo trata com uma luva o tirano que derrubou a Revolução .de seda, para colocá-lo como a coisa mais normal na sociedade neoliberal. Como iriam os corruptores mandar o seu povo corrupto escrever ou fazer slogans ou discursos dizendo Batista, o mercenário dos Estados Unidos! Batista, o traidor de Cuba! Batista, aquele que roubou o povo cubano! Batista, o tirano!

Pelo contrário, eles dão o microfone a um descendente de tal mercenário americano, o traidor, o ladrão, o tirano. O fascismo é o capitalismo em sua forma mais podre, desavergonhada, obscena, opressora e enganosa de capitalismo, e eles querem que acreditemos que é o sistema social em que vivem em liberdade; Hitler gritou Liberdade ou Comunismo em seus microfones, e o mundo inteiro viu o que seu povo estava fazendo nos campos de extermínio. O regime americano escondeu muitos nazistas e os usou em suas subsequentes aventuras criminosas, os povos indígenas conhecem o continente norte da América, o México o conhece e desde o México até toda a irmã América.

No que diz respeito à propaganda fascista das redes sociais mercenárias hoje contra Cuba, entre outras coisas para tentar normalizar o tirano Batista, aponto um fato histórico que se destaca, e que registro hoje por causa do aniversário do Herói Nacional de A Nicarágua Augusto se aproxima Cesar Sandino, os dados que os colaboradores não permitem que sejam conhecidos, como tantos outros, fazem parte da organização ianque da tentativa de invasão da Ilha Rebelde por Playa Girón, retiro do livro : De Cristobal Colón a Fidel Castro (I e II) A fronteira imperial caribenha, Autor, que foi um grande escritor e Presidente da República Dominicana, Juan Bosch: O que Kennedy, a CIA, o Departamento de Estado e os chefes militares decidiram foi aumentar o número de cubanos que deveriam participar da ação e transformá-la em uma ação o mais poderosa possível,… O Governo da Nicarágua, liderado por Luis Somoza, filho do homem que havia dado morte para Sandino. Somoza prometeu fornecer a base aérea e marítima para a saída da expedição e para os bombardeios que seriam realizados em alguns pontos de Cuba. …; Foi organizada uma frota de 24 bombardeiros B-26 e 12 transportes,…, 6 navios,… Em 4 de abril, Kennedy teve uma reunião com seus assessores,… Nessa reunião foi aprovado o ataque a Cuba.Os 1.300 mercenários foram transferidos da Guatemala para a base aérea e marítima de Puerto Cabezas, entregue pelo ditador da Nicarágua Somoza. Kennedy, que frequentemente falava com tanta energia contra os tiranos da América, aliou-se aos Somozas, uma dinastia que baseava seu poder no sangue de Sandino e de milhares de nicaragüenses. Depois da preparação militar, a preparação da propaganda que os Estados Unidos empreenderam foi realizada com a publicidade de um Livro Branco que preencheram com uma infinidade de falsas acusações. Voltamos à mentira como núcleo fundamental do imperialismo. As falsas acusações que as redes sociais imperialistas hoje propagam estão relacionadas com as do referido Livro Branco. Lembremos as palavras do Ministro das Relações Exteriores de Cuba na ONU, Sr. Bruno Rodríguez Parrilla, apontando a única coisa que vale se o ianque quiser mudar e ficar ao lado da Humanidade: Se o Sec. Blinken se interessasse pelos direitos humanos dos cubanos, levantaria o bloqueio econômico e as 243 medidas aplicadas pelo governo anterior, em vigor hoje em meio a Covid 19. Restabeleceria os serviços consulares e a reunificação familiar.

Há um fio condutor que, partindo do ponto de partida da História, ilumina cada um dos acontecimentos que se seguiram até chegar ao presente. Desde o início até aqui, o regime estadunidense entregou sua política em relação a Cuba aos gangsters de Miami que se encarregam de treinar e dirigir os mercenários que fazem o trabalho de escandalizá-los, na atual tentativa de tornar a sociedade cubana despreza a Revolução para que o exército imperialista tente a Playa Girón II, bombardeie e invada e mate um milhão de cubanos para que o povo se renda. Querem manter as mais de 240 medidas que Trump acrescentou ao bloqueio genocida, escandalizam porque estão com muita pressa, não parecem ter certeza de que Biden não as retirará para fazer o bloqueio continuar para que não levem a todos os níveis.

Não é que o grupo imperialista que financia Biden cogite deixar de intervir contra Cuba, os atuais dirigentes de Miami apenas suspeitam que podem mudar sua forma de atacar impunemente. Claro, até agora Biden não fez o menor gesto, não só isso, mas o fluxo de milhões de dólares continua para os fascistas das redes sociais que da mesma forma encobrem Batista através de seus descendentes, que deturpam e escondem a ilegalidade do bloqueio e do danos que causa à vida do povo cubano. Se pedem dinheiro para continuar atacando os cidadãos, sua podridão também levou aquele que comanda a tentativa de escândalo hoje em dia a querer chantagear, pedindo dinheiro, é claro, à Revolução para impedir a tarefa que os Estados Unidos lhe pagam .

São pagos com fundos do Estado imperial, e a população cubana sabe disso porque conhece o início da história e conhece o fio que liga a intenção de todos os seus atos criminosos. As suas mentiras perpassam a história e mencionou a última: o grevista, aquele que quer cobrar pelos ianques e pela revolução, Alcántara, vai sozinho a um hospital, tratam-no como tratam qualquer cidadão, e Acontece que o suposto grevista não havia feito greve de fome, eu diria que no ajuntamento de sua casa, em que ninguém o interrompe, entediado talvez, farto de comer, aí estão as análises.

O regime imperial saberá que seus mercenários em greve não são os grevistas como foram ordenados? Não é a primeira vez que eles têm sapo. Fome é o que os EUA desejam para Cuba e não querem Cuba. Algum dia, sua impunidade deve acabar. La delincuencia organizada bajo el mando de la mafia de Miami como directora de la política exterior de EEUU para Cuba, es dibujada por los medios de propaganda según las directrices del nazi Goebbels, repitiendo que los fascistas, los nazis, ansían la libertad y claman por os direitos humanos. Podemos nos perguntar se o regime imperialista, racista, supremacista, o maior explorador do ser humano na história, aquele que mantém as guerras no mundo e não é capaz de governar mantendo a paz e a justiça mesmo em casa, Você tem um ideia mínima do que é liberdade e o que são direitos humanos? Mentir pelas redes sociais, pelos meios com os quais colonizam mentes, mentir é sua cultura, financiar mercenários é sua cultura, apresentá-los na sociedade como pertencentes ao mundo artístico nada mais é do que um ardil para fazer as pessoas acreditarem que têm voz. Intocáveis, justos são aqueles que mostram desinteresse pelas pessoas que sofrem o ato imperialista que é o bloqueio para matar de fome o povo cubano, internacionalista, solidário, respeitado e admirado pelos povos do mundo.

Ramón Pedregal Casanova é o autor dos livros: Gaza 51 dias; Palestina. Crônicas de vida e resistência; Crise dietética; Belver Yin na perspectiva de gênero e Jesús Ferrero; e, Sete romances de memória histórica. Postface. Presidente da Associação Europeia de Cooperação Internacional e Estudos Sociais AMANE. Membro da Comissão Europeia de Apoio aos Prisioneiros Palestinianos. Membro da Frente Antiimperialista Internacionalista.

Categories: Terrorismo | Etiquetas: | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: