CUBA COOPERA

Sussurros, murmúrios e mais do mesmo.

Autor: Pedro de la Hoz | pedro@granma.cu

A obsessão anticubana de alguns eurodeputados e o negócio com a contra-revolução que um astuto empresário nascido na Ilha, mas radicado em Espanha, vem trazendo há muito tempo, tentaram animar um espectáculo no Parlamento Europeu esta sexta-feira, que tentou vender um panorama apocalíptico e irreal em Cuba.

O roteiro velho e gasto, encorajado pela posição comum fracassada da época do alinhamento de Aznar com a Casa Branca, e a reciclagem de vozes antigas, como a de alguém que negou sua militância lutadora – ele até ofereceu uma festa no dia em que eles deram o cartão – e de outro que há anos vem cantando que chegará e nunca chegará, agora acrescentam algumas linhas, derivadas das ações mais recentes contra Cuba nascidas em Miami, que estão comprometidas com a nova administração dos Estados Unidos não só não inverter, se não apertar o bloqueio.

dinero

Mal murmura e sussurra em discursos com pouca imaginação e pouca solvência: um rapper que delira por se acreditar porta-voz de 11 milhões de cubanos, outro que mal sabe definir a democracia, um comediante que não tem muita credibilidade quando fala sério e, portanto, dois ou três a mais do que na soma não vai além de abundar mais sobre o mesmo. Todos em boa companhia, como quem não canta nem escreve e conta como carta de apresentação pedindo fogo, bloqueio, fome e morte para seus compatriotas, como foi documentado aos olhos de todos os habitantes desta terra.

Que distração foi introduzida no fórum de Bruxelas pelos eurodeputados Leopoldo López Gil, dos anfitriões do reacionário Partido Popular, da Espanha, e Dita Charanzova, da República Tcheca, ninguém menos que a vice-presidente do Parlamento Europeu, discípula de o bilionário Andrej Babis e porta-estandarte do neoconservadorismo populista. Com tantos temas úteis para enfrentar, como os programas de vacinação disponíveis para todos ou a recuperação econômica de um continente atingido pela pandemia, Charanzova e López Gil se permitem jogar a contra-revolução anticubana. Aliás, a tcheca é muito, muito próxima de Juan Guaidó, tanto que convidou o fantoche venezuelano para participar do evento.

A credencial do moderador do programa, Javier Larrondo, fala por si: foi ele quem deu assistência e corda à patética criatura que foi filmada enquanto se atacava contra uma mesa na montagem de uma Cuba violadora dos direitos humanos, e Ele aparece ao lado dele como co-fundador do grupo.

No chat que acompanhou a transmissão online do show, alguém escreveu: “Você não me representa”, E assinou: “Pátria ou Morte, Vamos vencer”.

Categories: # yo voto vs bloqueo, #Cuba, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #Estados Unidos, #solidaridadvs bloqueo, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, bloqueio econômico, BLOQUEIO VS CUBA, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Colombia, Cuba, Economía, Ernesto Samper, Estados Unidos, Ministerio de Turismo (MINTUR), Relaciones Cuba Estados Unidos, Turismo, Bloqueo,Cuba,EstadosUnidos,Internet,Trask Force, CONTRA REVOLUÇÃO EM CUBA, CONTRA-REVOLUÇÃO EM MIAMI, Contra-revolução cubana, Contrarrevolución, José Daniel Ferrer, cooperação médica cubana, CUBA COOPERA, La Unión Europea se posiciona contra el bloqueo, Revolução Cubana sobrevive a todas as agressões, SANCIONES, Solidaridad, UNION EUROPEA | Deixe um comentário

A África do Sul propõe o #PrêmioNobel da Paz para a brigada médica de #Cuba.

Autor: Liz Caridad Conde Sánchez | internet@gmail.com

O presidente da África do Sul, Cyril Ramaphosa, informou que o gabinete daquela nação concordou em preparar uma proposta para o contingente internacional de médicos especializados em situações de desastre e epidemias graves, Henry Reeve, para o Prêmio Nobel da Paz de 2021, e destacou a ajuda altruísta e inabalável do Governo e do povo de Cuba ao seu país.

Num discurso televisionado sobre o ajuste das medidas para prevenir e combater o COVID-19, o presidente sul-africano fez uma seção dedicada especialmente à contribuição cubana na esfera médica, informou a Prensa Latina.

Otras dos nominaciones británicas al Nobel para médicos cubanos

Ramaphosa lembrou em seu discurso que a pequena nação insular, fiel à sua história, mostrou sua solidariedade com os países mais afetados, e enviou mais de 3.700 médicos em todo o mundo para ajudar na luta contra o COVID-19.

Só na África, até o final de novembro de 2020, a Brigada Médica Cubana tratou mais de 38.000 pessoas. Atualmente, grupos de profissionais de saúde cubanos ainda estão ativos em muitos países, incluindo a África do Sul, onde mais de 200 membros do Henry Reeve trabalharam desde abril passado na linha de frente do combate contra o COVID-19.

O presidente sul-africano expressou sua mais sincera gratidão ao povo cubano por esta grande demonstração de solidariedade e humanidade.

Categories: # Cuba, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #salud, #Salud en Cuba, Africa, cooperação médica cubana, Cooperacion, Coronavirus, CoronaVirus, Noticias de Cuba, Política, CoronaVirus, Política, CUBA COOPERA, epidemia, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Profesionales e la Salud, União Africana | Deixe um comentário

Cuba está preparando cem milhões de doses da vacina anti-COVID-19.

Autor: Miguel Febles Hernández | febles@granma.cu

O diretor geral do Finlay Vaccine Institute, Vicente Vérez Bencomo, anunciou, em entrevista coletiva com agências estrangeiras credenciadas em Havana, que Cuba está criando capacidades para produzir cem milhões de doses do injetável Soberana 02 contra COVID-19.

Ele ratificou que o objetivo é atender às necessidades do país e também de outras nações interessadas em adquirir, até agora, o produto, como Vietnã, Irã, Venezuela, Paquistão e Índia. No caso do nosso país, esclareceu, o aplicativo será gratuito e o objetivo é imunizar toda a população este ano.

Segunda prueba de la segunda fase del ensayo clínico de la Vacuna Soberana 2, en el policlínico 19 de Abril

“A estratégia de Cuba para comercializar a vacina tem uma combinação de humanidade e impacto na saúde mundial. Não somos uma multinacional, onde o objetivo financeiro é a razão número um. Nosso objetivo é criar mais saúde ”, disse Vérez Bencomo, segundo despacho da Prensa Latina.

A vacina Sovereign 02 iniciou esta semana seu ensaio clínico ampliado de fase II, que será estendido para 900 pessoas entre 19 e 80 anos, enquanto um novo teste com população pediátrica está previsto para ser realizado em fevereiro, para que também possa ser aplicado crianças.

Após os resultados nesta etapa, explicou o diretor-geral do Finlay Vaccine Institute, a terceira fase seria superada. Durante este período, as autoridades de saúde planejam incluir 150.000 pessoas vulneráveis ​​e residentes em áreas de alto risco.

Categories: # Cuba, # Venezuela, # yo voto vs bloqueo, #China#EEUU#Iran#Nicaragua.barco hospital naval Arca de la Paz, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #salud, #Salud en Cuba, #solidaridadvs bloqueo, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, bloqueo contra cuba, Bloqueo,Cuba,EstadosUnidos,Internet,Trask Force, cooperação médica cubana, Cooperacion, Coronavirus, CoronaVirus, Noticias de Cuba, Política, CoronaVirus, Política, CUBA COOPERA, CubaCoopera, CubavsBloqueo, epidemia, India, La Unión Europea se posiciona contra el bloqueo, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Profesionales e la Salud, SALUD, união mundial, Venezuela", Vietnam-Cuba | Deixe um comentário

Cuba: Miguel Díaz Canel recebe cartas de credenciais de novos embaixadores .

Categories: #Cuba, cooperação médica cubana, Coronavirus, CoronaVirus, Política, CUBA - ÁFRICA, CUBA - ESTADOS UNIDOS, CUBA COOPERA, España, ESPANA, guiné bissau, Indonésia, MINREX, Union Africana | Deixe um comentário

Milhares de profissionais de saúde cubanos destacados em quase 40 países para apoiar a luta contra o coronavírus.

Categories: # yo voto vs bloqueo, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #Donald Trump, #Estados Unidos, #solidaridadvs bloqueo, ações subversivas, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, Andrés Manuel López Obrador, Bolivia, estados unidos, Evo Morales, Grupo de Lima, Luis Almagro, Mexico, Nicolás Maduro, Red Europea de Solidaridad con la Revolución Bolivariana, venezuela, Ataques, Cuba, EEUU, injerencia, Mafia Anticubana, Política, Radio y TV Martí, subversió, Bloqueo,Cuba,EstadosUnidos,Internet,Trask Force, cooperação médica cubana, Cooperacion Cuba y Angola., Coronavirus, CoronaVirus, Noticias de Cuba, Política, CoronaVirus, Política, CUBA COOPERA, Cuba-Mexico, CubavsBloqueo, FORA TRUMP, MasQueMedicos, Os Estados Unidos estão se preparando para subverter a Revolução Cubana através da Internet, política dos Estados Unidos em relação a Cuba, Presidente do Mexico, Relações Estados Unidos Cuba, Relaciones Cuba Estados Unidos, Subversão contra Cuba, Subversión, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump | Deixe um comentário

Quanto custa esta consulta ao domicílio?

Autor: Germán Veloz Placencia | german@granma.cu

A velha abriu a porta e não escondeu a surpresa ao ver o médico. “Quanto custa essa visita domiciliar?” Ela perguntou ansiosamente. E quando soube que não haveria nota fiscal, ele recuperou a compostura. Naquele momento, ela olhou nos olhos do visitante e se lembrou de tê-los visto antes, quando um médico cubano, protegido com um terno especial, a ajudou a sair vitoriosa no confronto com o COVID-19. Ele chorou então, em meio ao agradecimento.

O evento faz parte da memória permanente do Capitão Maurio González Hernández, que integra a equipe assistencial do hospital militar Fermín Valdés Domínguez. Por cerca de quatro meses, o jovem fez parte da brigada de 38 médicos e enfermeiras do Contingente Internacional de Médicos Especializados em Situações de Desastre e Epidemias Graves Henry Reeve, que na cidade italiana de Torino ajudou a salvar mais de cem pessoas afetadas pela a pandemia.

Recibimiento de médicos de la brigada Henry Reeve procedentes de México, desarrollado en el aeropuerto José Martí, Boyeros

«Não fiquei surpreendido com a reacção da senhora. Na Itália, os pacientes com alta hospitalar do COVID-19 não têm um tratamento como o do nosso país, que estabelece acompanhamento detalhado nos consultórios médicos de família da área de saúde. Lá, ao sair do hospital, o paciente começa a se preparar para ser avaliado por médicos especialistas. No momento do encontro, a senhora, segundo nos contou, teria que esperar quatro meses para que a consulta solicitada se tornasse realidade.

«A minha visita teve como objectivo avaliar a evolução domiciliária do doente e reajustar o tratamento se necessário. Lembrei que lutamos muito no hospital de campanha para tirá-la do estado crítico em que chegou, e acrescentaram as complicações que o diabetes mellitus que ela sofre acrescentava.

Assim, há motivos para afirmar que a idosa também não esquecerá aquele encontro, fruto da filosofia médica cubana, defensora do método clínico, cuja força está na constante interação com o paciente e na realização do exame físico, num processo acompanhado de franco respeito e querida.

Ele também descreve que uma noite de tenso guarda médico, Enrico Paccini, um paciente de 91 anos, “com sincera gratidão, disse que o salvamos da morte. Seu desejo era continuar vivendo para ver a beleza do mundo, especialmente o triunfo dos médicos cubanos.

Categories: # Cuba, #colaboracion medica cubana, #Cuba, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, ·Medicos Cubanos, Coronavirus, CoronaVirus, Noticias de Cuba, Política, CoronaVirus, Política, CUBA COOPERA, Itália, MasQueMedicos, POLÍTICA | Deixe um comentário

Novas nomeações da Brigada Cubana “Henry Reeve” para o Prêmio Nobel do Parlamento Britânico, Roma e Quebec.

Em Roma, eles querem o Prêmio Nobel da Paz para médicos cubanos

Dailenis Guerra Pérez – Cubainformación / Cuba em Resumo / Resumo Latino-americano.- O professor italiano Luciano Vasapollo pediu ao Comitê Norueguês que homenageasse os profissionais de saúde cubanos com o Prêmio Nobel da Paz de 2021.

O anúncio foi feito hoje, quando o Comitê aceitou a indicação. Referindo-se aos profissionais cubanos, Vasapollo reconheceu que “durante os dias mais sombrios da pandemia, sua solidariedade também alcançou a Itália: Cuba, junto com a Venezuela, foi um dos primeiros países a ajudar outros povos em dificuldade”.

A candidatura teve o apoio de Rita Martufi, da Associação Padre Virginio Rotondi e de Graziella Ramírez do Comitê pela Paz e Dignidade dos Povos.

Professor de economia internacional na Universidade “La Sapienza” de Roma, Luciano Vasapollo está há muitos anos envolvido com universidades da América Latina e do Caribe e é promotor da Rede de Capítulos Italianos em Defesa da Humanidade.

A brigada médica cubana ajuda desde março passado em Crema, Lombardia, uma das províncias mais afetadas pela emergência sanitária ligada a Covid 19; e desde maio no Piemonte, onde a pandemia também atingiu com força.

Nova indicação ao Nobel para médicos cubanos

Dailenis Guerra Pérez – Cubainformación / Cuba em Resumo / Resumo Latino-americano.- A parlamentar britânica Claudia Webbe nomeou formalmente o Contingente Internacional de Médicos Especializados em Situações de Desastre e Epidemias Graves “Henry Reeve” para o Prêmio Nobel da Paz 2021.

Em sua apresentação de candidatura, Claudia Webbe reconheceu o intenso trabalho realizado pelo Contingente durante 15 anos, nos quais cerca de 10.000 membros salvaram 90.000 pessoas em desastres naturais e emergências de saúde. “Acho que o internacionalismo desinteressado deles merece reconhecimento”, disse ele em sua mensagem.

Médicos cubanos atienden a casos graves de Covid-19 en Angola

Webbe considerou “inspirador testemunhar as ações humanitárias abnegadas de Cuba usando sua experiência e profissionalismo para ajudar outros países a lutar contra a Covid-19”.

Em sua carta, ele destacou que os efeitos do coronavírus foram globais, independentemente da nacionalidade; e destacou que “Cuba mostrou como os países que podem, podem ajudar aqueles que precisam de assistência, independentemente de sua convicção política ou do atual estado de conflito.”

O representante do círculo eleitoral de Leicester East também afirmou que as ações corajosas da Brigada Médica cubana “Henry Reeve” sem dúvida salvaram muitas vidas. “Acredito que sua solidariedade, humanitarismo e internacionalismo merecem plenamente o Prêmio Nobel da Paz”, concluiu.

Claudia Webbe torna-se assim o sexto membro do Parlamento do Reino Unido a nomear formalmente a Brigada Médica Cubana para o Prêmio Nobel da Paz de 2021. Desde dezembro, ela foi eleita em dezembro de 2019 para representar o eleitorado de Leicester East.

Brigada Henry Reeve indicada ao Prêmio Nobel de Quebec

Retirado de Sempre com Cuba

Ottawa, 3 de dezembro A Mesa Redonda de Concertação de Solidariedade Quebec-Cuba publicou um documento apoiando a nomeação da Brigada Médica Cubana Henry Reeve para o Prêmio Nobel da Paz de 2021 por seu trabalho de solidariedade em vários países.

A organização reúne os comitês locais de Quebec e está relacionada a associações semelhantes no norte do país, bem como nos Estados Unidos e na França.

Por meio de uma carta assinada pelo professor da Universidade de Montreal Gilles Bibeau, dirigida ao Comitê do Prêmio Nobel da Paz, a entidade canadense destaca os méritos do Prêmio Henry Reeve.

Em 15 anos, mais de 9.000 profissionais de saúde que atuavam nessas Brigadas realizaram cerca de 60 missões em quatro continentes, estima-se que atenderam mais de 4 milhões de pessoas e salvaram quase 100.000 vidas, diz o documento.

Não há melhor momento, enquanto o planeta enfrenta uma terrível pandemia, para destacar o trabalho altruísta dos profissionais cubanos que, entre março e novembro de 2020, lutaram contra a Covid-19 em cerca de 40 países e territórios, destaca.

0-23-medicos-cubanos-1.jpg

Nesse sentido, destaca-se que sua criação ocorreu durante as terríveis devastações provocadas pelo furacão Katrina no final de agosto de 2005 nos Estados Unidos.

Segundo o texto, na ocasião Cuba se ofereceu espontaneamente para enviar uma brigada de 1.200 médicos e equipamentos por mais de um milhão de dólares, sendo então o primeiro país a prestar assistência humanitária a uma nação que cometeu múltiplos crimes contra a ilha caribenha. atos de agressão por mais de meio século.

No entanto, o presidente George W. Bush (2001-2009) rejeitou a oferta de ajuda do Líder Histórico da Revolução Cubana Fidel Castro e, com base nessa experiência, em 19 de setembro de 2005, Cuba anunciou a criação do Contingente Internacional Henry. Reeve, dos Médicos Especializados em Desastres e Epidemias.

A carta destaca que a escolha desse nome tem um caráter altamente simbólico, já que Henry Reeve (1850-1876) foi um jovem soldado americano que viajou a Cuba para ingressar no Exército de Libertação dos patriotas da ilha caribenha contra o colonialismo espanhol.

Reeve morreu em combate aos 26 anos, portanto, ao dar o seu nome ao contingente de saúde criado em 2005, o maior das Antilhas prestou homenagem à solidariedade internacional, seja ela de onde vier.

Até agora, uma das características que distinguem o destacamento das Brigadas cubanas no mundo é precisamente o facto de as intervenções se realizarem sem ter em conta a natureza das relações que a ilha mantém ou não mantém com os países destinatários. missiva.

Por seu altruísmo e solidariedade, eles merecem ganhar o Prêmio Nobel da Paz em 2021, conclui a carta. (PL)

Categories: # Cuba, #colaboracion medica cubana, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #Salud en Cuba, #solidaridadvs bloqueo, ·Medicos Cubanos, Coronavirus, CoronaVirus, Política, CUBA COOPERA, CUBA-EUROPA, Delegacao cubana, epidemia, EUROPA, Manipulacion, Manipulacion Politica, MasQueMedicos, Solidaridad | Etiquetas: | Deixe um comentário

O presidente cubano recebe os médicos que combateram o coronavírus na Itália.

Em Cuba, o presidente Miguel Díaz-Canel e o primeiro ministro Manuel Marrero receberam os 52 membros da Brigada Médica Henry Reeve, que combateram o coronavírus na Itália. É o grupo que há mais de dois meses presta serviços na Lombardia, epicentro da pandemia no país europeu.

Categories: #Cuba, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #salud, cooperação médica cubana, CUBA COOPERA, epidemia, Itália, Profesionales e la Salud, REINO UNIDO, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Mais uma vez, os médicos cubanos voltam para sua terra natal com a satisfação do dever cumprido, obrigado Cuba.

Categories: #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #salud, ·Medicos Cubanos, CUBA COOPERA, epidemia, Itália, Profesionales e la Salud, Programa de Médicos, Uncategorized | Etiquetas: , , , , , | Deixe um comentário

Cuba em frente ao Covid-19

Categories: # Cuba, #América Latina, #Nicarágua, #Bolívia, #Venezuela, #Cuba, #colaboracion medica cubana, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #Salud en Cuba, CUBA COOPERA, CubaCoopera, CubavsBloqueo, Delegacao cubana, Uncategorized | Etiquetas: , , , , , , | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: