cooperação médica cubana

Um homem digno do respeito à humanidade

A enfermeira Cienfuegos Rubén Carballo Herrera é um verdadeiro herói, digno do respeito à humanidade. Foto: Ismael Francisco / Cubadebate

É difícil olhar nos olhos de um homem quando você sabe que ele está a caminho de desafiar a morte.

Cheguei, vi um grupo de casacos brancos se mexendo, bandeirinhas nas mãos e rapidamente preparei minhas lentes. Já com eles na frente, um rosto familiar entrou em cena, abaixei a câmera quase com o susto de Korda ao tirar a foto para Che. Sim, ela conhecia aquele homem, mas onde …

De sua outra partida, para a África, para enfrentar o Ebola.

“O que você está fazendo aqui?”, Ele me perguntou. “Compadre, é o que eu digo, o que você está fazendo aqui? Você vai desafiar a morte de novo?” E ele sorriu com a serenidade dos mais corajosos e me disse: “Pela Itália, estamos indo e não se preocupe, pois voltaremos e continuaremos lutando pela vida”.

De repente, as notas do hino de Bayamo surpreenderam. Enquanto estávamos cantando, pensei: Que honra cantar esses versículos com verdadeiros mambises. O que Perucho e Céspedes pensariam se os vissem. Porra, que privilégio para o meu!

O ato terminou. No caminho para o destino da glória, ele olhou para mim novamente e disse: “Fotógrafo, como você me disse naquela época, Com duas bolas … Viva Cuba!

Talvez para milhões esse nome não diga nada, mas a enfermeira Cienfuegos Rubén Carballo Herrera é um verdadeiro herói, digno do respeito à humanidade.

Categories: # Cuba, #colaboracion medica cubana, #Cuba, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #salud, #Salud en Cuba, ·Medicos Cubanos, cooperação médica cubana, CUBA - ÁFRICA, epidemia, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Profesionales e la Salud, SALUD, Uncategorized | Etiquetas: , , | Deixe um comentário

O exército de jaleco branco chega à La Italiana #CubaEsSalud #CubaCoopera

Médicos cubanos chegam à Lombardia para apoiar assistência médica contra o COVID-19.

A Brigada Médica Cubana, enviada para apoiar os cuidados de saúde na Lombardia em meio à pandemia do COVID-19, chegou ao aeroporto de Malpensa em Milão hoje cedo. Eles foram recebidos pelo embaixador cubano na Itália, José Carlos Rodríguez, o cônsul cubano em Milão e outros membros da legação diplomática cubana.

Médicos e enfermeiros cubanos, 52 no total, deixaram Havana ontem à noite e foram demitidos pelo Ministro da Saúde Pública de Cuba. Antes de partir, eles receberam a mensagem de encorajamento do general do exército Raúl Castro Ruz, primeiro secretário do Comitê Central do Partido Comunista de Cuba, e do presidente da República, Miguel Díaz-Canel Bermúdez.

Eles fazem parte do contingente internacional de saúde “Henry Reeve”, especializado na prestação de cuidados de saúde em situações de desastre e epidemias graves. Eles acumulam experiências em missões complexas, como o confronto com o Ebola na África, a cólera no Haiti e o grande terremoto no Paquistão, entre outros cenários.

A Brigada Médica Cubana foi aplaudida ao chegar ao aeroporto de Roma, a caminho de Milão, para apoiar a assistência médica a milhares de pacientes com # COVID19 na região da Lombardia.

A brigada cubana com 52 médicos e enfermeiros chega a Milão, na Itália, para apoiar a batalha contra o COVID-19. Foto: Consulado Cubano em Milão

 

Categories: "para Cuba Eu até ando de bicicleta, # Cuba, #colaboracion medica cubana, #Cuba, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #salud, #Salud en Cuba, ·Medicos Cubanos, cooperação médica cubana, CubaCoopera, Delegacao cubana, epidemia, Herói da República de Cuba, Itália, Jose Angel Portal Miranda, Medico y Enfermera de la Familia Salud Publica cubana, MasQueMedicos, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Profesionales e la Salud, SALUD, SOMOS CUBA, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

#Cuba abre suas portas para quem precisa e coloca seu nome e #PotenciaMedica no topo.

Não há dúvida de que #Cuba é uma força médica com um infinito senso de solidariedade e humanismo.Por ser um país bloqueado, portanto, com milhares de restrições, abre suas portas e ajuda os necessitados, não dando o que resta, mas compartilhando o que têm. Isso torna o pub cubano único e viva Cuba.

O ministro das Relações Exteriores de Cuba, Bruno Rodríguez, informou na segunda-feira que o #Cuba autorizou a atracação do navio de cruzeiro britânico MS Braemar, que tem “um pequeno número de viajantes diagnosticados com Covid 19” e estava ancorado nas Bahamas desde fevereiro. A decisão “responde a uma emergência de saúde, na qual pode haver um risco para a vida de pessoas doentes”. Mais detalhadamente, ele relatou: “Em conjunto com as autoridades britânicas, foi organizado que, uma vez que os viajantes chegam a Cuba, eles retornam de forma segura e imediata ao Reino Unido por via aérea” O navio tem mais de mil pessoas a bordo e pelo menos cinco casos confirmados de coronavírus – quatro tripulantes e um convidado – existem 21 trabalhadores e 22 passageiros isolados por apresentar sintomas semelhantes aos da gripe. #CubaSolidaria #CubaPorLaSalud

Categories: "para Cuba Eu até ando de bicicleta, # Cuba, #colaboracion medica cubana, #Cuba, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #salud, #Salud en Cuba, ·Medicos Cubanos, BLOQUEIO VS CUBA, bloqueo contra cuba, Bloqueo,Cuba,EstadosUnidos,Internet,Trask Force, Bruno Rodríguez Parrilla, Cuba, Daniel Ortega Saavedra, Governo, Ministério das Relações Exteriores (Minrex), Nicarágua, cooperação médica cubana, CubaCoopera, CubavsBloqueo, Estados Unidos Vs Cuba, Itália, MINREX, Profesionales e la Salud, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Cuba salva, enquanto outros negam esperança ao povo

As pessoas sabem que sempre podem contar com a vocação humanista e solidária dos profissionais cubanos. Foto: José Manuel Correa

Retorno a Cuba de la Brigada m´dica que prestaba servicios en la República del Ecuador, recibidos en el Aeropuerto Internacional José Martí  por el Ministro de Salud Jose Algel Portal Miranda y otros dirigentes del gobierno y el Partido

Com a satisfação de salvar vidas e de contribuir para o bem-estar de milhares de famílias na Bolívia e no Equador, os profissionais de saúde da Ilha nesses países da América do Sul retornaram a Cuba nos últimos dois dias.

Mais de 200 médicos e outros profissionais de saúde das Grandes Antilhas chegaram ontem da terra boliviana da capital e foram recebidos por Bruno Rodríguez Parrilla, membro do Bureau Político do Partido e Ministro das Relações Exteriores; José Ángel Portal Miranda, Ministro da Saúde Pública, e Dr. Santiago Badía, Secretário Geral do Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Saúde, além de outros líderes.

Alfredo González Lorenzo, vice-ministro da Saúde Pública, ratificou o orgulho do povo e do governo cubanos pelo trabalho e pela atitude desses profissionais, inclusive nas circunstâncias de hostilidade contra eles após o golpe contra o presidente Evo Morales, enquanto o médico Maidalis Bravo Rodríguez se referiu ao profissionalismo e compromisso com o qual trabalharam até seu retorno, tudo com a única satisfação de retornar a esperança aos mais humildes.

VOLTAR COM A FRENTE EM ALTO

De Quito, Equador, 183 profissionais de saúde retornaram à Ilha na noite de terça-feira, completando o retorno dos membros da missão, após a decisão do Governo da nação andina de encerrar os acordos bilaterais neste esfera

Em uma escala no Aeroporto Internacional Antonio Maceo, em Santiago de Cuba, os médicos foram recebidos por Lázaro Expósito Canto e Beatriz Johnson Urrutia, principais autoridades do Partido e do governo na província, respectivamente.

Categories: #colaboracion medica cubana, 3 de dezembro, Dia da Medicina Latino-Americana, ·Medicos Cubanos, cooperação médica cubana, ELAM(Escola Latino-Americana de Medicina, MasQueMedicos, Medicina de Família, criada pelo Comandante em Chefe Fidel Castro em 1984,, Programa de Médicos, Uncategorized | Etiquetas: , , , , , | Deixe um comentário

Médicos cubanos retornam do Equador.

Os membros do Comitê Central do Partido, Lázaro Expósito Canto, Beatriz Johnson Urrutia e Angulo Pardo Rule; O primeiro secretário do partido na província, o presidente do corpo diretivo no território e o vice-ministro da Saúde Pública de Cuba, respectivamente, compareceram à recepção oficial dos 173 funcionários na laje do terminal aéreo.

Autor:  | palomares@granma.cu

Medicos cubanos

Na chegada, os colaboradores foram recebidos pelas autoridades da província de Santiago e pelo Ministério da Saúde Pública. Foto: Eduardo Palomares.

SANTIAGO DE CUBA – O primeiro grupo de médicos cubanos que retornam da República do Equador para a terra natal, depois que o governo daquela nação sul-americana decidiu encerrar a cooperação assistencial iniciada em 1992, chegou ao amanhecer de terça-feira às Aeroporto Internacional Antonio Maceo, desta cidade.

Em nome dos profissionais de saúde, o diploma em Imagiologia da província de Guantánamo, Uver Matos Díaz, agradeceu as boas-vindas e patenteou que, com a satisfação do dever cumprido, todos estão dispostos a continuar colaborando com a nação irmã ou qualquer outra terra do mundo. isso requer o concurso de Cuba.

Ao abordá-las, a também membro do Conselho de Estado da República de Cuba, Beatriz Johnson, reconheceu sua dedicação em defender as idéias instiladas pelo comandante em chefe Fidel Castro Ruz, de não poupar esforços ou recursos para a cooperação de saúde ao lado das pessoas que precisam, e principalmente das mais humildes do planeta.

Posteriormente, os colaboradores partiram para suas respectivas províncias do país, enquanto as autoridades da Saúde informaram que uma segunda chegada com 183 compatriotas está prevista para esta tarde, por esse mesmo aeroporto no sudeste de Cuba.

Categories: #colaboracion medica cubana, #solidaridadvs bloqueo, 3 de dezembro, Dia da Medicina Latino-Americana, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, bloqueio econômico, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, cooperação médica cubana, ECUADOR, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Eles retornam vitoriosos

Com a chegada, no início da manhã, de 207 profissionais de saúde cubanos que estavam na Bolívia, 431 profissionais que retornaram à pátria, depois que um primeiro grupo voltou neste sábado.

Llegada de los primeros 224 colaboradores de la salud que se encontraban en Bolivia al efectuarse el golpe de estado. Fueron recibidos por Roberto Morales Ojeda, vicepresidente del Consejo de Ministro y Bruno Rodríguez Parrila, ministro de Relaciones Exteriores; ambos miembros del Buró Político y el Ministro de Salud, así como otras autoridades.

Desde o início da colaboração na Bolívia, 73 330 447 consultas foram realizadas. Foto: Juvenal Balán
Com a chegada, no início da manhã, de 207 profissionais de saúde cubanos que estavam na Bolívia, 431 profissionais já retornaram à Pátria, depois que um primeiro grupo voltou neste sábado.

Entre os que foram recebidos no Aeroporto Internacional José Martí pelo membro do Bureau Político do Partido, Roberto Morales Ojeda, vice-presidente do Conselho de Ministros, e José Ángel Portal Miranda, ministro da Saúde Pública, entre outras autoridades, estavam Amparo García, Idalberto Delgado, Ramón Emilio Álvarez e Alexander Torres, que foram detidos arbitrária e injustamente em 13 de novembro.

Regresa a Cuba segundo grupo de médicos procedentes de Bolivia

No sábado, o abraço dos cubanos chegou aos 224 membros da brigada médica na Bolívia que estavam voltando para casa, através de Morales Ojeda e do membro do Bureau Político Bruno Rodríguez Parrilla, Ministro das Relações Exteriores; assim como Portal Miranda, e Marta Oramas Rivero, Primeira Vice-Ministra de Transportes.

“Voltamos vitoriosos”, disse Nirza García Valdés, especialista em cirurgia geral, em nome dos colaboradores; enquanto o Ministro da Saúde Pública de Cuba, encarregado das palavras de boas-vindas, disse que “continuaremos oferecendo nossas experiências e prestando nossa assistência solidária”.
A colaboração médica cubana na Bolívia começou em 1985 e, como resultado, 17 684 profissionais de saúde contribuíram nesse país.

Categories: # yo voto vs bloqueo, #colaboracion medica cubana, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, ·Medicos Cubanos, bloqueio econômico, cooperação médica cubana, MasMedicos, MasQueMedicos, Medicina de Família, criada pelo Comandante em Chefe Fidel Castro em 1984,, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

“A cooperação médica cubana chegou ao fim devido a um governo idiota no Brasil”: Denis Renó

Carlos Fiallos * – Inti Kokone / TV Cubainformation.- Denis Renó, professor da Universidade Estadual Paulista e Diretor Acadêmico da Cátedra Latino-Americana de Narrativas Transmídia, esteve em novembro passado no X Congresso do Ciberjornalismo organizado pela Universidade do País Basco em Leioa. Inti Kokone aproveitou a oportunidade para levantar algumas preocupações sobre o triunfo da extrema direita no Brasil e sobre o assédio sofrido pela Brigada Médica de Solidariedade Cubana.

O acadêmico acredita que “Cuba tem o melhor sistema de saúde do mundo” e, em uma mensagem ao povo cubano, pede que continuem “preocupados com o bem-estar social, com a vida e não com a compra”.

Quem é Denis Porto Renó?

Revista Latina de Comunicação Social

Jornalista e fotógrafo, Professor em Nova ecologia da mídia e narrativas imagéticas pela Universidade Estadual Paulista – Unesp (Brasil) PhD em Comunicação Social pela Universidade Metodista de São Paulo (Brasil). Ele desenvolveu pós-doutorado em Transmedia Jornalismo pela Universidade Complutense de Madrid (Espanha) e pós-doutorado em interfaces interativas para dispositivos móveis da Universidade de Aveiro (Portugal). Ele é um pesquisador de pós-doutorado no Laboratório Laboratório digimedia – Centro de Investigação em Mídias Digitais e Interação, Universidade de Aveiro (Portugal) Integrados & DT “centro – Redes e Comunidades para um Inovação Territorial” Programa IC (CENTRO-01-0145-FEDER 000002). Além disso, ele é professor honorário da Universidade Complutense de Madrid (Espanha) e professor visitante na Universidade Nacional de Rosário (Argentina) e da Universidade Técnica de Loja – UTPL (Equador).

Em sua carreira profissional, além de ter atuado na televisão e na internet, foi produtor e diretor de 11 documentários, alguns deles classificados em festivais internacionais. Entre seus trabalhos, o documentário Tradições paulistas, cadê? (2003), classificados na 18ª Mostra Audiovisual Paulista (Brasil), no Festival Golosina Visual (México) e no Festival Viaxes na Lusofonia (Espanha). Entre as produções experimentais, destacam-se o documentário interativo Bogotá Atómica (2009) e o documentário transmídia Galego-Português (2013).

Como pesquisador, ele é o autor de quatro livros individuais: Cinema Interativo documental e Linguagens audiovisuais participativa (2011), tecidos em Novas Documentário (2012), Jornalismo Transmedia (2012) e DISCUSSÕES em Nova Ecologia dois Meios (2013), bem como autor de 50 capítulos de livros e mais de 100 artigos acadêmicos em periódicos indexados no Brasil ou em índices internacionais.

Atualmente é Diretor Acadêmico da Cátedra Latino-Americana de transmedia storytelling e membro da mídia Ecology Association (EUA), bem como ser Mobilab coordenador – Laboratório de Estudos sobre novas narrativas e dispositivos móveis. O laboratório é financiado por agências de desenvolvimento no Brasil.

* Analista internacional, jornalista equatoriano, membro do Inti Kokone e da Cubainformación TV, além de diretor da revista de imigração “Encuentros”.

Retirado de Cubainformation

 

Categories: cooperação médica cubana, governo idiota no Brasil", Uncategorized | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: