ONU

A ONU e a guerra civil na Líbia

Por:TeleSUR

“Temos um risco claro de aumentar a tensão na região. É hora de tomar medidas imediatas e decisivas para evitar uma guerra civil em larga escala”, afirmou o diplomata.

Guterres disse que a Líbia está envolvida em um conflito profundo e destrutivo, que envolve um número crescente de atores externos e alertou sobre o risco de um “pesadelo humanitário” e que o país está dividido para sempre.

Líderes de los países involucrados en el conflicto libio se reúnen este domingo en una conferencia con el objetivo de intentar construir un proceso de paz.

Ele também se referiu aos migrantes e refugiados, que “continuam sofrendo em condições terríveis” e lembrou que, durante o conflito, mais de 170.000 pessoas foram forçadas a deixar suas casas, além do fechamento de mais de 220 escolas em Tripoli (capital), privou 116.000 crianças de estudar.

“Para os vizinhos mais próximos da Líbia, em particular o sul do Mediterrâneo e a região do Sahel, as consequências são óbvias e tangíveis: aumento do terrorismo, tráfico de pessoas, tráfico de drogas e armas”, alertou Guterres.

Líderes dos principais países envolvidos no conflito líbio iniciaram hoje uma conferência internacional cujo objetivo é tentar construir um processo de paz e impedir que a guerra civil leve à “segunda Síria”.

Entre os chefes de Estado e de Governo convidados pela anfitriã, a chanceler federal alemã Angela Merkel é o presidente russo Vladimir Putin, o recep turco Tayyip Erdogan; e o francês Emmanuel Macron, assim como o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo.

Funcionários da Itália, Emirados Árabes Unidos, Turquia, Egito, Argélia e República do Congo também compareceram, além de várias organizações internacionais: União Africana, Liga Árabe e, da União Européia, seu alto representante para Política Externa, Josep Borrel, e a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen.

Os líderes dos lados rivais da Líbia, o chefe do Governo da Unidade Nacional, Fayez Sarraj, reconhecido pela ONU e o líder militar do país de Jalifa Haftar, também apareceram, mas não se sentam à mesma mesa.

Segundo a ONU, o esboço do comunicado final inclui seis seções, incluindo as relativas à cessação das hostilidades, a observância do embargo de armas e a reforma do setor de segurança na Líbia. A conferência deve levar a um armistício oficial.

A violência sem fim na Líbia se alimenta de intenções estrangeiras em torno de suas grandes reservas de petróleo, rivalidades políticas regionais e jogos de influência.

Categories: #Donald Trump, #Estados Unidos, Assembléia Geral da ONU, Colômbia, Organização das Nações Unidas (ON, CIA Mike Pompeo, FORA TRUMP, La Unión Europea se posiciona contra el bloqueo, ONU, Pompeo,, Putin, relações bilaterais, o governo Donald Trump, Secretaria-Geral da ONU, Stéphane Dujarric, secretario de Estado, Michael Pompeo, secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo,, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized, Union Africana, UNION EUROPEA, vladimir putin | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

O governo líbio, apoiado pela ONU, promete respeitar o chamado de cessar-fogo, mas não negociará com Haftar

El Gobierno de Libia apoyado por la ONU promete respetar la llamada al alto el fuego pero no negociará con Haftar

O Governo do Acordo Nacional (GAN), liderado pelo Primeiro Ministro Fayez al Sarraj e apoiado pela ONU, respeitará a chamada de cessar-fogo e o diálogo político, expresso na recente conferência de Berlim, mas não se sentará à mesa As negociações com o comandante do Exército Nacional da Líbia, Jalifa Haftar, declararam Al Sarraj na segunda-feira.

Ele também apontou que Trípoli, que permanece sob seu controle, busca potências estrangeiras para pressionar Haftar a reabrir os portos de exportação de petróleo em breve e afirmou que, se esse bloqueio continuar, a Líbia enfrentará “uma situação catastrófica”.

Categories: #ONU, ONU, Petroleo, Secretaria-Geral da ONU, Stéphane Dujarric, Uncategorized | Etiquetas: , , , , , , | Deixe um comentário

Erdogan anuncia o início do envio de tropas turcas para a Líbia

Em 14 de janeiro, Erdogan ameaçou “ensinar uma lição ao marechal” se continuar “os ataques ao governo legítimo da Líbia”. Além disso, ele anunciou que a Turquia se juntará à Rússia, Alemanha e Reino Unido em uma cúpula que a chanceler alemã Angela Merkel organizará em Berlim no próximo domingo para discutir a situação na Líbia.

Erdogan anuncia el incio del envío de tropas turcas a Libia

Presidente turco Recep Tayyip Erdogan em Ancara, Turquia, Murat Cetinmuhurdar / Assessoria de Imprensa Presidencial / Reuters

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, anunciou na quinta-feira o início do envio de forças militares turcas para a Líbia, informa o TRT.

Em discurso proferido no Centro Cultural Bestepe, em Ancara, o presidente disse que as tropas terão como objetivo garantir a sobrevivência e a estabilidade do Governo do Acordo Nacional (GAN), com sede em Trípoli e reconhecido pela ONU.

Ele também disse que a Turquia continuará a usar todos os seus meios diplomáticos e militares para garantir a estabilidade ao sul de suas fronteiras.

Ao mesmo tempo, Ergodan indicou que já neste ano Ancara começará a conceder licenças para exploração e perfuração no leste do Mediterrâneo, de acordo com seu acordo marítimo assinado com Trípoli em dezembro passado. O presidente enfatizou que qualquer extração de petróleo na costa da Líbia não é possível sem a permissão dos governos dos dois países.

Em 5 de janeiro, Erdogan já afirmou que os militares turcos estão presentes na Líbia. Ele disse que os militares turcos não formarão a principal força de combate na operação planejada por Ancara. “Diferentes unidades de combate vão operar na Líbia, eles não são nossos soldados. Mas nossos soldados coordenarão tudo”, disse Erdogan.

Conflito na Líbia
Atualmente, na Líbia, existe uma dualidade de poderes. O GAN, criado em 2015 como um órgão de transição e apoiado pela ONU, tem Trípoli e partes do noroeste do país sob seu controle. Na maior parte da Líbia, a Câmara dos Deputados governa, com sede em Tobruk, em operação desde 2014 e apoiada pelo ENL.

A situação piorou em abril de 2019, quando o marechal Jalifa Haftar, comandante da ENL, anunciou o início de uma ofensiva militar para assumir o controle de Trípoli. Atualmente, eles controlam a maior parte do país com diferença e até chegaram aos subúrbios da capital.

No início de janeiro, o Parlamento turco aprovou o envio de tropas para a Líbia para apoiar o governo de Trípoli.

Em 13 de janeiro, a reunião entre representantes de várias partes do conflito armado na Líbia foi realizada em Moscou por iniciativa da Rússia e da Turquia e resultou no desenvolvimento de um documento que ajudaria a especificar questões relacionadas ao cessar-fogo no país do norte da África .

Categories: #Al Qaeda, Associated Press, #CIA, #cuba, #EEUU, estados unidos, MSNBC, NBC,#Reino Unido, #Rusia, Universidad de Lincoln, William Arkin, #ONU, #Rússia, 29 de maio Dia Internacional da ONU, ações intervencionistas dos EUA, Constituição dos EUA, interesses dos EUA, INTERVENÇÕES HUMANITÁRIAS DOS EUA, Joseph Goebbels, ministro de Pueblo Popular y Propaganda de la Alemania de Adolfo Hitler, Nunca mais seremos o quintal dos EUA, ONU, OTAN, REINO UNIDO, RUSSIA, Secretaria-Geral da ONU, Stéphane Dujarric, secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo,, Uncategorized | Etiquetas: , , | Deixe um comentário

Um carro da polícia incorpora um manifestante contra outro veículo e eles dizem que foi “um acidente de trânsito”

O cabo Carabineros Mauricio Carrillo Castillo, que na sexta-feira atropelou um manifestante com um carro durante protestos no setor Plaza Baquedano de Santiago do Chile, foi assinado mensalmente, informou a Cooperativa. Além disso, 150 dias foram estabelecidos para a investigação do caso.

O próprio agente indicou que não viu Óscar Pérez, 20 anos, no momento do acidente, ou o outro veículo, contra o qual o jovem estava colidido.

Enquanto isso, o general Enrique Monrás, chefe da Zona Metropolitana Ocidental, explicou que o evento, que está sendo investigado como “um acidente de trânsito”, ocorreu quando cerca de 1.500 pessoas causaram “sérias mudanças na ordem pública, consistindo no lançamento de pedras, [coquetéis] molotov e garrafas com tinta “.

O próprio agente indicou que não viu a vítima no momento do acidente, nem o outro veículo contra o qual o jovem foi atingido.

Por sua vez, o Escritório para a América do Sul do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos expressou preocupação com o caso e “instou as autoridades a garantir que as pessoas possam exercer seu direito à reunião pacífica, sem restrições, autorizações anteriores ou riscos à sua integridade física e outros direitos humanos “.

“Finalmente, os Direitos Humanos da ONU exortam as autoridades a realizar investigações completas, independentes e imparciais sobre os casos de violações de direitos humanos, e a julgar e punir os responsáveis”, diz o comunicado, publicado em 21 de dezembro.

No vídeo, gravado por uma câmera no canal de televisão Mega, podemos ver o momento em que dois veículos da polícia tentam dispersar dezenas de manifestantes correndo. A certa altura, um tanque fecha o caminho de um homem, enquanto outro veículo oficial se vira e o atropela por trás. Após o evento, Pérez sofreu quatro fraturas na pelve, mas sua vida não está em perigo.

Enquanto a formalização foi realizada depois de Carabineros, uma multidão de manifestantes se reuniu do lado de fora da sala do Ministério Público do Norte para exigir justiça aos jovens afetados.

Os eventos ocorreram durante um dia de protestos na capital chilena, que, como em ocasiões anteriores, não foi autorizada pelo prefeito da cidade, Felipe Guevara.

O jornalista e analista internacional Pablo Jofré Leal destacou a impunidade generalizada entre as autoridades chilenas e disse que a justiça não leva a sério os casos de violência policial.

Categories: #Chile, #Donald Trump, #Estados Unidos, #ONU, #Trump, @Trump, Acciones contra Cuba, Cuba, Donald Trump, Relaciones Cuba - Estados Unidos, FORA TRUMP, ONU, relações bilaterais, o governo Donald Trump, Trump Google, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Insegurança e desconfiança dificultam resposta ao ébola

A insegurança e a desconfiança continuam a complicar a resposta ao ébola no leste da República Democrática do Congo (RDC), alertou a directora-executiva do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), Henrietta Fore.

Num artigo publicado no site da ONU, Henrietta Fore disse que o leste da RDC foi desestabilizado durante vários anos por grupos armados, por isso, a insegurança que reina naquela região complica a resposta das agências internacionais, incluindo o Unicef, que devem satisfazer uma “nova ameaça inesperada: preocupações de segurança e ataques directos que dificultam o acesso.”
“Neste ambiente incerto, estaremos limitados no controlo de novas epidemias na RDC, ou mesmo na luta contra outras emergências de saúde, como cólera ou poliomielite, que poderiam ocorrer em países vizinhos”, disse Henrietta Fore. No entanto, a insegurança não é o único grande desafio que o Unicef enfrenta na resposta ao ébola na RDC. A agência da ONU e parceiros também devem enfrentar a resistência da população local, que é suspeita de ajuda.

Categories: ÁFRICA, Ebola, ONU, Organização Mundial de Saúde, República Democrática do Congo, SAÚDE, Uncategorized, UNICEF | Etiquetas: , | Deixe um comentário

A guerra biológica contra Cuba continua.

Publicado por Heraldocubano / Por Arthur González.

Na vida tudo tem suas causas e também os responsáveis, e assim é com as doenças sofridas pela Ilha de Cuba nos últimos 60 anos, tanto as pessoas como sua flora e fauna.

O objetivo dos Estados Unidos é o de afetar a economia cubana e depois culpar a Revolução Socialista pelos problemas, por meio de campanhas jornalísticas manufaturadas.

Estes dias, a mídia estatal em Cuba anunciou o aparecimento de um novo sorotipo de dengue hemorrágica, identificado como Den 1 garantindo que ele é extremamente perigoso e geralmente acaba matando pessoas infectadas.

Chance Nem por isso, obviamente, a sua intenção é forçar o governo a alocar dinheiro não planejada para enfrentar a epidemia, como os Estados Unidos intensifica a sua guerra econômica contra a ilha, com a forte ilusão de derrubar o sistema e que o povo ser lançado para ruas, como fizeram na Europa Oriental durante a implementação do Programa Democracia, aprovado por Ronald Reagan, para destruir o socialismo. Continuar a ler

Categories: #CIA, #ONU, #salud, AMERICA LATINA, CUBA, CUBA - ESTADOS UNIDOS, ESTADOS UNIDOS, FBI, OMS, ONU, ONU-CUBA, ORGANIZACAO MUNDIAL E SAUDE, POLÍTICA, Politica agressiva contra Cuba, SAÚDE, SALUD, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Alterações climáticas “avançam mais rápido do que nós.

dd

O mundo “não está no bom caminho” para combater os efeitos devastadores das alterações climáticas.

O aviso foi feito pelo secretário-geral da ONU, na sessão inaugural da COP24, a vigésima quarta cimeira das Nações Unidas sobre o Clima, que tem lugar na cidade polaca de Katowice.

António Guterres apelou a governos e investidores para apostarem “numa economia verde e não no cinzento da economia carbonizada”.

Guterres: “Estamos em apuros, em grandes apuros, no que diz respeito às alterações climáticas, que estão a avançar mais rápido do que nós. Temos de as apanhar o mais rápido possível, antes que seja demasiado tarde. Para muitas pessoas, regiões e mesmo países, já é uma questão de vida ou de morte.”

O mais recente relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas sublinha que, para concretizar o objetivo ideal do Acordo de Paris de 2015 para limitar o aquecimento do planeta a um máximo de 1,5 graus Celsius, será preciso reduziras as emissões de CO2 para metade até 2030, em comparação com 2010.

Categories: Cimeira, clima, Meio Ambiente, ONU, Polônia, SOCIEDADE, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Crise financeira atrasa projectos para as pessoas com dificiência

Por;-César André

A vida das pessoas com deficiência não é fácil em qualquer parte do Mundo, embora seja mais penosa em muitos países em vias de desenvolvimento, onde a protecção dos seus direitos, no campo da inclusão social, é ainda frágil.

Para estimular a promoção pelos Estados-membros da Organização das Nações Unidas de uma maior compreensão dos assuntos ligados às pessoas com deficiência, como a defesa da dignidade, dos direitos e o bem-estar, a organização mundial institucionalizou, em 1992, o 3 de Dezembro como Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, hoje assinalado.

Categories: ANGOLA, ONU, SOCIEDADE, solidariedade, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

No Dia Mundial contra VIH.

Resultado de imagen de Dia Mundia contra el SIDA

No Dia Mundial de Luta contra a Aids, celebrado hoje (30), o programa das Nações Unidas de Combate à Aids (Unaids), promove campanha com foco na ampliação do teste para diagnosticar a infecção pelo vírus HIV. Em todo o mundo, mais de 9,4 milhões de pessoas não sabiam que estavam infectadas pelo vírus e necessitam de acesso urgente ao teste e serviços de tratamento, segundos levantamento feito pela organização na última semana.

O documento Conhecimento é Poder revela que 37 milhões de pessoas vivem com HIV no mundo, o maior número registrado na história. O relatório apontou ainda que, em 2017, 75% das pessoas que vivem o HIV sabiam da carga viral e 58,6% delas (21,7 milhões) tiveram acesso à terapia antirretroviral.

Há três anos, o percentual de pessoas que sabiam da sua condição viral era de 67% e mais da metade (59%) dos diagnosticados estavam se tratando da doença. A agência da ONU ressalta que saber do status de infecção traz muitas vantagens, como o acesso aos serviços de tratamento, prevenção, cuidado e apoio.

Categories: #ONU, #salud, 1RO DEZEMBRO DIA MUNDIAL DEL COMBATE A AIDS, EDUCAÇÃO, OMS, ONU, ORGANIZACAO MUNDIAL E SAUDE, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Violência contra a mulher é uma pandemia global.

A violência contra as mulheres é uma pandemia global e, ao mesmo tempo, uma vergonha, um grave obstáculo para o desenvolvimento inclusivo, equitativo e sustentável para as nossas sociedades, afirmou ontem, em Luanda, o coordenador residente das Nações Unidas em Angola.

Ao intervir na abertura da conferência sobre “Violência Baseada no Género”,  Paolo Balladelli disse que a violência doméstica contra a mulher constitui uma profunda falta de respeito, que deriva da incapacidade dos homens em reconhecerem a igualdade e a dignidade das mulheres. “Trata-se de um tema fundamental de Direitos Humanos”, frisou. Continuar a ler

Categories: #ONU, #Violência contra a mulher, ANGOLA, ÁFRICA, MULHER, Nações Unidas, ONU, SOCIEDAD, SOCIEDADE, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: