IMIGRANTE

EUA alteram procedimentos migratórios na fronteira.

Apesar dos avisos norte-americanos, os migrantes procuram chegar a todo o
As autoridades norte-americanas anunciaram que vão realizar novos exames médicos a crianças que estão sob custódia, na sequência da morte de um migrante de oito anos, oriundo da Guatemala. É o segundo caso de um menor que morre sob custódia dos EUA, depois de atravessar a fronteira ilegalmente. O Governo da Guatemala já exigiu uma investigação “clara” sobre as mortes.

“Esta é uma perda trágica”. As palavras são do responsável do CBP (Customs and Border Protection), Kevin K. McAleenan. Em nome da autoridade que vigia as fronteiras, McAleenan endereçou à família condolências pela morte de Felipe Alonzo-Gomez, um menino de 8 anos que morreu sob custódia do Governo norte-americano na noite de Natal.

Na sequência da segunda morte de um menor no espaço de um mês, o CBP anunciou,  em comunicado, que está a focar os exames nas crianças com idades até aos dez anos. A entidade argumenta que está a rever as metodologias no que toca à custódia de criança com menos de dez anos, tanto à chegada aos centros, como após 24 horas sob custódia.
Além disso, a Patrulha de Fronteira diz estar a trabalhar com o Departamento de Imigração e Alfândega para o transporte para Centros Residenciais de Família e alta supervisionada. A agência está a avaliar as opções de custódia para aliviar os problemas de sobrelotação em El Paso, como por exemplo, trabalhar com Organizações Não-Governamentais ou parceiros locais para moradias temporárias.

O CBP garante ainda estar a considerar opções de assistência médicas com outros parceiros como a Guarda Costeira, Departamento de Defesa, serviços de saúde ou Centros de Controlo de Doença e Prevenção.
Felipe Alonzo-Gomez mostrou “sinais potenciais de doença” na segunda-feira e foi levado, juntamente com o pai, a um hospital em Alamogordo, no Estado do Novo México, onde lhe foi diagnosticada uma gripe. Apresentou depois febre e ficou na unidade médica mais 90 minutos, sendo-lhe dada alta na segunda-feira à tarde com prescrição de ibuprofeno e antibiótico.

À noite, voltou ao hospital com náuseas e vómitos e morreu quatro horas depois, segundo a CBP, pouco depois da meia noite do dia de Natal.

A agência garante que não está ainda determinada a causa de morte e que haverá uma investigação. O Departamento de Segurança Inter-na e o Governo da Guatemala foram notificados.

O menino chegou a El Paso com o pai a 18 de Dezembro e foi transferido para a estação do CBP em Almogordo no domingo.
Este é o segundo caso de morte de um menor sob custódia dos Estados Unidos, depois de terem entrado ilegalmente no país.
A 8 de Dezembro, uma menina de sete, também de nacionalidade guatemalteca, morreu dois dias depois de, juntamente com a família, ter atravessado ilegalmente a fronteira do México para os Estados Unidos. Continuar a ler

Anúncios
Categories: CRIANÇAS, ESTADOS UNIDOS, Guatemala, IMIGRANTE, Trump, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Os EUA mantêm sua política de paralisar os serviços consulares em Cuba.

El Servicio de Ciudadanía e Inmigración de los Estados Unidos

O Serviço de Cidadania e Imigração dos Estados Unidos é a agência federal que supervisiona a imigração legal naquele país.

O fechamento do Uscis em Cuba corresponde ao comportamento assumido pelos Estados Unidos durante o último ano de paralisação dos serviços consulares, afetando as ligações entre dezenas de milhares de famílias de ambos os lados do estreito da Flórida.

Não havia dúvida de que a chegada na Casa Branca, o atual presidente dos Estados Unidos traria um impacto negativo sobre o progresso foi feito no chão para uma relação civilizada entre Cuba e seu vizinho do norte, desde 17 de Dezembro de 2014. E embora tenham mantido alguns dos fundamentos do que foi conseguido em seguida, fez o pretexto de alegadas “ataques sônicos” contra o pessoal da embaixada norte, em Havana, ele chegou a inclinar-se para um curso acelerado dos primeiros passos para trás.
Embora hoje não haja provas dos alegados ataques, a administração de Donald Trump pouco cuidada e medidas unilaterais começaram, embora como pretexto, estas medidas já foram anunciadas antes, em 16 de abril. Junho de 2017. A invenção apenas acelerou o processo já escrito e impediu que a burocracia cumprisse seu papel, publicando a data acima mencionada.
Em suma, grande parte do pessoal diplomático dos EUA retirou-se da capital cubana, enquanto o Departamento de Estado fez uma recomendação aos seus cidadãos para que não viajassem para as Grandes Antilhas, e também exigiu que deixassem na legação cubana em Washington. mesmo número de pessoas que têm o deles em Havana.
Conseqüentemente, os cubanos que queriam emigrar ou nos visitar. uu Eles têm visto uma maior dificuldade de processar o seu visto: eles tiveram de viajar para países terceiros, sabendo os riscos e custos adicionais traz, enquanto o Programa cubano Parole Reagrupamento Familiar está paralisado e não há nenhum anúncio de quando será retomado novamente.
Em meio a esse contexto, em 10 de dezembro, o escritório do Serviço de Cidadania e Imigração dos EUA (Uscis) foi fechado. Continuar a ler

Categories: AMERICA LATINA, CUBA, CUBA - ESTADOS UNIDOS, Donald Trump, ESTADOS UNIDOS, IMIGRANTE, POLÍTICA, Politica Exterior, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Esta encho verdade? SOMOSUNSOLOMUNDO.

Foto de Jose Gregorio Baili.

Não são CUBANOS saindo a MIAMI nem VENEZUELANOS saindo a qualquer lado do mundo, também não são AFRICANOS para entrar a EUROPA … Estes são EUROPEUS rumo ao norte de AFRICA e SUR AMERICA na segunda guerra mundial. Uma foto para reflexionar a respeito das voltas que dá o mundo e não se detém, sempre  uns precisam de outros, princípio basico de convivência. –SOMOSUNSOLOMUNDO

Categories: #SOMOSUNSOLOMUNDO, AMERICA LATINA, ANGOLA, ÁFRICA, EUROPA, HISTORIA, IMIGRANTE, SOCIEDADE, Uncategorized, venezuela | Etiquetas: | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: