29 de maio Dia Internacional da ONU

ONU pede para quebrar círculos viciosos de guerras, clima e pobreza

O Secretário Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, sublinhou nesta terça-feira a urgência de romper os “círculos viciosos que fazem as guerras perpetuarem, permitindo que as mudanças climáticas continuem avançando e não deixando de lado o pobreza para milhões de pessoas ”.

Durante uma conferência de imprensa, ele reiterou que essas são as prioridades da ONU para este 2020, quando a organização celebra seu 75º aniversário, e relatou os planos da organização internacional para este ano.

Guterres acredita que esses círculos viciosos são problemas que definem o mundo hoje e falou da necessidade de os líderes ouvirem os cidadãos e oferecerem respostas efetivas.

Respecto a los conflictos bélicos, dijo que las tensiones eran altas a finales de 2019, pero “estábamos avanzando en la dirección adecuada en un número de crisis. (…) Todo eso ha cambiado”.

En el caso de Siria, insistió en la necesidad de cesar las hostilidades en la provincia de Idlib, actual objetivo de una ofensiva del Gobierno sirio contra el terrorismo.

Además, se refirió a la decepción que le produce la evolución del tema Libia desde la conferencia internacional celebrada en Berlín (Alemania) el pasado 12 de enero, ya que la tregua pactada allí duró apenas unos pocos días, y señaló que parece que “todos los compromisos que se hicieron fueron sin intención de respetarlos”.

Asimismo, habló de la crisis climática que vive el mundo en estos momentos, destacando que el calentamiento de los océanos, la desaparición de capas de hielo, el aumento del nivel del mar, las precipitaciones extremas o los incendios forestales; por lo que instó a mantener la presión “para romper el círculo vicioso que está llevando tanto a la humanidad como a la naturaleza a un punto de no retorno”.

Sobre la desigualdad y la pobreza, precisó que es el otro gran pilar en el que trabajará la ONU, en pos de impulsar una “globalización justa que no deje a nadie atrás”.

Categories: #ONU, 29 de maio Dia Internacional da ONU, A força-tarefa e a guerra na internet contra Cuba, A guerra dos Estados Unidos, Assembléia Geral da ONU, Colômbia, Organização das Nações Unidas (ON, EUA contra a Venezuela na ONU, guerra, GUERRA FRIA, Guerra sem Fronteiras, ONU, ONU continuará trabalhando com a Venezuela, ONU-CUBA, Secretaria-Geral da ONU, Stéphane Dujarric, Uncategorized | Etiquetas: , , , , , , | Deixe um comentário

Erdogan anuncia o início do envio de tropas turcas para a Líbia

Em 14 de janeiro, Erdogan ameaçou “ensinar uma lição ao marechal” se continuar “os ataques ao governo legítimo da Líbia”. Além disso, ele anunciou que a Turquia se juntará à Rússia, Alemanha e Reino Unido em uma cúpula que a chanceler alemã Angela Merkel organizará em Berlim no próximo domingo para discutir a situação na Líbia.

Erdogan anuncia el incio del envío de tropas turcas a Libia

Presidente turco Recep Tayyip Erdogan em Ancara, Turquia, Murat Cetinmuhurdar / Assessoria de Imprensa Presidencial / Reuters

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, anunciou na quinta-feira o início do envio de forças militares turcas para a Líbia, informa o TRT.

Em discurso proferido no Centro Cultural Bestepe, em Ancara, o presidente disse que as tropas terão como objetivo garantir a sobrevivência e a estabilidade do Governo do Acordo Nacional (GAN), com sede em Trípoli e reconhecido pela ONU.

Ele também disse que a Turquia continuará a usar todos os seus meios diplomáticos e militares para garantir a estabilidade ao sul de suas fronteiras.

Ao mesmo tempo, Ergodan indicou que já neste ano Ancara começará a conceder licenças para exploração e perfuração no leste do Mediterrâneo, de acordo com seu acordo marítimo assinado com Trípoli em dezembro passado. O presidente enfatizou que qualquer extração de petróleo na costa da Líbia não é possível sem a permissão dos governos dos dois países.

Em 5 de janeiro, Erdogan já afirmou que os militares turcos estão presentes na Líbia. Ele disse que os militares turcos não formarão a principal força de combate na operação planejada por Ancara. “Diferentes unidades de combate vão operar na Líbia, eles não são nossos soldados. Mas nossos soldados coordenarão tudo”, disse Erdogan.

Conflito na Líbia
Atualmente, na Líbia, existe uma dualidade de poderes. O GAN, criado em 2015 como um órgão de transição e apoiado pela ONU, tem Trípoli e partes do noroeste do país sob seu controle. Na maior parte da Líbia, a Câmara dos Deputados governa, com sede em Tobruk, em operação desde 2014 e apoiada pelo ENL.

A situação piorou em abril de 2019, quando o marechal Jalifa Haftar, comandante da ENL, anunciou o início de uma ofensiva militar para assumir o controle de Trípoli. Atualmente, eles controlam a maior parte do país com diferença e até chegaram aos subúrbios da capital.

No início de janeiro, o Parlamento turco aprovou o envio de tropas para a Líbia para apoiar o governo de Trípoli.

Em 13 de janeiro, a reunião entre representantes de várias partes do conflito armado na Líbia foi realizada em Moscou por iniciativa da Rússia e da Turquia e resultou no desenvolvimento de um documento que ajudaria a especificar questões relacionadas ao cessar-fogo no país do norte da África .

Categories: #Al Qaeda, Associated Press, #CIA, #cuba, #EEUU, estados unidos, MSNBC, NBC,#Reino Unido, #Rusia, Universidad de Lincoln, William Arkin, #ONU, #Rússia, 29 de maio Dia Internacional da ONU, ações intervencionistas dos EUA, Constituição dos EUA, interesses dos EUA, INTERVENÇÕES HUMANITÁRIAS DOS EUA, Joseph Goebbels, ministro de Pueblo Popular y Propaganda de la Alemania de Adolfo Hitler, Nunca mais seremos o quintal dos EUA, ONU, OTAN, REINO UNIDO, RUSSIA, Secretaria-Geral da ONU, Stéphane Dujarric, secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo,, Uncategorized | Etiquetas: , , | Deixe um comentário

ONU: 86 defensores de direitos humanos mortos na Colômbia em 2019

Pelo menos 86 defensores de direitos humanos (RH) foram mortos na Colômbia durante este 2019, de acordo com um relatório divulgado terça-feira pelo representante do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos em Aquele país, Alberto Brunori.

Entre las víctimas se encontraban miembros de organizaciones que impulsan procesos comunitarios en barrios y zonas rurales de Colombia.

Brunori enfatizou que a defesa dos direitos humanos na Colômbia é “uma atividade de alto risco”, enquanto muitos dos mortos eram pessoas que ele conhecia e conhecia sobre seu “trabalho corajoso”.

Segundo o funcionário, esses números revelam a falta de atenção do Estado a essas situações. “Está falhando em fortalecer as democracias de igualdade e dignidade porque o direito à vida e aos direitos humanos não está sendo protegido”.

Brunori enfatizou que ele defende dois direitos humanos na Colômbia e “uma vida de alto penhasco”, enquanto dois homens estavam mortos, que o condenaram e condenaram em seu “trabalho corajoso”.

Segundo ou oficial, esses números revelam falta de atenção do Estado para essas situações. “Está falhando em fortalecer democracias de igualdade e dignidade porque ou estou dirigindo a vida e os direitos humanos não estão sendo protegidos.”

Durante o fórum realizado por ocasião do Dia Internacional dos Direitos Humanos, em Cartagena, o representante da ONU disse que 22 dos 86 líderes mortos eram membros dos Community Action Boards (JAC), organizações de base que promovem processos comunitários nos bairros e zonas rurais.

Categories: #COLOMBIA#MéxicoCarlos MesaComandante Che GuevaraCompañía Minera Huanchaca, #ONU, 29 de maio Dia Internacional da ONU, Colômbia, COLOMBIA ACUERDO DE PAZ, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Discurso de Che Guevara antes da ONU permanecer em vigor após 55 anos

O grito que surgiu naquele dia ficou conhecido em todo o mundo e tem sido um dos slogans mais repetidos pelos revolucionários em qualquer galeria.Pátria ou Morte! A frase que representa dar tudo pela liberdade foi o fim do discurso histórico de Ernesto “Che” Guevara em 11 de dezembro de 1964, na sede das Nações Unidas (ONU) em Nova York.

55 anos após seu discurso na ONU, sua visão da nova América está em vigor, incorporada na decisão da luta dos povos que paralisa a mão armada do invasor. “Porque esta grande humanidade disse” Basta! “E começou. E sua marcha de gigantes não vai mais parar até que ele conquiste a verdadeira independência pela qual eles já morreram inutilmente mais de uma vez … ”

 

Categories: "Comandante Che Guevara", #CIA CONTRA EL CHE, #ONU, 29 de maio Dia Internacional da ONU, Assembléia Geral da ONU, Colômbia, Organização das Nações Unidas (ON, ernesto che guevara, EUA contra a Venezuela na ONU, Fidel, el ejemplo imperecedero de Maceo y Che,, ONU continuará trabalhando com a Venezuela, ONU-CUBA, Secretaria-Geral da ONU, Stéphane Dujarric, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Nações Unidas para a manutenção da paz.

destacan-legado-de-servicio-y-sacrifico-del-personal-de-paz-de-la-onu

«O labor das Nações Unidas para a manutenção da paz é sem dúvida um investimento em favor da paz, a segurança e a prosperidade mundiais. Comprometamos-nos juntos a fazer todo o possível para que essa missão tenha sucesso.». — António Guterres, Secretário Geral.

Categories: 29 de maio Dia Internacional da ONU, ANGOLA, ANIVERSARIO, ÁFRICA, ONU, SOCIEDADE, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: