CHINA ADVERTE SOBRE NAVIOS DE GUERRA ESTRANGEIROS EM #TAIWAN

#China #Taiwan #InjerenciaDEEEUU

O Exército de Libertação do Povo Chinês (PLA) disse ter mobilizado as suas tropas aéreas e navais para acompanharem na terça-feira a passagem dos navios de guerra dos EUA e do Canadá pelo Estreito de Taiwan. Disseram que iriam “combater todas as ameaças e provocações”. Os navios dos EUA e do Canadá passaram pela região dois dias depois do Presidente dos EUA Joe Biden ter prometido defender Taiwan se uma guerra com o gigante asiático eclodisse.

A China “roubou” a América Latina aos EUA enquanto Biden olhou para a Europa e Taiwan.

#EconomíaMundial #InjerenciaDeEEUU #Americ Latina #China #Europa

A Rússia e a China não procuram “governar o mundo”, diz o Kremlin.

#China #Rusia #EconomiaMundial #InjerenciaDeEEUU

teleSUR

“Ao concretizarem as suas relações bilaterais, são precisamente a Rússia e a China que não pretendem governar o mundo inteiro”, disse o porta-voz do Kremlin.

A Rússia e a China não pretendem governar o mundo inteiro através dos seus acordos de cooperação, mas alguns outros países têm essa tendência, disse no domingo o porta-voz presidencial russo Dmitry Peskov.

O porta-voz também notou a “absoluta semelhança de atitudes (da Rússia e da China) em relação a vários tipos de acções provocatórias, cuja origem são os Estados Unidos”.

“Há uma afinidade absoluta de posições (da Rússia e da China) face a todo o tipo de provocações por parte dos Estados Unidos, disse Peskov. | Foto: Almayadeen

Moscovo e Pequim estão unidos na sua avaliação da “inadmissibilidade de tal comportamento desestabilizador”, acrescentou ele.

Ele observou que os EUA são “a fonte de acções provocatórias, e a Rússia e a China concordam nesta avaliação”.

O porta-voz observou também que as sanções dos EUA contra a Rússia e as ameaças de sanções secundárias contra a China tiveram um impacto limitado nas relações Moscovo-Pequim, acrescentando que as perspectivas de desenvolvimento futuro são positivas.

“Claro, há muitas complicações. As sanções e a ameaça de sanções secundárias têm tido um impacto negativo. Mas a sua influência é bastante limitada porque a tendência geral continua a ser positiva”, disse Peskov.

Mencionou que o comércio entre os dois países floresceu nos últimos meses apesar da pressão dos EUA sobre a China para cortar os laços com as empresas russas.

A Casa Branca convocou a reunião entre o Presidente russo Vladimir Putin e o seu homólogo chinês Xi Jinping à margem da Cimeira da Organização de Cooperação de Xangai (SCO) em Samarkand, um exemplo de aproximação entre Moscovo e Pequim.

O coordenador de comunicações estratégicas do Conselho de Segurança Nacional dos EUA, John Kirby, criticou a recente reunião entre líderes no Uzbequistão.

“O mundo inteiro deve estar alinhado contra o que Putin está a fazer (…) A China tem de tomar uma decisão”, disse Kriby, que salientou que embora Pequim não tenha apoiado Moscovo, não condenou a invasão da Ucrânia.

Os dois chefes de Estado realizaram conversações bilaterais, conversações trilaterais com o presidente da Mongólia e participaram numa reunião do Conselho de Chefes de Estado da SCO.

Xi Jinping salientou que a China está pronta a trabalhar em conjunto com a Rússia e a prestar apoio mútuo em questões que afectem os interesses fundamentais um do outro.

Abateram um dron e todo o inferno se soltou! O que é que Xi fará?

#China #Taiwán #InjerenciaDeEEUU #NanciPelosy

Angola no Fórum de Cooperação China-África.

#Angola #China #EconomiaNacional #Mirex

Jornal de Angola

O ministro das Relações Exteriores, Téte António, participou, esta quinta-feira, em Luanda, na Reunião de Coordenadores do Fórum de Cooperação China-África (FOCAC).

Ministro das Relações Exteriores, Téte António © Fotografia por: CEDIDA | MIREX

O evento teve como objectivo principal analisar as implementações das Acções de Acompanhamento da 8ª Conferência Ministerial do Fórum de Cooperação China-África (FOCAC).

A referida reunião, que decorreu em formato virtual, foi uma iniciativa conjunta do conselheiro de Estado e Ministro dos Negócios Estrangeiros da República Popular da China, Wang Yi e da ministra dos Negócios Estrangeiros e dos Senegaleses no Exterior, Aissata Tall Sall, co-presidentes do Fórum de Cooperação China-África.

O Fórum de Cooperação China-África é uma plataforma para o diálogo colectivo e um mecanismo eficaz para a cooperação pragmática entre China-África e tornou-se um paradigma da cooperação no desenvolvimento internacional e um modelo de cooperação Sul-Sul.

Outro golpe financeiro em Joe Biden! Primeiro o petróleo e agora…

#InjerenciaDeEEUU #GuerraEconómica #BloqueoEconómico #Sanciones #Rusia #China

%d bloggers like this: