“Miss Angola”

COVID-19: Cerca sanitária em vigor a partir desta terça-feira

O levantamento temporário da cerca sanitária provincial permitiu o retorno dos cidadãos que se encontravam retidos foras das suas zonas de origem nos primeiros 15 dias que terminou no passado sábado, 11, deste mês.

dd

O decreto assinado pela Chefe de Estado determinou que todos os cidadãos que se deslocaram de uma província para outra durante o período de levantamento temporário da cerca sanitária provincial estão sujeitos a quarentena domiciliar obrigatória.

O Estado de Emergência, que visa conter a propagação da covid-19, está interdita a circulação e permanência de pessoas na via pública e a comercialização de produtos não essenciais.

Na vigência do regime de Estado de Emergência, a violação da quarentena obrigatória constitui crime de desobediência.
Angola registou, até ao momento, 19 casos positivos, dos quais quatro recuperados e dois mortos.

Angop

Categories: "Miss Angola", #salud, ANGOLA, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Profesionales e la Salud, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Angola vai Vencer # Covid – 19# Irmão Bambila

Categories: "Miss Angola", #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #salud, ANGOLA, CUBA-ANGOLA, epidemia, Musica Angolana, MUSICAS, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Profesionales e la Salud, SALUD, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Música para esses tempos de quarentena .

Jerusalem – Master Kg ft Nomcebo Dance Video By Fenomenos do Semba

Categories: "Miss Angola", #salud, ANGOLA, Musica Angolana, MUSICAS, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Angola entre os países africanos mais afetados pela queda no petróleo

A agência de notação financeira Standard & Poor’s (S&P) reviu a previsão de evolução do preço do petróleo para 40 dólares este ano, salientando que em África a Argélia, Nigéria e Angola serão os mais afetados.

dd
“Revimos a nossa previsão de preço do petróleo para este ano, de 60 dólares por barris para 40 dólares, a Argélia, Nigéria e Angola serão provavelmente os mais afetados devido à contribuição material que o petróleo faz para as suas exportações”, lê-se numa nota de análise sobre o impacto do novo coronavírus em África.

No documento, enviado aos investidores e a que a Lusa teve acesso, explica-se que “países onde o número de infeções é alto ou em rápida subida, como é o caso da China, Coreia, Itália, França, Alemanha, Espanha, Irão e Estados Unidos da América, entre outros, representam cerca de 42% das exportações africanas”.
Sendo previsível que as importações diminuam devido às medidas restritivas da atividade económica nesses países, a S&P alerta que os países serão impactados devido à impossibilidade de obterem receitas através das exportações de matérias-primas.
O novo coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19, infetou mais de 210 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 8.750 morreram.
Das pessoas infetadas, mais de 84.000 recuperaram da doença.
A China anunciou hoje não ter registado novas infeções locais nas últimas 24 horas, o que acontece pela primeira vez desde o início da pandemia. No entanto registou 34 novos casos importados.
O surto começou na China, em dezembro, e espalhou-se já por 173 países e territórios, o que levou a Organização Mundial da Saúde a declarar uma situação de pandemia.
No total, desde o início do surto, em dezembro passado, as autoridades da China continental, que exclui Macau e Hong Kong, contabilizaram 80.894 infeções diagnosticadas, incluindo 69.614 casos que já recuperaram, enquanto o total de mortos se fixou nos 3.237.
O número de infetados ativos no país fixou-se em 8.043, incluindo 2.622 em estado grave.
Os países mais afetados depois da China são a Itália, com 2.978 mortes em 35.713 casos, o Irão, com 1.135 mortes (17.361 casos), a Espanha, com 638 mortes (14.769 casos) e a França com 264 mortes (9.134 casos).
Face ao avanço da pandemia, vários países adotaram medidas excecionais, incluindo o regime de quarentena e o encerramento de fronteiras.
FONTE:NM/AG

Categories: "La epopeia de Angola", "Miss Angola", #salud, Africa, ANGOLA, ÁFRICA, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Petroleo, Profesionales e la Salud, SALUD, Uncategorized, União Africana | Etiquetas: , , , , , , , | Deixe um comentário

COVID-19: Governo antecipa encerramento das Festas do Mar no Namibe

O Governo da provincia do Namibe determinou, quinta-feira, o encerramento antecipado das Festas do Mar, edição 2020, em observância às orientações para a adopção de medidas preventivas contra o novo Coronavirus (Covid-19).

dd

Num comunicado dirigido aos órgaos de comunicação social, explica que o objectivo é inibir os aglomrados de pessoas, pelo que “o Governo do Namibe continuará a tomar as medidas necessárias para a prevenção desta pandemia”.

Entretanto, exorta à compreensão e ao cumprimento, por toda a sociedade civil namibense, das acções preventivas amplamente difundidas com o principal objectivo de ajudar na preservação do bem maior que é a vida.

As Festa do Mar, que já vão na sua 58ª edição, realiza anualmente distintas actividades, congregando, entre outros actores sociais, profissionais ligados à agricultura, pescas, construção civil, cultura, turismo, comércio e indústria.

Feirantes contactadas pela Angop, mostraram-se satisfeitos pela atitude, pois para elas está em primeiro lugar a vida humana, que poderia estar em risco neste evento programado para de 1 a 29 do corrente mês de Março.

Fonte: Angop/LD

Categories: "Miss Angola", #salud, ANGOLA, Angola y Portugal, epidemia, Musica Angolana, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Profesionales e la Salud, SALUD, Uncategorized | Etiquetas: , , , , , , , , | Deixe um comentário

Governo suspende aulas a partir do dia 24 de Março

O Executivo decidiu suspender, a partir de terça-feira, as aulas durante 15 dias, prorrogáveis automaticamente por igual período, em todo o território nacional, como forma de prevenir a pandemia do coronavírus no país.

dd

Um Decreto Executivo exarado pelo Ministério da Educação, agora liderado por Luísa Grilo, determina a paralisação das aulas em todas as instituições de ensino públicas, privadas e público-privadas, nos subsistemas de educação pré-escolar, ensino geral, secundário técnico-profissional, secundário pedagógico, da educação de adultos.
Durante o período de suspensão das actividades lectivas, estipula o documento, os professores devem atribuir e orientar a realização de tarefas para a casa aos alunos e os gabinetes, secretarias provinciais e direcções municipais da Educação deve assegurar o cumprimento escrupuloso desta orientação.
O Decreto Executivo do Ministério da Educação visa assegurar a implementação do Decreto Legislativo Presidencial Provisório 1/20, de 18 de Março, que adopta medidas adicionais que pretendem evitar a propagação da pandemia Covid-19 em território nacional.
Considerando que o desenvolvimento das actividades lectivas dessas instituições de ensino envolve um número significativo de alunos superior ou aglomerado de mais de 200 pessoas, esclarece ainda o Decreto, urge a necessidade de se tomar tal medida, prevista no número 1 do artigo do Decreto Legislativo Presidencial Provisório.

TPA com JA/LD

Categories: "La epopeia de Angola", "Miss Angola", #salud, ANGOLA, Angola y Portugal, EDUCAÇÃO, educação, ESTUDIANTES AFRICANOS, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Profesionales e la Salud, SALUD, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Feliz sábado a todos.

Categories: "Miss Angola", ANGOLA, Musica Angolana, MUSICAS, Uncategorized | Etiquetas: , , | Deixe um comentário

Amor em tempos de crise.

Categories: "La epopeia de Angola", "Miss Angola", #Kizomba---, ANGOLA, Angola y Portugal, ECONOMIA, economia nacional, Musica Angolana, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Comece o fim de semana com tomate de boa energia e música não pode faltar.

Categories: "Miss Angola", #Kizomba---, ANGOLA, Musica Angolana, MUSICAS, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Mirempet lança concurso para três avaliadores de diamantes

O Ministério dos Recursos Minerais e Petróleos (Mirempet) abriu um concurso internacional para a contratação de três avaliadores independentes dos 9,2 milhões de quilates de diamantes brutos produzidos anualmente no País.

A iniciativa resulta da implementação dos Decretos Presidenciais 175/18 de 27 de Julho e 35/19 de Janeiro, que aprova a nova política de comercialização de diamantes, assim como o regulamento técnico de comercialização de diamantes brutos de Angola.

 Angola vai privatizar empresa de diamantes e colocá-la em bolsa

Em cerimónia oficial de lançamento do concurso, o secretário de Estado dos Petróleos, José Barroso, afirmou que o Mirempet pretende, com este acto, contratar, em regime de prestação de serviços, três avaliadores independentes, com boas referências em termos de práticas internacionais para execução desta actividade.

Com a adopção deste procedimento, segundo o governante, pretende-se que a política de comercialização de diamantes brutos seja implementada com eficácia.

Por sua vez, o presidente da comissão de elaboração das propostas deste concurso, Mankenda Ambroise, explicou que actualmente o País conta com apenas um avaliador independente de diamantes brutos e o Estado pretende que tenha cinco.

Diamantenschleifer in Angola

“Vamos começar com três avaliadores, um número que já vai permitir avaliar os critérios de produção, preços de mercado e obedecer a certificação do processo kimberley” disse.

O prazo para a entrega de propostas vai até ao dia 06 de abril próximo, e estas deverão ser abertas em acto público no dia seguinte, prevendo-se a divulgação dos resultados na segunda quinzena do mesmo mês, explicou.

Qualquer entidade nacional ou estrangeira pode concorrer, mas deve apresentar a proposta em português.

dd

Sobre os critérios de selecção deste concurso, explicou que os avaliadores independentes devem ter a experiência técnica e económica de cinco anos, no mínimo.

Os três avaliadores independentes vão garantir maior controlo na actividade de produção e comercialização de diamantes no País, através de uma produção classificada, bem como estabelecer o volume de receitas a serem arrecadadas pelo Estado e melhorar a gestão de exploração de uma mina.

Angola arrecadou, em 2019, 1,3 mil milhões de dólares norte-americanos com a exploração de 9,2 milhões de quilates de diamantes, resultado da nova política de comercialização da pedra preciosa adoptada em 2018 pelo Executivo, que abdicou dos clientes preferenciais.

Fonte: Novo Jornal/BA

Categories: "La epopeia de Angola", "Miss Angola", ANGOLA, ECONOMIA, economia nacional, estratégias de apropriação de símbolos e outros recursos para prosseguir o seu esvaziamento., Ministro da Energia e Águas, João Baptista Borges, Uncategorized | Etiquetas: , , | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: