ONU

Secretário-geral da ONU critica a inclusão de Cuba na lista dos patrocinadores do terrorismo .

Autor: Granma | internet@granma.cu

O secretário-geral da ONU, António Guterres, espera que o novo governo dos Estados Unidos considere rescindir a inclusão de Cuba na lista unilateral de Washington de países que promovem o terrorismo, informou o Cubaminrex.

RCA : le secrétaire général de l'ONU Antonio Guterres condamne ...

Segundo o porta-voz do chefe da ONU, Stéphane Dujarric, Guterres expressou ao representante permanente de Cuba perante a organização internacional, Pedro Luis Pedroso, seu desacordo com a inclusão da ilha nessa relação. No início desta semana, em 26 de janeiro, o Secretário-Geral e o Embaixador cubano tiveram uma reunião em que trataram do assunto.

O Representante Permanente de Cuba junto à ONU assinalou, em diversas ocasiões, que nossa nação rejeita as ações terroristas em qualquer de suas formas e manifestações, em particular o terrorismo de Estado, como um dos princípios de política externa consagrados na Constituição.

Categories: # yo voto vs bloqueo, #América Latina, #Nicarágua, #Bolívia, #Venezuela, #Cuba, #Cuba, #Cuba #CIA, #CubaCoopera, #Donald Trump, #Estados Unidos, #Estados Unidos, #ONU, #solidaridadvs bloqueo, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, CubavsBloqueo, Estados Unidos, líderes de la derecha, manipular la información, NED(Fundación Nacional para la Democracia), Nica Act 2017, Nicaragua, Sin categoría, Terrorismo, USAID, EUA avalia retornar a Cuba para lista de estados patrocinadores do terrorismo, MINREX, ONU, ONU-CUBA, Secretaria-Geral da ONU, Stéphane Dujarric, Terrorismo, TERRORISMO VS CUBA, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump | Deixe um comentário

A ONU reconhece a contribuição de Cuba para a organização em 2021.

Por Redacción Razones de Cuba

A Organização das Nações Unidas (ONU) incluiu Cuba em seu quadro de honra pelo pagamento integral de sua cota ao orçamento ordinário do organismo internacional, correspondente ao ano de 2021.

Contrasta que uma pequena nação em desenvolvimento, bloqueada comercial, econômica e financeiramente pela maior potência mundial, cumpre seus deveres perante as Nações Unidas; enquanto nações poderosas cortam seu orçamento para a organização ou a mantêm sob chantagem financeira, declarou a missão permanente de Havana junto à ONU, citada por Cubaminrex.

Cuba mantém uma política de respeito ao multilateralismo e à representatividade, inclusão e participação dos Estados membros das Nações Unidas em todos os seus fóruns e debates.

Sua contribuição financeira para o organismo mundial constitui uma de suas contribuições para o desenvolvimento e o bom funcionamento das Nações Unidas, organização que celebrou seu 75º aniversário em outubro passado.

A maior das Antilhas tornou-se assim o 19º estado-membro dos 193 membros, ao contribuir para as finanças da ONU.

Retirado de CubaSì

Categories: # yo voto vs bloqueo, #solidaridadvs bloqueo, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, MINREX, ONU, ONU-CUBA | Deixe um comentário

ONU anuncia suas 10 prioridades para 2021.

Retirdo do teleSUR .

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Antonio Guterres, em entrevista coletiva divulgada nesta quinta-feira na sede da multinacional, anunciou as dez prioridades que a ONU está considerando para 2021.

Entre as prioridades, Guterres destacou a produção de vacinas contra a Covid 19, que “são a primeira grande prova moral que temos pela frente. Eles devem ser percebidos como bens públicos globais, disponíveis e acessíveis para toda a população ”.

Entre las prioridades, Guterres destacó acelerar la producción de las vacunas contra la Covid-19.

“Deve ser o ano em que mudamos a velocidade e colocamos o mundo no caminho certo”, disse Antonio Guterres, que destacou a necessidade de responder à pandemia Covid-19, ter uma recuperação econômica e sustentável e “fazer as pazes com a natureza e biodiversidade “.

Outras prioridades indicadas na intervenção foram encontrar os mecanismos para erradicar a pobreza e a desigualdade, alcançar a igualdade de gênero e superar as divisões geopolíticas.

Entre os objetivos também se destacou o de reconstruir o regime de desarmamento e não proliferação nuclear, bem como aproveitar as possibilidades oferecidas pelas tecnologias digitais “sem deixar de nos proteger dos perigos crescentes que o ciberespaço representa”, explicou Guterres.

Imagen

O mais alto representante da ONU também alertou que para isso “parar a pandemia de Covid-19, relançar a economia de forma sustentável e inclusiva e fazer as pazes com a natureza, enfrentando as mudanças climáticas e a destruição da biodiversidade. Tudo sempre desde unidade, solidariedade internacional e multilateralismo ”.

O secretário-geral da ONU também pediu a reversão do “ataque aos direitos humanos”. Para esse fim, ele destacou a necessidade de eliminar a desigualdade racial, “levantar-se contra a ascensão do neonazismo e da supremacia branca e promover e proteger plenamente todos os direitos humanos”.

Categories: "Liberdade", "democracia", "racismo" e "direitos humanos", #salud, Acordo Climatico, Coronavirus, CoronaVirus, Política, Derechos Humanos, forças em favor da paz, ONU, Profesionales e la Salud, Uncategorized | Deixe um comentário

Cuba defende um debate inclusivo e transparente sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU.

O representante permanente de Cuba junto à Organização das Nações Unidas (ONU), Pedro Luis Pedroso, defendeu esta segunda-feira um debate inclusivo, participativo e transparente no âmbito do processo de reforma do Conselho de Segurança da organização internacional.

Cuba aboga por debate inclusivo y transparente en reforma del Consejo de  Seguridad de la ONU
Representante Permanente de Cuba junto à ONU, Pedro Luis Pedroso. Foto: @PedroPedrosoC

Cuba considera que este processo deve abordar todas as questões substantivas relacionadas às cinco questões principais: a categoria dos membros, a questão do veto, a representação regional, o tamanho de um Conselho de Segurança ampliado e seus métodos de trabalho, e a relação entre o Conselho e o Geral Montagem, explicou Pedroso.

O diplomata cubano expressou o apoio de seu país à ampliação do Conselho de Segurança, tanto na categoria de membros permanentes como não permanentes, com o objetivo de sanar a insuficiente representação dos países em desenvolvimento.

Segundo Cubaminrex, Pedroso sublinhou que o processo de reforma deve ser liderado pelos Estados-Membros e todas as posições devem ser tidas em conta em igualdade de condições.

Ele acredita que tal expansão deveria incluir um aumento de novos membros permanentes, pelo menos dois países da África, duas nações em desenvolvimento da Ásia e igual número da América Latina e Caribe.

Categories: # Cuba, #America Latina, #ONU, Africa, América Latina y el Caribe, MINREX, ONU | Deixe um comentário

Alerta para distribuição equitativa de vacinas contra Covid-19.

Categories: # Argentina, #Canadá, #Caracas, #Colombia, Grupo de Lima, #Jorge Arreaza, #Perú, #venezuela, #China#EEUU#Iran#Nicaragua.barco hospital naval Arca de la Paz, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #Donald Trump, #Estados Unidos, #EstadosUnidos, #salud, #Salud en Cuba, canadá, candidato presidencial demócrata Joe Biden, Casa Blanca, Cámara de Representantes, Cuba, el director interino de Inteligencia Nacional, Estados Unidos, Joseph Maguire, presidente de Ucrania, preside, China, CIENCIA, Cientistas, Coronavirus, CoronaVirus, Noticias de Cuba, Política, CoronaVirus, Política, ECONOMIA, economia nacional, EUROPA, joe biden, MEXICO, ONU, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Prensa Capitalista, Presidente do Mexico, Profesionales e la Salud, propaganda contra Cuba, Venezuela, Nicarágua, Irã, Rússia e China,, RUSSIA | Deixe um comentário

Miguel Diaz-Canel intervém na Assembleia Geral da ONU sobre o confronto com o COVID-19.

Categories: # Cuba, #América Latina, #Nicarágua, #Bolívia, #Venezuela, #Cuba, #colaboracion medica cubana, #Cuba, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #ONU, #Salud en Cuba, ataques frenéticos contra Cuba, Ataques, Cuba, EEUU, injerencia, Mafia Anticubana, Política, Radio y TV Martí, subversió, ·Medicos Cubanos, BLOQUEIO VS CUBA, bloqueo contra cuba, cooperação médica cubana, Coronavirus, CoronaVirus, Noticias de Cuba, Política, CoronaVirus, Política, DIAZ CANEL, O presidente de Cuba, Miguel Diaz-Canel, ONU, ONU-CUBA | Deixe um comentário

Vitória de Cuba no Conselho de Direitos Humanos da ONU.

Retirado do Prensa Latina .

Nações Unidas, 13 de outubro (Prensa Latina) Cuba obteve hoje uma nova e retumbante vitória no Conselho de Direitos Humanos da ONU, ao ser eleita para o órgão no período 2021-2023.

Apesar da campanha agressiva dos Estados Unidos contra a candidatura cubana a esse Conselho, a Assembleia Geral elegeu Cuba como membro desse órgão, com 170 votos em 193 possíveis.

Com esta vitória, a nação caribenha reafirma seu compromisso com uma ordem internacional baseada na inclusão, justiça social, dignidade humana, compreensão mútua e promoção e respeito da diversidade cultural, indica um comunicado da missão cubana às Nações Unidas.

Ao mesmo tempo, acrescenta o comunicado, demole as atuais manobras do governo dos Estados Unidos, que não perde espaço para caluniar o exemplar histórico de direitos humanos de Cuba.

“A ilha caribenha continuará defendendo o diálogo e a cooperação com sua própria voz, em favor de todos os direitos de todas as pessoas”.

Segundo nota do Itamaraty, a nação apresentou sua candidatura ao Conselho de Direitos Humanos, orgulhosa de estar entre os países cujos governos muito fizeram para conseguir o gozo mais amplo possível de todos os direitos humanos de todos os seus cidadãos.

Cuba é membro fundador do Conselho de Direitos Humanos, criado em 2006: teve assento por dois períodos consecutivos até dezembro de 2012, e anos depois ocupou assento por mais dois períodos consecutivos (2014-2016 e 2017-2019).

Nesse contexto, apresentou resoluções sobre o direito à alimentação, os direitos culturais e a diversidade cultural, e os efeitos da dívida externa no gozo dos direitos humanos, em particular os econômicos, sociais e culturais, entre outros.

A participação ativa da maior das Antilhas naquele órgão também resultou na renovação do mandato do perito independente sobre a promoção de uma ordem internacional democrática e equitativa.

O Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas foi criado em 15 de março de 2006 e atualmente é composto por 47 Estados membros da ONU, eleitos direta e secretamente na Assembleia Geral.

Conforme estabelecido, este órgão que se reúne no escritório da ONU em Genebra, na Suíça, é responsável pela promoção e proteção dos direitos humanos em todo o mundo e tem a capacidade de debater vários assuntos relacionados a essas questões.

Categories: # Cuba, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #ONU, Assembléia Geral da ONU, Colômbia, Organização das Nações Unidas (ON, Derechos Humanos, El 10 de diciembre, Día de los Derechos Humanos, MINREX, ONU, ONU-CUBA | Deixe um comentário

Cuba defende em Genebra uma ordem internacional justa e equitativa.

Cuba defendeu nesta terça-feira no Conselho de Direitos Humanos da ONU a materialização de uma ordem internacional justa, democrática e eqüitativa e destacou a importância de renovar o mandato do perito independente a cargo do tema. Falando na continuação da 45ª sessão do órgão de 47 Estados membros, a diplomata cubana Lisandra Astiasarán insistiu que uma ordem global mais justa é um requisito essencial para alcançar o desenvolvimento e garantir a promoção e proteção de todos os direitos humanos .

Em diálogo interativo com o especialista responsável pelo assunto, Livingstone Sewanyana, o representante da Ilha pediu que evite que nas discussões sobre a ordem internacional se misturem questões que são prerrogativas exclusivas de Estados soberanos. Anunciou também que Cuba apresentará no fórum um projeto de resolução processual para renovar o mandato do perito independente.

A maior das Antilhas também participou de um debate sobre as considerações do Grupo de Trabalho sobre Detenção Arbitrária, no qual o diplomata Jairo Rodríguez reiterou a rejeição de seu país ao uso de procedimentos especiais para fins políticos.

Segundo o responsável, a troca de informações e a cooperação devem prevalecer neste mecanismo, ao invés da abordagem que muitas vezes prevalece por falta de objetividade e de critérios pré-concebidos em relação a algumas nações. Na reunião do Conselho enquadrada em suas sessões programadas de 14 de setembro a 6 de outubro, Rodríguez criticou os pareceres do grupo distantes da realidade, baseados em alegações falsas e pré-fabricadas, alheias à defesa dos direitos humanos. Essas posições laceram a credibilidade de um mecanismo tão importante, enfatizou.

Cuba e outros países exigiram no Conselho de Direitos Humanos que a manipulação e as abordagens seletivas, através das quais as potências ocidentais tentam colocar governos dispostos a defender sua soberania e seu próprio caminho, sem opiniões externas, no banco dos réus.

(Cubaminrex- Missão Cuba em Genebra)

Categories: # yo voto vs bloqueo, #solidaridadvs bloqueo, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, bloqueo contra cuba, CubavsBloqueo, Derechos Humanos, ONU, ONU-CUBA | Deixe um comentário

Chefes de Estado concordam com a necessidade de a ONU favorecer o multilateralismo.

Autor: Redacción Digital | internet@granma.cu

Os discursos dos presidentes no pódio das Nações Unidas exigem uma organização multilateral renovada, no respeito pelos povos, no âmbito da celebração dos 75 anos dessa entidade mundial, que se realiza virtualmente.

onu

Segundo a Prensa Latina, o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, lembrou que a organização surgiu no calor da vitória contra o fascismo e o nazismo: “as mais horríveis expressões capitalistas e de extrema direita que a humanidade conheceu”, disse.

O presidente disse que seu país ratifica seu apoio à Organização Mundial da Saúde, como expressão do multilateralismo em uma área fundamental da vida das pessoas, especialmente neste momento de flagelo da pandemia COVID-19.

Por sua vez, o presidente chinês Xi Jinping exortou em seu discurso a tomar ações concretas para proteger o sistema multilateral e promover a cultura de consultas como a melhor ferramenta em face de qualquer diferença.

O presidente pediu que busquem fórmulas que permitam fortalecer a segurança, o desenvolvimento e os direitos humanos no mundo, principalmente em meio aos desafios derivados do COVID-19.

Ele deplorou as tentativas de alguns países de dominar a agenda global e perseguir outros em benefício próprio. Ele garantiu que seu país continuará firme a favor da justiça, do Estado de Direito e da cooperação.

Ele defendeu o respeito pelos propósitos e princípios da entidade global e exortou os poderes a darem o exemplo, evitar padrões duplos e não distorcer as leis em sua conveniência para minar a paz e a estabilidade do planeta.

Com eles concordou o presidente da Costa Rica, Carlos Alvarado, que afirmou que seu governo está determinado a preservar e melhorar a ONU, e condenou os elevados gastos militares mundiais.

Ele ressaltou que é chegado o momento de honrar o artigo 26 da Carta Magna e exortou o Conselho de Segurança a honrar o compromisso estabelecido nesse artigo de promover o mínimo desvio possível dos recursos humanos e econômicos mundiais para armamentos.

Outras intervenções fizeram referência à celebração do 75º aniversário com novas e melhores iniciativas em benefício dos povos do mundo.

Categories: #China#EEUU#Iran#Nicaragua.barco hospital naval Arca de la Paz, #Cuba, #Donald Trump, #Estados Unidos, #EstadosUnidos, #Trump, @Trump, China, Costa Rica, FORA TRUMP, ONU, Um bom filho ... de Trump | Deixe um comentário

Os Estados Unidos colocam em risco a paz mundial e a segurança internacional.

Autor: Nuria Barbosa León | internet@granma.cu

A forte palavra de Cuba que, na voz do presidente Miguel Díaz-Canel Bermúdez, será ouvida esta terça-feira nas Nações Unidas, foi precedida ontem pela denúncia do chanceler Bruno Rodríguez Parrilla contra o governo dos Estados Unidos, que qualificou de perigo para a paz mundial e a segurança internacional.

Falando na Reunião de Alto Nível da Assembleia Geral da ONU, Rodríguez Parrilla lembrou o flagrante ataque aos direitos humanos elementares que o bloqueio econômico, comercial e financeiro impôs às Grandes Antilhas por aquele governo e os infames intrigas que ela promove contra a colaboração médica cubana e os governos que a solicitam; Mas além da crueldade na Ilha, ele exemplificou, com várias evidências, a atitude irresponsável e desprezo pela humanidade que tipifica o império dos Estados Unidos com a promoção de conflitos, guerras não convencionais e comerciais, e a imposição de severas medidas coercivas unilaterais para nações independentes que não são do seu agrado.

O Ministro das Relações Exteriores destacou o descuido com que os Estados Unidos gastam recursos financeiros e materiais na corrida armamentista que poderiam ser utilizados para o desenvolvimento sustentável dos povos, e apresentou como exemplos sérios sua posição de interesse diante de conflitos como o Israel-Palestina e o sequestro da autodeterminação de Porto Rico.

«Os Estados Unidos desconhecem acordos importantes sobre meio ambiente, desarmamento e controle de armas e abandonam foros internacionais como a OMS, a Unesco ou o Conselho de Direitos Humanos. Parece que está em guerra com o planeta, seus recursos vitais e seus habitantes ”, disse o chefe da diplomacia cubana na sessão de diálogo das Nações Unidas para comemorar o 75º aniversário dessa organização multilateral.

Em nome do povo e do Governo cubano, reiterou o apoio ao compromisso com “os princípios do Direito Internacional e o fortalecimento do multilateralismo, a cooperação com os organismos internacionais e o empoderamento desta Assembleia Geral” e instou a multiplicar a cooperação e solidariedade.

Categories: # Miguel Díaz-Canel, CubavsBloqueo, EUA monta um novo show anti-cubano, O presidente de Cuba, Miguel Diaz-Canel, ONU | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

<span>%d</span> bloggers like this: