Biden comemora 21.º aniversário dos atentados no Pentágono.

#EstadosUnidos #Terrorismo #11DeSeptiembre

JA Online

O Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, vai comemorar o 21.º aniversário dos atentados do 11 de Setembro, no próximo domingo, com a colocação de uma coroa de flores no Pentágono, disse hoje a Casa Branca.

© Fotografia por: DR

Joe Biden também irá discursar na sede do Departamento de Defesa norte-americano.

O dia servirá para recordar os ataques terroristas de 2001, quando piratas do ar assumiram o controlo de quatro aviões para os usar como mísseis, colidindo com o World Trade Center (Nova Iorque), o Pentágono (Washington) e um campo na Pensilvânia.

Quase 3.000 pessoas morreram nos ataques da Al-Qaeda. Os Estados Unidos e os aliados responderam com uma guerra no Afeganistão.

A primeira-dama, Jill Biden, falará no domingo no Memorial Nacional do Voo 93 em Shanksville, Pensilvânia.

Já a vice-presidente, Kamala Harris, e o seu marido vão a Nova Iorque para participar numa cerimónia no Memorial Nacional do 11 de Setembro.

Sonangol vende 25% da participação no Banco Caixa Geral Angola.

#Angola #Sonangol #EconomíaNacional

Hélder Jeremias

Os 25 por cento do capital social detido pela Sonangol no Banco Caixa Geral Angola (BCGA) estão em leilão, cujo período de oferta pública de venda de acções decorre de 5 a 16 de Setembro, na Bolsa de Dívida e Valores de Angola (BODIVA), cuja supervisão está a ser feita pela Comissão do Mercado de Capitais.

Representantes do banco Caixa Angola e do PROPRIV prestigiaram o acto que marca o arranque das operações © Fotografia por: Agostinho Narciso | ewdições novembro

Para o efeito, o Banco Caixa Geral Angola e o Instituto de Gestão e Participações do Estado (IGAPE) oficializaram ontem, em Luanda, o processo de alienação dos 24 por cento de acções detidas pela Sonangol EP e 1 pela Sonangol Holding. A iniciativa enquadra-se no Programa de Privatizações em curso desde 2019, e que visa apoiar o desenvolvimento do mercado de capitais angolano.

Há 29 anos no mercado nacional, o BCGA é a segunda empresa e banco cotado na bolsa de Angola, cujo processo visa alienar cinco milhões de acções de um total de 20 milhões, que constituem o seu capital social.

 Modalidade de venda 

De acordo com o administrador executivo do BCGA, Francisco dos Santos, existe um lote de três milhões de acções reservados aos  actuais accionistas angolanos, correspondente a 15 por cento do capital, e um lote de 400 mil acções destinado aos trabalhadores do banco, correspondendo a 2 por cento das acções do banco.

O gestor revelou a existência de 1.600.000 acções destinadas ao público em geral, correspondente a 8 por cento do capital social do banco, podendo as acções não subscritas nos primeiros dois lotes transitar para o lote de acções oferecidas ao público em geral.

“As acções que serão alvo desta oferta, independentemente dos lotes, conferem iguais direitos aos seus futuros detentores nos termos dos estatutos do banco. As acções adquiridas pelos actuais accionistas  angolanos ficarão indisponíveis por um período não inferior a 120 dias”, informou.

Acrescentou que cada investidor em cada lote poderá apresentar apenas uma ordem de compra, sendo que no caso da tranche para os actuais accionistas angolanos, estes poderão adquirir o mínimo de 100 e até o máximo de um milhão e 500 mil acções, cada um.

“No caso da tranche para os trabalhadores, poderão adquirir um mínimo de 25 acções e até ao máximo de 20 mil acções cada um”, explicou.

Para o público em geral, frisou Francisco Santos, os investidores poderão adquirir o número mínimo de 25 e até o máximo de 200 mil acções. As ordens de compra devem ser expressas em múltiplos de cinco. A partir do início da segunda semana de oferta, no dia 12 de Setembro, as ordens transmitidas que não tenham sido revogadas ou alteradas tornar-se-ão irrevogáveis.

O intervalo de preços definido pela Oferta Pública Inicial (OPI) foi de entre 4.250 a 5 mil kwanzas, fixando-se o preço final naquele que tornar a procura igual ou superior à oferta dentro do respectivo intervalo.

Caso a procura venha a ser inferior à oferta, o preço final será o mais baixo representado nas ordens recebidas dentro do intervalo de-

finido. Se à procura exceder à oferta, haverá lugar a um rateio, sendo satisfeitas todas as ordens com preço igual ou superior ao preço final da oferta, de acordo com o princípio da proporcionalidade entre a ordem expressa e a quantidade oferecida (factor de rateio).

O BCGA é a primeira instituição bancária privada a operar no mercado nacional após a independência, e está presente em oito províncias com 30 balcões, suportado por uma mão-de-obra composta por 500 trabalhadores.  

IGAPE reafirma compromisso em privatizar activos com transparência

O Instituto de Gestão e Participações do Estado (IGAPE) vai continuar a garantir que a privatização das acções em empresas de referência nacional sejam executadas por via de processos  transparentes, preferencialmente pela Bolsa de Valores.

Segundo o coordenador do sector financeiro do PROPRIV, Ednilson Sousa, durante a cerimónia de lançamento oficial do processo de venda em bolsa das acções que a petrolífera nacional detém no Banco Caixa Geral Angola, o IGAPE já procedeu à alienação de 125 empresas e activos do Estado.

“Este processo sofreu alterações ao longo do tempo, pois inicialmente, em 2019, havia sido publicado o programa de privatizações e, posteriormente,  no ano de 2020, no mês de Junho,  foi definida a venda das acções  por via do concurso limitado por prévia qualificação, isto em respeito aos direitos consagrados pelos accionistas, conforme estipulado nos estatutos do banco e nos acordos parassociais existentes”, disse depois de garantir acesso mais facilitado e amplo à categoria de investidores.

No espírito de compromisso firmado pelo IGAPE, avançou Ednilson Sousa, foi desencadeado um processo de negociações com os accionistas para que “pudéssemos garantir à venda por via deste procedimento que, no nosso ponto de vista,  seria o mais ideal para a tipologia de activos que tínhamos a missão de privatizar”.

Informou que, desde Junho de 2020 até Dezembro de 2021, ocorreram inúmeras negociações que permitiram que no mês de Dezembro de 2021, fosse obtido o consentimento dos accionistas do Banco Caixa Geral Angola adoptasse a natureza de uma sociedade aberta, revogando, assim, os direitos de preferência existentes, e permitindo a venda mais ampla das acções, dando acesso aos  trabalhadores, aos órgãos sociais e ao público em geral.

O responsável deu nota positiva aos accionistas “pelo seu espírito inovador”, e que puderam auxiliar no processo de dinamização do mercado de capitais, permitindo colocar o banco no patamar de transparência da Bolsa de Valores, “como pode ser verificado por via do prospecto da oferta, que foi aprovado pela Comissão do Mercado de Capitais (CMC) no dia 31 de Agosto de 2022”.

Apelou aos investidores para que participem activamente do processo, ti-rando o seu proveito da oportunidade de investir e tornar-se accionista de um banco sólido.

“Com uma rica história no mercado que, por via do programa de privatizações está a ser possível garantir que todos nós, público em geral, e os trabalhadores tenhamos acesso a esta  oportunidade de investimento”, apontou.

Combate ao branqueamento de capitais junta ministros das Finanças da região.

#Angola #BranqueamientoDeCapital

A 22ª Reunião do Conse-lho de Ministros do Grupo de Combate ao Branqueamento de Capitais da África Oriental e Austral (ESAAMLG), que decorreu em Livingstone, Zâmbia, nos dias 2 e 3 de Setembro.

© Fotografia por: DR

Segundo um documento do Ministério das Finanças que o JA teve acesso, a reunião analisou questões corporativas da organização, bem como deliberou sobre os relatórios de avaliação mútua e de progresso das avaliações em curso em matéria de combate ao branqueamento de capitais e financiamento ao terrorismo em diversos países da sua jurisdição.

A reunião foi precedida de um diálogo do sector público e privado para abordar e promover o desenvolvimento dos sistemas de branqueamento de capitais, financiamento ao terrorismo e proliferação de armas de destruição em massa na região,

O tema centra da presente edição foi os “Activos Virtuais”,  e por esta razão, segundo o documento, a delegação de angolana fez-se acompanhar também de representantes do sector privado e da sociedade civil, nomeadamente a Ordem dos Advogados de Angola, Banco de Comércio e Indústria, Nossa Seguros, Nova Câmbios – Angola, Madz Global, Banco Comercial de Angola, Banco Valor, Banco Yetu, Banco de Negócio e Investimento, Unitel SPM, Banco de Poupança e Crédito e o Banco Caixa-Geral de Angola.

O ESAAMLG é um organismo regional, do qual Angola faz parte, que subcreve as normas globais do Grupo de Acção Financeira (GAFI), para combater o branqueamento de capitais, financiamento ao terrorismo e a proliferação de armas de destruição em massa,

A instituição foi criada em 1999 com o objectivo de adoptar e implementar as 40 Recomendações do GAFI, aplicar medidas de combate ao branqueamento de capitais a todos os crimes graves na sua região de jurisdição.

Foi criado ainda para implementar as medidas de combate ao financiamento do terrorismo e quaisquer outras medidas contidas nos acordos e iniciativas multilaterais relevantes para a prevenção e controlo da lavagem de produtos de todos os crimes graves.

A organização conta com 19 membros efectivos, incluindo Angola que se juntou efectivamente em 2012 depois de se tornar membro observador em 2010.

São ainda membros observadores do ESAAMLG o GAFI, SADC, Reino Unido, Estados Unidos da América, UNODC, Banco Mundial, Organização Mundial das Alfândegas, AUSTRAC, Se-cretariado da Commonwealth e o Fundo Monetário Internacional.

Para este evento, a delegação angolana foi coordenada por Gilberto Capeça, director da Unidade de Informação Financeira (UIF), coadjuvado pelo director do Gabinete de Estudos e Relações Internacionais (GERI) do Ministério das Finanças, Patrício Neto, que em representação da Ministra das Finanças, Vera Daves.

Liz Truss indigitada primeira-ministra britânica pela Rainha Isabel II

#PrimeraMinistraBritanica #LizTruss #ReinaIsabel #Política

JA Online

A nova primeira-ministra britânica, Liz Truss foi hoje indigitada pela Rainha Isabel II, no palácio do castelo de Balmoral, na Escócia.

© Fotografia por: @Getty Images

“Boris Johnson apresentou a demissão como primeiro-ministro e Primeiro Lorde do Tesouro, que sua majestade teve o prazer gracioso de aceitar”, refere o comunicado do Palácio de Buckingham, publicado pelo Notícias ao Minuto.

A líder do Partido Conservador vai fazer um discurso em Londres, a partir da residência, onde vai viver e trabalhar como primeira-ministra do Reino Unido, na Downing Street, pelas 16:00 horas, anunciando a composição do governo, a pedido da monarca.

De volta às escolas

#CubaPorLaPaz #CubaPorLaVida

Habanos S.A. celebra 55 anos da marca Cohiba.

#HabanosS.A. #Cohiba #TabacoCubano

POR: ANTONIO JESÚS MATOS REYES / RADIO REBELDE

A corporação Habanos S.A. iniciou, com uma reunião com a imprensa, o dia de actividades para celebrar o 55º aniversário da criação da marca Cohiba, a marca mais prestigiada e reconhecida da corporação.

Foto: tirada de radiorebelde.cu

Leopoldo Cintra González, Vice-Presidente Comercial da Habanos S.A., salientou que o programa oficial de celebração começa a 7 de Setembro e continuará até 9 de Setembro, afirmando que, no contexto da pandemia, “tivemos de ser muito inovadores, uma característica comum da Habanos, mas ainda mais para esta marca”.

De acordo com o comité organizador, e como reflectido numa nota publicada no website da corporação Habanos S.A., será “uma celebração cheia de exclusividade e paixão pela marca Cohiba Habanos, na qual serão entregues os Prémios Habanos 2020 e 2021, e que culminará com um leilão muito especial de humidor cujos lucros irão inteiramente para a Saúde Pública cubana”.

A noite de boas-vindas terá lugar a 7 de Setembro no Salón de Protocolo El Laguito e, como parte do programa, a 8 de Setembro, o berço de Cohiba Habanos, a famosa Fábrica El Laguito, será visitado.

Analista no México denuncia campanha financiada pela USAID para atacar médicos cubanos

A Agência de Assistência ao Desenvolvimento dos Estados Unidos desenvolveu vários planos contra Cuba. Foto: Extraído de Juventud Rebelde.

Os legisladores da USAID e do PAN conspiraram para articular uma campanha profusa contra a presença de médicos cubanos no México, de acordo com uma investigação do analista político Katu Arkonada, compartilhada em sua conta no Twitter. Arkonada aponta que o coordenador da bancada do PAN no Legislativo Julen Rementeria encabeça a cruzada anticubana »

Os legisladores da USAID e do PAN conspiraram para articular uma campanha profusa contra a presença de médicos cubanos no México, de acordo com uma investigação do analista político Katu Arkonada, compartilhada em sua conta no Twitter.

Arkonada destaca que o coordenador da bancada do PAN no Legislativo Julen Rementeria está liderando a cruzada anticubana, que tem duas linhas de ataque: uma primeira que aponta que sua presença no México é desnecessária e uma segunda promovida a partir de Miami, anunciando que os médicos serão enviados para zonas de conflito.

Rementeria tem laços estreitos com o terrorista cubano Orlando Gutiérrez Boronat, líder da organização Diretório Democrático, que incitou a violência em Cuba em 11 de julho de 2021, e voz da campanha #SOSCuba contra o sistema de saúde da ilha.

O senador mexicano também está vinculado à “Fundação para os Direitos Humanos em Cuba”, pioneira na articulação de ações contra brigadas médicas cubanas na América Latina.

Para isso, utiliza financiamento da USAID (ampliado com novos recursos em outubro de 2021 e setembro de 2022).

Margarita Guerra, Diretora de Programas do escritório da USAID para a América Latina e o Caribe, é a principal coordenadora e financiadora da campanha que busca boicotar a presença de médicos cubanos no México.

Veja o tópico da reclamação de Arkonada:

Katu Arkonada

Ante la fuerza de los ataques contra la presencia de méxicos cubanos en México, y tras investigar y consultar con fuentes diversas, abro hilo para contar la implicación de @USAID y el Senador @julenrementeria del Partido @AccionNacional en los ataques

Imagen

8:08 p. m. · 6 sept. 2022

Cubadebate

%d bloggers like this: