#Brasil

Venezuela denuncia Brasil por abrigar os responsáveis por assalto militar

O ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, denunciou neste domingo perante a comunidade internacional a decisão do Executivo brasileiro de conceder refúgio aos cinco soldados golpistas que participaram do ataque armado ao Batalhão de Infantaria 513 do Gran Sabana.

Los militares venezolanos desertores han confesado su responsabilidad en el asalto armado al 513 Batallón de Infantería de Selva Mariano Montilla ubicado en Luepa, Gran Sabana del estado Bolívar.

“Seria possível perguntar às autoridades políticas e militares do Brasil qual seria a reação se a Venezuela protegesse legalmente os desertores de seu exército, fugindo de um ataque às instalações militares brasileiras, perpetrado para gerar ansiedade em sua população”, disse o ministro Arreaza.

Os desertores militares venezuelanos confessaram sua responsabilidade no ataque armado ao Batalhão de Infantaria Mariano Montilla 513, localizado em Luepa, Gran Sabana, no estado de Bolívar, em 22 de dezembro de 2019.

Nesta ação, 120 espingardas de assalto e nove lançadores de foguetes foram roubados, em uma operação violenta em que o Primeiro Cabo da Guarda Nacional Bolivariana, Jean Pierre Caraballo Marcano, perdeu a vida.

“Esse tipo de decisão do presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, faz parte da ativação ilegal e perigosa do Tratado Interamericano de Assistência Recíproca (TIAR), cujo objetivo é gerar as condições para uma intervenção militar na Venezuela”, conclui.

“A República Bolivariana da Venezuela denuncia à comunidade internacional essa decisão incomum que confirma o padrão de proteção e cumplicidade dos governos satélites dos EUA de atacar a paz da Venezuela por meio de mercenários que confessaram seus crimes”, afirmou o chanceler.

Da mesma forma, o ministro reitera que a decisão do Executivo brasileiro viola o direito internacional “estabelece um registro perigoso de proteção para pessoas que cometeram crimes flagrantes contra a paz e a estabilidade de outro Estado”, acrescenta.

“Seria possível perguntar às autoridades políticas e militares do Brasil qual seria a reação se a Venezuela protegesse legalmente os desertores de seu exército, fugindo de um ataque às instalações militares brasileiras, perpetrado para gerar ansiedade em sua população”, disse o ministro Arreaza.

Os desertores militares venezuelanos confessaram sua responsabilidade no ataque armado ao Batalhão de Infantaria Mariano Montilla 513, localizado em Luepa, Gran Sabana, no estado de Bolívar, em 22 de dezembro de 2019.

Nesta ação, 120 espingardas de assalto e nove lançadores de foguetes foram roubados, em uma operação violenta em que o Primeiro Cabo da Guarda Nacional Bolivariana, Jean Pierre Caraballo Marcano, perdeu a vida.

“Esse tipo de decisão do presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, faz parte da ativação ilegal e perigosa do Tratado Interamericano de Assistência Recíproca (TIAR), cujo objetivo é gerar as condições para uma intervenção militar na Venezuela”, conclui.

Categories: # Argentina, #Canadá, #Caracas, #Colombia, Grupo de Lima, #Jorge Arreaza, #Perú, #venezuela, # Venezuela, #América Latina, #Nicarágua, #Bolívia, #Venezuela, #Cuba, #Brasil, #Brasil se alinha aos #EUA, #Brasil, Corrupción, #Jair Bolsonaro, #Caracas, Golpe de Estado, Militar,#Nicolás Maduro Moros, #Venezuela, #Donald Trump, #Estados Unidos, #EUA contra uma possível intervenção militar na# Venezuela, #Jair Bolsonaro, #Trump, #Venezuela, @Trump, ações intervencionistas dos EUA, agressão internacional contra a Venezuela,, Brasil, Brasil al poderío militar de EE.UU, Donald Trump, EUA contra a América Latina, EUA contra a Venezuela na ONU, FORA TRUMP, Força Aérea dos EUA realiza voos de reconhecimento na costa da Venezuela, governo idiota no Brasil", instalar base militar dos EUA, no Brasil, relações bilaterais, o governo Donald Trump, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

«Ninguém quer dar dinheiro para o filme porque sou um artista de esquerda»

Lançado em fevereiro passado no Festival de Berlim, o filme Marighella, de 155 minutos, ainda não foi exibido no gigante sul-americano, pois é uma prova dos crimes da ditadura militar brasileira (1964-1985): presos políticos , tortura, assassinatos, pessoas desaparecidas, posições que apóiam a extrema direita do atual governo.

Autor:  | internet@granma.cu

Encuentro con la prensa del filme Marighella del realizador Wagner Moura (Brasil) y actores como Bruno Gagliasso (Brasil) y Bella Camero, en el Salón Taganana del Hotel Nacional en la 41 Festival Internacional del Nuevo Cine Latinoamericano

Wagner Moura, Bella Camero e Bruno Gagliasso lembraram “amor e energia” durante as filmagens de Marighella. Foto: Ariel Cecilio Lemus
Durante as filmagens, eles não receberam algumas ameaças de que invadiriam o set, o que os atingiria. Conseguir o financiamento deste filme não foi fácil, “ninguém queria dar dinheiro para o filme porque eu sou um artista de esquerda”, afirmou Wagner Moura em conversa com a imprensa, que estreou como diretora do filme Marighella, chegando à seção de Galas desta edição do Festival Internacional de Novo Cinema Latino-Americano.

O filme conta os últimos anos de vida do guerrilheiro, poeta e deputado comunista Carlos Marighella durante a ditadura no Brasil. O músico Seu Jorge assumiu o papel desse herói negro, cuja história deveria ser apagada após seu assassinato, em 4 de novembro de 1969.

Embora seja um filme de ficção, é baseado no renomado livro de mesmo nome, sob a autoria do jornalista Mario Magalhães. Moura, que também, juntamente com Felipe Braga, estava no comando do roteiro, disse que era necessário um amplo e profundo processo de investigação para conceber e adaptar o texto do filme, porque Marighella, por sua condição de líder da resistência contra a ditadura, « ele foi um homem que apagou sua trilha », à qual se soma a censura que foi dada a esta etapa da história brasileira após a inauguração de Jair Bolsonaro.

Lançado em fevereiro passado no Festival de Berlim, o filme de 155 minutos ainda não foi exibido na gigante sul-americana, pois é uma prova dos crimes da ditadura militar (1964-1985): presos políticos, tortura, desapareceu, posições que apóiam a extrema direita do atual governo.

Bruno Gagliasso, conhecido neste país pelos romances Niño moza, Passione, Paraíso Tropical e o Rising Sun, recentemente projetado, como Mario, interpreta Lúcio, coronel da ditadura encarregado de exterminar Marighella e seus companheiros do Partido Comunista. Era extremamente “difícil” para ele assumir esse papel, já que sua posição humana e política contraria as injustiças sociais que esse antagonista comete. No entanto, ele declarou que a equipe de filmagem pensava assim em “um mundo melhor”.

Moura, conhecido em Cuba especialmente por interpretar o narcotraficante colombiano Pablo Escobar na série Narcos da Netflix, e mais recentemente pelo cubano Juan Pablo Roque em La Red Avispa, disse que entre seus próximos projetos está «fazer Marighella estréia no Brasil ». Enquanto isso, na estréia do filme na noite de terça-feira passada no cinema Yara nesta capital, ele disse, juntamente com os atores Bruno Gagliasso e Bella Camero, que a apresentação do filme no Festival é o encerramento das projeções iniciadas em Berlim, que é uma grande honra, porque este site é “o templo do cinema latino-americano”.

Categories: #Brasil, #Brasil, Corrupción, #Jair Bolsonaro, CUBA - BRASIL, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

“Um pirralho assim”: Bolsonaro acusa Greta Thunberg por denunciar assassinato de indígenas no Brasil.

O ativista lançou um tweet para rejeitar a violência contra povos indígenas na Amazônia, após o assassinato de duas pessoas no fim de semana.

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, e a ativista sueca Greta Thunberg.
Adriano Machado / Sergio Perez / Reuters
O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, chamou a ativista sueca de 16 anos de idade, Greta Thunberg, de “pirralha” depois que a jovem denunciou a violência contra os povos indígenas na Amazônia.

"Una mocosa como esa": Bolsonaro carga contra Greta Thunberg por denunciar asesinato de indígenas en Brasil

No domingo passado, a jovem escreveu um tweet no qual se referiu ao assassinato por tiros no dia anterior de dois povos indígenas no estado brasileiro do Maranhão (nordeste).

“Os povos indígenas estão literalmente sendo mortos por tentar proteger a floresta do desmatamento ilegal. De novo e de novo. É uma pena que o mundo permaneça em silêncio sobre isso”, denunciou Thunberg, que acrescentou um vídeo de duas outras pessoas feridas no ataque. .

“Um pirralho como esse”
“Greta já disse que os índios morreram porque estavam defendendo a Amazônia. É impressionante que a imprensa dê espaço a um pirralho como esse, pirralho”, disse Bolsonaro a repórteres em Brasília.

Além disso, o direitista disse que “qualquer morte preocupa” e acrescentou que o governo pretende “fazer cumprir a lei”.

Após a declaração de Bolsonaro, Thunberg mudou a descrição de sua biografia no Twitter para a palavra “pirralho”.

Na segunda-feira, o ativista também mencionou os povos indígenas durante a Cúpula do Clima da ONU, em Madri. “Seus direitos estão sendo violados em todo o mundo, eles também estão entre os mais afetados pela emergência climática e ambiental”, disse ele.

Segundo dados preliminares da Comissão Pastoral da Terra (CPT), em 2019 sete líderes indígenas já morreram, em comparação com as duas mortes registradas em 2018. O maior número registrado nos últimos 11 anos.

Categories: #Bolsonaro, #Brasil, #Brasil se alinha aos #EUA, #Brasil, Corrupción, #Jair Bolsonaro, #Jair Bolsonaro,, Brasil al poderío militar de EE.UU, governo idiota no Brasil", MEDIO AMBIENTE, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

EUA UU. restaura tarifas de aço e alumínio na Argentina e no Brasil

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse segunda-feira que reimplanta imediatamente as tarifas de todas as importações de aço e alumínio do Brasil e Argentina e exigiu uma queda nas taxas de juros do Federal Reserve.

Autor:  | internet@granma.cu

Donald Trump

Foto: Sputnik

“O Brasil e a Argentina aplicaram uma desvalorização maciça de suas moedas, o que não é bom para nossos agricultores”, disse o presidente em mensagens postadas em sua conta na rede social do Twitter. (EFE)

Categories: #América Latina, #Nicarágua, #Bolívia, #Venezuela, #Cuba, #Bolívia, #Brasil, #Brasil se alinha aos #EUA, #Brasil, Corrupción, #Jair Bolsonaro, #Donald Trump, #Estados Unidos, #LulaLivre, Partido de la Social Democracia Brasileña, #Trump, @Trump, Acciones contra Cuba, Cuba, Donald Trump, Relaciones Cuba - Estados Unidos, Brasil al poderío militar de EE.UU, Donald Trump, relações bilaterais, o governo Donald Trump, Trump Google, Trump procura reforçar o bloqueio, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Venezuela denuncia invasão de embaixada em Brasília

digital@juventudrebelde.cu       digital@juventudrebelde.cu    Exigen salida de los agresores digital@juventudrebelde.cu

Celebração fora da embaixada da Venezuela no Brasil pela saída dos agressores. Autor: Brasil de Fato

Brasília, 13 de novembro. – Após 12 horas de ocupação da sede venezuelana no Brasil, os opositores partiram como resultado das negociações entre o Ministério das Relações Exteriores do Brasil e os militantes do autoproclamado Guaidó.

«Denunciamos que as instalações da nossa embaixada em Brasília foram invadidas pela força no início da manhã. Responsabilizamos o governo do Brasil pela segurança de nossa equipe e instalações ”, disse Jorge Arreaza, ministro das Relações Exteriores da Venezuela, em sua conta no Twitter.

O ataque foi realizado por um grupo uniformizado de apoiadores do autoproclamado Juan Guaidó. O congressista brasileiro Paulo Pimenta, que está dentro da embaixada, disse que os agressores são um grupo de paramilitares contratados para entrar no prédio, informou o Fato.

Freddy Efraín Meregote, encarregado de negócios da Embaixada da Venezuela, negou as informações indicando que os oficiais da sede diplomática ajudaram a entrar no grupo nas instalações e expressou o apoio do corpo diplomático ao presidente Nicolás Maduro.

O Governo da Venezuela exigiu que o Brasil cumprisse suas obrigações de proteger a instalação e seu pessoal como parte da Convenção de Viena sobre Relações Diplomáticas, na ausência de autoridades policiais.

Da mesma forma, ele pediu à administração de Jair Bolsonaro que tome imediatamente as medidas necessárias para despejar os agressores e cessar a inaceitável situação de assédio a que estão expostos os diplomatas venezuelanos em Brasília.

Embora o presidente brasileiro, em sua conta no Twitter, tenha repudiado “interferências de atores externos” na embaixada, e tenha dito que o governo “está tomando as medidas necessárias para salvaguardar a ordem pública e impedir atos de violência, de acordo com a Convenção de Viena” sobre relações diplomáticas ”, seu filho, deputado Eduardo Bolsonaro, apoiou a“ embaixadora ”de Guaidó, María Teresa Belandria, segundo a França 24.

O Gabinete de Segurança Institucional da Presidência do Brasil emitiu uma declaração afirmando que havia indivíduos sem escrúpulos que queriam aproveitar os eventos para gerar desordem e instabilidade ”, e que o presidente daquele país“ não tinha conhecimento ou incentivou a invasão da Embaixada. da Venezuela, por apoiadores de Guaidó ».

Ativistas e movimentos sociais como a Central Única dos Trabalhadores (CUT), o Movimento dos Sem Terra e seguidores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, reuniram-se em torno da sede diplomática como sinal de solidariedade à nação sul-americana e em defesa da democracia e soberania dos povos latino-americanos, relatou Brazil de Fato.

 

Categories: # Venezuela, #América Latina, #Nicarágua, #Bolívia, #Venezuela, #Cuba, #Brasil, #Brasil se alinha aos #EUA, #Caracas, Golpe de Estado, Militar,#Nicolás Maduro Moros, #Venezuela, #EUA contra uma possível intervenção militar na# Venezuela, #LulaLivre, Partido de la Social Democracia Brasileña, Brasil al poderío militar de EE.UU, Uncategorized | Etiquetas: , , | Deixe um comentário

Grupo parlamentar # Brazil- # Cuba pede #EEUU para eliminar #blocking

O Grupo de Amizade Parlamentar Brasil-Cuba, composto por 65 deputados e 12 senadores, enviou uma carta a congressistas dos Estados Unidos pedindo a eliminação do bloqueio na ilha do Caribe.

Na carta, o grupo indica que em 17 de dezembro de 2014, o ex-presidente dos EUA Barack Obama ‘reconheceu que mais de 50 anos da política dos EUA em relação a Cuba haviam falhado e deveriam ser alterados.

Lembre-se do texto que ‘o passo histórico de abertura de embaixadas nas duas capitais em 20 de julho de 2015 foi um passo na direção certa. Nesse dia, as relações diplomáticas foram restauradas após 54 anos, quando países da América Latina e outras regiões aplaudiram essas mudanças.

Sob o mandato atual em Washington, os legisladores brasileiros alertam que “existe inexplicavelmente um verdadeiro revés nas relações respeitosas entre as duas nações soberanas”.

Eles denunciam que, enquanto o mundo caminha em direção à paz e às relações estáveis, o presidente Donald Trump decide unilateralmente aplicar os títulos III e IV da Lei Helms-Burton sobre o bloqueio imposto a Cuba, com o objetivo de aumentar ainda mais a cercar e causar sérios danos ao povo cubano.

Eles especificam na carta, assinada por seu presidente, Deputada Lídice da Mata, do Partido Socialista Brasileiro, que ‘em relação ao bloqueio e a todos os seus artigos ou títulos, apenas o Congresso dos Estados Unidos tem o poder de revogar a referida lei em sua totalidade e Por isso nos dirigimos aos congressistas.

O grupo parlamentar finalmente afirma que tem uma fervorosa esperança de que o Congresso dos Estados Unidos ‘ouça as vozes de seus eleitores, bem como as dos povos da América Latina, do Caribe e do mundo, e vote para eliminar o bloqueio o mais rápido possível’ .

(CubavsBlock / PL)

Categories: #Brasil, #Brasil, Corrupción, #Jair Bolsonaro, Brasil, CUBA - BRASIL, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

“Com presidentes que estão lambendo botas americanas, o Brasil não avança”

Lula da Silva, da prisão: “Com presidentes que estão lambendo botas americanas, o Brasil não avança”

“Trump foi eleito para ser presidente, mas acredita que foi eleito para ser Deus”, diz o ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva em entrevista exclusiva à RT. Como você explica o ódio generalizado contra ele? Quem realmente não quer que eu saia da prisão e por quê? Qual é a única maneira de resolver a crise no Peru? Por que precisamos de uma nova governança mundial?

Categories: #Brasil, #Lula, Uncategorized | Etiquetas: , | Deixe um comentário

Cuba pronta para receber médicos que não voltaram do Brasil.

O Ministério da Saúde Pública de Cuba (Minsap) reiterou hoje a disposição desse povo caribenho de receber seus médicos que não voltaram do Brasil após o término do programa de Médicos.
A decisão de não dar continuidade ao programa mencionado foi anunciada em novembro passado, após ameaças e condições de Jair Bolsonaro, então presidente eleito do Brasil.
Na terça-feira, Minsap divulgou um comunicado em que afirma que as ofertas de emprego feitas a médicos cubanos que optaram por não retornar ao país no final de sua missão, bem como a outros que formaram famílias com cidadãos brasileiros, não foram cumpridas. . Continuar a ler

Categories: # Cuba, #America Latina, #Brasil, #colaboracion medica cubana, Medicos en Brasil, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Exjuez que condenou Lula, com julgamentos na justiça brasileira.

Exjuez que condenó a Lula, con procesos en justicia brasileña

O ex-juiz federal Sergio Moro, que condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, tem quatro processos contra ele na justiça brasileira, revela hoje o portal Fato no Brasil.

De acordo com a publicação, Moro liderará o Ministério da Justiça no futuro governo do presidente eleito Jair Bolsonaro sem se livrar completamente das perguntas a que foi submetido no Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Desde 2014, no início da operação anti-corrupção Lava Jato, pelo menos quatro processos foram abertos contra o ex-juiz.

O CNJ não revela à imprensa o número exato de ações judiciais em que Moro é citado, o que sugere que algumas sigam em sigilo, indica a fonte. Continuar a ler

Categories: #AmericaLatina, #Bolsonaro, #Brasil, CORRUPÇÃO, Jair Bolsonaro, Lula, POLÍTICA, Uncategorized | Etiquetas: , | Deixe um comentário

Uma perda irreparável para o Brasil.

Dilma Rousseff

Dilma Rousseff, uma lutadora que um golpe de direita conseguiu sair do governo, mas não de seus sonhos de justiça, lamenta que para a população mais humilde do país o Programa Mais Médicos esteja fechado. O pessoal de saúde de Cuba será muito necessário aqui

Seu humor é o de uma mulher serena e simples. Tem o passo típico de alguém que está acostumado a trabalhar duro. Suas chances de influenciar o cenário político do Brasil diminuíram substancialmente desde o golpe parlamentar de direita que a tirou da presidência, mas a partir de suas opiniões e esforços deduz-se que ela é fiel a uma ideia de Martí de que nunca desistiria: ela jogou sua sorte com os pobres da terra.

A resistência e a energia internas a acompanham desde 1970, quando, aos 23 anos, foi condenada por enfrentar a ditadura militar e sofreu a tortura de seus carcereiros por três anos.

Essas são as forças que o viram compartilhar com seus companheiros para lutar contra o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra que viu chegar Dilma Rousseff à Escola Nacional Florestan Fernandes, localizada em Guararema, na periferia de São Paulo, cumprimentou, abraçou e eles tiravam fotos, repetidas vezes, dificilmente deixando que ela andasse para chegar à sala de conferências, onde outra multidão a aplaudia.

Fomos a Guararema para desvendar em primeira mão as realidades de um projeto que devolveu esperança e amor a 113.359.000 pacientes, especialmente das áreas mais pobres. Nós falamos sobre a iniciativa nascida de sua sensibilidade social em 2013.

Conversar com o estadista e líder esquerdista latino-americano sobre o programa Más Médicos é participar de uma aula. O diálogo com ela é sempre um ensinamento muito intenso. Durou apenas 15 minutos, enquanto aguardava pelo encontro enriquecedor com os “sem-terra”.

Falamos tão naturalmente, ela não tinha importância que tinha sido o presidente do gigante sul-americano entre janeiro de 2011 e agosto 2016 a primeira mulher a ocupar esse cargo, ou o líder do Partido dos Trabalhadores.

Mais de um mês atrás, com a decisão de Cuba de não continuar participando do Programa de mais médicos, muito se tem falado sobre o surgimento desta iniciativa, mas nada melhor do que ouvir a sua visão inspiradora … Continuar a ler

Categories: #America Latina, #Brasil, #colaboracion medica cubana, #Cuba, #Jair Bolsonaro, AMERICA LATINA, ·Medicos Cubanos, Brasil, colaboração, Cooperacion, CUBA - BRASIL, Dilma Rouseff, Mais Medicos, POLÍTICA, Programa Mas Medicos, SAÚDE, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: