Porta-vozes da OEA .

#DiazCanelEnMexico #CubaEnMexico #CELAC #OEA #ManipulacionPolitica #EEUUBloquea #BastaDeHipicresia #NoMasMentiras #LetCubaLive

Existem prisioneiros políticos para os acontecimentos de 11 de Julho em Cuba? Juan Juan faliu.

#MafiaCubanoAmericana #MercenariosYDelincuentes #SubversionContraCuba #RedesSociales #RevolucionCubana

#Biden ficará na História como o Grande Cobarde que é: Re-assinou o TWEA sobre #Cuba .

#Cuba #EstadosUnidos #MafiaCubanoAmericana #MercenariosYDelincuentes #ElBloqueoEsReal #PatriaOMuerte

A 7 de Setembro de 2021, a Casa Branca informou o Secretário de Estado, num Memorando assinado por Joe Biden, da Continuação do Exercício de Certos Poderes ao abrigo da Lei do Comércio com o Inimigo, ou TWEA. Explica que a sua continuação por 1 ano é do “interesse nacional dos Estados Unidos”.

LIE, Joe. Mente através dos dentes, como 11 dos seus antecessores fizeram. Desafio-vos a citar apenas um argumento que prova que a vossa infâmia contínua em relação a Cuba e que a reinvenção dessa Lei BENEFICIA o povo americano: aqueles a quem vendem democracia e liberdade, mas que os impedem de negociar com essa nação irmã e os impedem de viajar livremente como a Constituição que os Pais Fundadores redigiram com homens de decência e coragem em mente, é suposto estabelecer.

Biden Pasará a la Historia Como el Gran Cobarde Que es: Volvió a Firmar la TWEA Respecto a Cuba

Não é do “interesse nacional” dos EUA, mas do interesse exclusivo da ultra-direita cubana, aqueles que não votaram em si, que nunca votarão em si ou em qualquer candidato ou política democrática, que saem à rua com cartazes a dizer “Fuc@ Biden” e “Trump é o meu Presidente”, mas o UM VOCÊ É FEITO, aquele que lhe falta as calças para enfrentar, e que prefere espezinhar as esperanças e a vontade dos cubanos, anglo-americanos e amigos hispânicos de Cuba, que votámos em si e que agora iremos PARA O IMPOSSÍVEL, para que não receba MAIS UM VOTO de nós ou dos nossos amigos.

É bom, e garanto-vos que faremos com que a grande massa democrata dos Estados Unidos saiba como se vende a uma minoria republicana e trompetista que colocou todos os seus esforços, o seu poder económico e o seu capital político na infame tarefa de entregar um povo digno e corajoso, que deu amor e solidariedade a tantos povos do mundo, através da fome e da falta de medicamentos.

É bom que saibam que preferem pôr em risco o apoio E VOTAÇÃO de milhares, centenas de milhares, ou talvez milhões – se a nossa voz for tão longe como planeamos – de democratas, liberais, progressistas e pessoas de boa vontade apenas para jogar o jogo daqueles que não são apenas inimigos do povo cubano, mas de tudo o que representa ou cheira a PROGRESSO nos Estados Unidos.

O Bloqueio Cubano MATARIA, Joe. Há crianças inocentes e pessoas idosas sem medicamentos e alimentos suficientes. Se mata, – e mata muitos – então estamos na presença de um MURDERFUL BLOCKADE, pelo qual está a ser cometido um MURDER, e um MURDER maciço. Vamos chamar as coisas pelos seus nomes, Joe. E mesmo que não se preocupem muito com o destino de Cuba, recomendo que comecem a preocupar-se com aquilo a que nós americanos chamamos os COLLICANOS do assassinato. E como a História os julga!

Não faremos mais REQUISITOS: não os ouvimos. Não faremos mais apelos à sua TUDO, ou à sua FÉ CATÓLICA, porque é claro para nós que é pura hipocrisia, ainda mais barata que a de Trump, porque pelo menos ele é mais sincero na execução do seu MAL e na divulgação do seu POISONO.

Não apelaremos mais a si. Mas APELAMOS à OPINIÃO PÚBLICA Americana, ao CONGRESSO ESTRANGEIROS, ao Conselho de Segurança da ONU e ao VATICANO através do Papa Francisco com DUAS exigências: que nos ajudem a remover o Bloqueio a Cuba, e que o excomunguem dos HEAVENS que cada um deles representa e defende.

Somos um povo cheio de AMOR, pronto a construir BRIDGES com esse ingrediente mágico…, mas o MELHOR de todos nós avisou há mais de um século, que o amor pela Pátria, além do amor, é também “ódio invencível por aqueles que a oprimem” e “rancor eterno por aqueles que a atacam”.

Foi mal aconselhado, esperemos que outros sejam melhor aconselhados. Não quis compreender, mas talvez compreendam o extraordinário significado humano, o valor histórico e o potencial mobilizador deste slogan que foi outrora o património exclusivo de Cuba, mas hoje atravessa fronteiras e já é multiplicado e repetido por muitos na América Latina, na Europa e nos próprios Estados Unidos.

Um slogan que, na situação actual, está muito acima de qualquer adesão ou preferência ideológica ou partidária pelo “socialismo” ou “capitalismo”:

PATRIOTO ou MORTE, Joe, PATRIOTO OU MORTE.

Uma que deixou de ser um baluarte exclusivamente revolucionário para se tornar um grito tremendo de soberania e justiça. É por isso que, perante a sua cobardia e a sua infame actuação de ontem, milhões de pessoas gritam:

PATRIOTO ou MORTE, Joe, PATRIOTO OU MORTE!

Perante aqueles que sonham iludidamente poder subjugar um povo cujo único pecado tem sido não curvar a cabeça ou beijar a bota imperial, milhões gritam: “PATRIA o MUERTE, Joe, PATRIA O MUERTE”:

PATRIOTO OU MORTE, Joe, PATRIOTO OU MORTE

Perante aqueles que mentem, manipulam informações, distorcem números, factos e circunstâncias… Perante aqueles que pedem mais bloqueio, mais fome ou invasão; e mesmo perante os cobardes, os indecisos ou os “moderados” que continuam a chamar “irmãos” àqueles que querem mudar com bombas imperiais o que não tiveram a decência de mudar com a sua coragem, milhões gritam:

PATRIOTO ou MORTE, Joe, PATRIOTO OU MORTE.

E se, numa exibição franca da utopia do impossível, alguém conseguir apagar do mapa aquela Ilha Bonita, e limpar do planeta aqueles de nós que a amamos bem, milhões de fragmentos de cinza e pó erguer-se-ão em avanço destemido, e continuarão a proclamar, da ilustre humanidade dos tempos:

PATRIOTO ou MORTE

João Lourenço em Washington .

#JoãoLourenço #Angola #EstadosUnidos #Minrex

O Presidente da República, João Lourenço, desembarcou este sábado em Washington DC, cidade em que cumprirá um programa de trabalho antes de se deslocar quarta-feira a Nova Iorque para o debate anual da Assembleia Geral das Nações Unidas. Acompanha o Chefe de Estado a Primeira Dama da República, Ana Dias Lourenço. O programa elaborado para esta presença do Presidente João Lourenço em Washington começa a ser cumprido segunda-feira, com uma reunião com o Conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos da América, Jake Sullivan.

Puede ser una imagen de 3 personas y personas de pie

Tal como diz Gerardo Hernandez Nordelo … Hay que tener cara …

#BastaDeHipocresia #NoMasMentiras #LetCubaLive #LacayoPou #Uruguay