CUBA – BRASIL

Díaz-Canel parabeniza o Partido dos Trabalhadores Brasileiros .

Autor: Redacción Internacional | internacionales@granma.cu

O presidente cubano, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, parabenizou ontem, por meio do Twitter, o Partido dos Trabalhadores (PT) do Brasil, por ocasião dos 41 anos de sua fundação, ocorridos em 10 de fevereiro de 1980.

Em sua mensagem, ele elogiou os anos de luta da organização política de esquerda e lembrou o marco que, em 2003, significou a vitória nas urnas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, líder do PT.
«Parabéns ao PT pelos 41 anos de fundação, anos de luta, nos quais, com a vitória de Lula em 2003, tem defendido a democracia e políticas exitosas de justiça social e desenvolvimento econômico para fazer do Brasil um país melhor. Juntos defendemos a paz e um mundo melhor ”, disse o Chefe de Estado.

Imagen

Recentemente, Lula da Silva esteve em Havana para participar das filmagens de um documentário dirigido pelo cineasta americano Oliver Stone e, como parte da visita, se reuniu com o Primeiro Secretário do Partido Comunista de Cuba, General do Exército Raúl Castro Ruz. No qual também participaram o Presidente, o Primeiro Ministro e o Chanceler cubano.

Na ocasião, Lula agradeceu à Ilha o apoio em exigir sua plena liberdade e condenou o endurecimento do bloqueio econômico, comercial e financeiro imposto pelos Estados Unidos a Cuba há quase seis décadas. Os políticos discutiram os laços históricos de fraternidade entre os dois povos e organizações.

Categories: # yo voto vs bloqueo, #Brasil, #Lula, #LulaLivre, Partido de la Social Democracia Brasileña, #solidaridadvs bloqueo, (PT) do Brasil, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, bloqueo contra cuba, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Colombia, Cuba, Economía, Ernesto Samper, Estados Unidos, Ministerio de Turismo (MINTUR), Relaciones Cuba Estados Unidos, Turismo, Bruno Rodríguez Parrilla, Cuba, Daniel Ortega Saavedra, Governo, Ministério das Relações Exteriores (Minrex), Nicarágua, CUBA - BRASIL, CubavsBloqueo, DIAZ CANEL, MINREX, Partido dos Trabalhadores no Brasil., raul castro | Deixe um comentário

Eles criticam do Brasil a inclusão de Cuba na lista de países terroristas dos Estados Unidos.

Cerca de 40 associações e movimentos brasileiros de solidariedade a Cuba enviaram hoje uma carta ao Congresso dos Estados Unidos para rejeitar a inclusão da ilha na lista unilateral de países patrocinadores do terrorismo.

Desde 1962, Cuba é vítima de um bloqueio genocida econômico, comercial, financeiro e de mídia imposto pelos Estados Unidos, cerco considerado a maior expressão de uma política cruel que carece de humanismo, legalidade e legitimidade, indica a carta.

As entidades signatárias reiteram sua rejeição total a mais uma ação abusiva de Washington contra Cuba e seu povo, que resiste com bravura a políticas arbitrárias que violam direitos humanos básicos e privam a ilha de desenvolvimento econômico por mais de seis décadas.

Lembram que, depois de um certo afrouxamento nas relações com Havana no governo de Barack Obama, o do republicano Donald Trump decidiu intensificar o bloqueio.

Tal cerco, adverte o texto, foi mais agressivo com a intensificação da pressão política e ideológica e a aplicação da Lei Helms-Burton, cujo objetivo principal é provocar a desestabilização econômica e política do Estado cubano para asfixiar ainda mais seu povo. e sua revolução.

Agora, no final de seu mandato, refere o documento, Trump incluiu Cuba na lista dos Estados patrocinadores do terrorismo para difamar o governo cubano e impossibilitar o restabelecimento das relações entre os dois países.

Porém, de acordo com a carta revisada pelo PL, nada foi feito sobre o atentado terrorista de abril contra a Embaixada de Cuba em Washington e sobre todas as ações de invasão que os governos dos Estados Unidos provocam no mundo.

A solidariedade brasileira destaca que, em todos esses 62 anos de Revolução, Cuba tem sido solidária, sem deixar de respeitar a autodeterminação dos povos e o direito internacional.

Destaca que na época da pandemia de Covid-19, Cuba trazia mais do que saúde, expectativa de vida a vários países do planeta com as brigadas médicas Henry Reeve, candidatas ao Prêmio Nobel da Paz de 2021.

Retirado da Juventud Rebelde

Categories: # yo voto vs bloqueo, #Brasil, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #Donald Trump, #Estados Unidos, #Estados Unidos, #salud, #Salud en Cuba, #solidaridadvs bloqueo, #Trump, @Trump, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, Acciones contra Cuba, Cuba, Donald Trump, Relaciones Cuba - Estados Unidos, ·Medicos Cubanos, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Colombia, Cuba, Economía, Ernesto Samper, Estados Unidos, Ministerio de Turismo (MINTUR), Relaciones Cuba Estados Unidos, Turismo, Bloqueo,Cuba,EstadosUnidos,Internet,Trask Force, CIENCIA, Coronavirus, CoronaVirus, Noticias de Cuba, Política, CoronaVirus, Política, CUBA - BRASIL, CUBA - ESTADOS UNIDOS, Cuba, Donald Trump, Estados Unidos, Iglesia, Ley Helms-Burton, Relaciones Cuba Estados Unidos, Religión, CubavsBloqueo, FORA TRUMP, La Unión Europea se posiciona contra el bloqueo, Medicos en Brasil, mentiras construídas em Washington contra Cuba, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Prêmio Nobel da Paz em 2019, Profesionales e la Salud, relações bilaterais, o governo Donald Trump, SANCIONES, Solidaridad, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump, Washington | Deixe um comentário

Vozes do mundo condenam tentativas de desestabilizar Cuba .

Categories: # Cuba, # yo voto vs bloqueo, #Brasil, #solidaridadvs bloqueo, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, bloqueo, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Colombia, Cuba, Economía, Ernesto Samper, Estados Unidos, Ministerio de Turismo (MINTUR), Relaciones Cuba Estados Unidos, Turismo, Bloqueo,Cuba,EstadosUnidos,Internet,Trask Force, CUBA - BRASIL, CubavsBloqueo, ECUADOR, Solidaridad | Deixe um comentário

«Ninguém quer dar dinheiro para o filme porque sou um artista de esquerda»

Lançado em fevereiro passado no Festival de Berlim, o filme Marighella, de 155 minutos, ainda não foi exibido no gigante sul-americano, pois é uma prova dos crimes da ditadura militar brasileira (1964-1985): presos políticos , tortura, assassinatos, pessoas desaparecidas, posições que apóiam a extrema direita do atual governo.

Autor:  | internet@granma.cu

Encuentro con la prensa del filme Marighella del realizador Wagner Moura (Brasil) y actores como Bruno Gagliasso (Brasil) y Bella Camero, en el Salón Taganana del Hotel Nacional en la 41 Festival Internacional del Nuevo Cine Latinoamericano

Wagner Moura, Bella Camero e Bruno Gagliasso lembraram “amor e energia” durante as filmagens de Marighella. Foto: Ariel Cecilio Lemus
Durante as filmagens, eles não receberam algumas ameaças de que invadiriam o set, o que os atingiria. Conseguir o financiamento deste filme não foi fácil, “ninguém queria dar dinheiro para o filme porque eu sou um artista de esquerda”, afirmou Wagner Moura em conversa com a imprensa, que estreou como diretora do filme Marighella, chegando à seção de Galas desta edição do Festival Internacional de Novo Cinema Latino-Americano.

O filme conta os últimos anos de vida do guerrilheiro, poeta e deputado comunista Carlos Marighella durante a ditadura no Brasil. O músico Seu Jorge assumiu o papel desse herói negro, cuja história deveria ser apagada após seu assassinato, em 4 de novembro de 1969.

Embora seja um filme de ficção, é baseado no renomado livro de mesmo nome, sob a autoria do jornalista Mario Magalhães. Moura, que também, juntamente com Felipe Braga, estava no comando do roteiro, disse que era necessário um amplo e profundo processo de investigação para conceber e adaptar o texto do filme, porque Marighella, por sua condição de líder da resistência contra a ditadura, « ele foi um homem que apagou sua trilha », à qual se soma a censura que foi dada a esta etapa da história brasileira após a inauguração de Jair Bolsonaro.

Lançado em fevereiro passado no Festival de Berlim, o filme de 155 minutos ainda não foi exibido na gigante sul-americana, pois é uma prova dos crimes da ditadura militar (1964-1985): presos políticos, tortura, desapareceu, posições que apóiam a extrema direita do atual governo.

Bruno Gagliasso, conhecido neste país pelos romances Niño moza, Passione, Paraíso Tropical e o Rising Sun, recentemente projetado, como Mario, interpreta Lúcio, coronel da ditadura encarregado de exterminar Marighella e seus companheiros do Partido Comunista. Era extremamente “difícil” para ele assumir esse papel, já que sua posição humana e política contraria as injustiças sociais que esse antagonista comete. No entanto, ele declarou que a equipe de filmagem pensava assim em “um mundo melhor”.

Moura, conhecido em Cuba especialmente por interpretar o narcotraficante colombiano Pablo Escobar na série Narcos da Netflix, e mais recentemente pelo cubano Juan Pablo Roque em La Red Avispa, disse que entre seus próximos projetos está «fazer Marighella estréia no Brasil ». Enquanto isso, na estréia do filme na noite de terça-feira passada no cinema Yara nesta capital, ele disse, juntamente com os atores Bruno Gagliasso e Bella Camero, que a apresentação do filme no Festival é o encerramento das projeções iniciadas em Berlim, que é uma grande honra, porque este site é “o templo do cinema latino-americano”.

Categories: #Brasil, #Brasil, Corrupción, #Jair Bolsonaro, CUBA - BRASIL, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Grupo parlamentar # Brazil- # Cuba pede #EEUU para eliminar #blocking

O Grupo de Amizade Parlamentar Brasil-Cuba, composto por 65 deputados e 12 senadores, enviou uma carta a congressistas dos Estados Unidos pedindo a eliminação do bloqueio na ilha do Caribe.

Na carta, o grupo indica que em 17 de dezembro de 2014, o ex-presidente dos EUA Barack Obama ‘reconheceu que mais de 50 anos da política dos EUA em relação a Cuba haviam falhado e deveriam ser alterados.

Lembre-se do texto que ‘o passo histórico de abertura de embaixadas nas duas capitais em 20 de julho de 2015 foi um passo na direção certa. Nesse dia, as relações diplomáticas foram restauradas após 54 anos, quando países da América Latina e outras regiões aplaudiram essas mudanças.

Sob o mandato atual em Washington, os legisladores brasileiros alertam que “existe inexplicavelmente um verdadeiro revés nas relações respeitosas entre as duas nações soberanas”.

Eles denunciam que, enquanto o mundo caminha em direção à paz e às relações estáveis, o presidente Donald Trump decide unilateralmente aplicar os títulos III e IV da Lei Helms-Burton sobre o bloqueio imposto a Cuba, com o objetivo de aumentar ainda mais a cercar e causar sérios danos ao povo cubano.

Eles especificam na carta, assinada por seu presidente, Deputada Lídice da Mata, do Partido Socialista Brasileiro, que ‘em relação ao bloqueio e a todos os seus artigos ou títulos, apenas o Congresso dos Estados Unidos tem o poder de revogar a referida lei em sua totalidade e Por isso nos dirigimos aos congressistas.

O grupo parlamentar finalmente afirma que tem uma fervorosa esperança de que o Congresso dos Estados Unidos ‘ouça as vozes de seus eleitores, bem como as dos povos da América Latina, do Caribe e do mundo, e vote para eliminar o bloqueio o mais rápido possível’ .

(CubavsBlock / PL)

Categories: #Brasil, #Brasil, Corrupción, #Jair Bolsonaro, Brasil, CUBA - BRASIL, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Executivo do Brasil contra Cuba e Venezuela.

Que legalidade e democracia esta marionete dos Estados Unidos está falando? Ele só mantém ordens do Imperador Trump.

Cuba e Venezuela não precisam comparecer a esse circo de investidura. Seria dar importância a um bandido que não merece isso.

Resultado de imagen de bolsonaro brasil

O presidente eleito do Brasil assegurou que os líderes desses dois países, Miguel Díaz-Canel e Nicolás Maduro, não são convidados a assumir o cargo em 1º de janeiro.

El presidente electo de Brasil, Jair Bolsonaro, ha criticado siempre a los Gobiernos de Cuba y Venezuela. Pero ahora el futuro mandatario ha dado un paso más al declarar que dentro de “la legalidad y la democracia” su Ejecutivo hará todo lo posible contra estos dos países.

“Todo lo que podamos hacer dentro de la legalidad y la democracia, contra esos países [Cuba y Venezuela] lo vamos a hacer”, comentó en una de sus habituales transmisiones a través de Facebook.

Bolsonaro reiteró que para el próximo 1 de enero, día de la ceremonia en el que tomará posesión, no se ha invitado ni “al dictador cubano” ni al “dictador venezolano”, en referencia a Miguel Díaz-Canel y Nicolás Maduro.

“Es una fiesta de la democracia, y allí no existen elecciones y cuando existen son sospechosas de fraude. No nos interesa”, aseguró el exmilitar, de 63 años.

Categories: AMERICA LATINA, BOLSONARO, Brasil, CUBA, CUBA - BRASIL, POLÍTICA, Uncategorized, venezuela | Etiquetas: | Deixe um comentário

Uma perda irreparável para o Brasil.

Dilma Rousseff

Dilma Rousseff, uma lutadora que um golpe de direita conseguiu sair do governo, mas não de seus sonhos de justiça, lamenta que para a população mais humilde do país o Programa Mais Médicos esteja fechado. O pessoal de saúde de Cuba será muito necessário aqui

Seu humor é o de uma mulher serena e simples. Tem o passo típico de alguém que está acostumado a trabalhar duro. Suas chances de influenciar o cenário político do Brasil diminuíram substancialmente desde o golpe parlamentar de direita que a tirou da presidência, mas a partir de suas opiniões e esforços deduz-se que ela é fiel a uma ideia de Martí de que nunca desistiria: ela jogou sua sorte com os pobres da terra.

A resistência e a energia internas a acompanham desde 1970, quando, aos 23 anos, foi condenada por enfrentar a ditadura militar e sofreu a tortura de seus carcereiros por três anos.

Essas são as forças que o viram compartilhar com seus companheiros para lutar contra o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra que viu chegar Dilma Rousseff à Escola Nacional Florestan Fernandes, localizada em Guararema, na periferia de São Paulo, cumprimentou, abraçou e eles tiravam fotos, repetidas vezes, dificilmente deixando que ela andasse para chegar à sala de conferências, onde outra multidão a aplaudia.

Fomos a Guararema para desvendar em primeira mão as realidades de um projeto que devolveu esperança e amor a 113.359.000 pacientes, especialmente das áreas mais pobres. Nós falamos sobre a iniciativa nascida de sua sensibilidade social em 2013.

Conversar com o estadista e líder esquerdista latino-americano sobre o programa Más Médicos é participar de uma aula. O diálogo com ela é sempre um ensinamento muito intenso. Durou apenas 15 minutos, enquanto aguardava pelo encontro enriquecedor com os “sem-terra”.

Falamos tão naturalmente, ela não tinha importância que tinha sido o presidente do gigante sul-americano entre janeiro de 2011 e agosto 2016 a primeira mulher a ocupar esse cargo, ou o líder do Partido dos Trabalhadores.

Mais de um mês atrás, com a decisão de Cuba de não continuar participando do Programa de mais médicos, muito se tem falado sobre o surgimento desta iniciativa, mas nada melhor do que ouvir a sua visão inspiradora … Continuar a ler

Categories: #America Latina, #Brasil, #colaboracion medica cubana, #Cuba, #Jair Bolsonaro, AMERICA LATINA, ·Medicos Cubanos, Brasil, colaboração, Cooperacion, CUBA - BRASIL, Dilma Rouseff, Mais Medicos, POLÍTICA, Programa Mas Medicos, SAÚDE, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

A cruzada de Bolsonaro contra Cuba.

La cruzada de Bolsonaro contra Cuba

Poucas semanas depois de assumir o cargo de presidente do Brasil, Jair Bolsonaro já acumula um arquivo inteiro de crimes e ameaças contra Cuba.

Poucas semanas depois de assumir o cargo de presidente do Brasil, Jair Bolsonaro já acumula todo um registro de ofensas e ameaças contra Cuba, um país que tem reconhecimento mundial por sua solidariedade e compromisso com causas justas.

Além de acusar o governo de Cuba da ditadura e questionar a preparação e dignidade dos profissionais de saúde que têm servido em mais de 160 países, o seu registro inclui a destruição de um programa de cuidados de saúde para os brasileiros mais pobres que os médicos da ilha eram, sem dúvida, o principal apoio. Continuar a ler

Categories: #Bolsonaro, #colaboracion medica cubana, AMERICA LATINA, BOLSONARO, Brasil, colaboração, CUBA, CUBA - BRASIL, DILMA, Dilma Rouseff, ESTADOS UNIDOS, Jair Bolsonaro, MAS MEDICOS, Medicos en Brasil, POLÍTICA, Politica agressiva contra Cuba, Politica Exterior, SAÚDE, solidariedade, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Hoje o povo do Brasil lamentou a partida deles.

Um retorno chamado Victoria

Un regreso llamado Victoria

No dia 3 de dezembro, Dia da Medicina Latino-Americana, Cuba tem outro motivo para se orgulhar de seus colaboradores de saúde. Hoje o povo do Brasil lamentou a partida deles e reconheceu o valor de seu trabalho.

Um sentimento de apego à pátria e amor por tudo o que um dia deixou para trás une médicos cubanos que nas últimas semanas chegaram – até hoje mais de dois mil – do Brasil, para os eventos que já são conhecidos .

Agitando bandeiras cubanas e cantando canções patrióticas são felizes quando no aeroporto internacional de José Martí as autoridades os recebem e os recebem.

O ato de receber bem acaba, alguns e outros são dispersos, e os jornalistas ansiosamente procuram as experiências mais significativas, as histórias que o tempo nunca pode apagar. Então, os sentimentos dos entrevistados e entrevistadores se fundem em um, mais se os repórteres já cumpriram missões semelhantes. Continuar a ler

Categories: #Bolsonaro, #colaboracion medica cubana, #salud, 3 de dezembro, Dia da Medicina Latino-Americana, AMERICA LATINA, BOLTON-BOLSONARO, Brasil, CIÊNCIA, colaboração, Cooperacion, CUBA, CUBA - BRASIL, SAÚDE, SALUD, solidariedade, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Médicos brasileiros não vêm ao chamado de Bolsonaro.

Médicos brasileiros não vêm ao chamado de Bolsonaro para sustituiros cubanos.

Menos de 10% dos médicos brasileiros que se inscreveram para cobrir as vagas de profissionais cubanos no programa mais médico foram apresentados ao seu trabalho, de acordo com figuras oficiais do Ministério da saúde do Brasil. O decreto de convocação abriu em 19 de novembro passado para substituir os mais de 8500 médicos da maior das Antilhas tinha conseguido fornecer o 97,8% (8 319) dos quadrados, de acordo com dados do site oficial. O Presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro, usou essa informação para garantir que os médicos cubanos fossem substituídos e o programa continuasse.

Mas os últimos números indicam que apenas 738 médicos brasileiros foram introduzidos em suas instalações de trabalho, o que equivale a 8,9% de atendimento. Na localidade de Cosmópolis, no interior de São Paulo, de sete aprovados pela nova chamada, apenas três estão trabalhando. Continuar a ler

Categories: #Bolsonaro, #colaboracion medica cubana, #salud, BOLSONARO, Brasil, colaboração, Cooperacion, CUBA, CUBA - BRASIL, SAÚDE, solidariedade, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: