ANDRES MANUEL LOPEZ OBRADOR

López Obrador não permitirá outra operação no México, como ‘Velozes e Furiosos’, na qual os EUA deu armas para narcos

O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, disse que seu governo não permitirá nenhuma operação como a chamada ‘Velozes e Furiosos’, na qual agentes americanos concederam armas a cartéis de drogas mexicanos em 2010.

López Obrador no permitirá en México otro operativo como el de 'Rápido y Furioso', en el que EE.UU. dio armas a narcos

“Enquanto estivermos no governo, nenhuma operação como Velozes e Furiosos será permitida porque, se você se lembra, foi uma violação flagrante de nossa soberania, que causou muitos danos, porque armas foram autorizadas a entrar para supostamente seguir membros da O crime organizado e essas armas foram perdidas “, disse López Obrador em sua conferência matinal na quarta-feira, 4 de dezembro.

“Então foi demonstrado que eles foram usados ​​para cometer crimes e o plano foi um fracasso retumbante”, acrescentou.

Através da operação ‘Velozes e Furiosos’, a Agência de Álcool, Tabaco, Armas de Fogo e Explosivos dos EUA. Ele deu armas aos cartéis de drogas mexicanos entre 2009 e 2011 para rastrear o fluxo ilícito de armas sem o conhecimento do governo mexicano.

No entanto, agentes dos EUA reconheceram que a operação falhou e mais de 2.000 armas concedidas aos cartéis foram perdidas.

Há evidências de que as armas que “foram autorizadas a andar”, como essa tática foi chamada, foram usadas por grupos criminosos no México contra a população civil.

Encontro entre o México e os EUA
O presidente López Obrador também lembrou que nos próximos dias haverá uma reunião entre autoridades mexicanas com o advogado dos EUA, William Barr, para discutir a questão do tráfico de armas e drogas entre os dois países.

“Serão realizadas reuniões para fortalecer as relações de cooperação entre os dois países. As duas questões que devem ser abordadas são a introdução de armas e dólares”, afirmou López Obrador.

Um dia antes, durante uma aparição no Senado, o secretário de Relações Exteriores do México, Marcelo Ebrard, alertou que a designação de cartéis de drogas como organizações terroristas, como o presidente dos EUA, Donald Trump, enfraqueceria. A relação bilateral.

“O México não veria isso com bons olhos e que uma designação dessa natureza enfraqueceria a cooperação entre os dois países, que por sinal é a cooperação mais intensa e complexa em questões de segurança em todo o mundo”, afirmou ele em plenário. do Senado.

Tráfico de armas
O Ministério da Defesa Nacional do México apresentou um relatório sobre o fluxo de armas no país.

De 2009 a 2019, estima-se que 2 milhões de armas ilegais entraram no México, principalmente dos EUA.

Com isso, estima-se que cerca de 200.000 armas ilegais entrem no território mexicano a cada ano.

O secretário da Defesa Nacional, Luis Cresencio Sandoval, disse que o principal fluxo de armas é através de caminhões modificados para passar armas ilegais pela alfândega.

“Fizemos garantias de diferentes maneiras, principalmente em veículos de transporte de carga que fazem as modificações para poder colocar as armas na estrutura de veículos particulares”, explicou o general.

Categories: #Andres Manuel Lopez Obrador, #Donald Trump, #Estados Unidos, #Trump, @Trump, Acciones contra Cuba, Cuba, Donald Trump, Relaciones Cuba - Estados Unidos, AMLO, Andrés Manuel López Obrador, estados unidos, México, zona franca, Andrés Manuel López Obrador, Bolivia, estados unidos, Evo Morales, Grupo de Lima, Luis Almagro, Mexico, Nicolás Maduro, Red Europea de Solidaridad con la Revolución Bolivariana, venezuela, ANDRES MANUEL LOPEZ OBRADOR, drogas, Uncategorized | Etiquetas: , , , , , , , | Deixe um comentário

López Obrador ratifica política não intervencionista na Venezuela

O presidente do México recusou-se a assinar uma carta do Grupo Lima contra a República Bolivariana da Venezuela e ressaltou que seu país baseia a política externa no princípio da não intervenção nos assuntos internos de outras nações.

Andrés Manuel López Obrador. foto: notimex

Presidente do México, Andres Manuel Lopez Obrador, recusou-se a assinar uma carta do Grupo de Lima contra a República Bolivariana da Venezuela, e ressaltou que seu país baseia a sua política externa no princípio da não-intervenção nos assuntos internos de outras nações. Continuar a ler

Categories: ANDRES MANUEL LOPEZ OBRADOR, Grupo Lima,, López Obrador política não intervencionista na Venezuela, princípio da não intervenção nos assuntos internos de outras nações., Uncategorized | Deixe um comentário

Adeus neoliberalismo no México.

A posse de Andrés Manuel López Obrador como presidente confirmou a vontade telúrica de mudar o regime manifestado em 1º de julho por mais de 30 milhões de mexicanos. A manifestação popular transbordando na capital e outras cidades, as lágrimas de emoção de muitas pessoas. Os corajosos e substantivos discursos da AMLO no Congresso e no Zócalo, muitas das promessas de campanha já convertidas em leis. Não há dúvida de que o México está entrando no quarto elo de sua trajetória de enormes mudanças políticas e sociais, iniciadas por Hidalgo e Morelos, continuadas por Juarez, Flores Magón, Madero e Carranza, Zapata, Villa e General Lázaro Cárdenas.

greves grandes dos trabalhadores nos anos cinquenta e sessenta, o ciclo da luta armada começou no quartel de madeira, estudante popular movimento de 1968, o surgimento da Frente Democrática Nacional, o levante zapatista de 1994, as lutas sociais contra as políticas neoliberais eo grande cruzada lopezobradorista para um novo México, perseguidos impiedosamente pelos polvos mídia e vítima de fraude eleitoral monumental, são antecedentes imediatos do nascimento do Movimento Nacional de Regeneração (MORENA) e sua chegada ao governo em 1 de Dezembro. Continuar a ler

Categories: AMERICA LATINA, AMLO, ANDRES MANUEL LOPEZ OBRADOR, JEFES E ESTADOS, LOPEZ OBRADOR, México, Polônia, Presidente de Estado., Presidente do Mexico, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Lopez com enormes desafios pela frente.

Um Chefe de Estado aliado de Trump

Por:- Victor Carvalho

Donald Trump parece ter, inesperadamente, encontrado um grande aliado na luta que trava para impedir a entrada nos Estados Unidos de milhares de refugiados que se encontram nos arredores de Tijuana a aguardar pela resposta aos seus pedidos de visto.

Trata-se de Andrés Manuel Lopez Obrador, recém empossado como novo Presidente do México e que está a criar enormes expectativas no plano económico e no meio político regional, por força das suas intenções em relação a esses refugiados, que tudo têm feito para atravessar a fronteira com os Estados Unidos.
Popularmente conhecido pelas suas iniciais AMLO,  65 anos, tem pela frente um mandato diante de uma coligação de esquerda que arrasou o seu antecessor, Enrique Peña Nieto, que abandonou o poder com uma taxa de aceitação de apenas 24 por cento, mergulhado em vários escândalos, incluindo o alegado envolvimento no tráfico de droga, corrupção e assassinatos. Continuar a ler

Categories: AMLO, ANDRES MANUEL LOPEZ OBRADOR, DESAFIO, ESTADOS UNIDOS, JEFES E ESTADOS, LOPEZ OBRADOR, México, MEXICO, Presidente de Estado., Presidente do Mexico, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Desigualdade, o maior desafio do novo governo do México

Por: Arleen Rodríguez Derivet

Nas portas do Museu do Ministério das Finanças, onde o Centro de Imprensa da “tomada de protesto” foi instalado, dorme um homem envolto em cobertores precários. A desigualdade, o desafio mais difícil do novo governo do México, nos olha do leito frio das pedras de pavimentação desse estranho, ao qual nossos colegas de outras latitudes passam ao lado sem vacilar. Nós, cubanos, não podemos. Continuar a ler

Categories: ANDRES MANUEL LOPEZ OBRADOR, DESAFIO, desigualdades, Uncategorized | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: