Os fascistas “pacíficos” que se preocupam com Cuba .

#Cubasoberana #MnipulacionMrdiatica #DerechosHumanos #ProhibidoOlvidar #FalsaDemocracia #TenemosMemoria

Por Redacción Razones de Cuba

Por: Justo Cruz

Estou muito impressionado com o facto de quase ninguém se surpreender com o facto de os que mais se preocupam com a situação dos direitos humanos em Cuba serem a direita, a extrema-direita e políticos quase fascistas, especialmente no continente europeu.

ESTOU ALARMADO COM A SIMPLICIDADE COM QUE SOS CUBA PUBLICA E PARTILHA IMAGENS DE “COMBATENTES” CUBANOS A ESFREGAR OMBROS COM POLÍTICOS DE EXTREMA DIREITA, ESPECIALMENTE RACISTAS ESPANHÓIS BEM CONHECIDOS PELAS SUAS POLÍTICAS CONTRA OS DIREITOS HUMANOS DOS ESTRANGEIROS, OS DIREITOS DAS MULHERES, O MOVIMENTO LGTBI, ETC.

Pergunto-me como é que a “Patria y Vida” não tem vergonha de esfregar os ombros com racistas notórios de VOX e Ciudadanos. Como pode ser tão ignorante e partilhar na sua própria parede do Facebook um discurso de um político de VOX só porque ele diz as coisas más que quer ouvir contra o seu próprio país?

Pensa realmente que estes racistas espanhóis se preocupam com o destino do povo cubano? Se não querem ou não sabem ler para se documentar e cultivar, pelo menos pergunte a um amigo espanhol sobre as festas VOX e Ciudadanos, pergunte-lhes e os seus rostos cairão de vergonha.

A mesma coisa acontece na Alemanha. Lembro-me quando, há alguns anos atrás, a Chanceler alemã Angela Merkel decidiu tomar parte dos refugiados sírios forçados a abandonar o seu país fugindo das bombas ISIS e da NATO, nessa altura alguns dos cubanos “Pátria e Vidas” de hoje criticaram Merkel com o mesmo zelo que os racistas da AfD (Alternativa para a Alemanha, um partido de extrema-direita), como se eles próprios não fossem estrangeiros. Muitos alemães ficaram estupefactos com tal ignorância.

NA ALEMANHA EXISTE UMA ORGANIZAÇÃO DE ACTIVISMO POLÍTICO DUVIDOSO COM O NOME PATÉTICO DA SOCIEDADE INTERNACIONAL PARA OS DIREITOS HUMANOS (IGFM), CUJO PRESIDENTE HONORÁRIO FOI UM CONSELHEIRO DE AUGUSTO PINOCHET E ENTRE OUTRAS BARBARIDADES FALOU COM TODO O CORAÇÃO CONTRA A LIBERTAÇÃO DE NELSON MANDELA.

Durante anos, esta organização tem estado muito, muito preocupada com os “direitos” do povo cubano.

Agora acontece que neste “grande concurso” para descobrir quem publica as mais estúpidas notícias falsas sobre os acontecimentos diários em Cuba, o IGFM não quer ser deixado para trás e para demonstrar a violência policial em Cuba publica um comunicado de imprensa sobre os “mortos” do governo cubano e acompanha-o com uma fotografia da polícia brasileira “Forca Tatica”, nada mais e nada menos que “em Havana” maltratando o povo cubano.

Como sei que ninguém vai acreditar nesta história, deixo aqui a imagem, mas cuidado, para não fazer troça, não quero fazer troça, pelo contrário, fazer chorar de raiva, escandalizar uns e envergonhar outros, porque o que está a acontecer com Cuba nas redes sociais é o cúmulo da falácia e da ignomínia. Eles já são embaraçosos e o pior de tudo é que parece não haver ninguém que os impeça.

Tirada de CubaDebate

Homenagem do esporte a Nelson Mandela.

Homenagem do esporte a #NelsonMandela. #FidelCastro #Deporte #INDER #ONU #MandelaDay
@SAEmbCuba # DíaMandela #CarreraporMandela

Redação esportiva

Amizade indestrutível e identificação com as idéias de justiça e liberdade uniram Mandela e Fidel. Ambos eram amantes da prática esportiva e a seguiram com interesse.

O INDER, juntamente com a embaixada da República da África do Sul em nosso país, prestará homenagem a Nelson Mandela em 18 de julho, data instituída pela ONU desde 2009 para homenagear um homem de grande sensibilidade, dedicado à liberdade de seu povo.

Eles farão isso com a sétima edição da carreira que leva o nome do lutador que sofreu uma prisão cruel por 27 anos (1963-1990) e que foi negado pelo apartheid a todos os pedidos de todo o mundo para sua libertação.

Mandela, também apaixonado por boxe, é uma inspiração para as novas gerações que, nesta ocasião, através do esporte, o homenageiam no sábado, apoiadas pelo Projeto Marabana-Maracuba. Corredores, caminhantes e a população em geral são convidados para a consulta nas diferentes plataformas digitais, explica a chamada para o evento.

Amizade indestrutível e identificação com as idéias de justiça e liberdade uniram Mandela e Fidel. Ambos eram amantes da prática esportiva e a seguiram com interesse.

O objetivo desta manhã é caminhar ou correr no espaço disponível para os interessados. Quem desejar, também poderá participar de outras atividades físicas: ginástica, ioga, ginástica localizada e preparação física geral, sempre respeitando as medidas higiênico-epidemiológicas e de distanciamento social em vigor.

Os participantes poderão publicar seus vídeos e fotos nas páginas do Facebook Andarines cubanos e SouthAfricanEmbassyCuba e na conta do Twitter @SAEmbCuba, com as hashtags #MandelaDay # DíaMandela e #CarreraporMandela.

Cuba agradece à União Africana pela cooperação internacional no enfrentamento do COVID-19.

#Cuba agradece à #UniãoAfricana pela cooperação internacional no enfrentamento do #COVID-19. #CubaSalva #EEUUBloquea #CubaCoopera #MedicinaCubana #MINCEX #FidelCastro #NelsonMandela #ÁfricadoSul #Epidemia #RevolucionCubana #ProfecionalesDeLaSalud

Extraído do site do MINCEX

Esta tarde, foi realizada uma reunião de gratidão no Ministério do Comércio Exterior e Investimento Estrangeiro em nome de Cuba, pela cooperação internacional prestada pela União Africana ao país no contexto da crise da saúde pelo COVID19.

A seguir, reproduzimos as palavras da Primeira Vice-Ministra Ana Teresita González, que presidiu a breve reunião.

Excma. Senhora Thaninga Pandit Shope-Linney. Embaixador Extraordinário e Plenipotenciário da República da África do Sul em Cuba.

Caros embaixadores da África e do Caribe que nos acompanham,

Estimados companheiros:

Hoje à tarde nos encontramos entre irmãos africanos e cubanos, unidos por uma longa tradição de luta e solidariedade.

Nesta ocasião, agradecemos profundamente ao governo da República da África do Sul pelas doações feitas a Cuba pelo confronto entre Covid-19 e Cuba. Da mesma forma, reiteramos nossa gratidão às demais nações africanas que também contribuíram para combater a pandemia em nosso país.

Recebemos meios de proteção, materiais e suprimentos para as instalações de saúde cubanas, como máscaras, luvas, termômetros infravermelhos, suprimentos e suprimentos cirúrgicos, coberturas para leitos hospitalares e alimentos, entre outros, todos de importância significativa para enfrentar esta crise. saúde internacional.

A cooperação de nossos irmãos africanos, em um contexto de bloqueio econômico, comercial e financeiro do governo dos Estados Unidos contra Cuba, intensificou-se brutalmente mesmo nas circunstâncias atuais, demonstrando mais uma vez as estreitas relações entre os povos da África e Cuba. e seus líderes históricos.

Apesar das tentativas do governo dos Estados Unidos de impedir a cooperação internacional cubana, continuamos firmes em nossa tradição de contribuir com nossos modestos esforços para preservar a saúde e a vida de outros povos. Mais de 40 brigadas médicas se juntaram ao pessoal de saúde cubano em mais de 30 países, para enfrentar o Covid-19.

Em resposta ao pedido feito pelo Presidente da África do Sul, Cyril Ramaphosa, de enviar uma Brigada Médica para auxiliar na contenção de Covid-19, mais de 200 profissionais de saúde do contingente “Henry Reeve” partiram para a terra natal de Nelson Mandela , caro amigo do nosso líder histórico da Revolução, Fidel Castro.

Sem dúvida, as relações entre Cuba, África do Sul e países africanos são fortalecidas em meio a essa enorme pandemia, na qual a solidariedade não tem sido precisamente a característica distintiva nas relações internacionais.

Nesta difícil situação que enfrentamos, também é essencial continuar desenvolvendo a cooperação em outras áreas prioritárias, como assistência econômica, educação, agricultura, construção, assentamentos humanos, obras públicas e de infraestrutura, recursos hídricos, transporte, mineração, entre outros setores.

Também reconhecemos nesta ocasião o papel que a África do Sul está desempenhando como Presidente da União Africana. Temos certeza de que as relações com Cuba se fortalecerão.

A África faz parte de nossa própria identidade como nação e de nossa história, somos filhos deste continente e como nosso comandante-chefe Fidel Castro expressou: pagar nossa dívida com a África está pagando nossa dívida com a humanidade. Aqui estamos e estaremos juntos para construir o melhor mundo possível e cada vez mais necessário para todos.

Muito obrigado

Beyoncé em centenário do nascimento de Mandela.

Resultado de imagen de Beyoncé en el concierto del centenario del nacimiento de Mandela

Este concerto é o destaque de uma série de eventos organizados para marcar o centenário do nascimento de Nelson Mandela em 1918.

O “superstar” americano Beyoncé é neste domingo a figura principal de um concerto em Joanesburgo, junto com outros artistas como Ed Sheeran, Jay-Z e Usher, para homenagear a vida de Nelson Mandela.

Este concerto é o ponto alto de uma série de eventos organizados para marcar o centenário do nascimento de Nelson Mandela em 1918, uma figura histórica na luta contra o apartheid.

O concerto está previsto no estádio de Joanesburgo.