# Cuba

Secretário Executivo da ALBA-TCP chega a Cuba para a XVII Cúpula do Fórum

O secretário executivo da Aliança Bolivariana para os Povos da América – Tratado de Comércio dos Povos (ALBA-TCP), David Choquehuanca, chegou quinta-feira em Havana, Cuba, para participar da XVII cúpula da organização regional.

A la cita acudirán delegaciones de los siete países miembros e invitados del mecanismo de concertación e integración de América Latina y el Caribe.

A cúpula da ALBA-TCP será realizada em 14 de dezembro para comemorar o XV aniversário da fundação da Aliança, nascida em 2004, composta pelas nações de Cuba, Dominica, Granada, Nicarágua, São Cristóvão e Nevis, São Vicente e Granadinas, Venezuela e Haiti, como observador.

Participarão da reunião delegações dos países membros e convidados do mecanismo de consulta e integração da América Latina e do Caribe, que defende os princípios do respeito à soberania, solidariedade, complementaridade, paz, justiça e colaboração.

Como em ocasiões anteriores, um dos pontos fundamentais dos diálogos recairá sobre a necessidade de preservar a condição do continente latino-americano e caribenho como zona de paz, principalmente após a eclosão das crises sociais na região.

Durante os anos de operação, a Aliança propôs a construção e consolidação de um Espaço de Interdependência, Soberania e Solidariedade Econômica por meio do Acordo Comercial dos Povos, da SUCRE e do Banco da ALBA.

Além disso, a ALBA – TCP defendeu posições firmes e precisas para condenar absolutamente o bloqueio econômico, comercial e financeiro dos Estados Unidos (EUA) a Cuba.

Categories: # Cuba, #ALBA, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #Venezuela fortalecerá alianças com Cuba para treinamento médico, ALBA, ALBA-TCP, Cuba, Fidel Castro Ruz, Hugo Chávez Frías, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, Nicolás Maduro Moros, Venezuela, ALBA, com a bandeira de Bolívar e Martí, ALBA-TCP, Alianza Bolivariana de los Pueblos de Nuestra América-Tratado de Comercio de los Pueblos (alba-tcp, Cúpula da ALBA-TCP, Raúl na inauguração da Cúpula ALBA-TCP:, Uncategorized, XVI Cúpula de Chefes de Estado e de Governo da Aliança Bolivariana para os Povos do Nosso Tratado de Comércio dos Povos da América (ALBA-TCP), | Etiquetas: , , | Deixe um comentário

Díaz-Canel com Alberto e Cristina, dois encontros entre amigos

Em seu último dia na Argentina, o presidente cubano se encontrou com o presidente Alberto Fernández e a vice-presidente Cristina Fernández de Kirchner, pouco antes de partir para Havana.

Autor: Leticia Martínez Hernández | internet@granma.cu

Autor: Yaima Puig Meneses | internet@granma.cu

Presidentes de Cuba y Argentina

Foto: Estudos da Revolução
BUENOS AIRES, Argentina. – O presidente da República de Cuba, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, iniciou seu terceiro dia de atividades nesta cidade sul-americana com uma reunião, na sala Eva Perón da Casa Rosada, com o presidente argentino Alberto Fernández.

Conforme relatado pelo ministro das Relações Exteriores da Ilha, Bruno Rodríguez Parrilla, em seu relato oficial da rede social Twitter, durante o diálogo, ambos os líderes destacaram a disposição comum de fortalecer as relações bilaterais e os laços históricos de amizade entre seus povos. , bem como a importância de impulsionar as relações econômico-comerciais.

Foto: Estudos da Revolução
O diálogo ocorreu na quarta-feira, poucas horas depois que Fernández assumiu como Chefe de Estado no país do sul, e reafirma a importância que os dois governos atribuem às relações mútuas, longa data e história comum.

No site oficial da Casa Rosada, sede do Poder Executivo neste país, também foi relatado que, durante o diálogo, os presidentes enfatizaram a importância de aumentar o intercâmbio de alimentos e medicamentos, com ênfase especial nos últimos, especialmente genéricos. para idosos na Argentina; além de intensificar os vínculos nos setores de tecnologia e pesquisa.

Referindo-se aos laços existentes entre os dois países, o Presidente Fernández disse que “avançaremos em cooperação mútua” para fortalecer o intercâmbio cultural e esportivo entre a Argentina e as Grandes Antilhas. “Temos um compromisso de irmandade com Cuba”, disse ele.

O ministro das Relações Exteriores da Argentina, Felipe Solá, e a vice-chefe de gabinete, Cecilia Todesca, também participaram desse diálogo.

Foto: Estudos da Revolução
Pouco antes de concluir sua agenda de trabalho na Argentina e retornar a Havana na tarde de quarta-feira, o Presidente da República de Cuba participou da reunião da Vice-Presidente Cristina Fernández de Kirchner, no Congresso Nacional. Com a amizade que os une e a admiração mútua por seus respectivos países, as palavras dos dois estadistas foram marcadas por cordialidade e respeito.

Em 11 de dezembro, quando um novo amanhecer desperta a Pátria de San Martín, as relações entre Cuba e Argentina também são consolidadas. Essas duas reuniões são o melhor exemplo disso.

Categories: # Argentina, #Canadá, #Caracas, #Colombia, Grupo de Lima, #Jorge Arreaza, #Perú, #venezuela, # Cuba, #Argentina, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, DIAZ CANEL, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Sobre morte, vida

No dia seguinte à inauguração na Argentina, o presidente cubano chegou à antiga Escola Mecânica da Marinha, a temível ESMA, um dos maiores centros clandestinos de detenção, tortura e extermínio da Argentina.

ESMA

O presidente cubano, Miguel Díaz-Canel, visita a ESMA, um dos símbolos mais dilacerantes da ditadura que abalou a Argentina entre 1976 e 1983. Foto: Estudios Revolución
Buenos Aires, Argentina. – Mais de 5.000 detidos, quase 200 sobreviventes, em 2.818 dias de ditadura, são os números macabros que marcam o “registro” de terror atrás dos muros da antiga Escola Mecânica da Marinha, temível esma, um dos maiores centros clandestinos de detenção, tortura e extermínio da Argentina.

Através da agitação de uma cidade, ainda impactada pela posse do presidente Alberto Fernández e da vice-presidente Cristina Fernández, vários homens e mulheres, tremendamente felizes com o novo amanhecer de seu país, voltaram hoje para o campo de concentração onde foram presos. torturado em plena juventude.

Numa voz interrompida por uma emoção incontrolável, o Chefe de Estado cubano, que passou duas horas na ESMA, disse a seus anfitriões, vítimas de terror, “você é a luz e o amanhecer”. Foto: Estudos da Revolução

São Ana, Nestor, Silvia, Mercedes, Ricardo, Graciela, Silvia, Alfredo e também Vera, a mãe que tem 92 anos e perdeu a filha Franca, 18, nas celas do sma ou nos vôos da morte. Pouco se sabe. Eles retornam ao site que os vincula, mas desta vez com uma conotação diferente. Eles vêm acompanhar o presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, por todos os cantos da barbárie.

Ele tinha a obrigação de vir, disse o Chefe de Estado para encontrá-los reunidos em um dos escritórios do local, enquanto conversava com sua companheira, Lis Cuesta, esperando o presidente chegar de uma reunião com o presidente Fernández.

«Que você concordou em ficar comigo excede todas as minhas expectativas. Você tem todo o reconhecimento e apoio de Cuba, faz parte da energia que ajuda a resistir e vencer todos os dias.

“Será uma jornada difícil”, disse Alejandra Naftal, diretora do Museu do Esma Memory Site, segundos antes de iniciar a turnê. Mas este lugar é uma vitória para os argentinos, é o resultado de mais de 40 anos de lutas. Não é pela morte, é pela vida, pelo respeito, mesmo pelos indiferentes que negam, ainda, tudo o que aconteceu.

“Um crime contra a humanidade foi cometido aqui”, ele sentenciou alguns segundos depois que o presidente Díaz-Canel e sua delegação começaram a usar um dos símbolos mais dilacerantes da ditadura que abalou a Argentina entre 1976 e 1983.

No que era o cassino oficial da Esma, os sobreviventes contaram ao presidente em detalhes sobre o inferno onde foram sequestrados, com grossos capuzes de pano preto, algemas nas mãos, repousando quase o tempo todo em um espaço de 0, 70 por dois metros, siga em direção ao corredor para avistar os guardas, com uma temperatura sufocante e a possibilidade de fazer suas necessidades básicas, dependendo do que seus captores desejassem naquele dia.

Silvia mostrou a ela o lugar, miserável, onde ela deu à luz a filha, com quem poderia estar sozinha uma semana antes, “felizmente”, que a entregaram à avó. Ao lado dela, para reviver a história, estava Mercedes, a outra jovem que na época a ajudou a dar à luz em meio ao terror. Hoje, em uma das paredes da sala, há uma pergunta escrita: como é possível que crianças tenham nascido neste lugar? A garotinha de Silvia poderia responder.

Dessas atrocidades, o Presidente de Cuba se encontrou, bem na voz de suas vítimas; e também do pentotal que injetou os “condenados” para entorpecê-los antes de jogá-los vivos no rio La Plata; do chamado caminho da felicidade que levou à sala de tortura; da picana elétrica para matar e os gritos que querem ser ofuscados pela música estrondosa; de mulheres estupradas; de trabalho forçado; de execuções simuladas … tudo isso no meio da vida cotidiana de uma Escola Mecânica da Marinha que, em anos, não percebia o que estava acontecendo em suas instalações. Isso pode ser real?

Mas o passeio, não por prazer, terminou na sala onde as informações de todos os detidos eram processadas. Hoje, mais de quatro décadas depois, o nome dos assassinos é projetado em suas paredes, muitas delas seguidas pelo cartel Condenado.

Numa voz interrompida por uma emoção incontrolável, o chefe de Estado cubano, que passou duas horas na esma, disse a seus anfitriões, vítimas de terror, “você é a luz e o amanhecer”. Aqui está um enorme testemunho do que é crueldade, o que é assassinato, o que é abuso, o que é violação de direitos humanos; dos prejudiciais, os perversos, dos nefastos das ditaduras militares.

Você não pode imaginar o que nos deu em sentimentos, em convicções revolucionárias. «Esta é uma memória que teremos uma vida inteira». E lembrou-se dos jovens desaparecidos: “A geração da minha idade”, disse ele. «Não vamos esquecê-los. Nesta inauguração, e explicamos ao presidente Alberto Fernández, viemos lhe dizer que você tem o apoio de Cuba, que tem o respeito de Cuba, que tem amizade e solidariedade cubanas. Juntos, trilharemos esse caminho de vitória para a América Latina ».

«Expressei isso no ato de solidariedade, como no canto de Fito, que disse que tudo está perdido, Cuba vem para entregar seu coração».

Foto: Estudios Revolución

Então, aquelas palavras de Graciela, uma das sobreviventes, que, antes de iniciar o passeio, disseram: «Quando fomos presos, Cuba era o nosso farol; Conversar com você hoje é a prova de que vencemos em você ».

Categories: # Argentina, #Canadá, #Caracas, #Colombia, Grupo de Lima, #Jorge Arreaza, #Perú, #venezuela, # Cuba, #América Latina, #Nicarágua, #Bolívia, #Venezuela, #Cuba, #Argentina, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, DIAZ CANEL, Uncategorized | Etiquetas: , , , , , | Deixe um comentário

Quatro milhões de turistas em Cuba, o número que os EUA Ele insiste em não crescer

«Apesar do ressurgimento do bloqueio econômico, comercial e financeiro dos Estados Unidos contra o nosso país, que afeta diretamente o desenvolvimento do turismo, chegamos em 11 de dezembro aos quatro milhões de visitantes internacionais e estamos buscando mais»

Autor:  | internet@granma.cu

A pesar del impacto del recrudecimiento del bloqueo y las medidas de la administración Trump, el turismo aspira a recibir este año más de 4 300 000 visitantes foráneos. Foto: José M. Correa

Foto: Jose M. Correa

Isso foi dito em sua conta no Twitter, Manuel Marrero Cruz, ministro desse setor estratégico no Plano de Desenvolvimento da nação, que continua sendo a contribuição mais dinâmica para a economia.
Nem a aberrante suspensão do destino Cuba aos cruzeiros das empresas americanas, nem a privação das companhias aéreas daquele país de vôos para nove destinos nas Grandes Antilhas, que entraram em vigor em 10 de dezembro último, dia universal do Os direitos humanos, nem a perseguição financeira e a aplicação de multas aos investidores em Cuba, puderam visitar uma terra hospitaleira, segura e alegre, onde a paz é uma garantia.
O turismo mostra o progresso do investimento estrangeiro no país, uma esfera em que, até abril passado, havia 97 contratos de administração e marketing de hotéis e um contrato de administração estrangeira. (Redação Nacional)

Categories: "para Cuba Eu até ando de bicicleta, # Cuba, # yo voto vs bloqueo, #Cuba, #Cuba #CIA, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #solidaridadvs bloqueo, ações intervencionistas dos EUA, bloqueo contra cuba, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, Bloqueo,Cuba,EstadosUnidos,Internet,Trask Force, CubavsBloqueo, Donald Trump, eeuu, EUA monta um novo show anti-cubano, FORA TRUMP, interesses dos EUA, Nunca mais seremos o quintal dos EUA, relações bilaterais, o governo Donald Trump, Trump Google, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

O Presidente do Quênia ratifica seu apoio ao bloqueio de Cuba

Inés María Chapman, vice-presidente do Conselho de Ministros, foi recebida pelo Presidente da República do Quênia, Sua Excelência o Sr. Uhuru Kenyatta, como parte de sua visita a essa nação.

Autor:  | internet@granma.cu

Inés María ChapmanFoto: ACN

O fortalecimento das relações bilaterais, eventos internacionais e cooperação entre os Estados foram temas abordados na reunião que o Presidente do Quênia, Excelentíssimo Senhor Uhuru Kenyatta, realizou com a Vice-Presidente do Conselho de Ministros de Cuba, Inés María Chapman Waugh.

Segundo Cubaminrex, durante o diálogo, o Chefe de Estado ratificou seu apoio a Cuba na luta contra o bloqueio econômico, comercial e financeiro imposto pelo governo dos Estados Unidos contra as Grandes Antilhas, questão também incluída na declaração final do IX Cúpula de Chefes de Estado e de Governo dos países da África, Caribe e Pacífico (ACP), evento em que o Vice-Presidente chefiou a delegação cubana.

Falando nessa reunião, Chapman Waugh expressou a gratidão dos cubanos aos povos e governos dos países da ACP por sua posição tradicional de repúdio ao bloqueio, e enfatizou que nos últimos meses o governo dos Estados Unidos intensificou essa política. Além disso, ele apresentou o trabalho nobre e humano dos médicos cubanos nas missões médicas realizadas no mundo e denunciou as calúnias e mentiras do governo dos Estados Unidos sobre esse assunto.

Categories: # Cuba, # yo voto vs bloqueo, #América Latina, #Nicarágua, #Bolívia, #Venezuela, #Cuba, #colaboracion medica cubana, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #solidaridadvs bloqueo, bloqueo contra cuba, Bloqueo,Cuba,EstadosUnidos,Internet,Trask Force, CubavsBloqueo, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Movimento artístico e literário cubano rejeita as mentiras de Vargas Llosa

Declaração da União de Escritores e Artistas de Cuba (Uneac)

Para ele, é claro, tudo passa pela democracia eleitoral que é governada pelas leis de oferta e demanda, pelas regras do neoliberalismo e pela manipulação pública da opinião pública. Não há uma linha sobre os protestos no Chile, Colômbia e Brasil. O escritor prefere manter o silêncio cúmplice nesses casos.

Presidente cubano en el IX Congreso de la Uneac.Foto: José Manuel Correa

Há algum tempo, o escritor peruano-espanhol Mario Vargas Llosa lhe dá receitas, como um meio ao seu alcance, sobre o perfeito regime político na América Latina.

O discurso mais recente contra os povos de Nossa América teve uma intervenção reproduzida por um canal de televisão nos Estados Unidos, especialmente projetado para Cuba para fins subversivos. Na entrevista, replicada pela mídia muito influente da região, reitera-se que a Venezuela e Cuba são os culpados pelos atuais surtos sociais no continente. Ele mencionou o golpe contra o presidente boliviano Evo Morales como “uma demonstração de que se pode se livrar da má influência da Venezuela, Cuba, Nicarágua”.

Obviamente, Vargas Llosa não nos conhece. Por muito tempo ele perdeu a noção da realidade de tudo o que acontece entre nós. Tente estimular, com um presságio vergonhoso e delirante, a iniciativa de um levante interno, que obviamente teria o apoio do Império e de seus aliados. Ele prevê que “a qualquer momento o povo cubano nos dará uma surpresa”.

Profecia ofensiva e difamatória. A “surpresa” que o povo cubano oferece todos os dias é ser mais revolucionária, mais firme, mais criativa, mais solidária, mais socialista e mais digna. O de estar cada vez mais unido em torno dos ideais de Martí e Fidel.

A vanguarda do movimento artístico e literário cubano rejeita categoricamente os insultos e mentiras que Vargas Llosa propaga sem corar. Juntamente com o seu merecido reconhecimento literário, ele sem dúvida terá um lugar na “história universal da infâmia”.

Presidência da UNEAC.

Categories: # Cuba, #Cuba #CIA, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #Diálogo Cuba e União Europeia sobre direitos humanos, #Salud en Cuba, BLOQUEIO VS CUBA, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Direitos atropelados

São os Estados Unidos, de longe, o país onde os direitos humanos são mais violados.

Autor:  | internet@granma.cu

derechos humanosFoto: Granma

Sem celebrações ou discursos de desculpas e cheio de mentiras, poderia ser neste dia 10 de dezembro – Dia dos Direitos Humanos – um dia de lamentável vergonha para o governo americano de Donald Trump, por suas violações flagrantes e contínuas desses direitos.

Mas precisamos ouvir! Ele e sua equipe de falcões, quando acusam outros governos e países por “desrespeitá-los”.

Trump, Pompeo e o já defendido John Bolton foram capazes de compor uma história de mentiroso, onde os violadores de direitos humanos são invariavelmente Cuba, Venezuela e Nicarágua. Enquanto isso, os Estados Unidos sempre aparecem como o “grande guardião” do que ele pisotea todos os dias.

Pobres aqueles que “engolem” tantas falácias e criam histórias adoçadas em uma sociedade que “ilumina” seu desenvolvimento com a venda de armas para fazer guerras e matar; o construir muros para separar países; ou sancionar populações inteiras de outras nações pelo “crime” único de não compartilhar uma ideologia racista e xenofóbica, onde a única coisa que tem valor é dinheiro.

Deve ser denunciado, todos os dias, com maior força, para que todos saibam: nos Estados Unidos, nenhum dos preceitos relacionados aos direitos humanos é cumprido. Pelo contrário, eles são violados como em nenhum outro lugar.

Talvez por isso, e para que seus ouvidos não explodissem diante de tantas queixas, o presidente Donald Trump levou seu país, em junho de 2018, ao Conselho de Direitos Humanos da ONU.

No mesmo ano, em setembro, o ex-conselheiro de Segurança Nacional John Bolton anunciou que o governo Trump não cooperaria com o Tribunal Penal Internacional (TPI) e ameaçaria uma série de represálias se as investigações do TPI envolverem cidadãos dos EUA. .

Vamos colocar apenas dez exemplos, retirados de relatórios e da grande mídia, que retiram milhares de violações de todos os tipos que o governo dos Estados Unidos faz, apóia ou oculta.

SOMENTE DEZ EXEMPLOS

De acordo com o Comitê da ONG Cidadãos para Crianças, aproximadamente 32.000 crianças menores de 18 anos são confinadas anualmente em prisões para adultos. Cerca de 1.300 pessoas têm sentenças de prisão perpétua sem liberdade por crimes cometidos enquanto crianças ou menores de 18 anos.
O Washington Post informou que, até o início de outubro, a polícia havia baleado e matado 876 pessoas. Dos mortos, 22% eram afro-americanos. Das pessoas desarmadas mortas pela polícia, 39% são afro-americanas.
As prisões estaduais e federais e prisões do país continuam a abrigar mais de 2 milhões de pessoas, enquanto outros 4,5 milhões estavam em liberdade condicional ou sob fiança.
Os Estados Unidos mantêm 31 homens presos sem acusação por tempo indeterminado na prisão da base militar ilegal em Guantánamo, que está lá há 12 anos ou mais.
Segundo os Direitos Humanos, os lares de idosos nos Estados Unidos administram medicamentos anti-psicóticos aos idosos com demência para controlar seu comportamento. Essa prática abusiva permanece generalizada e pode resultar em tratamento cruel, desumano ou degradante.
Nos Estados Unidos, cerca de 6,8 milhões de pessoas entre dez e 17 anos não têm acesso garantido a alimentos.
Um em cada sete americanos, ou seja, pelo menos 45 milhões de pessoas, vive na pobreza, segundo o Daily Mail.
Mais de 2.500 famílias de imigrantes foram separadas à força na fronteira EUA-México, como parte do plano de “Tolerância Zero” imposto por Trump. Até crianças deficientes são enjauladas, como aconteceu com uma criança com menos de dez anos com síndrome de Down.
Das 15 mortes mais recentes de imigrantes detidos na fronteira mexicana, a Human Rights Watch constatou que oito estavam relacionadas a cuidados médicos precários.
Erick Altuve morreu em 26 de maio em Caracas aos 11 anos. É a quarta criança que morreu esperando por um transplante de medula óssea que seria realizado na Itália e que, devido ao bloqueio dos EUA da empresa petrolífera venezuelana PVDSA em bancos estrangeiros, não pôde ser executado.
Não relato aqui outras violações dos governos dos EUA, mas os mais de um milhão de mortos, mutilados e feridos durante o bombardeio do Iraque podem aparecer; os da Síria foram vítimas de “danos colaterais” causados ​​pela aviação americana; aqueles em risco igual no Afeganistão; a tortura mundialmente conhecida nas prisões aberta pelo Pentágono em Abu Ghraib, Guantánamo e outros “lugares sombrios” onde milhares de “suspeitos” foram presos e detidos pelo único motivo de terem uma fisionomia árabe.

Por tudo isso e muito mais, vale lembrar que, em 10 de dezembro de 1948, quando as Nações Unidas aprovaram a Declaração Universal dos Direitos Humanos, a humanidade certamente pensou que após a Segunda Guerra Mundial, um mundo onde os fundamentos eram respeitados os direitos das pessoas garantiriam o objetivo principal: paz.

Mas a vida mostrou outra coisa e os Estados Unidos são os principais responsáveis por não realizar esse desejo.

Categories: # Cuba, # yo voto vs bloqueo, #solidaridadvs bloqueo, #Trump, @Trump, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, Acciones contra Cuba, Cuba, Donald Trump, Relaciones Cuba - Estados Unidos, bloqueo contra cuba, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Colombia, Cuba, Economía, Ernesto Samper, Estados Unidos, Ministerio de Turismo (MINTUR), Relaciones Cuba Estados Unidos, Turismo, Bloqueo,Cuba,EstadosUnidos,Internet,Trask Force, CubavsBloqueo, Derechos Humanos, Donald Trump, Donald Trump liderou um golpe de estado na nação bolivariana, Donald Trump, Estados Unidos, El 10 de diciembre, Día de los Derechos Humanos, FORA TRUMP, La Unión Europea se posiciona contra el bloqueo, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Los derechos humanos en Cuba consagran la dignidad plena del hombre

Em 10 de dezembro, a comunidade internacional celebra o Dia dos Direitos Humanos

Autor:  | enrique@granma.cu

Símbolo de paz

Foto de símbolo de paz: Internet

Em 10 de dezembro, a comunidade internacional celebra o Dia dos Direitos Humanos. Hoje, nosso planeta enfrenta grandes desafios nessa questão, como o aumento da desigualdade e da pobreza, devido à ordem internacional injusta; o aumento dos efeitos das mudanças climáticas, que comprometem a vida das gerações presentes e futuras; a proliferação de ódio, xenofobia e intolerância contra minorias; e politização, seletividade e manipulação no tratamento dos direitos humanos.

Nesse cenário complexo, Cuba ratificou repetidamente seu compromisso invariável com a promoção e proteção de todos os direitos humanos para todas as pessoas, com seu caráter interdependente e indivisível.

Para isso, avança soberanamente no processo de fortalecimento de sua estrutura jurídica e institucional, como parte da atualização do modelo de desenvolvimento econômico e social e após a proclamação da Constituição da República. Expressa em seu artigo 41: “O Estado cubano reconhece e garante à pessoa o gozo e o exercício inalienável, imprescritível, indivisível, universal e interdependente dos direitos humanos,em correspondência com os princípios da progressividade, igualdade e não discriminação. Continuar a ler

Categories: # Cuba, Derechos Humanos, El 10 de diciembre, Día de los Derechos Humanos, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Ele presta homenagem a Díaz-Canel a San Martín, José Martí e vítimas do terrorismo de estado na Argentina

Cuba por Siempre

O presidente cubano prestou homenagem esta manhã às vítimas do terrorismo de estado no Parque de la Memoria, Argentina. Durante a homenagem, Cuba lembrou os jovens diplomatas Crescencio Galañena e Jesús Cejas, seqüestrados e assassinados em 9 de agosto de 1976.


No final do passeio pelo Parque da Memória, a delegação cubana jogou flores no rio para lembrar as vítimas do terrorismo de Estado.

Da mesma forma, Díaz-Canel fez uma oferenda floral ao Monumento ao General San Martín, que com Simón Bolívar é considerado uma das personalidades mais importantes da guerra de emancipação americana. “O libertador do sul, o pai da República Argentina”, como Martí o chamava.

Sobre ele, ele também disse: “Esses são heróis; aqueles que lutam para libertar as pessoas, ou aqueles que sofrem com a pobreza e o infortúnio para defender uma grande verdade. ”

A delegação cubana chegou ao “Rosedal de Palermo”, um parque tradicional de Buenos Aires, onde em seus 3,4 hectares e 18 mil roseiras, existem inúmeras obras de arte e 26 bustos de poetas e escritores do mundo. Lá, o presidente cubano também depositou uma oferta floral a José Martí, em nome do povo e do governo de Cuba.

Homenagem esta manhã às vítimas do terrorismo de estado no Parque de la Memoria, Argentina. Foto: Ministério de Relações Exteriores de Cuba / Twitter.

No final do passeio pelo Parque da Memória, a delegação cubana jogou flores no rio para lembrar as vítimas do terrorismo de Estado. Foto: Presidência Cuba / Twitter.

Categories: # Cuba, #Argentina, #Cuba, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Cuba, suas paisagens, sua natureza, uma aventura.

Categories: "para Cuba Eu até ando de bicicleta, # Cuba, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, natureza, Paisajes, Uncategorized | Etiquetas: , , , , , , | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: