CoronaVirus, Política

VICE-MINISTRO DA SAÚDE PÚBLICA DE CUBA RESPONDE AO DIRETOR DE ECONOMIA E DESENVOLVIMENTO DO DEPARTAMENTO DE ESTADO DOS EUA.

Autor: Redacción Digital | internet@granma.cu

Durante este segundo dia, em resposta às suas acusações infundadas, Kristen Pisani, a representante dos EUA, recebeu os argumentos da vice-ministra de Saúde Pública da Ilha, Marcia Cobas, que descreveu como lamentável que o governo dos Estados Unidos reiterasse essas falsidades novamente.

A Vice-Ministra cubana defendeu o direito de Cuba de ser eleita para o Comitê Executivo e qualificou de desrespeitosa e imoral a tentativa de vincular o tráfico de pessoas ao nobre trabalho de nossa equipe médica, que, destacou, “atua de forma voluntária e generalizada vão para lugares que outros serviços de saúde não alcançam ”.

Da mesma forma, mencionou a existência de um fundo de três milhões de dólares que o governo dos Estados Unidos dedicou à compra de falsos testemunhos que procuram documentar as acusações ilegítimas contra a cooperação cubana.

Categories: # yo voto vs bloqueo, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #salud, #Salud en Cuba, #solidaridadvs bloqueo, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, Coronavirus, CoronaVirus, Noticias de Cuba, Política, CoronaVirus, Política, MINSAP, Organiacion Panamericana de la Salud, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Profesionales e la Salud | Deixe um comentário

Cuba é eleita para o Comitê Executivo da OPAS e denuncia os fundos dos Estados Unidos para denegrir nossa cooperação médica.

Autor: Redacción Digital | internet@granma.cu

Cuba foi eleita para o Comitê Executivo da OPAS por três anos, mas não sem antes enfrentar outra manobra do governo dos Estados Unidos, que aproveitou este segundo dia de sessões do 58º Conselho Diretor da Organização para tentar manchar o prestígio global da medicina. Cubano.

ops oms

Desta vez foi a Diretora de Economia e Desenvolvimento do Departamento de Estado dos Estados Unidos, Kristen Pisani, quem interveio para se opor “categoricamente” à candidatura cubana. A base de seu discurso foi a seqüência de mentiras e acusações que compõem a campanha que o governo dos Estados Unidos desenvolve há meses para tentar vincular a cooperação médica internacional de Cuba ao tráfico de pessoas.

Pisani questionou também o programa Mais Médicos pelo Brasil e afirmou que a eleição de Cuba seria ofensiva e que poderia “minar os princípios daquela Organização”.

Durante a jornada de trabalho de segunda-feira, os Estados Unidos também tentaram minar Cuba na voz de seu representante, Senhor Garret Grigsby, que recebeu uma resposta digna e contundente do Ministro da Saúde de Cuba, José Angel Portal Miranda.

O Ministro respondeu, entre outras perguntas, que “Não foi Cuba que politizou este fórum. É o governo dos Estados Unidos que, sem conseguir obter apoio internacional para sua campanha desonesta contra a cooperação médica internacional de Cuba, tenta atropelar o trabalho desta organização, se os Estados Unidos já se importavam com a renda do pessoal de saúde cubano Eu teria levantado o bloqueio ”.

Categories: # Cuba, # yo voto vs bloqueo, #colaboracion medica cubana, #Cuba, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #salud, #Salud en Cuba, #solidaridadvs bloqueo, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, bloqueo contra cuba, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, Bloqueo,Cuba,EstadosUnidos,Internet,Trask Force, Coronavirus, CoronaVirus, Noticias de Cuba, Política, CoronaVirus, Política, CubavsBloqueo, OPS, Organiacion Panamericana de la Salud, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Profesionales e la Salud | Deixe um comentário

Na voz do seu primeiro ministro, Manuel Marrero Cruz, Cuba fez-se ouvir mais uma vez nos debates promovidos pelo 75º Período de Sessões da Assembleia Geral das Nações Unidas.

Categories: # Cuba, # yo voto vs bloqueo, #colaboracion medica cubana, #Cuba, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #salud, #Salud en Cuba, #solidaridadvs bloqueo, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Colombia, Cuba, Economía, Ernesto Samper, Estados Unidos, Ministerio de Turismo (MINTUR), Relaciones Cuba Estados Unidos, Turismo, Bloqueo,Cuba,EstadosUnidos,Internet,Trask Force, Coronavirus, CoronaVirus, Noticias de Cuba, Política, CoronaVirus, Política, CubavsBloqueo, ECONOMIA, epidemia, Organiacion Panamericana de la Salud, Profesionales e la Salud | Etiquetas: , | Deixe um comentário

Nasce em Cuba a primeira (e única) vacina latino-americana contra o coronavírus: Soberana 01 .

Categories: # Cuba, #China#EEUU#Iran#Nicaragua.barco hospital naval Arca de la Paz, #China#EEUUDonald TrumpFondo Monetario Internacional (FMI)Ivan Duque, #colaboracion medica cubana, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #Salud en Cuba, antilatinoamericana agenda geopolítica belicista e Donad Trump alinhados, China, Coronavirus, CoronaVirus, Noticias de Cuba, Política, CoronaVirus, Política, geopolítica das administrações norte-americanas, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Profesionales e la Salud, RUSSIA | Deixe um comentário

Ministro da Saúde Pública de Cuba na 73ª Assembleia Mundial da Saúde.

Categories: # Cuba, # yo voto vs bloqueo, #colaboracion medica cubana, #Cuba, #Cuba #CIA, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #Donald Trump, #Estados Unidos, #Estados Unidos, #EstadosUnidos, #salud, #Salud en Cuba, #solidaridadvs bloqueo, A obsessão dos Estados Unidos, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, Acciones contra Cuba, Cuba, Donald Trump, Relaciones Cuba - Estados Unidos, Acciones contra Cuba, fake news, bloqueo, bloqueo contra cuba, Bloqueo,Cuba,EstadosUnidos,Internet,Trask Force, CoronaVirus, Noticias de Cuba, Política, CoronaVirus, Política, CUBA - ESTADOS UNIDOS, Cuba, fake news, CubavsBloqueo, epidemia, Fake news, Organiacion Panamericana de la Salud, Profesionales e la Salud | Deixe um comentário

Ministro da Saúde: A força da verdade sempre destruirá as mentiras.

Retirado do Jornal Granma .

Autor: Milagros Pichardo | internacionales@granma.cu

O Ministro da Saúde Pública, Dr. José Angel Portal Miranda, fez um apelo aos Estados Unidos para que cuidem de seus cidadãos e deixem de atacar Cuba. Foto: Site Oficial do MINSAP

El ministro de Salud Pública, Dr. José Angel Portal Miranda, emplazó a EE.UU. a cuidar de sus ciudadanos y dejar de atacar a Cuba.

“Condenamos a chantagem gangster com que os Estados Unidos têm pressionado a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) com o propósito de usar esse órgão regional como instrumento de sua agressão doentia contra nosso país”, disse o Presidente da República de Cuba, Miguel Díaz-Canel Bermúdez em seu discurso no 75º Período Ordinário de Sessões da Assembleia Geral das Nações Unidas.

O que foi denunciado por nosso Presidente teve sua expressão pública nesta segunda-feira durante o 58º Conselho Diretor da OPAS. Como truque político, logo após a intervenção do ministro cubano da Saúde Pública, José Angel Portal Miranda, deram a palavra ao representante dos Estados Unidos, Garret Grigsby, que tentou desacreditar as informações prestadas.

Segundo a agência Prensa Latina, Grigsby se referiu ao suposto tráfico de pessoas em nosso país e pediu à OPAS que acompanhe as brigadas médicas cubanas internacionalistas. Valendo-se de seu direito de resposta, Portal Miranda expressou: «Não foi Cuba que politizou este fórum. É o Governo dos Estados Unidos que, não conseguindo obter apoio internacional para sua campanha desonesta contra a cooperação médica internacional de Cuba, tenta atropelar o trabalho desta organização.

“Se os Estados Unidos se importassem com a renda do pessoal cubano da Saúde, já teriam levantado o bloqueio. Em vez de atacar Cuba, que soube proteger sua população e ajudar a outros, os Estados Unidos deveriam melhorar sua gestão catastrófica diante da pandemia e garantir a saúde de seus cidadãos ”, acrescentou.

Ele também destacou que “o país mais rico da região, com mais de 200.000 mortes por COVID-19, incapaz de garantir a vida e a saúde de seus cidadãos, mente e tenta politizar o trabalho desta Organização”.

O ministro cubano teve permissão para usar da palavra por apenas um minuto para negar as falsas alegações de
Os Estados Unidos, o que constitui também um sinal de desrespeito ao trabalho de Cuba contra o tráfico de pessoas e à política de tolerância zero que nosso país mantém contra este flagelo.

“Sem o apoio da comunidade internacional, que a cada ano pede o fim do bloqueio desumano contra o povo cubano, o Governo dos Estados Unidos fabricou todas essas denúncias que aqui foram feitas e que rejeitamos veementemente”, refutada. O Portal Miranda reiterou o compromisso incondicional de continuar garantindo serviços de saúde para todo o nosso povo e também ratificou a certeza total de nossa nação de que a cooperação internacional e a solidariedade são essenciais para salvar a humanidade.

No momento anterior a esta resposta que desmantelou as manipulações dos Estados Unidos, durante seu discurso o ministro informou que a intersetorialidade, o imediatismo na tomada de decisões, a organização dos serviços e a atenção individualizada com enfoque integral, Eles têm permitido obter resultados favoráveis ​​no confronto com o COVID-19.

“A nossa força é ter um Sistema Único de Saúde único, inclusivo, gratuito, acessível a todos, que priorize a Atenção Básica e tenha nove médicos para cada mil habitantes”, frisou.

O ministro destacou o trabalho de profissionais da saúde e cientistas e pesquisadores, bem como nossos protocolos de atendimento e o uso de medicamentos com faturamento nacional que têm permitido a recuperação de
87% das pessoas infectadas. Ele destacou o trabalho de Cuba em uma vacina candidata contra o novo coronavírus, que está em fase de testes clínicos, e como esses resultados foram possíveis apesar do bloqueio dos Estados Unidos.

Afirmou que nada impediu Cuba de garantir um atendimento de saúde de qualidade a nosso povo, sem renunciar ao princípio da solidariedade que nos distingue. Ele se referiu às 52 brigadas do Contingente Henry Reeve que têm colaborado na luta contra a pandemia em 39 países.

Portal Miranda insistiu, mais uma vez, que as manobras dos Estados Unidos contra Cuba foram estendidas ao paho, ao decidir, sem qualquer mandato legal, fazer uma revisão externa do programa Mais Médicos pelo Brasil, do qual Cuba não o faz. foi previamente informado, apesar de ser um dos principais actores desta cooperação.

“Meu país denuncia e rejeita essas ações, que claramente têm fins políticos, e nas quais usaram a Organização, tentando dificultar suas relações com alguns de seus Estados membros”, disse.

Categories: # Cuba, #colaboracion medica cubana, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #Estados Unidos, #salud, #Salud en Cuba, A obsessão dos Estados Unidos, Coronavirus, CoronaVirus, Noticias de Cuba, Política, CoronaVirus, Política, MINSAP, Organiacion Panamericana de la Salud, Profesionales e la Salud, Saúde Pública (Minsap), #José Ángel Portal Miranda | Deixe um comentário

O primeiro-ministro cubano falará na ONU sobre financiamento para o desenvolvimento.

Retirado do Jornal Granma .

Autor: Granma | internet@granma.cu

No âmbito do 75º Período de Sessões da Assembleia Geral das Nações Unidas, o Primeiro-Ministro cubano Manuel Marrero Cruz falará hoje na Reunião virtual de Chefes de Estado e de Governo sobre o Financiamento da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável na era de COVID-19 e além, a fim de adicionar a voz propositiva e o espírito pró-ativo de Cuba à necessidade dos países em desenvolvimento de terem recursos novos e adicionais para garantir o progresso contínuo , apesar dos desafios da pandemia.

Foto: Endrys Correa Vaillant

Intervención de Manuel Marrero Cruz, Primer Ministro en el Balance anual 2019 del Ministerio de Industria, presidido por Miguel Díaz Canel, Presidente de la República; Comandante de la Revolución, Ramiro Valdez Menendez; Omar Fernando Ruiz Martín,Miembro del Secretariado y Jefe del
Departamento de Industria y Construcción en el Comité Central del Partido; Ulices Guilarte de Nacimiento, secretario General de la CTC; desarrollado en el Ministerio de Industria, Boyeros

Desde 2002, vários eventos mundiais têm reiterado o debate, cujas premissas, como as de consolidação das políticas nacionais de desenvolvimento sustentável, as de aplicar normas que garantam a transparência e a responsabilização dos sistemas financeiro e bancário, ou as que tendam a um O investimento estrangeiro responsável, que estimule a utilização máxima dos recursos de cada país, materiais, humanos e técnicos, ainda está pendente, longe de ser especificado.

Neste dia também se realizará a Reunião Ministerial da Mesa de Coordenação do NAM, na qual o Chanceler Bruno Rodríguez Parrilla reiterará o compromisso com o não alinhamento e a defesa dos interesses dos países do Sul. Segundo Cubaminrex, neste espaço será adotada uma declaração que, entre outros temas relevantes, condenará a aplicação de medidas coercitivas unilaterais contra nossos povos.

Categories: # Cuba, # yo voto vs bloqueo, #ONU, #solidaridadvs bloqueo, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, bloqueo, bloqueo contra cuba, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, Coronavirus, CoronaVirus, Noticias de Cuba, Política, CoronaVirus, Política, CubavsBloqueo, DIAZ CANEL, O presidente de Cuba, Miguel Diaz-Canel | Deixe um comentário

Eles já têm o Prêmio.

Retirado do Jornal Granma .

Autor: Alina Perera Robbio | perera@juventudrebelde.cu

Como de costume, uma fotografia do presidente Díaz-Canel com os colaboradores fica como lembrança da troca, feita à sombra das árvores. Foto: Revolution Studios .

Como ya es usual, queda como recuerdo del intercambio, hecha a la sombra de los árboles, una fotografía del Presidente Díaz-Canel junto a los colaboradores. foto: estudios revolución

Em Cuba, cada encontro das lideranças do país com seus colaboradores da Saúde que partiram para outras latitudes para compartilhar conhecimentos e lançar sua sorte com milhares de seres humanos, torna-se uma homenagem à irmandade que tanto revelou à Revolução desde seu nascimento e o quanto ele inspirou o comandante-chefe Fidel.

Tal certeza explica que esta segunda-feira, no Centro Internacional de Saúde La Pradera, bem cedo pela manhã, o Presidente da República, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, refletiu sobre o valor da solidariedade em um planeta que, após a pandemia do novo coronavírus, nunca mais será o mesmo, ou mesmo semelhante.

Aos nossos colaboradores, membros do Contingente Henry Reeve e recém-chegados à Pátria depois de realizar missões humanitárias na Venezuela, Guiné-Conacri e Honduras, o Chefe de Estado disse no final de um intercâmbio útil e emocionante:

“Meditava aqui, enquanto te ouvia, sobre toda a contribuição que fizeste, e creio que a COVID-19 mostrou ao mundo a necessidade da solidariedade, da colaboração entre países, entre os povos; e espero que seja um elemento paradigmático que a humanidade assume para o futuro, depois de poder avaliar com calma, com sentido de aprender e ensinar, tudo o que se passou com esta pandemia.

Acompanhado pelo Primeiro-Ministro, Manuel Marrero Cruz; do responsável da Saúde Pública, José Angel Portal Miranda, e de outros dirigentes, Díaz-Canel abriu a sessão da manhã com perguntas muito familiares: «Como vai? Boa? Ansioso por voltar para casa? “, E depois disse aos internacionalistas:” Para nós, este encontro convosco hoje tem um significado particular. “

Ele comentou, em primeiro lugar, porque a troca aconteceu no meio de um dia que a Ilha viveu para comemorar os 15 anos do Contingente Henry Reeve. Foram dias, disse ele, marcados pelo merecido reconhecimento e pelo relato do que esse exército significou para a vida.

O presidente não ignorou que os colaboradores dessas brigadas “têm trabalhado em apoio a outros países no confronto com a COVID-19; eles tiveram um comportamento que honra aqueles preceitos fundamentais que o Contingente tinha quando o Comandante-em-Chefe o concebeu.

O outro motivo que deu particular significado ao encontro foi, no entendimento do Presidente cubano, que os protagonistas voltaram à pátria com valiosa experiência adquirida, “em meio à batalha contra a pandemia em outros cantos do mundo, em um momento em que que estamos intensificando todo um conjunto de ações para superar este surto que tivemos ».

Díaz-Canel sublinhou a ideia de que, superada a rebrota, o país pode passar a uma «convivência, digamos, mais normal, tendo em conta que a doença estará presente, mas que temos que passar para uma ativação gradual da vida econômica e social, e ensinar as pessoas a viver com responsabilidade.

“Por isso, explicou, estamos nos propondo a mudar, ou modificar, ou aperfeiçoar alguns dos protocolos, principalmente os que têm a ver com a vida, com a organização, com a forma como temos que intensificar a investigação”; e ele falou sobre a importância de mudar a maneira como cuidaremos no futuro das pessoas mais vulneráveis ​​e daqueles que foram infectados pelo COVID-19.

O dignitário fez alusão a um conjunto de propostas que vão abranger todos os esforços que o Governo tem vindo a desenvolver até hoje, e incluir também o cidadão, a família e a responsabilidade social, bem como a participação da população através das organizações. de massas. “Acredito que com todo esse sistema, disse ele, podemos estar em uma situação vantajosa para continuar enfrentando a pandemia com base na experiência que adquirimos e nas experiências que você traz.”

Categories: # Cuba, #colaboracion medica cubana, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #salud, #Salud en Cuba, ·Medicos Cubanos, Coronavirus, CoronaVirus, Noticias de Cuba, Política, CoronaVirus, Política, DIAZ CANEL, epidemia, O presidente de Cuba, Miguel Diaz-Canel, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Profesionales e la Salud | Deixe um comentário

New York Times: Trump não pagou impostos por 10 anos antes das eleições de 2016.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, rejeitou uma reportagem do The New York Times, que garante que o presidente não pagou impostos em 10 dos últimos 15 anos antes das eleições de 2016. Além disso, segundo o jornal , Trump pagou apenas R $ 750 em impostos federais em 2016, quando venceu as eleições, como em 2017. No entanto, o presidente garantiu que é uma notícia falsa no meio da campanha eleitoral.

Categories: #Donald Trump, #Estados Unidos, #salud, #Trump, @Trump, confrontar Donald Trump da câmara baixa, Coronavirus, CoronaVirus, Política, CORRUPÇÃO, Elecciones EEUU, epidemia, FORA TRUMP, Um bom filho ... de Trump | Deixe um comentário

Honremos os propósitos fundadores da CELAC para a unidade e o desenvolvimento da “Nossa América”

Declaração do Ministro das Relações Exteriores de Cuba, Bruno Rodríguez Parrilla, na XX Reunião de Ministros das Relações Exteriores da Comunidade de Estados da América Latina e do Caribe (CELAC)

Sua Excelência Sr. Marcelo Ebrard Casaubon, Secretário de Relações Exteriores do México, Presidente Pro Tempore da CELAC,

Caros Chanceleres, todos amigos:

Pouco mais de uma década após a histórica fundação da CELAC, nosso desejo de alcançar a unidade na diversidade persiste a fim de, por meio do acordo político e da solidariedade, promover o desenvolvimento sustentável e o bem-estar dos povos da região. .

A disseminação da COVID-19 aprofundou as desigualdades na região mais desigual do planeta, onde 30% da população não tem acesso à saúde por motivos econômicos. A pandemia deverá causar a maior contração econômica da história da América Latina e do Caribe, com uma redução não inferior a, em estimativas conservadoras, para 9,1% do PIB regional e um aumento da pobreza em cerca de 45 milhões de pessoas, que se somarão aos 186 milhões que viviam nessa situação antes da pandemia; como resultado de décadas de políticas neoliberais fracassadas. Estima-se que mais 18 milhões de pessoas, de acordo com dados certamente subestimados, estarão desempregadas.

Esses efeitos devastadores mostram a urgência de se promover o multilateralismo e a cooperação. Unidos, sem exclusões de qualquer natureza, complementando-nos e compartilhando os recursos à nossa disposição, podemos enfrentar os desafios comuns em melhores condições.

Mesmo nessas circunstâncias, o governo dos Estados Unidos intensificou suas medidas coercivas unilaterais arbitrárias contra alguns de nossos países, que retardam seu desenvolvimento, dificultam as respostas à pandemia e violam o Direito Internacional, postulados na Carta das Nações Unidas. e a Proclamação da América Latina e do Caribe como Zona de Paz.

A agressividade do bloqueio econômico, comercial e financeiro imposto pelos Estados Unidos a Cuba, hoje mais do que nunca, de forma inédita, constitui um obstáculo determinante ao desenvolvimento sustentável do povo cubano e causa enormes prejuízos econômicos e humanos.

Reafirmamos nosso apoio ao Presidente Nicolás Maduro e à união cívico-militar do povo bolivariano e chavista diante das medidas ilegais impostas pelos Estados Unidos contra a Venezuela.

Da mesma forma, nos solidarizamos com o povo e o Governo da Nicarágua e rejeitamos as medidas contra o direito desse país irmão ao bem-estar, à segurança e à paz.

O desrespeito e a manipulação crescente das organizações internacionais são inadmissíveis. Denuncio que o governo dos Estados Unidos, em sua campanha desonesta e mentirosa para desacreditar a cooperação médica internacional de Cuba, impôs à Organização Pan-Americana da Saúde, sem nenhum mandato dos Estados membros, uma avaliação de seu papel no Programa Mais Médicos no Brasil, uma iniciativa do então popular governo do PT daquele país, que beneficiou grandes setores de sua população.

Queridos colegas:

Reafirmamos a confiança depositada no fraterno México para revitalizar a CELAC, inspirada no compromisso da Cúpula da Unidade. Reiteramos nosso apoio ao exercício de sua Presidência Pro Tempore e apoiamos sua prorrogação por mais um ano. Celebramos as iniciativas de enfrentamento regional à COVID-19 e seus esforços para a finalização do Plano de Trabalho para 2020.

É fundamental, em nossa opinião, retomar o acordo e efetivar a gestão da CELAC nos foros multilaterais, como um de seus mandatos fundadores. O início da 75ª sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas é uma ocasião propícia para isso. A este respeito, acolhemos profundamente a Declaração Especial sobre a Questão das Ilhas Malvinas, aprovada pela Comunidade. É também necessário, quando as condições sanitárias o permitirem, relançar o diálogo político regional ao mais alto nível.

Conforme afirmou o General do Exército Raúl Castro Ruz, na Cúpula Fundacional da CELAC, em Caracas, em 2011 e passo a citar: “A Comunidade dos Estados da América Latina e do Caribe é o nosso trabalho mais precioso. Simbolicamente, consolida o conceito de região unida e soberana, comprometida com um destino comum. ” Fim da citação.

Temos o dever de fortalecer esse mecanismo de diálogo genuinamente latino-americano e caribenho, verdadeiramente independente e inclusivo. Honremos seus propósitos fundadores para a unidade e o desenvolvimento de “Nossa América”.

Categories: #Bruno Rodríguez,, #colaboracion medica cubana, #Cuba, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, América Latina e do Caribe como Zona de Paz, CELAC, Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (CELAC), Coronavirus, CoronaVirus, Noticias de Cuba, Política, CoronaVirus, Política, epidemia, MINREX, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), presidência pró-tempore #Celac, Profesionales e la Salud, SALUD, Uncategorized | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: