CUBA COOPERA

Verdade e justiça triunfaram: 187 países contra o bloqueio dos EUA para Cuba

«Votar contra Cuba está votando pela continuidade do genocídio. Somos Cuba, Vitória de Cuba ”, expressou o objetivo do resultado, o Presidente da República de Cuba Miguel Díaz-Canel Bermúdez, em sua conta no Twitter

Desfile del 1mero de Mayo 2019 marcha del pueblo combatiente

Autor:  | madeleine@granma.cu

Com nossa história e nossos homens e mulheres, aprendemos a porfia de sermos livres. Foto: Ricardo López Hevia
Ontem, 187 países concederam seu voto a favor de Cuba na Assembléia Geral das Nações Unidas para rejeitar o bloqueio econômico, comercial e financeiro injusto imposto pelos Estados Unidos por quase 60 anos à dignidade inabalável da Ilha, que não diminui a Cabeça na frente de seus domínios. Parece uma ironia atrofiada, cobrada pelas forças do bem ao Império, considerando que também existem 187 medidas aprovadas pelo governo de Donald Trump para tentar pulverizar a nação caribenha que perturba seu apetite com uma postura exemplar.

Eles votaram contra dois iguais: os Estados Unidos – péssimos demais por fora – e Israel, há muito subservientes às disposições imperiais, e Jair Bolsonaro – que aliás representa o Brasil, mas não é o Brasil – dos quais, um A julgar por seus tristes desígnios, nada mais era esperado. As abstenções da Colômbia – o que não é surpreendente – e da Ucrânia completaram o sufrágio que, mesmo com a pequena porcentagem contra ela, oferece à luz do planeta a política fracassada de mesquinharia.

«Votar contra Cuba está votando pela continuidade do genocídio. Somos Cuba, Vitória de Cuba », expressou sobre o resultado o Presidente da República de Cuba, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, em sua conta no Twitter, onde também escreveu:« O bloqueio é real e vamos derrotá-lo com o apoio da comunidade. internacional que, em esmagadora maioria, votou hoje ao lado de Cuba contra o bloqueio. Os lacaios do governo mostram onde estão suas afinidades. E eles estão sozinhos ao lado do império. Vitória de Cuba ».

O ministro das Relações Exteriores de Cuba, Bruno Rodríguez Parrilla, cujas palavras tocaram uma platéia que os aplaudiu, twittou: «(…) isolamento indiscutível dos Estados Unidos. Pressões brutais refletem a falência moral e a podridão de seu atual governo. É outra vitória esmagadora de Cuba, de nosso povo heróico. É um triunfo da verdade e da justiça.

Irrazoáveis, se não fossem ultrajantes, seriam os argumentos de Kelly Craft, representante dos Estados Unidos na ONU, indiferente à reivindicação da comunidade internacional em defesa do levantamento do bloqueio e nega a responsabilidade de seu governo por danos da política genocida contra Cuba. Para ela e para quem ela representa, as restrições econômicas, comerciais e financeiras que são amplamente impostas à Ilha, não afetam negativamente a falta de remédios, alimentos, matérias-primas; a falta irracional de necessidades, os impostos brutais, os números improváveis, os mais de 22 milhões de dólares para subverter o projeto socialista cubano, como se nosso povo não conhecesse o inimigo histórico que o oprime.

Caro paga a Cuba aos olhos do Império que em seu território nenhuma criança dorme na rua ou carece de uma escola para sonhar seu futuro; Vale a pena mostrar-lhe todos os dias que a Revolução se tornou cada vez mais forte, que os direitos humanos elementares são um fato aqui, enquanto no terreno deles, para muitos, educação, saúde e paz são absolutamente quimeras.

Nós sabemos bem o motivo das perguntas. Com nossa história e nossos homens e mulheres, aprendemos a porfia de sermos livres. A ilha de dignidade e resistência não está sozinha. O mundo conhece a injustiça que os EUA cometem. contra o nosso povo e expressou desta forma com o seu voto.

Categories: "para Cuba Eu até ando de bicicleta, #Cuba #CIA, Acciones contra Cuba, Cuba, Donald Trump, Relaciones Cuba - Estados Unidos, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, CUBA - ESTADOS UNIDOS, CUBA COOPERA, CubavsBloqueo, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

López Obrador quer criar escolas de treinamento esportivo

Ana Gabriela Guevara tiene méritos suficientes para asumir la tarea que le será asignada.

Na Granma Editorial

A futura chefe da Comissão Nacional de Cultura e Esporte Físico (Conade), Ana Gabriela Guevara, disse que a criação de escolas de treinamento esportivo, principalmente escolas de beisebol para crianças e jovens, é uma prioridade para o próximo governo federal. Continuar a ler

Categories: Ana Gabriela Guevara, Conade, CUBA COOPERA, deporte, ESCUELAS DEPORTIVAS, Uncategorized | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: