Ritmos angolanos debatidos no Brasil.

#RitmosAngolanos #Cultura #Kizomba #Angola #Brasil

Jornalista: Manuel Albano

A diversidade rítmica dos estilos musicais e danças angolanas vão estar em evidências, durante um seminário, a ter lugar dia 19, no Centro Educacional Unificado, em Heliópolis, São Paulo, Brasil, numa iniciativa do colectivo Kizomba Yetu.

Danças angolanas têm tido destaque nas pistas de São Paulo © Fotografia por: DR

A actividade está enquadrada nas comemorações do 25 de Maio, Dia de África, e inclui aulas de dança de kizomba, semba, afro house e kuduro, por professores angolanos e brasileiros. No dia de abertura, está agendada uma aula com os professores Vanessa Dias e Gilson Manuel, que vão fazer algumas demonstrações de afro house e kuduro.

No dia 21, a organização realiza uma mostra cultural, cujo destaque é a exibição de danças folclóricas de ambos os países e performances musicais ao vivo. O objectivo, explicou a organização, é ensinar este estilo a cidadãos de várias nacionalidades, residentes em São Paulo, através de professores de referência como Francisco Félix e Iza Sousa.

A mentora e coordenadora do projecto, Vanessa Dias, disse que os seminários têm ajudado na troca de experiências entre os participantes e permitido mostrar muito das artes angolanas, às comunidades em São Paulo. “Queremos trabalhar a essência e ‘especificação’ de cada país, pois quando se fala de África, as pessoas de outros países o fazem de uma forma muito generalizada. Com actos do género, podemos mostrar as particularidades do país”.

Gerilson Insrael – Quarentena

Angola vai Vencer # Covid – 19# Irmão Bambila

Música para esses tempos de quarentena .

Jerusalem – Master Kg ft Nomcebo Dance Video By Fenomenos do Semba

COVID-19: Governo antecipa encerramento das Festas do Mar no Namibe

O Governo da provincia do Namibe determinou, quinta-feira, o encerramento antecipado das Festas do Mar, edição 2020, em observância às orientações para a adopção de medidas preventivas contra o novo Coronavirus (Covid-19).

dd

Num comunicado dirigido aos órgaos de comunicação social, explica que o objectivo é inibir os aglomrados de pessoas, pelo que “o Governo do Namibe continuará a tomar as medidas necessárias para a prevenção desta pandemia”.

Entretanto, exorta à compreensão e ao cumprimento, por toda a sociedade civil namibense, das acções preventivas amplamente difundidas com o principal objectivo de ajudar na preservação do bem maior que é a vida.

As Festa do Mar, que já vão na sua 58ª edição, realiza anualmente distintas actividades, congregando, entre outros actores sociais, profissionais ligados à agricultura, pescas, construção civil, cultura, turismo, comércio e indústria.

Feirantes contactadas pela Angop, mostraram-se satisfeitos pela atitude, pois para elas está em primeiro lugar a vida humana, que poderia estar em risco neste evento programado para de 1 a 29 do corrente mês de Março.

Fonte: Angop/LD

%d bloggers like this: