#Brasil

Bolsonaro perde apoio político.

“As decisões do Presidente da República, em matéria de saúde pública, não chegarão a Goiás”, afirmou Ronaldo Caiado, que apoiou a candidatura do presidente à Presidência do Brasil.

Gobernador brasileño retira su apoyo a Bolsonaro por sus "tesis" ante la propagación del coronavirus

O governador do estado de Goiás, Ronaldo Caiado, divulgou nesta quarta-feira o fim de seu apoio ao presidente Jair Bolsonaro, após as declarações do presidente criticarem as medidas adotadas por alguns políticos em relação à crise do coronavírus.

“Não há mais diálogo com esse homem. As coisas chegaram ao fim”, disse Caiado, um aliado firme e conhecido de Bolsonaro, que até apoiou sua candidatura à Presidência, em comunicado público.

Bolsonaro criticou as medidas de alguns governadores – entre eles Caiado – e prefeitos, como o confinamento de populações, o fechamento de lojas e a interrupção de aulas para conter o avanço do coronavírus. Segundo o presidente, essas medidas podem ter um impacto negativo na economia.

“O que alguns governadores e alguns prefeitos estão fazendo no Brasil é um crime. Eles estão destruindo o Brasil, estão destruindo empregos”, disse o presidente.

Nesse sentido, o governador respondeu: “Eu era aliado (de Bolsonaro) o tempo todo, mas não posso aceitar que agora um presidente da República lava as mãos e culpa outras pessoas por um colapso econômico ou falha no emprego, o que isso vai acontecer amanhã. “

Em sua conta no Twitter, onde continuou a libertação contra o presidente, Caiado mencionou que Bolsonaro, com a “tese” de que haverá um “colapso econômico”, abriu o debate sobre a escolha entre “vida humana ou sobrevivência da economia” “, algo que, segundo ele,” não tem discussão. “

Medidas são mantidas em Goiás
Caiado, que também é médico, reiterou que manterá as medidas aplicadas em sua condição para impedir a disseminação do coronavírus. No momento, as restrições impostas à entidade que ele dirige estarão em vigor até 4 de abril.

“O decreto assinado por mim prevalecerá, o que determina o isolamento social de todas as pessoas, com exceção daqueles que desempenham funções essenciais da vida”, acrescentou Caiado em outro trecho no Twitter.

Na mesma rede social, ele enfatizou que “as decisões do Presidente da República, em matéria de saúde pública, não chegarão a Goiás”.

O Brasil é o país da América Latina com os casos mais confirmados de coronavírus. Até essa terça-feira, 24 de março, o Ministério da Saúde registrou 2.201 diagnósticos positivos – 27 dos quais em Goiás – e 46 óbitos.

Categories: #Brasil, #Brasil, Corrupción, #Jair Bolsonaro, #salud, epidemia, governo idiota no Brasil", Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Profesionales e la Salud, SALUD, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Chuvas fortes deixam pelo menos 21 mortos e causam sérios danos materiais no Brasil.

Pelo menos 21 pessoas morreram e outras 28 estão desaparecidas devido a fortes chuvas e deslizamentos de terra que atingiram o estado de São Paulo (Brasil). A precipitação também causou sérios danos materiais; portanto, as autoridades locais forneceram mais de 19 toneladas de ajuda humanitária às pessoas afetadas.

Categories: #Brasil, Brasil, Desastres Meteorologico, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Viradouro vence carnaval do Rio de Janeiro

A Viradouro consagrou-se nesta quarta-feira (26) campeã do Grupo Especial dos desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro, com um enredo sobre as Ganhadeiras de Itapuã, escravas que no século XIX realizavam atividades remuneradas e usavam o dinheiro para alforriar companheiras.

Sem esperar a leitura final das notas dadas pelos juízes a nove quesitos, os componentes da escola, atual vice-campeã, explodiram em lágrimas, abraços e sorrisos na Praça da Apoteose, quando a soma dos pontos obtidos situaram a escola de São Gonçalo à frente das agremiações que se apresentaram nas noites de domingo e segunda-feira na avenida Marquês de Sapucaí.

dd

Este é o segundo título da Unidos do Viradouro, depois do primeiro, em 1997.

Os desfiles deste ano foram marcados por temas com fortes críticas social e política.

Um ano depois da chegada de Jair Bolsonaro ao poder, as escolas de samba levaram ao Sambódromo sambas-enredo com críticas duras ao racismo, à homofobia, à intolerância religiosa e aos ataques ao meio ambiente e aos povos indígenas.

“Viradouro de alma lavada” é o nome do samba-enredo com o qual a escola campeã celebrou a resistência de mulheres escravas que no século XIX guardavam o dinheiro obtido lavando roupas e vendendo quitutes às margens da Lagoa do Abaeté para alforriar suas companheiras.

Muito aplaudido, o tripé da comissão de frente da escola revelava um aquário onde uma sereia negra de cauda dourada executava acrobacias em sete mil litros de água mineral representando a lagoa.

A sereia é Anna Giulia Veloso, única atleta negra da equipe brasileira de nado sincronizado.

A Mangueira, que em 2019 foi a campeã com um desfile que homenageou os heróis esquecidos dos livros oficiais de História e a vereadora Marielle Franco, assassinada um ano antes, ficou em sexto lugar este ano. A verde-e-rosa, cujo samba-enredo, ‘A verdade vos fará livre’, chegou a motivar pedidos de restrição por parte de igrejas cristãs conservadoras, apresentou as várias faces de Jesus – negro e favelado, mulher negra ou indígena – todas com uma mensagem de tolerância.

– Desempate –

A Acadêmicos do Grande Rio, escola de Duque de Caxias, ficou em segundo lugar com um enredo em defesa da tolerância religiosa. Apesar de terem empatado na contagem final dos pontos, ambas com 269,6, a escola de São Gonçalo levou a melhor no segundo quesito de desempate, evolução (o primeiro era harmonia).

A vice-campeã de 2020 contou a vida do líder histórico do candomblé Joãozinho da Gomeia.

O babalorixá, falecido em 1971, rompeu padrões dentro de sua própria comunidade e ajudou a popularizar a religião em outros segmentos da sociedade, tornando-se um símbolo de tolerância religiosa.

“Pelo amor de Deus, pelo amor que há na fé/ Eu respeito o seu amém, você respeita o meu axé”, diz o refrão do samba-enredo ‘Tatalondirá, o canto do caboclo no quilombo de Caxias’.

O terceiro lugar ficou com a Mocidade Independente de Padre Miguel, com uma reconstrução da trajetória da cantora negra Elza Soares, que venceu a pobreza, o racismo e a violência de gênero para construir uma carreira reconhecida e que, aos 89 anos, se mantém como um ícone da luta feminista.

As seis escolas mais bem colocadas do Grupo Especial voltarão ao sambódromo no sábado para o desfile das campeãs.

Esta foi a primeira edição dos desfiles sem financiamento público, após a decisão do prefeito Marcelo Crivella, um bispo evangélico licenciado, crítico do carnaval.

Fonte: AFP/LD

Categories: #Brasil, Brasil, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Confirme o primeiro caso do novo coronavírus na América Latina

O Ministério da Saúde do Brasil confirmou nesta quarta-feira o primeiro caso de infecção pelo novo coronavírus de um cidadão brasileiro que está em São Paulo e que passou 10 dias na Itália em fevereiro deste ano. Este é o primeiro caso na América Latina.

“O diagnóstico inicial foi confirmado”, explicou o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, em entrevista coletiva em Brasília, acrescentando que o comitê de emergência está reunido em São Paulo e nesta tarde haverá uma reunião para discutir as ações a serem tomadas. .

“Não muda muito em relação aos outros casos suspeitos, mas agora temos uma patologia confirmada”, afirmou o ministro.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANSA) está trabalhando para identificar todas as pessoas que mantiveram contato com a pessoa afetada como medida de prevenção. A lista de passageiros que viajaram no mesmo voo também foi solicitada.

Confirman el primer caso del nuevo coronavirus en América Latina

Um brasileiro de 61 anos
Em 25 de fevereiro, o hospital Albert Einstein, em São Paulo, recebeu uma notificação sobre um caso suspeito de um homem de 61 anos que residia em São Paulo e visitou a região da Lombardia, no norte da Itália, entre 9 e 21 anos. este mês. Neste país europeu, houve o maior surto de covid-19 fora da Ásia, com 12 mortos e 322 casos confirmados.

Na terça-feira, o paciente apresentou sinais e sintomas leves compatíveis com doença de coronavírus, como febre, tosse seca, dor de garganta e coriza.

O hospital adotou “todas as medidas preventivas” e realizou testes para vírus respiratórios comuns, bem como o teste específico para a covid-19, conforme recomendado pela Organização Mundial da Saúde. Os resultados preliminares foram positivos e foram enviados ao laboratório nacional de referência, o Instituto Adolfo Lutz, para verificação, onde foi realizado um contra-teste, que confirmou que é um caso de contágio. Continuar a ler

Categories: #Brasil, #China#EEUU#Iran#Nicaragua.barco hospital naval Arca de la Paz, #salud, antilatinoamericano, China, epidemia, Latinoamerica, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Profesionales e la Salud, SALUD, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Bolsonaro apresenta lei controversa para explorar reservas indígenas.

Categories: #Bolsonaro, #Brasil, #Brasil se alinha aos #EUA, #Brasil, Corrupción, #Jair Bolsonaro, #Jair Bolsonaro,, BOLTON-BOLSONARO, Brasil, MEDIO AMBIENTE, NUEVA ERA BRASIL OS EUA, Nuvem Negra no Céu Brasileiro, provocações Jair Bolsonaro, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Venezuela denuncia Brasil por abrigar os responsáveis por assalto militar

O ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, denunciou neste domingo perante a comunidade internacional a decisão do Executivo brasileiro de conceder refúgio aos cinco soldados golpistas que participaram do ataque armado ao Batalhão de Infantaria 513 do Gran Sabana.

Los militares venezolanos desertores han confesado su responsabilidad en el asalto armado al 513 Batallón de Infantería de Selva Mariano Montilla ubicado en Luepa, Gran Sabana del estado Bolívar.

“Seria possível perguntar às autoridades políticas e militares do Brasil qual seria a reação se a Venezuela protegesse legalmente os desertores de seu exército, fugindo de um ataque às instalações militares brasileiras, perpetrado para gerar ansiedade em sua população”, disse o ministro Arreaza.

Os desertores militares venezuelanos confessaram sua responsabilidade no ataque armado ao Batalhão de Infantaria Mariano Montilla 513, localizado em Luepa, Gran Sabana, no estado de Bolívar, em 22 de dezembro de 2019.

Nesta ação, 120 espingardas de assalto e nove lançadores de foguetes foram roubados, em uma operação violenta em que o Primeiro Cabo da Guarda Nacional Bolivariana, Jean Pierre Caraballo Marcano, perdeu a vida.

“Esse tipo de decisão do presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, faz parte da ativação ilegal e perigosa do Tratado Interamericano de Assistência Recíproca (TIAR), cujo objetivo é gerar as condições para uma intervenção militar na Venezuela”, conclui.

“A República Bolivariana da Venezuela denuncia à comunidade internacional essa decisão incomum que confirma o padrão de proteção e cumplicidade dos governos satélites dos EUA de atacar a paz da Venezuela por meio de mercenários que confessaram seus crimes”, afirmou o chanceler.

Da mesma forma, o ministro reitera que a decisão do Executivo brasileiro viola o direito internacional “estabelece um registro perigoso de proteção para pessoas que cometeram crimes flagrantes contra a paz e a estabilidade de outro Estado”, acrescenta.

“Seria possível perguntar às autoridades políticas e militares do Brasil qual seria a reação se a Venezuela protegesse legalmente os desertores de seu exército, fugindo de um ataque às instalações militares brasileiras, perpetrado para gerar ansiedade em sua população”, disse o ministro Arreaza.

Os desertores militares venezuelanos confessaram sua responsabilidade no ataque armado ao Batalhão de Infantaria Mariano Montilla 513, localizado em Luepa, Gran Sabana, no estado de Bolívar, em 22 de dezembro de 2019.

Nesta ação, 120 espingardas de assalto e nove lançadores de foguetes foram roubados, em uma operação violenta em que o Primeiro Cabo da Guarda Nacional Bolivariana, Jean Pierre Caraballo Marcano, perdeu a vida.

“Esse tipo de decisão do presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, faz parte da ativação ilegal e perigosa do Tratado Interamericano de Assistência Recíproca (TIAR), cujo objetivo é gerar as condições para uma intervenção militar na Venezuela”, conclui.

Categories: # Argentina, #Canadá, #Caracas, #Colombia, Grupo de Lima, #Jorge Arreaza, #Perú, #venezuela, # Venezuela, #América Latina, #Nicarágua, #Bolívia, #Venezuela, #Cuba, #Brasil, #Brasil se alinha aos #EUA, #Brasil, Corrupción, #Jair Bolsonaro, #Caracas, Golpe de Estado, Militar,#Nicolás Maduro Moros, #Venezuela, #Donald Trump, #Estados Unidos, #EUA contra uma possível intervenção militar na# Venezuela, #Jair Bolsonaro, #Trump, #Venezuela, @Trump, ações intervencionistas dos EUA, agressão internacional contra a Venezuela,, Brasil, Brasil al poderío militar de EE.UU, Donald Trump, EUA contra a América Latina, EUA contra a Venezuela na ONU, FORA TRUMP, Força Aérea dos EUA realiza voos de reconhecimento na costa da Venezuela, governo idiota no Brasil", instalar base militar dos EUA, no Brasil, relações bilaterais, o governo Donald Trump, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

«Ninguém quer dar dinheiro para o filme porque sou um artista de esquerda»

Lançado em fevereiro passado no Festival de Berlim, o filme Marighella, de 155 minutos, ainda não foi exibido no gigante sul-americano, pois é uma prova dos crimes da ditadura militar brasileira (1964-1985): presos políticos , tortura, assassinatos, pessoas desaparecidas, posições que apóiam a extrema direita do atual governo.

Autor:  | internet@granma.cu

Encuentro con la prensa del filme Marighella del realizador Wagner Moura (Brasil) y actores como Bruno Gagliasso (Brasil) y Bella Camero, en el Salón Taganana del Hotel Nacional en la 41 Festival Internacional del Nuevo Cine Latinoamericano

Wagner Moura, Bella Camero e Bruno Gagliasso lembraram “amor e energia” durante as filmagens de Marighella. Foto: Ariel Cecilio Lemus
Durante as filmagens, eles não receberam algumas ameaças de que invadiriam o set, o que os atingiria. Conseguir o financiamento deste filme não foi fácil, “ninguém queria dar dinheiro para o filme porque eu sou um artista de esquerda”, afirmou Wagner Moura em conversa com a imprensa, que estreou como diretora do filme Marighella, chegando à seção de Galas desta edição do Festival Internacional de Novo Cinema Latino-Americano.

O filme conta os últimos anos de vida do guerrilheiro, poeta e deputado comunista Carlos Marighella durante a ditadura no Brasil. O músico Seu Jorge assumiu o papel desse herói negro, cuja história deveria ser apagada após seu assassinato, em 4 de novembro de 1969.

Embora seja um filme de ficção, é baseado no renomado livro de mesmo nome, sob a autoria do jornalista Mario Magalhães. Moura, que também, juntamente com Felipe Braga, estava no comando do roteiro, disse que era necessário um amplo e profundo processo de investigação para conceber e adaptar o texto do filme, porque Marighella, por sua condição de líder da resistência contra a ditadura, « ele foi um homem que apagou sua trilha », à qual se soma a censura que foi dada a esta etapa da história brasileira após a inauguração de Jair Bolsonaro.

Lançado em fevereiro passado no Festival de Berlim, o filme de 155 minutos ainda não foi exibido na gigante sul-americana, pois é uma prova dos crimes da ditadura militar (1964-1985): presos políticos, tortura, desapareceu, posições que apóiam a extrema direita do atual governo.

Bruno Gagliasso, conhecido neste país pelos romances Niño moza, Passione, Paraíso Tropical e o Rising Sun, recentemente projetado, como Mario, interpreta Lúcio, coronel da ditadura encarregado de exterminar Marighella e seus companheiros do Partido Comunista. Era extremamente “difícil” para ele assumir esse papel, já que sua posição humana e política contraria as injustiças sociais que esse antagonista comete. No entanto, ele declarou que a equipe de filmagem pensava assim em “um mundo melhor”.

Moura, conhecido em Cuba especialmente por interpretar o narcotraficante colombiano Pablo Escobar na série Narcos da Netflix, e mais recentemente pelo cubano Juan Pablo Roque em La Red Avispa, disse que entre seus próximos projetos está «fazer Marighella estréia no Brasil ». Enquanto isso, na estréia do filme na noite de terça-feira passada no cinema Yara nesta capital, ele disse, juntamente com os atores Bruno Gagliasso e Bella Camero, que a apresentação do filme no Festival é o encerramento das projeções iniciadas em Berlim, que é uma grande honra, porque este site é “o templo do cinema latino-americano”.

Categories: #Brasil, #Brasil, Corrupción, #Jair Bolsonaro, CUBA - BRASIL, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

“Um pirralho assim”: Bolsonaro acusa Greta Thunberg por denunciar assassinato de indígenas no Brasil.

O ativista lançou um tweet para rejeitar a violência contra povos indígenas na Amazônia, após o assassinato de duas pessoas no fim de semana.

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, e a ativista sueca Greta Thunberg.
Adriano Machado / Sergio Perez / Reuters
O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, chamou a ativista sueca de 16 anos de idade, Greta Thunberg, de “pirralha” depois que a jovem denunciou a violência contra os povos indígenas na Amazônia.

"Una mocosa como esa": Bolsonaro carga contra Greta Thunberg por denunciar asesinato de indígenas en Brasil

No domingo passado, a jovem escreveu um tweet no qual se referiu ao assassinato por tiros no dia anterior de dois povos indígenas no estado brasileiro do Maranhão (nordeste).

“Os povos indígenas estão literalmente sendo mortos por tentar proteger a floresta do desmatamento ilegal. De novo e de novo. É uma pena que o mundo permaneça em silêncio sobre isso”, denunciou Thunberg, que acrescentou um vídeo de duas outras pessoas feridas no ataque. .

“Um pirralho como esse”
“Greta já disse que os índios morreram porque estavam defendendo a Amazônia. É impressionante que a imprensa dê espaço a um pirralho como esse, pirralho”, disse Bolsonaro a repórteres em Brasília.

Além disso, o direitista disse que “qualquer morte preocupa” e acrescentou que o governo pretende “fazer cumprir a lei”.

Após a declaração de Bolsonaro, Thunberg mudou a descrição de sua biografia no Twitter para a palavra “pirralho”.

Na segunda-feira, o ativista também mencionou os povos indígenas durante a Cúpula do Clima da ONU, em Madri. “Seus direitos estão sendo violados em todo o mundo, eles também estão entre os mais afetados pela emergência climática e ambiental”, disse ele.

Segundo dados preliminares da Comissão Pastoral da Terra (CPT), em 2019 sete líderes indígenas já morreram, em comparação com as duas mortes registradas em 2018. O maior número registrado nos últimos 11 anos.

Categories: #Bolsonaro, #Brasil, #Brasil se alinha aos #EUA, #Brasil, Corrupción, #Jair Bolsonaro, #Jair Bolsonaro,, Brasil al poderío militar de EE.UU, governo idiota no Brasil", MEDIO AMBIENTE, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

EUA UU. restaura tarifas de aço e alumínio na Argentina e no Brasil

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse segunda-feira que reimplanta imediatamente as tarifas de todas as importações de aço e alumínio do Brasil e Argentina e exigiu uma queda nas taxas de juros do Federal Reserve.

Autor:  | internet@granma.cu

Donald Trump

Foto: Sputnik

“O Brasil e a Argentina aplicaram uma desvalorização maciça de suas moedas, o que não é bom para nossos agricultores”, disse o presidente em mensagens postadas em sua conta na rede social do Twitter. (EFE)

Categories: #América Latina, #Nicarágua, #Bolívia, #Venezuela, #Cuba, #Bolívia, #Brasil, #Brasil se alinha aos #EUA, #Brasil, Corrupción, #Jair Bolsonaro, #Donald Trump, #Estados Unidos, #LulaLivre, Partido de la Social Democracia Brasileña, #Trump, @Trump, Acciones contra Cuba, Cuba, Donald Trump, Relaciones Cuba - Estados Unidos, Brasil al poderío militar de EE.UU, Donald Trump, relações bilaterais, o governo Donald Trump, Trump Google, Trump procura reforçar o bloqueio, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Venezuela denuncia invasão de embaixada em Brasília

digital@juventudrebelde.cu       digital@juventudrebelde.cu    Exigen salida de los agresores digital@juventudrebelde.cu

Celebração fora da embaixada da Venezuela no Brasil pela saída dos agressores. Autor: Brasil de Fato

Brasília, 13 de novembro. – Após 12 horas de ocupação da sede venezuelana no Brasil, os opositores partiram como resultado das negociações entre o Ministério das Relações Exteriores do Brasil e os militantes do autoproclamado Guaidó.

«Denunciamos que as instalações da nossa embaixada em Brasília foram invadidas pela força no início da manhã. Responsabilizamos o governo do Brasil pela segurança de nossa equipe e instalações ”, disse Jorge Arreaza, ministro das Relações Exteriores da Venezuela, em sua conta no Twitter.

O ataque foi realizado por um grupo uniformizado de apoiadores do autoproclamado Juan Guaidó. O congressista brasileiro Paulo Pimenta, que está dentro da embaixada, disse que os agressores são um grupo de paramilitares contratados para entrar no prédio, informou o Fato.

Freddy Efraín Meregote, encarregado de negócios da Embaixada da Venezuela, negou as informações indicando que os oficiais da sede diplomática ajudaram a entrar no grupo nas instalações e expressou o apoio do corpo diplomático ao presidente Nicolás Maduro.

O Governo da Venezuela exigiu que o Brasil cumprisse suas obrigações de proteger a instalação e seu pessoal como parte da Convenção de Viena sobre Relações Diplomáticas, na ausência de autoridades policiais.

Da mesma forma, ele pediu à administração de Jair Bolsonaro que tome imediatamente as medidas necessárias para despejar os agressores e cessar a inaceitável situação de assédio a que estão expostos os diplomatas venezuelanos em Brasília.

Embora o presidente brasileiro, em sua conta no Twitter, tenha repudiado “interferências de atores externos” na embaixada, e tenha dito que o governo “está tomando as medidas necessárias para salvaguardar a ordem pública e impedir atos de violência, de acordo com a Convenção de Viena” sobre relações diplomáticas ”, seu filho, deputado Eduardo Bolsonaro, apoiou a“ embaixadora ”de Guaidó, María Teresa Belandria, segundo a França 24.

O Gabinete de Segurança Institucional da Presidência do Brasil emitiu uma declaração afirmando que havia indivíduos sem escrúpulos que queriam aproveitar os eventos para gerar desordem e instabilidade ”, e que o presidente daquele país“ não tinha conhecimento ou incentivou a invasão da Embaixada. da Venezuela, por apoiadores de Guaidó ».

Ativistas e movimentos sociais como a Central Única dos Trabalhadores (CUT), o Movimento dos Sem Terra e seguidores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, reuniram-se em torno da sede diplomática como sinal de solidariedade à nação sul-americana e em defesa da democracia e soberania dos povos latino-americanos, relatou Brazil de Fato.

 

Categories: # Venezuela, #América Latina, #Nicarágua, #Bolívia, #Venezuela, #Cuba, #Brasil, #Brasil se alinha aos #EUA, #Caracas, Golpe de Estado, Militar,#Nicolás Maduro Moros, #Venezuela, #EUA contra uma possível intervenção militar na# Venezuela, #LulaLivre, Partido de la Social Democracia Brasileña, Brasil al poderío militar de EE.UU, Uncategorized | Etiquetas: , , | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: