#EUA contra uma possível intervenção militar na# Venezuela

Venezuela denuncia invasão de embaixada em Brasília

digital@juventudrebelde.cu       digital@juventudrebelde.cu    Exigen salida de los agresores digital@juventudrebelde.cu

Celebração fora da embaixada da Venezuela no Brasil pela saída dos agressores. Autor: Brasil de Fato

Brasília, 13 de novembro. – Após 12 horas de ocupação da sede venezuelana no Brasil, os opositores partiram como resultado das negociações entre o Ministério das Relações Exteriores do Brasil e os militantes do autoproclamado Guaidó.

«Denunciamos que as instalações da nossa embaixada em Brasília foram invadidas pela força no início da manhã. Responsabilizamos o governo do Brasil pela segurança de nossa equipe e instalações ”, disse Jorge Arreaza, ministro das Relações Exteriores da Venezuela, em sua conta no Twitter.

O ataque foi realizado por um grupo uniformizado de apoiadores do autoproclamado Juan Guaidó. O congressista brasileiro Paulo Pimenta, que está dentro da embaixada, disse que os agressores são um grupo de paramilitares contratados para entrar no prédio, informou o Fato.

Freddy Efraín Meregote, encarregado de negócios da Embaixada da Venezuela, negou as informações indicando que os oficiais da sede diplomática ajudaram a entrar no grupo nas instalações e expressou o apoio do corpo diplomático ao presidente Nicolás Maduro.

O Governo da Venezuela exigiu que o Brasil cumprisse suas obrigações de proteger a instalação e seu pessoal como parte da Convenção de Viena sobre Relações Diplomáticas, na ausência de autoridades policiais.

Da mesma forma, ele pediu à administração de Jair Bolsonaro que tome imediatamente as medidas necessárias para despejar os agressores e cessar a inaceitável situação de assédio a que estão expostos os diplomatas venezuelanos em Brasília.

Embora o presidente brasileiro, em sua conta no Twitter, tenha repudiado “interferências de atores externos” na embaixada, e tenha dito que o governo “está tomando as medidas necessárias para salvaguardar a ordem pública e impedir atos de violência, de acordo com a Convenção de Viena” sobre relações diplomáticas ”, seu filho, deputado Eduardo Bolsonaro, apoiou a“ embaixadora ”de Guaidó, María Teresa Belandria, segundo a França 24.

O Gabinete de Segurança Institucional da Presidência do Brasil emitiu uma declaração afirmando que havia indivíduos sem escrúpulos que queriam aproveitar os eventos para gerar desordem e instabilidade ”, e que o presidente daquele país“ não tinha conhecimento ou incentivou a invasão da Embaixada. da Venezuela, por apoiadores de Guaidó ».

Ativistas e movimentos sociais como a Central Única dos Trabalhadores (CUT), o Movimento dos Sem Terra e seguidores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, reuniram-se em torno da sede diplomática como sinal de solidariedade à nação sul-americana e em defesa da democracia e soberania dos povos latino-americanos, relatou Brazil de Fato.

 

Categories: # Venezuela, #América Latina, #Nicarágua, #Bolívia, #Venezuela, #Cuba, #Brasil, #Brasil se alinha aos #EUA, #Caracas, Golpe de Estado, Militar,#Nicolás Maduro Moros, #Venezuela, #EUA contra uma possível intervenção militar na# Venezuela, #LulaLivre, Partido de la Social Democracia Brasileña, Brasil al poderío militar de EE.UU, Uncategorized | Etiquetas: , , | Deixe um comentário

Rússia avisa os EUA contra uma possível intervenção militar na Venezuela

Escrito por  RT

Rusia advierte a EE.UU. contra una posible intervención militar en Venezuela

O vice-chanceler russo criticou as “cabeças quentes de Washington” que incentivam um cenário de guerra no país sul-americano. Continuar a ler

Categories: #EUA contra uma possível intervenção militar na# Venezuela, RUSSIA, Uncategorized | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: