Direitos Humanos nos Estados Unidos: Esterilização Forçada.

#DerechosHumanos #DDHH #EstadosUnidos #DonaldTrumpCulpable #ForaTrump #NoMoreTrump #AmericaLatina #EEUUBloquea #CubaSalva #ElBloqueoEsReal

Autor: Raúl Antonio Capote | internacionales@granma.cu

Um novo crime abala a opinião pública mundial pela dose de insensibilidade que demonstra e pelo caráter desumano e racista de seus executores.

O Serviço de Controle de Imigração e Alfândega dos Estados Unidos, ICE por sua sigla em inglês, foi acusado de remover o útero de imigrantes sob custódia daquela instituição.

A denúncia foi apresentada ao Escritório do Inspetor Geral (OIG) do Departamento de Segurança Interna (DHS) pelo Project South, Georgia Detention Watch, Georgia Latino Alliance for Human Rights e South Georgia Immigrant Support Network.

Os querelantes foram atingidos pelo alto índice de mulheres no Irwin County Detention Center (ICDC) na Geórgia – operado pela La Salle Corrections, uma empresa privada de prisão – submetidas a histerectomia nos últimos meses, cirurgia em aquele que remove todo ou parte do útero.

El Servicio de Control de Inmigración y Aduanas de Estados Unidos, ICE por su sigla en inglés, ha sido acusado por la extirpación del útero a inmigrantes bajo custodia de esa institución

As mulheres imigrantes que se submeteram ao procedimento foram enganadas sob a promessa de receber atendimento médico para resolver diversos problemas de saúde, noticia o jornal The New York Times.

Mas o caso não para por aí. Todos os dias, novos depoimentos de mulheres esterilizadas continuam a aparecer em diferentes centros de detenção, o que constitui uma violação da autonomia do corpo e dos direitos reprodutivos das detidas.

Cerca de 173 legisladores federais dos Estados Unidos enviaram uma carta ao Inspetor Geral do Departamento de Segurança Interna exigindo uma investigação imediata das queixas feitas: “Estamos horrorizados ao ver relatos de histerectomias massivas realizadas em detidos sem consentimento completo e informado.”

Porém, esse tipo de prática não é novidade naquele país. As autoridades norte-americanas em diferentes períodos da história as utilizaram, sobretudo, contra afrodescendentes, mexicanos, indígenas e prisioneiros.

No início do século 20, leis eugênicas foram promovidas em 32 estados, o que permitiu a esterilização de mais de 60.000 mulheres consideradas mentalmente deficientes ou mentalmente fracas e, mais recentemente, nas prisões da Califórnia 150 mulheres foram vítimas dessa prática entre 2006 e 2010.

O US Government Accountability Office publicou um relatório em 1976 sobre esterilizações realizadas em mulheres pertencentes a povos indígenas. Em quatro das 12 regiões investigadas, 3.406 operações foram realizadas entre 1973 e 1976 sem o consentimento das mulheres.

Em 1962, o Corpo de Paz dos Estados Unidos realizou a histerectomia forçada de mulheres indígenas na América Latina, aproveitando a boa fé, a ignorância e a necessidade das populações empobrecidas.

Mulheres guatemaltecas foram utilizadas em experimentos com produtos químicos e outros procedimentos que causam infertilidade permanente, financiados pela organização internacional Population Council, de acordo com o relatório Do controle da natalidade ao genocídio, elaborado pelo médico espanhol Alfredo Embid, coordenador do a Associação de Medicina Alternativa da Espanha.

No relatório do Dr. Embid, afirma-se que essas foram políticas implementadas pelos Estados Unidos em países do terceiro mundo, e detalha casos nas Filipinas, Indonésia, Índia, Bangladesh, Colômbia, República Dominicana, Porto Rico, El Salvador, Panamá, Bolívia, Brasil e Peru.

Essas práticas do governo dos EUA violam não apenas os princípios éticos e morais, mas também os direitos humanos das vítimas.

OPAS alerta sobre aumento de casos por Covid-19 na América.

#AmericaCentral #Nicaragua #Belize #ElSalvador #Panama #Honduras #Guatemala #EstadosUnidos #Canada #Coronavirus #SaludMundial #Politica

Retirado do teleSUR.

A diretora da Organização Pan-Americana da Saúde, Carissa Etienne, anunciou em entrevista coletiva virtual que a região das Américas registrou 5 milhões de infecções por coronavírus nesta semana, tendência impulsionada principalmente pelo avanço da epidemia no Canadá e nos Estados Unidos. Unidos.

En América Central, la representante de la OPS indicó que Panamá y Belice están registrando un alza de los casos.

A manchete resumia que, desde o início da pandemia, a região registrou quase 31 milhões de infectados e 787.000 mortes, o que representa quase metade de todas as infecções e mortes no mundo. Durante a entrevista coletiva Carissa Etienne alertou que as hospitalizações no Canadá estão aumentando, especialmente nas regiões centrais do país.

Na América Central, o representante da OPAS indicou que o Panamá e Belize estão registrando um aumento de casos. Em contraste, Honduras, El Salvador, Guatemala e Nicarágua estão relatando relativamente poucas infecções.

O ministro regional da saúde alertou que essa tendência deve ser observada com cautela porque os furacões Eta e Iota podem ter impactado os sistemas de registro e também pode haver muitos deslocados.

Finalmente, o diretor da OPAS insistiu que a América Latina também pode experimentar uma segunda onda de infecções semelhante à da Europa e que “não existe uma fórmula única, mas a mensagem geral não é relaxar as medidas”.

Quase cem membros do MS-13 presos após dois anos de investigação em um único condado de Nova York

ALHO-FRANCÊS COM GRÃO À BRÁS (SEM GLÚTEN)

Receita do dia!- Uma receita da autoria de Gabriela Oliveira, autora do livro “Cozinha Vegetariana à Portuguesa”.

INGREDIENTES:

Grão‑de‑bico cozido 2 chávenas (400 g)
Cebolas 2
Talos de alho‑francês 2
Amido de Milho 1 colher de sopa
Água ¼ de chávena
Açafrão‑das‑índias 1 colher de café
Alho em Pó 1 colher de café
Batata‑palha de compra 200 g ou 500 g de batata para fritar de
Salsa Picada 6 colheres de sopa
Orégãos usar q.b.
Pimenta preta usar q.b.
Sal usar q.b.
Azeite usar q.b.
Azeitonas para servir

Continuar a ler “ALHO-FRANCÊS COM GRÃO À BRÁS (SEM GLÚTEN)”

Plástico não biodegradáveis para construir casas.

Estas Garrafas de plástico não biodegradáveis estão a ser utilizadas como tijolos de construção para construir casas.

O lixo de um homem pode ser transformado em blocos de construção de outro.

Unidade policial financiada pelos EUA em El Salvador.

O escritor Eduardo Galeano teve razon quando disse que em Estados Unidos não há golpes de Estado porque não há embaixada norte-americana. Não pensas o mesmo?

Publicado em Notícias RT
Os Estados Unidos financiaram e equiparam policiais paramilitares de elite em El Salvador, ligados a execuções ilegais de gangues, segundo a CNN , que alega ter conhecimento de um relatório da ONU sobre o assunto que virá à luz em seguida meses

No documento, a polícia do país da América Central é acusada de “um padrão de comportamento do pessoal de segurança que equivale a execuções extrajudiciais”. Além disso, o relatório da ONU pede que as forças de segurança salvadorenhas quebrem um “ciclo de impunidade” no qual os assassinatos raramente são punidos “, segundo o relatório.

‘Mão dura’

Várias administrações dos EUA injetaram dezenas de milhões de dólares nas forças de segurança salvadorenhas para reforçar o polêmico programa “Mano Dura”, lançado pela primeira vez em 2003 para enfrentar o crescente problema das gangues no país, segundo CNN Continuar a ler “Unidade policial financiada pelos EUA em El Salvador.”

Bruno Rodríguez destacou resposta soberano da CELAC

Destaca Bruno Rodríguez respuesta soberana de la CELAC

Ministro das Relações Exteriores de Cuba Bruno Rodríguez disse terça-feira o espírito de debate construtivo com a Comunidade de Estados Latino-Americanos e do Caribe (CELAC) aborda os ataques violentos a ordem constitucional na Venezuela. Continuar a ler “Bruno Rodríguez destacou resposta soberano da CELAC”

Quatro países juntar-se o diálogo na Venezuela.

Ministro venezuelano das Relações Exteriores: Os membros da CELAC apoiar o diálogo nacional comocaminho para a paz

Os países que aderem ao acompanhamento de diálogo também se ofereceu para sediar as reuniões entre o governo e a oposição venezuelana. Continuar a ler “Quatro países juntar-se o diálogo na Venezuela.”

Ministro venezuelano chega a El Salvador.

 

 

 

 

Ministro das Pessoas ‘s poder de Assuntos Exteriores da República Bolivariana da Venezuela,Delcy Rodríguez, chegou na madrugada de terça a El Salvador para a reunião de Ministros dos Negócios Estrangeiros da Comunidade dos Estados da América Latina e Caribe (CELAC)solicitados pela Venezuela, para discutir ameaças contra a ordem democrática e ações intervencionistas contra a soberania nacional. Continuar a ler “Ministro venezuelano chega a El Salvador.”