Filho de Bolsonaro

The New York Times: Bolsonaro poderia dar um auto-golpe e impor uma ditadura militar no Brasil para manter o poder.

Em um artigo publicado em 11 de junho, o jornal americano destaca que, enquanto o gigante latino-americano enfrenta sua pior crise em décadas, “o presidente Bolsonaro e seus aliados estão lidando com a possibilidade de intervenção militar para proteger seu controle sobre o poder”.

O jornal cita como exemplo dessa situação as declarações do deputado Eduardo Bolsonaro, filho do atual presidente brasileiro, que garantiu que a instalação de uma ditadura militar no país é uma questão de tempo.

“A opinião não gira mais em torno de se isso acontecerá, mas quando acontecerá”, disse Eduardo Bolsonaro recentemente, em entrevista a um blogueiro.

Categories: #Brasil, #Brasil se alinha aos #EUA, #Brasil, Corrupción, #Jair Bolsonaro, #Jair Bolsonaro, Filho de Bolsonaro, Jair Bolsonaro, Manual do golpe de Estado, novas tentativas de golpe, provocações Jair Bolsonaro, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

PF faz buscas em MG contra supostas ameaças a Bolsonaro nas redes sociais

Belo Horizonte – A Polícia Federal cumpriu dois mandados de busca e apreensão em Três Corações e Alfenas, municípios no Sul de Minas Gerais, para apurar supostas ameaças publicadas em redes sociais contra o presidente Jair Bolsonaro. As ordens foram expedidas pela Justiça Federal sob argumento de crime contra a segurança nacional.

O presidente Jair Bolsonaro 

BRAZIL-BRICS-CHINA-BOLSONARO-XI : Fotografia de notícias

A investigação teve início na última sexta-feira (29), após um homem ser detido por ter publicado em seu perfil nas redes sociais fotos e vídeos de suposto plano de atentado contra Bolsonaro. O presidente esteve na cidade de Três Corações no mesmo dia para participar da Solenidade de Diplomação das Turmas do Curso de Formação de Sargentos 2019.

Bolsonaro chegou ao município mineiro por volta das 10h35 e deixou a cidade às 13h30, conforme registros em sua agenda oficial.

O suspeito detido era funcionário terceirizado da Escola de Sargentos das Armas e aparecia em vídeos postados pela instituição em redes sociais. A investigação tramita em segredo de Justiça.

 

Categories: #Bolsonaro, #Brasil, Corrupción, #Jair Bolsonaro, #Jair Bolsonaro, BOLTON-BOLSONARO, Filho Bolsonaro ataca a Cuba, Filho de Bolsonaro, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Filho de Bolsonaro pede para criar um governo de transição na Venezuela

El diputado federal Eduardo Bolsonaro, hijo del presidente de Brasil Jair Bolsonaro

O deputado federal e filho do presidente do Brasil, Eduardo Bolsonaro, sugeriu que a Assembléia Nacional da Venezuela deveria criar um governo de transição, alternativo ao atual presidente, Nicolás Maduro. A declaração vem depois que a Assembléia venezuelana, com maioria de oposição, declarou ilegítima a nova presidência de Maduro.

“O retorno da democracia na Venezuela passa pela nomeação e reconhecimento de um governo de transição, de modo que as últimas eleições fraudulentas na Venezuela não podem ser reconhecidas.” Desde 10 de janeiro, Nicolás Maduro iniciou um novo mandato presidencial, mas é o fim! “, escreveu Eduardo Bolsonaro em sua conta no Twitter.

Eduardo Bolsonaro

B @BolsonaroSP

RetornoO retorno da democracia à Venezuela passa pela nomeação e reconhecimento de um GOVERNO DE TRANSIÇÃO. Assim, as últimas eleições frágeis da Venezuela não podem ser reconfirmadas a partir do dia 10 / JAN @Nicolasmaduro não inicia um novo mandato presidencial, mas sim acabou!
Rumbo Libertad

R @Rumbo_Libertad

# 07Ene Pedimos aos nossos seguidores para espalhar esta mensagem forte e continuar a pressão para realizar o seu trabalho e nomear o Governo de Transição. Nesta semana decisiva e temos que superar a agenda do MUD-PSUV. #LibertadOnada # RumboALaTransición

O Parlamento venezuelano foi declarado em desobediência pelo Supremo Tribunal do país em agosto de 2016 e, um ano depois, suas funções legislativas foram assumidas pela Assembléia Nacional Constituinte convocada pelo governo. Tanto as eleições para a Assembléia Constituinte e as que buscaram a reeleição de Maduro foram boicotadas pela oposição que denuncia violações dos direitos políticos de dezenas de cidadãos venezuelanos, fraude eleitoral e favoritismo em favor dos candidatos apoiados pelo governo.

No dia 4 de janeiro, os 13 países latino-americanos que compõem o Grupo Lima decidiram não reconhecer o novo mandato de Nicolás Maduro. O governo da Venezuela acusou o grupo de incentivar um golpe com o apoio dos EUA e reafirmou que Maduro assumirá seu novo mandato em 10 de janeiro.

Categories: Filho de Bolsonaro, governo de transição na Venezuela, nicolas maduro, Uncategorized | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: