israel

Cuba denuncia violações contínuas de Israel na Palestina na ONU.

Retirado de Prensa Latina.

Em meio às difíceis condições causadas pela pandemia de Covid-19, Israel persiste hoje com suas contínuas violações do direito internacional ao tentar anexar o território palestino, denunciou Cuba na ONU.

Em um discurso enviado ao Conselho de Segurança, a missão cubana às Nações Unidas rejeitou a ocupação de Israel do território palestino, sua política de anexação e o aumento de práticas e medidas ilegais e colonizadoras.

Tais são a construção e expansão de assentamentos no território palestino ocupado, demolições punitivas, apreensões de recursos, o deslocamento forçado de centenas de civis e o bloqueio da Faixa de Gaza, acrescentou o documento.

Isso também ocorre em meio à pandemia de Covid-19, que agrava a situação de emergência do sistema público de saúde e o cenário socioeconômico e humanitário deprimido da Palestina, particularmente em Jerusalém Oriental e na Faixa de Gaza, destaca.

No documento registrado no Conselho de Segurança, Cuba reafirmou a preocupação de que, no último período, não tenham sido tomadas medidas para acabar com a agressão e ocupação militar israelense no território palestino, em conformidade com a própria resolução 2334 do Conselho.

Enquanto Tel Aviv, com impunidade, consolida sua política de expansão em assentamentos ilegais em território ocupado e ameaça anexar os territórios palestinos do Vale do Jordão e outras partes da Cisjordânia e Jerusalém Oriental, o Conselho permanece silencioso, enfatizou Cuba.

O discurso refere-se às ações agressivas, unilaterais e injustificadas dos Estados Unidos no Oriente Médio, que violam severamente os interesses legítimos das nações árabes e islâmicas e levam a uma escalada perigosa na região.

Eles vão desde a retirada do apoio financeiro à Agência das Nações Unidas para os Refugiados da Palestina, até o chamado ‘Acordo do século’, elaborado por Washington, no qual a solução de dois estados é desconhecida, conforme detalhado pela missão cubana.

Esse plano, rejeitado pela comunidade internacional e pela ONU, inclui a ação unilateral dos Estados Unidos para reconhecer Jerusalém como a capital de Israel e estabelecer sua onurepresentação diplomática naquela cidade.

‘Cuba apoiou sem reservas uma solução abrangente, justa e duradoura para o conflito israelense-palestino, que permite ao povo palestino exercer o direito à autodeterminação e ter um Estado independente e soberano nas fronteiras anteriores a 1967, com Jerusalém Oriental como sua capital e que garante o direito de retorno dos refugiados ‘, afirmou a representação daquela ilha perante a ONU.

Categories: #Donald Trump, #Estados Unidos, #Estados Unidos, #ONU, Conflicto en el Medio Oriente, forças em favor da paz, guerras não convencionais do século XXI, israel, mobilização pela paz, PALESTINA, Secretaria-Geral da ONU, Stéphane Dujarric, Uncategorized, Washington, Washington deseja apenas como vizinhos os governos servis | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

O plano anexacionista de Netanyahu causa controvérsia dentro e fora de Israel.

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, diz que qualquer plano realista para resolver o conflito com a Palestina deve reconhecer os assentamentos judaicos na Cisjordânia. Dessa maneira, ele respondeu às palavras do ministro das Relações Exteriores alemão, que vê os planos de anexação de Israel como uma violação do direito internacional. Discutimos o papel de Washington no conflito israelense-palestino com o cientista político Aritz Saidi Olaortua.

Categories: #Donald Trump, #Estados Unidos, @Trump, CIA Mike Pompeo, FORA TRUMP, israel, PALESTINA, Pompeo,, REINO UNIDO, relações bilaterais, o governo Donald Trump, secretario de Estado, Michael Pompeo, secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo,, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

A ONU insta Israel a não ameaçar anexar territórios palestinos.

Categories: Derechos Humanos, israel, PALESTINA, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Palestina abandona acordos com os EUA e Israel e os acusa de anexacionistas.

O presidente da Palestina, Mahmud Abbas, anunciou sua retirada de todos os acordos com Israel e os EUA, garantindo que o país hebreu atue como força de ocupação com o apoio total da Casa Branca. Na opinião do analista internacional Alberto García Watson, quando Abbas romper os acordos, Tel Aviv terá que assumir sua total responsabilidade perante a comunidade internacional como força de ocupação e será forçado a interromper suas políticas expansionistas.

Categories: #Donald Trump, #Estados Unidos, #ONU, #Trump, @Trump, A Casa Branca: Poderosa casa de cartas, FORA TRUMP, israel, PALESTINA, relações bilaterais, o governo Donald Trump, RUSIA, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized, Washington, Washington deseja apenas como vizinhos os governos servis | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

O ataque aéreo coloca em risco um vôo civil com 172 passageiros a bordo.

Caças israelenses do F-16 lançaram oito mísseis ar-terra contra os subúrbios de Damasco na noite de quinta-feira, sem penetrar no espaço aéreo da Síria, segundo militares russos.

Ataque aéreo israelí cerca de Damasco puso en peligro un vuelo civil con 172 pasajeros a bordo

Com 172 passageiros a bordo, um avião comercial evitou durante o pouso o incêndio dos sistemas de defesa aérea da Síria, que foram ativados em resposta a um ataque de míssil israelense perto de Damasco, relata o Ministério da Defesa de Rússia

Segundo o general Igor Konashénkov, a aeronave teve que desviar-se para a base russa de Khmeimim, depois que quatro caças F-16 da Força Aérea Israelense, às duas horas desta quinta-feira, lançaram oito mísseis ar-terra contra o Subúrbios de Damasco, sem violar o espaço aéreo da Síria.

O Airbus-320 pousou com sucesso em um aeródromo de base e foi salvo do perigo “graças ao rápido desempenho dos controladores de vôo no aeroporto de Damasco e à operação eficiente do sistema automatizado de controle de tráfego aéreo”.

O representante do Ministério da Defesa da Rússia explicou que a aeronave estava voando entre Teerã (Irã) e Damasco.

Konashénkov enfatizou que os radares israelenses distinguem claramente os movimentos dos aviões de passageiros, especialmente na área do aeroporto de Damasco, e argumentou que as operações aéreas de Israel adquirem “uma característica típica” usando aviões comerciais civis, com passageiros a bordo, para cobrir as costas “ou bloquear as ações de resposta dos sistemas antiaéreos sírios”.

Ele lamentou que “essas operações dos estrategistas israelenses” desprezem e ponham em risco “as vidas de centenas de civis inocentes”.

Categories: Aerolinias, Catástrofe, Catástrofe de la aviación, forças em favor da paz, guerra, israel, mobilização pela paz, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Trump: o fiasco do século

Nesta sexta-feira, ‘The Zoom’ analisa os principais pontos do plano anunciado por Trump para resolver o conflito entre israelenses e palestinos. Javier Rodríguez Carrasco se pergunta como a Palestina foi deixada de lado e deve se submeter a essas imposições de Israel e dos Estados Unidos. se você deseja ter a possibilidade de se tornar um Estado em sua plenitude. Também discutimos se o “acordo do século” tem fins eleitorais e políticos e o papel inútil da comunidade internacional nesse assunto.

Categories: #Donald Trump, #Estados Unidos, #ONU, #Trump, @Trump, confrontar Donald Trump da câmara baixa, Donald Trump, Donald Trump,, Donald Trump, Estados Unidos, FORA TRUMP, israel, ONU, PALESTINA, relações bilaterais, o governo Donald Trump, Secretaria-Geral da ONU, Stéphane Dujarric, Trump Google, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Enraizada contra a Palestina: O que, como e quando será feito?

Escrito por Arnaldo Musa / Especial para CubaSi

Canallada contra Palestina: ¿Qué, cómo y cuándo se va a hacer?

Nos mesmos momentos em que a presidência do Grupo dos 77 e da China foi assumida pela Palestina, Israel bombardeou impiedosamente e indiscriminadamente uma cidade na Faixa de Gaza. Continuar a ler

Categories: faixa de gaza, Grupo dos 77, israel, PALESTINA, Uncategorized | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: