Grupos mercenários treinam nos EUA para levar a cabo actos terroristas contra Cuba.

#MafiaCubanoAmerican #SubversiónContraCuba #Cuba

Autor: Redacción Nacional | internet@granma.cu

Grupos contra-revolucionários treinam sem vergonha e com impunidade em território norte-americano, com o objectivo de levar a cabo actos terroristas contra a nossa pátria, aproveitando o difícil contexto em que o nosso país se está a desenvolver, devido à crise mundial gerada pela pandemia e ao aperto do bloqueio económico dos EUA contra a ilha; uma situação agora agravada pelo devastador furacão que atingiu a parte ocidental de Cuba há alguns dias.

Entre os objectivos do ADP está o de fornecer apoio financeiro, logístico e mediático àqueles que em Cuba se prestam aos seus fins pouco saudáveis Foto: tirada de tvcubana.icrt.cu

Uma destas organizações, recentemente desmascarada na televisão cubana, chama-se Autodefensa del Pueblo (adp), que tem um plano de acção, uma estrutura muito bem organizada e vários elos de comando, que é dirigida por um conselho de guerra, chefiado pelo notório terrorista Manuel Milanés como presidente.

Entre os objectivos da adp está o de prestar apoio financeiro, logístico e mediático aos que em Cuba se prestam aos seus objectivos pouco saudáveis, disse Lázaro García Ríos, que foi recrutado por esta organização para cometer actos violentos contra alvos económicos em várias partes do território nacional, pelos quais foi detido e confessado.

Segundo García Ríos, Willy González, tesoureiro das chamadas Autodefensas del Pueblo, e Alfredo González, responsável pelo recrutamento de pessoas no nosso país, através das redes sociais, a quem oferece recargas, dinheiro e outros presentes, estão encarregados desta tarefa.

Para levar a cabo as suas acções violentas, a APD dispõe de armamento moderno, incluindo lança-foguetes, metralhadoras, pistolas e granadas, entre outros equipamentos militares, bem como barcos, disse García Ríos, tudo isto tendo em conta o governo dos EUA, que longe de enfrentar tal comportamento, incluiu cinicamente Cuba na sua lista de países que patrocinam o terrorismo.

Mas nada disto é novo para a ilha. Desde 1959, elementos contra-revolucionários protegidos pelos EUA empreenderam acções que, até 1999, resultaram em 3.478 mortes e 2.099 incapacitados, para além de inúmeros prejuízos económicos.

Entre os principais actos terroristas contam-se a sabotagem do navio a vapor francês La Coubre; a promoção do banditismo; a metralhadora e o bombardeamento de cidades, vilas e engenhos de açúcar; a queima de canaviais; o assassinato de trabalhadores e milicianos; a sabotagem de escritórios comerciais e sedes diplomáticas no estrangeiro, bem como as tentativas de ataque aos principais líderes da Revolução.

Advertisement

Autor: tudoparaminhacuba

Adiamos nossas vozes hoje e sempre por Cuba. Faz da tua vida sino que toque o sulco, que floresça e frutifique a árvore luminoso da ideia. Levanta a tua voz sobre a voz sem nome dos outros, e faz com que se veja junto ao poeta o homem. Encha todo o teu espírito de lume, procura o empenamento da cume, e se o apoio rugoso do teu bastão, embate algum obstáculo ao teu desejo, ¡ ABANA A ASA DO ATREVIMENTO, PERANTE O ATREVIMENTO DO OBSTÁCULO ! (Palavras Fundamentais, Nicolás Guillen)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: