Donald Trump liderou um golpe de estado na nação bolivariana

Juristas pedem aos EUA fim da agressividade contra a Venezuela

O pedido foi feito através de uma carta aberta, coordenada pela Associação Internacional de Juristas Democráticos.

"La furia del virus ilustra la tontería de la guerra", manifestó António Guterres en su mensaje solicitando el cese el fuego global.

Juristas, organizações de advogados e personalidades da lei e outras áreas da intelligentsia de todo o mundo assinaram uma carta aberta solicitando os EUA. abandonar sua posição agressiva em relação à República Bolivariana da Venezuela.

A carta, divulgada na segunda-feira, é endereçada ao secretário de Estado Mike Pompeo e a membros do Comitê de Assuntos Internacionais do Senado dos EUA.

Os signatários pronunciam-se sobre o mais recente envio de unidades navais dos Estados Unidos para o mar perto da Venezuela.

“O governo dos Estados Unidos, em vez de promover a solidariedade global, escolheu o caminho perigoso de incitar um conflito armado por meio de sua mobilização mais recente (…) com o objetivo específico de desestabilizar o governo venezuelano”, dizia o documento. .

Além disso, a carta aponta para a implausibilidade do suposto pretexto de combater o narcotráfico e destaca os movimentos das tropas colombianas perto da fronteira com a nação bolivariana.

“O que está por vir é uma tempestade perfeita para um conflito armado motivado pelo intervencionismo dos EUA e pela mobilização armada na região”, diz a mensagem.

Acrescenta-se também que “um conflito armado entre os EUA, com o apoio da Colômbia, contra a Venezuela, resultaria não apenas em um conflito regional, mas também poderia ter implicações transnacionais”.

A carta lembra a conjuntura em que esses eventos ocorrem, dada a pandemia de Covid-19, na qual precisamente os Estados Unidos atualmente é o epicentro do mundo.

Da mesma forma, analisa-se que, do ponto de vista constitucional e jurídico, as ações dos EUA são contrárias à lei.

Os signatários pediram ao governo dos EUA que abandonasse sua política intervencionista na região e respeitasse a soberania nacional da Venezuela, lembrando a mensagem do Secretário Geral da ONU, António Guterres, na qual ele pedia um cessar-fogo mundial.

Categories: # Venezuela, #América Latina, #Nicarágua, #Bolívia, #Venezuela, #Cuba, #China#EEUUDonald TrumpFondo Monetario Internacional (FMI)Ivan Duque, #Colombia, Ejército de Liberación Nacional (ELN), Guerrilla, Paz, #Venezuela, #Donald Trump, #Estados Unidos, #EUA contra uma possível intervenção militar na# Venezuela, agressão internacional contra a Venezuela,, antilatinoamericana agenda geopolítica belicista e Donad Trump alinhados, Assembléia Geral da ONU, Colômbia, Organização das Nações Unidas (ON, Colombia, COLOMBIA ACUERDO DE PAZ, Donald Trump liderou um golpe de estado na nação bolivariana, EE. UU insiste em desestabilizar a Venezuela, Estados Unidos Venezuela, Estados Unidos, Golpe de Estado, Injerencia, Lima, Nicolás Maduro Moros, Venezuela, FORA TRUMP, fronteira com a Colômbia., relações bilaterais, o governo Donald Trump, Tiene Colombia moral para enjuiciar a Venezuela, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

O governo venezuelano recebeu inúmeros sinais de apoio e solidariedade, inclusive da Rússia, China e do Congresso Nacional Africano, em face da agressão americana.

O ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, expressou sua gratidão ao Congresso Nacional Africano (CNA), partido governante da África do Sul, que condenou os novos ataques do governo dos Estados Unidos (EUA) contra o país sul-americano.

En la imagen de archivo, aparecen líderes del gobernante Congreso Nacional Africano (CNA) de Sudáfrica.

Em uma mensagem em sua conta na rede social do Twitter, o ANC publicou uma declaração na qual condenava o intenso ataque do governo do presidente dos EUA, Donald Trump, “contra o povo da Venezuela e seu governo eleito democraticamente”.

Em outro tweet, Arreaza expressou: “Agradecemos ao histórico Congresso Nacional Africano de Nelson Mandela, líder da aliança que governa na África do Sul, por sua solidariedade com o povo e o governo da Venezuela diante da agressão americana”.

Juntos derrotaremos o imperialismo! Ngiyabonga !! (Obrigado em Zulu) ”, disse o ministro das Relações Exteriores da Venezuela.

Caracas sustenta que as agressões que Washington está enfrentando têm o objetivo de derrubar o governo bolivariano.

O governo Trump ofereceu uma recompensa milionária ao presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, e a outros líderes do país sul-americano, acusados de supostos laços com o narcotráfico, além de propor uma “oferta” para formar um governo de transição, que foi rejeitado pelas autoridades venezuelanas.

O governo venezuelano recebeu nos últimos dias inúmeros sinais de solidariedade, incluindo o da Rede de Defesa da Humanidade (REDH) e as autoridades da Rússia e China, entre outros.

Categories: # Venezuela, #América Latina, #Nicarágua, #Bolívia, #Venezuela, #Cuba, #Caracas, Golpe de Estado, Militar,#Nicolás Maduro Moros, #Venezuela, #China#EEUUDonald TrumpFondo Monetario Internacional (FMI)Ivan Duque, #Colombia, Ejército de Liberación Nacional (ELN), Guerrilla, Paz, #Venezuela, #Donald Trump, #Estados Unidos, #EUA contra uma possível intervenção militar na# Venezuela, #salud, #Trump, #Venezuela, #Venezuela, #Nicaragua, @Trump, A Venezuela que a mídia nos diz, Africa, africa do sul, agressão internacional contra a Venezuela,, antilatinoamericana agenda geopolítica belicista e Donad Trump alinhados, ÁFRICA, África, sempre digna, ·Venezuela, confrontar Donald Trump da câmara baixa, Cuba, Venezuela y Nicaragua, Donald Trump, Donald Trump liderou um golpe de estado na nação bolivariana, Donald Trump,, Donald Trump, Estados Unidos, EE. UU insiste em desestabilizar a Venezuela, epidemia, EUA contra a Venezuela na ONU, FORA TRUMP, governo de transição na Venezuela, interessados na Venezuela?, invasão militar contra a Venezuela, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Profesionales e la Salud, relações bilaterais, o governo Donald Trump, SALUD, Trump Google, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized, União Africana, Union Africana, Venezuela tras la autoproclamación de Guaidó | Etiquetas: , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Donald Trump acusa o presidente Maduro de tráfico de drogas.

Mais uma vez, os Estados Unidos tentam tirar proveito de uma situação extrema como a que o mundo está passando, desta vez na Venezuela.

Categories: # Venezuela, #América Latina, #Nicarágua, #Bolívia, #Venezuela, #Cuba, #Caracas, Golpe de Estado, Militar,#Nicolás Maduro Moros, #Venezuela, #China#EEUUDonald TrumpFondo Monetario Internacional (FMI)Ivan Duque, #Colombia, Ejército de Liberación Nacional (ELN), Guerrilla, Paz, #Venezuela, #Donald Trump, #Estados Unidos, #EUA contra uma possível intervenção militar na# Venezuela, #Nicolás Maduro, #Nicolás Maduro Moros, #Trump, #Venezuela, @Trump, agressão internacional contra a Venezuela,, antilatinoamericana agenda geopolítica belicista e Donad Trump alinhados, ·Venezuela, Caracas, #Estados Unidos, Golpe de Estado, #Mike Pence, Militar, #Nicolás Maduro Moros, #Venezuela, Constituição Bolivariana da Assembléia NacionalMaikel MorenoNicolás Maduro, Donald Trump, Donald Trump liderou um golpe de estado na nação bolivariana, Donald Trump,, Donald Trump, Estados Unidos, drogas, Estados Unidos, Nicolás Maduro Moros, Política, Rússia, Sociedade, Venezuela, FORA TRUMP, Golpe de Estado #John Bolton #Nicolas Maduro Dialogo de Paz, Guaidó nomeia "embaixadores" ilegais, Guaidó, um "presidente" sem território, Nicolás Maduro Moros, Revolución Bolivariana, Venezuela, promovendo a autoproclamação do deputado Juan Guaidó como "presidente encarregado, Trump, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized, Venezuela tras la autoproclamación de Guaidó | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Trump processa o Washington Post por suposta difamação.

A campanha eleitoral de Donald Trump entrou com uma ação milionária por difamação contra o Washington Post, que ele acusa de publicar deliberadamente notícias sobre a suposta conspiração com a Rússia nas eleições presidenciais anteriores.

O processo, aberto segunda-feira em um tribunal federal em Washington, ocorre uma semana após a campanha de Trump ter anunciado uma queixa semelhante contra o New York Times.

La campaña de Trump demanda a The Washington Post por difamación

O processo cita dois artigos de opinião do The Washington Post publicados em junho de 2019, um dos quais disse que o promotor especial Robert Mueller concluiu que a campanha de Trump “tentou conspirar” com a Rússia nas eleições de 2016.

O segundo artigo dizia: “Quem sabe que tipo de ajuda a Rússia e a Coréia do Norte fornecerão à campanha de Trump, agora que ele as convidou para oferecer sua assistência?”

O processo, que acusa a mídia de abrigar “preconceitos extremos” contra Trump e os republicanos em geral, diz que a campanha agora enfrenta custos adicionais para provar que as declarações do jornal eram falsas.

A investigação de quase dois anos de Mueller não encontrou evidências de conluio entre a campanha de Trump e o governo russo durante as eleições presidenciais de 2016.

Categories: #Donald Trump, #Estados Unidos, #Rússia, @Trump, confrontar Donald Trump da câmara baixa, Donald Trump liderou um golpe de estado na nação bolivariana, Donald Trump,, FORA TRUMP, relações bilaterais, o governo Donald Trump, RUSSIA, Trump Google, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized, Washington, Washington deseja apenas como vizinhos os governos servis | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Triunfo de Evo Morales na Bolívia

O presidente da Argentina Alberto Fernández, ratificou sua denúncia de que na Bolívia “o estado de direito foi violado” após o golpe de Estado contra Evo Morales e exigiu “imediata democratização” naquele país “com a participação plena do povo”.

“De acordo com um relatório publicado pelo Washington Post e realizado pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), Evo Morales venceu as eleições do ano passado por mais de 10 pontos de diferença, sem nenhuma fraude”, escreveu o presidente.

Evo Morales agradeció el apoyo del presidente de Argentina, país donde el exmandatario de Bolivia está asilado.

Em uma série de mensagens em sua conta na rede social do Twitter, Fernández disse que “o relatório divulgou, com uma dureza singular, critica, por sua inconsistência, a auditoria realizada na época pela OEA (Organização dos Estados Americanos) que concluiu afirmando a existência de irregularidades nas eleições agora reivindicadas “.

“Como sempre indiquei, na Bolívia o Estado de Direito foi violado com as ações das Forças Armadas e setores da oposição ao então presidente e com a cumplicidade explícita da OEA que foi chamada para garantir a plena validade da democracia”.

Fernández disse: “O governo argentino da época (chefiado por Macri) manteve um silêncio cúmplice diante de tal indignação, ignorando as vozes que surgiram para preservar a institucionalidade boliviana”.

O estudo do MIT questiona o relatório em que a OEA notou irregularidades nas eleições e que serviu de argumento para seu secretário-geral, Luis Almagro, para garantir que houvesse fraude a favor de Morales.

No dia em que um avanço do relatório da OEA foi publicado, em 10 de novembro, em violação a um acordo para divulgá-lo posteriormente, o então presidente Morales anunciou sua renúncia e deixou o país para o México, que lhe concedeu asilo. .

O líder indígena foi pressionado a deixar a Bolívia, depois que o exército, juntamente com o comando da polícia, pediu que ele se demitisse, o que consumiu o golpe, orquestrado pela oposição de direita que não reconheceu o triunfo de Morales nas eleições de outubro passado

O atual líder de campanha do Movimento ao Socialismo (MAS) da Bolívia permaneceu no exílio por um mês no México e, em 12 de dezembro, dois dias após Fernández assumir a Presidência Argentina, chegou a Buenos Aires, onde solicitou refúgio.

As novas eleições na Bolívia serão realizadas no dia 3 de maio e o candidato do MAS, Luis Arce, lidera as pesquisas em face das eleições organizadas pelas autoridades eleitorais escolhidas pelo governo de fato.

Categories: #América Latina, #Nicarágua, #Bolívia, #Venezuela, #Cuba, #Argentina, #Bolívia, Andrés Manuel López Obrador, Bolivia, estados unidos, Evo Morales, Grupo de Lima, Luis Almagro, Mexico, Nicolás Maduro, Red Europea de Solidaridad con la Revolución Bolivariana, venezuela, BOLIVIA Evo Morales Fidel Castro Hugo Chávez, Democracia, Golpe de Estado, Donald Trump liderou um golpe de estado na nação bolivariana, Evo Moraless, Uncategorized, Washington, Washington deseja apenas como vizinhos os governos servis, Washington. | Etiquetas: , , | Deixe um comentário

«Concerto Anticomunista»Patrañas contra Cuba em Miami

Os interesses turvos estão por trás do projeto “concerto anticomunista”, uma mistura de politicagem e farandulerismo, convocado pela cidade de Miami para abril próximo.

Cantar em apoio a uma suposta “resistência” contra a Revolução Cubana e afirmar que isso “vem crescendo” se qualifica como uma típica notícia falsa, destinada a atrair desavisados ou satisfazer as demandas de um círculo que mede mais de meio século no sul da Flórida, com o incentivo e o consentimento de um setor político nos Estados Unidos.

A evidência é óbvia. O prefeito de Miami, Francis Suarez, de bom grado deu o lugar a uma organização chamada Diretoria Democrática Cubana (DDC), que cobrará a entrada do centro James L. Knight por nada menos que US $ 54, fundos que o grupo se apropriará para cobrir despesas operacionais, sustentar o Conselho de Administração e financiar um aparelho chamado Justicia Cuba, cujos objetivos legais não são muito claros.

Orlando Gutierrez é um personagem associado ao terrorismo. Três anos atrás, ele tentou incentivar a sabotagem contra o transporte público e a ordem institucional. Semear o caos social sempre foi um de seus objetivos obviamente falhados. No ano passado, ele pediu abertamente o boicote ao referendo constitucional. Dados os repetidos fracassos de seus esforços anticubanos – pelos quais ele não parou de cobrar – em uma data não muito distante, ele aspirou a internacionalizar sua escalada e foi recebido por Jair Bolsonaro, pouco antes de assumir a presidência do Brasil e se mudar. 180 graus nas relações entre o país sul-americano e a nação das Antilhas. Em outubro de 2019, ele organizou um colapso nervoso para repudiar a visita do rei da Espanha a Havana.

Por trás da justiça Cuba está o advogado mexicano René Bolio, íntimo de Luis Almagro na Organização dos Estados Americanos. O assunto se tornou um especialista na obtenção de fundos sob o pretexto de contratar colegas para ajudá-lo a abrir causas internacionais às personalidades cubanas. Entre reuniões de duração bizantina, escrevendo resumos volumosos e lobby inútil, eles gastam o dinheiro que recebem e levantam. Com o show, eles esperam aumentar os fluxos.

Ambos declararam o desejo de fazer história. Eles farão isso, sem dúvida, porque o histórico será o desafio e o colapso.

Categories: # Cuba, # Venezuela, #Cuba, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #Donald Trump, #Estados Unidos, #Trump, #Venezuela, @Trump, Acciones contra Cuba, Cuba, Donald Trump, Relaciones Cuba - Estados Unidos, antilatinoamericana agenda geopolítica belicista e Donad Trump alinhados, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, CONTRA-REVOLUÇÃO EM MIAMI, Cuba, Venezuela y Nicaragua, Cuba: a obsessão de EE. UU, Donald Trump, Donald Trump liderou um golpe de estado na nação bolivariana, Donald Trump, Estados Unidos, Estados Unidos contra Cuba, Estados Unidos Vs Cuba, EUA monta um novo show anti-cubano, FORA TRUMP, MIAMI, Revolução Cubana sobrevive a todas as agressões, SOMOS CUBA, TERRORISMO VS CUBA, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized | Etiquetas: , , , , , , | Deixe um comentário

Maduro declara a “emergência energética” no setor de hidrocarbonetos e cria uma comissão para reestruturar a PDVSA

Categories: # Venezuela, #Donald Trump, #Estados Unidos, #Nicolás Maduro Moros, #Trump, #Venezuela, @Trump, agressão internacional contra a Venezuela,, Donald Trump, Donald Trump liderou um golpe de estado na nação bolivariana, Donald Trump, Estados Unidos, EE. UU insiste em desestabilizar a Venezuela, Estados Unidos Venezuela, Estados Unidos, Nicolás Maduro Moros, Política, Rússia, Sociedade, Venezuela, EUA contra a Venezuela na ONU, FORA TRUMP, interessados na Venezuela?, Nicolás Maduro, Nicolás Maduro Moros, Revolución Bolivariana, Venezuela, novo mandato presidencial de Nicolás Maduro, Petroleo, Por que Venezuela?, relações bilaterais, o governo Donald Trump, SANCIONES, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized, Venezuela" | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Venezuela denuncia os EUA antes de Haia por “crimes contra a humanidade contra o povo”

O ministro das Relações Exteriores da Venezuela está na sede do Tribunal Penal Internacional dias depois que a companhia aérea venezuelana Conviasa foi sancionada por Washington.

Venezuela denuncia a EE.UU. ante la Haya por "crímenes de lesa humanidad contra el pueblo"

O governo da Venezuela apresentou uma queixa contra as autoridades americanas no Tribunal Penal Internacional em Haia. por “crimes contra a humanidade contra o povo venezuelano”, após a imposição de medidas coercitivas unilaterais por Washington ao país sul-americano.

O ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, está na Holanda, sede da Corte, juntamente com o vice-ministro de Assuntos Multilaterais, Alexander Yánez; o secretário executivo do Conselho Nacional de Direitos Humanos e agente do Estado perante o Sistema Internacional de Direitos Humanos, Larry Devoe, e o embaixador venezuelano no órgão internacional de justiça, Haifa Aissami Madah.

Anteriormente, o presidente venezuelano Nicolás Maduro havia informado que denunciaria a administração de Donald Trump perante instâncias jurídicas internacionais depois que a companhia aérea venezuelana Conviasa foi sancionada pelo governo dos EUA. “Vamos buscar justiça, chega de uma agressão tão infame”, disse o presidente.

Perdas de 40.000 milhões de dólares
Segundo Maduro, as sanções dos EUA no país sul-americano, causaram prejuízos da ordem de US $ 40.000 milhões, que resultam em bloqueios de contas e ativos do Estado venezuelano no exterior, o que impede a compra de alimentos e medicamentos para as populações mais vulneráveis.

Nos últimos anos, EUA Ele adotou inúmeras sanções contra a Venezuela, que vão desde proibições de viagens a membros do governo até embargos em contas bancárias que afetam diretamente a população.

As medidas coercitivas unilaterais se intensificaram desde que, há um ano, o país americano reconheceu o líder da oposição Juan Guaidó como “presidente encarregado” da Venezuela com o objetivo de derrubar Maduro.

Categories: # Venezuela, #Donald Trump, #Estados Unidos, #salud, #Trump, #Venezuela, #Venezuela, #Nicaragua, @Trump, A Venezuela que a mídia nos diz, agressão internacional contra a Venezuela,, ·Venezuela, confrontar Donald Trump da câmara baixa, Donald Trump, Donald Trump liderou um golpe de estado na nação bolivariana, Donald Trump,, Donald Trump, Estados Unidos, EUA contra a Venezuela na ONU, FORA TRUMP, governo de transição na Venezuela, interessados na Venezuela?, invasão militar contra a Venezuela, Maquinações contra Cuba e Venezuela, Nicolás Maduro Moros, Revolución Bolivariana, Venezuela, Organiacion Panamericana de la Salud, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Por que Venezuela?, Profesionales e la Salud, relações bilaterais, o governo Donald Trump, SALUD, Trump, Trump Google, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized, venezuela, Venezuela é firme, em paz e ninguém consegue isolá-lo, Venezuela tras la autoproclamación de Guaidó, Venezuela" | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Uma canção para a paz #NoMoreWars #LatinoamericaNecesitaLaPaz

Categories: A guerra dos Estados Unidos, América Latina e do Caribe como Zona de Paz, COLOMBIA ACUERDOS DE PAZ, confrontar Donald Trump da câmara baixa, Donald Trump, Donald Trump liderou um golpe de estado na nação bolivariana, Donald Trump,, Donald Trump, Estados Unidos, FORA TRUMP, forças em favor da paz, guerra, GUERRA FRIA, Havana, capital da unidade, integração e paz, Miguel Ceballos: em vez de Comissário da Paz, ele se tornou um instigador da guerra, mobilização pela paz, Prêmio Nobel da Paz em 2019, relações bilaterais, o governo Donald Trump, Trump, Trump Google, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized, Venezuela é firme, em paz e ninguém consegue isolá-lo | Etiquetas: , , , , , , , , | Deixe um comentário

O presidente Trump fez 13.435 alegações falsas ou enganosas por 993 dias, de acordo com um relatório do The Washington Post.

Por:TeleSur

Nesta segunda-feira, 20 de janeiro, o presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, inicia seu quarto e último ano de gestão imerso em um processo político que pode levar à sua demissão, mas também cercado de controvérsias sobre mentiras Você disse neste momento.

Una niña patea un obra de arte que representa a la cabeza de Trump, en la Galería de Arte de Ballarat, Australia.

Trump fez alegações falsas ou enganosas sobre várias questões, incluindo imigração, a comunidade negra, sobre a economia e as mudanças climáticas, entre outras.

O caso mais recente foi quando o chefe da Casa Branca deu ordem para assassinar, por meio de drones, o comandante da Força Quds dos Corpos da Guarda Revolucionária Islâmica do Irã, Qassem Soleimani, enquanto ele estava em Bagdá.

Para justificar sua decisão, o presidente primeiro garantiu que Soleimani planejava ataques indefinidos contra alvos dos EUA e depois pretendia destruir a embaixada de Washington em Bagdá.

No entanto, seu secretário de defesa, Mark Esper, negou ao presidente as razões do assassinato do general iraniano, indicando que não havia evidências de que Soleimani tenha planejado atacar quatro embaixadas americanas no Oriente Médio.

Contagem de mentiras
Em um artigo recente publicado pelo jornal americano The Washington Post, ele revelou que, até o início de outubro de 2019, o presidente Trump havia feito 13.435 declarações falsas ou enganosas por 993 dias.

O jornal citou o banco de dados do Checker, que analisa, categoriza e rastreia todas as declarações suspeitas que Trump fez.

Chamada ao Presidente da Ucrânia
Entre suas grandes falsidades, ele se destaca quando negou que queria tirar vantagem pessoal e política da ligação que fez no ano passado ao presidente da Ucrânia, Volodimir Zelenski, para condicionar a ajuda militar concedida pelos Estados Unidos. em troca de investigar seu possível rival democrata Joe Biden nas eleições de novembro de 2020.

Esse telefonema foi estabelecido como base para os democratas iniciarem o processo de impeachment contra o inquilino da Casa Branca, que chegou ao Senado, que deve decidir seu futuro nos próximos meses.

Muro da fronteira
Outra de suas maiores alegações falsas é a do muro de concreto na fronteira com o México, que, Trump diz repetidamente que está sendo construído, no entanto, o Congresso negou a ele o financiamento milionário necessário para isso. Antes disso, o presidente tentou colocar pequenos trechos de cercas ou reparar as barreiras existentes.

Economia
Trump afirmou falsamente 204 vezes que a economia dos EUA hoje é a melhor da história. No entanto, a economia teve melhores momentos durante os períodos dos presidentes Dwight D. Eisenhower, Lyndon B. Johnson ou Bill Clinton ou Ulysses S. Grant, segundo especialistas.

Mudança climática
Trump também disse que não há mudança climática. No entanto, os cientistas chegaram ao consenso de que o aquecimento global não está retrocedendo e nunca será revertido. Você só pode limitar quanto e com que rapidez o clima muda, diminuindo a poluição de gases de efeito estufa que retêm o calor na atmosfera.

Categories: #Donald Trump, #Estados Unidos, #Trump, @Trump, A guerra dos Estados Unidos, confrontar Donald Trump da câmara baixa, Donald Trump, Donald Trump liderou um golpe de estado na nação bolivariana, Donald Trump,, Donald Trump, Estados Unidos, Donald Trump, Estados Unidos, militares, República Democrática del #Congo, Elecciones EEUU, FORA TRUMP, guerra, Guerra sem Fronteiras, Os Estados Unidos declararam guerra à Espanha., Trump Google, Trump procura reforçar o bloqueio, Trump, Kelly dirigiu o Comando Sul entre 2012 e 2016., Um bom filho ... de Trump, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: