Colômbia

Guaidó chega inesperadamente na Colômbia e se encontrará com Mike Pompeo

O deputado venezuelano da oposição, recebido pelo presidente colombiano Iván Duque, participa na segunda-feira da III Cúpula Hemisférica de Combate ao Terrorismo, em Bogotá.

Vice-venezuelano Juan Guaidó com o presidente da Colômbia, Iván Duque, em Bogotá, Colômbia.
O vice da oposição venezuelana Juan Guaidó participa na segunda-feira, juntamente com o presidente da Colômbia, Iván Duque, e o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, em uma homenagem oficial feita a estudantes de uma escola de cadetes na Colômbia que morreram. após um ataque de um ano atrás e em uma cúpula interministerial contra o terrorismo.

Guaidó, que está na Colômbia, participa da III Cúpula Hemisférica de Combate ao Terrorismo, da qual Pompeo também participa. Anteriormente, ele homenageou os alunos da Escola de Cadetes da Polícia Geral de Santander, na capital colombiana, que morreram no ataque em 17 de janeiro de 2019 e que é a sede dessa reunião interministerial.

Nesta reunião, onde participam os ministros das Relações Exteriores de 25 países, eles abordarão questões como cooperação internacional na luta contra o terrorismo e “a transição para eleições livres na Venezuela”, disse Duque.

A esse respeito, o ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, escreveu em seu relato de Tuiter que Pompeo “tem dificuldade em entender que, como marionetista, ele e seu trabalho foram um fracasso monumental na Venezuela”.

Chegada surpresa
No domingo passado, um tweet do deputado da oposição venezuelana, onde informou que havia chegado ao país vizinho, acabou com as especulações sobre uma viagem que não havia sido anunciada.

“Já na Colômbia, grato ao presidente Iván Duque por seu apoio à luta do povo venezuelano”, escreveu o parlamentar na manhã de domingo, pesando cerca de sete investigações abertas pelo Ministério Público e uma ordem para proibir a saída do país. emitida pelo Supremo Tribunal de Justiça (TSJ).

Esta é a segunda viagem à Colômbia, na fronteira com a Venezuela, depois que o deputado da oposição assumiu o cargo de “presidente encarregado” há um ano.

Como foi recebido?
Na tarde de domingo, o presidente colombiano informou em sua conta do Twitter que havia realizado uma reunião de trabalho “muito produtiva” com o deputado, que havia compartilhado “avanços na atenção aos migrantes sediados na Colômbia” e que ambos destacavam “o importância de restaurar a democracia no país vizinho “.

Em uma série de imagens compartilhadas pelo presidente colombiano, é evidente que o deputado venezuelano da oposição foi recebido com honras militares no país vizinho.

Bogotá apoiou Guaidó em sua autoproclamação e desconhece o presidente venezuelano Nicolás Maduro, que ele considera ilegítimo e ditador.

Queixa de Wilfredo Cañizares, diretor da Fundação Progresar, no Norte de Santander, com imagens do deputado junto com membros da organização criminosa “Los Rastrojos”, considerado um dos mais perigosos da Colômbia

Após a última visita à Colômbia, foi revelado um escândalo de corrupção, revelado pela publicação digital PanAm Post, que alertou em uma investigação jornalística sobre a suposta apropriação de fundos para “ajuda humanitária” pelos colaboradores do deputado em Cuba. esse país Os promotores venezuelano e colombiano abriram investigações.

Escalada de tensão
A tensão entre os dois países atingiu seu ponto mais alto quando Duque recebeu o deputado da oposição em Cúcuta para realizar a tentativa fracassada de obter “ajuda humanitária” dos EUA em 23 de fevereiro.

Um dia antes da realização de um concerto na fronteira, organizado pelo bilionário Richard Branson, que supostamente arrecadaria dinheiro para a população venezuelana mais desassistida, sem ainda informar sobre o destino dos fundos.

Anteriormente, o governo venezuelano havia ordenado o fechamento de sua fronteira diante das “ameaças graves e ilegais” do governo colombiano, contra “a paz e a soberania da Venezuela”, disse Maduro na época.

Antes da chegada de Guaidó, Duque e seu então ministro das Relações Exteriores, Carlos Holmes Trujillo, haviam feito repetidas ligações às Forças Armadas Bolivarianas da Venezuela (FANB) para permitir a entrada de “ajuda humanitária” e ignorar Maduro e treinar. parte da “transição”.

As diferenças entre os dois governos se tornaram intransponíveis após o fracassado ataque contra Maduro em agosto de 2018. Caracas disse que Bogotá havia participado e treinado mercenários em seu país, com apoio da oposição venezuelana, para realizar ações desestabilizadoras contra o governo venezuelano.

Por seu lado, a Casa de Nariño responsabilizou Miraflores por receber membros de grupos armados colombianos em seu território, por ser a causa da migração de venezuelanos para o país vizinho e por ser um fator desestabilizador da região.

O deputado da oposição deve se reunir nesta quarta-feira em Bruxelas (Bélgica) com o alto representante da União Europeia para os Negócios Estrangeiros, Josep Borrell, e depois participar do Fórum Econômico Mundial em Davos (Suíça).

Categories: # Venezuela, #América Latina, #Nicarágua, #Bolívia, #Venezuela, #Cuba, #Caracas, Golpe de Estado, Militar,#Nicolás Maduro Moros, #Venezuela, #China#EEUUDonald TrumpFondo Monetario Internacional (FMI)Ivan Duque, #COLOMBIA#MéxicoCarlos MesaComandante Che GuevaraCompañía Minera Huanchaca, #Colombia, Ejército de Liberación Nacional (ELN), Guerrilla, Paz, #Venezuela, #Donald Trump, #Estados Unidos, #EUA contra uma possível intervenção militar na# Venezuela, #Nicolás Maduro, #Nicolás Maduro Moros, #Trump, @Trump, agressão internacional contra a Venezuela,, Andrés Manuel López Obrador, Bolivia, estados unidos, Evo Morales, Grupo de Lima, Luis Almagro, Mexico, Nicolás Maduro, Red Europea de Solidaridad con la Revolución Bolivariana, venezuela, antilatinoamericana agenda geopolítica belicista e Donad Trump alinhados, Assembléia Geral da ONU, Colômbia, Organização das Nações Unidas (ON, Bruno Rodríguez Parrilla, Colombia, Cuba, Detenciones, Diálogos de Paz, Ejército de Liberación Nacional (ELN), Iván Duque Márquez, Política, Caracas, #Estados Unidos, Golpe de Estado, #Mike Pence, Militar, #Nicolás Maduro Moros, #Venezuela, CIA Mike Pompeo, Colômbia, COLOMBIA ACUERDO DE PAZ, confrontar Donald Trump da câmara baixa, Cuba, Donald Trump, Estados Unidos, Marco Rubio, Mario Díaz-Balart, Relaciones bilaterales., Donald Trump, Donald Trump liderou um golpe de estado na nação bolivariana, Donald Trump,, Donald Trump, Estados Unidos, EE. UU insiste em desestabilizar a Venezuela, Estados Unidos Venezuela, Estados Unidos, Golpe de Estado, Injerencia, Lima, Nicolás Maduro Moros, Venezuela, Estados Unidos, Nicolás Maduro Moros, Política, Rússia, Sociedade, Venezuela, EUA contra a Venezuela na ONU, FORA TRUMP, fronteira com a Colômbia., governo de transição na Venezuela, Guaidó nomeia "embaixadores" ilegais, Guaidó, um "presidente" sem território, Pompeo,, promovendo a autoproclamação do deputado Juan Guaidó como "presidente encarregado, relações bilaterais, o governo Donald Trump, secretario de Estado, Michael Pompeo, secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo,, Tiene Colombia moral para enjuiciar a Venezuela, Trump Google, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized, Venezuela Cancilleria Comunicado EE.UU. Gobierno Titere, Venezuela tras la autoproclamación de Guaidó | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Comando Sul dos EUA anuncia exercício militar conjunto com a Colômbia, coincidindo com a visita de Pompeo

Por:RT

Comando Sul dos EUA anunciou segunda-feira que realizará um exercício militar de “ataque aéreo” com a Colômbia entre 23 e 29 de janeiro.

“Equipe de especialistas dos EUA e da Colômbia praticará trabalho conjunto para criar interoperabilidade e compartilhará experiências estratégicas e práticas”, afirmou o comunicado.

Comando Sur de EE.UU. anuncia ejercicio militar conjunto con Colombia coincidiendo con la visita de Pompeo
Pompeo na III Conferência    Ministerial Anti-Terror Hemisférica em Bogotá, 20 de janeiro de 2020.
Luisa Gonzalez / Reuters
Segundo o anúncio, 75 pára-quedistas da 82ª Divisão Aerotransportada de Fort Bragg, Carolina do Norte, participarão da atividade; e 40 membros do Exército do sul do país.

O texto detalha que os pára-quedistas “farão uma inserção de treinamento aéreo das aeronaves Hercules C-130 dos EUA e Colômbia, seguidos de exercícios táticos projetados para simular a segurança de um campo aéreo”.

“Temos a honra de treinar com a Colômbia, um amigo próximo dos EUA e um parceiro global da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN)”, disse o comandante do Comando Sul dos EUA, Craig Faller, citado na declaração.

Pompeo e visita de tensão com a Venezuela
O anúncio coincide com a viagem feita pelo chefe da diplomacia americana Mike Pompeo ao país sul-americano para participar da III Conferência Ministerial Hemisférica de Combate ao Terrorismo, em Bogotá.

Naquela visita, o funcionário dos EUA se reuniu com o vice e autoproclamado “presidente interino” da Venezuela, Juan Guaidó, com quem ele ofereceu uma conferência de imprensa conjunta.

“Haverá mais ações americanas para apoiar Guaidó”, afirmou Pompeo nessas declarações, nas quais descreveu a Venezuela como “um estado falido”.

Ele disse que eles continuarão com todos os seus esforços para pressionar o chavismo na Venezuela que, em sua opinião, “aboliu o direito de seus cidadãos viverem adequadamente”.

Categories: # Argentina, #Canadá, #Caracas, #Colombia, Grupo de Lima, #Jorge Arreaza, #Perú, #venezuela, #Colombia, Ejército de Liberación Nacional (ELN), Guerrilla, Paz, #Venezuela, #Donald Trump, #Estados Unidos, #Trump, @Trump, CIA Mike Pompeo, Colômbia, COLOMBIA ACUERDO DE PAZ, confrontar Donald Trump da câmara baixa, Donald Trump, Donald Trump,, Donald Trump, Estados Unidos, FORA TRUMP, fronteira com a Colômbia., Pompeo,, relações bilaterais, o governo Donald Trump, secretario de Estado, Michael Pompeo, secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo,, Tiene Colombia moral para enjuiciar a Venezuela, Trump Google, Trump, Kelly dirigiu o Comando Sul entre 2012 e 2016., Um bom filho ... de Trump, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Falsos positivos

Categories: #Colombia, Ejército de Liberación Nacional (ELN), Guerrilla, Paz, #Venezuela, Colômbia, COLOMBIA ACUERDO DE PAZ, Prêmio Nobel da Paz em 2019, Uncategorized | Etiquetas: , , | Deixe um comentário

Quatro terremotos, dois com magnitude superior a 5,5, abalam a Colômbia em 15 minutos

Uma hora depois, na mesma área e em profundidade semelhante, foi registrado um quinto terremoto de magnitude 4,3.

Cuatro terremotos, dos con magnitudes superiores a 5,5, sacuden Colombia en 15 minutosearthquake.usgs.gov

Cinco movimentos telúricos aconteceram na terça-feira na Colômbia. Segundo o Serviço Geológico do país latino-americano, quatro deles, com magnitudes de 6,2, 3,8, 3,8 e 5,7, respectivamente, se seguiram ao longo de 16 minutos, entre 14:03 e 14. : 19 (hora local). O quinto, de magnitude 4,3, ocorreu uma hora depois.

Os epicentros de todos os terremotos estavam localizados no município colombiano de Mesetas e tinham profundidade de menos de 30 quilômetros.

O primeiro e mais forte ocorreu às 14:03. Cinco minutos depois (14:08), houve a primeira réplica, de magnitude 3,8, seguida por outros quatro minutos depois (14:12). O quarto terremoto, de magnitude 5,7, foi registrado às 14:19.

Uma hora depois, às 15:11, o Serviço Geológico relatou um quinto tremor de magnitude 4.3. O último movimento telúrico também estava localizado na mesma área e tinha profundidade semelhante.

Os moradores locais compartilham vídeos da época do tremor nas redes sociais. Testemunhas relatam que os tremores foram sentidos em várias áreas do país, incluindo Bogotá, Ibagué, Villavicencio e Cundinamarca.

Após os tremores e o risco de possíveis tremores secundários, a capital colombiana, Bogotá, ordenou a evacuação do teleférico TransMiCable como medida de precaução, relata o TransMilenio. A Unidade Administrativa Especial de Aeronáutica Civil da Colômbia informou que “todos os aeroportos operam normalmente”.

Segundo o gabinete do prefeito de Bogotá, o Corpo de Bombeiros da cidade está monitorando as 20 localidades da capital em busca de possíveis danos. Até o momento, as autoridades colombianas não denunciaram vítimas ou danos materiais.

A Colômbia está no chamado Cinturão de Fogo, que concentra áreas de intensa atividade sísmica e vulcânica e registra até 90% dos grandes terremotos do planeta.

O que exatamente é o Cinturão de Fogo?
O Anel de Fogo do Pacífico é um território que abrange cerca de 40.000 quilômetros quadrados e se estende por três continentes, entre a América Oriental e o oeste da Ásia. É lá que se encontra a maior concentração de vulcões do mundo e algumas das zonas de subducção mais importantes do planeta, um processo que causa intensa atividade sísmica e vulcânica em seus espaços.

A subducção ocorre quando uma placa tectônica afunda sob a outra e termina no manto terrestre. Esse processo pode deixar uma marca em nosso planeta na forma de cadeias de montanhas – assim, por exemplo, foram formados os Andes e o Himalaia – ou arcos vulcânicos, como o Cinturão de Fogo.

Categories: #salud, Colômbia, Desastres, Desastres Meteorologico, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

ONU: 86 defensores de direitos humanos mortos na Colômbia em 2019

Pelo menos 86 defensores de direitos humanos (RH) foram mortos na Colômbia durante este 2019, de acordo com um relatório divulgado terça-feira pelo representante do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos em Aquele país, Alberto Brunori.

Entre las víctimas se encontraban miembros de organizaciones que impulsan procesos comunitarios en barrios y zonas rurales de Colombia.

Brunori enfatizou que a defesa dos direitos humanos na Colômbia é “uma atividade de alto risco”, enquanto muitos dos mortos eram pessoas que ele conhecia e conhecia sobre seu “trabalho corajoso”.

Segundo o funcionário, esses números revelam a falta de atenção do Estado a essas situações. “Está falhando em fortalecer as democracias de igualdade e dignidade porque o direito à vida e aos direitos humanos não está sendo protegido”.

Brunori enfatizou que ele defende dois direitos humanos na Colômbia e “uma vida de alto penhasco”, enquanto dois homens estavam mortos, que o condenaram e condenaram em seu “trabalho corajoso”.

Segundo ou oficial, esses números revelam falta de atenção do Estado para essas situações. “Está falhando em fortalecer democracias de igualdade e dignidade porque ou estou dirigindo a vida e os direitos humanos não estão sendo protegidos.”

Durante o fórum realizado por ocasião do Dia Internacional dos Direitos Humanos, em Cartagena, o representante da ONU disse que 22 dos 86 líderes mortos eram membros dos Community Action Boards (JAC), organizações de base que promovem processos comunitários nos bairros e zonas rurais.

Categories: #COLOMBIA#MéxicoCarlos MesaComandante Che GuevaraCompañía Minera Huanchaca, #ONU, 29 de maio Dia Internacional da ONU, Colômbia, COLOMBIA ACUERDO DE PAZ, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Rejeitam o aumento das detenções ilegais de jornalistas na Colômbia

A Fundação para a Liberdade de Imprensa (FLIP) rejeitou “o enorme aumento de detenções ilegais da Polícia Nacional para repórteres em várias cidades da Colômbia”. Entre 5 e 7 de dezembro, a FLIP documentou três casos de detenções arbitrárias que afetaram pelo menos seis repórteres nas cidades de Bucaramanga, Medellín e Bogotá, afirmou em comunicado.

Entre 21 de novembro e 7 de dezembro, a FLIP documentou que pelo menos 19 repórteres foram detidos ilegalmente. Foto: notimerica.com

A esse respeito, ele disse que os anteriores são adicionados aos casos desse tipo que começaram em 21 de novembro com a greve nacional, após o qual foram desencadeadas ações diárias de protestos contra o governo.

Entre 21 de novembro e 7 de dezembro, a FLIP documentou que pelo menos 19 repórteres foram detidos ilegalmente.

Apesar dos repetidos apelos à Polícia Nacional para garantir o trabalho da imprensa, a instituição não encontrou canais efetivos que evitem ataques a jornalistas.

Pelo contrário, vários de seus membros agiram com desdém contra o trabalho dos repórteres, violando, entre outros, as disposições da Constituição Política e do Código Policial, observou.

Segundo o comunicado, “o aumento incomum de detenções estabelece padrões semelhantes na conduta dos funcionários e faz com que a FLIP questione se os uniformizados estão recebendo uma diretriz segundo a qual o trabalho da imprensa deve ser impedido”.

Na quinta-feira, 5 de dezembro, a jornalista María Montiel, da Colombia Informa, foi presa após deixar um evento cultural. A repórter diz que foi agredida física e psicologicamente durante sua detenção, pois não tinha permissão para comer e teve que permanecer em pé, amarrada com as algemas às barras da cela.

Montiel foi libertado depois que o Ministério Público determinou que não havia apoio para as acusações contra ele. A jornalista já havia sido atacada pelo Esquadrão Mobile Riot no meio da capa da manifestação e disse que a prisão estaria relacionada às queixas que ela fez sobre irregularidades da Polícia durante a greve nacional.

A FLIP apontou que as ações da Polícia nesses casos, bem como as documentadas desde 21 de novembro, têm em comum que ocorram após jornalistas terem registrado ou denunciado arbitrariedade cometida por membros da Força Pública.

São ações que têm como efeito a interrupção definitiva da cobertura dos fatos, observou.

Essas ações ilegais não apenas afetam os jornalistas detidos, mas também intimidam o restante dos repórteres que cobrem as manifestações, um cenário de máximo interesse noticioso para o país. A Fundação “faz um forte apelo à polícia para interromper os ataques contra a imprensa e estabelecer canais claros de sanção”, afirmou ele em comunicado.

Categories: # Argentina, #Canadá, #Caracas, #Colombia, Grupo de Lima, #Jorge Arreaza, #Perú, #venezuela, #COLOMBIA#MéxicoCarlos MesaComandante Che GuevaraCompañía Minera Huanchaca, #Colombia, Ejército de Liberación Nacional (ELN), Guerrilla, Paz, #Venezuela, #Trump, @Trump, Colômbia, Donald Trump,, Donald Trump, Estados Unidos, FORA TRUMP, relações bilaterais, o governo Donald Trump, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Calendário de partidas da fase de grupos da Copa América 2020, que pela primeira vez em sua história terá dois locais

Cerimônia do sorteio para os grupos da Copa América 2020. Cartagena das Índias, Colômbia, 3 de dezembro de 2019.
Fernando Vergara / AP

Calendario de partidos de la fase de grupos de la Copa América 2020, que por primera vez en su historia tendrá dos sedes
Nesta terça-feira, na cidade colombiana de Cartagena das Índias, foi realizado o sorteio da Copa América 2020, que será realizada pela primeira vez em sua história em dois países: Argentina e Colômbia.

Além disso, pela primeira vez, os grupos foram divididos em duas zonas: norte e sul. O grupo A é a zona sul e é formado por Argentina, Chile, Bolívia, Uruguai, Paraguai e Austrália, uma das duas equipes convidadas. Enquanto isso, o Grupo B é formado pela Colômbia, Brasil, Equador, Peru, Venezuela e Catar, o segundo convidado do evento.

Esta edição do torneio de futebol mais antigo do mundo no nível de seleções será disputada em 4 cidades colombianas (Barranquilla, Bogotá, Cali e Medellín) e 5 Argentina (Buenos Aires, Córdoba, La Plata, Mendoza e Santiago del Estero). A abertura do campeonato será em 12 de junho de 2020 em Buenos Aires, enquanto a final será disputada em 12 de julho em Barranquilla. A partida de abertura será entre Argentina e Chile.

A Copa América 2020 será realizada apenas um ano após o torneio realizado no Brasil. A razão pela qual a Conmebol agendou uma Copa América um ano depois é unificar calendários com as outras confederações do mundo e, a partir de 2020, o campeonato será realizado a cada 4 anos.

Categories: # Argentina, #Canadá, #Caracas, #Colombia, Grupo de Lima, #Jorge Arreaza, #Perú, #venezuela, #Argentina, #Chile, brasil argentina, Colômbia, fronteira com a Colômbia., Uncategorized | Etiquetas: , , , , , | Deixe um comentário

A metástase será curada?

Dilan Cruz fue muerto por el escuadrón antidisturbios de la policía colombiana el 23 de noviembre, el mismo día en que se graduaba de bachiller. Foto: El País

Um artigo do jornal americano The New York Times, intitulado “Colômbia, o país da emergência adiada”, descreve o drama vivido pelo jovem estudante de 18 anos, Dilan Cruz, que exigiu, junto com milhares de outros jovens, acesso ao ensino superior, quando foi morto pelo esquadrão de choque da polícia colombiana em 23 de novembro, no mesmo dia em que se formou no colegial. Continuar a ler

Categories: Colômbia, Uncategorized | Etiquetas: , , , , , | Deixe um comentário

Colômbia A comunidade indígena se junta à greve nacional contra o governo de Iván Duque

Resumo da América Latina *, 29 de novembro de 2019.

Várias delegações indígenas viajaram de diferentes partes do país para Bogotá para participar dos protestos dos diferentes setores que exigem reformas sociais do governo de Iván Duque.

O principal objetivo é denunciar perante o presidente o assassinato de mais de 120 indígenas desde que o presidente chegou ao poder. Portanto, um novo dia de cacerolazos está planejado, enquanto Duque continua com sua agenda da Grande Conversação Nacional.

Categories: # Argentina, #Canadá, #Caracas, #Colombia, Grupo de Lima, #Jorge Arreaza, #Perú, #venezuela, #Colombia, Ejército de Liberación Nacional (ELN), Guerrilla, Paz, #Venezuela, Colômbia, COLOMBIA ACUERDO DE PAZ, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Afirma que a ajuda que chegará da Venezuela aos EUA não é humanitária

Christoph Harnisch, chefe da delegação do Comitê Internacional da Cruz Vermelha na Colômbia (CICV) disse na semana passada que a instituição não vai participar na distribuição de ajuda vêm de Estados Unidos (EUA) para Venezuela, considerando que o Não é humanitário em si.

“Não participamos do que não é para a ajuda humanitária”, disse o chefe do CICV na Colômbia.

“Falamos da ajuda que um governo decide”, diz Harnisch, acrescentando que o CICV o termo “humanitário” devem ser protegidos pelos princípios da independência, imparcialidade e neutralidade, reportagens de rádio RCN.

“Para nós, é importante que haja realmente um respeito pelo termo humanitário”, reiterou Harnisch. Continuar a ler

Categories: # Venezuela, #AmericaLatina, Colômbia, Cruz RojA, ESTADOS UNIDOS, Nicolás Maduro, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: