Relações Estados Unidos Cuba

Milhares de profissionais de saúde cubanos destacados em quase 40 países para apoiar a luta contra o coronavírus.

Categories: # yo voto vs bloqueo, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #Donald Trump, #Estados Unidos, #solidaridadvs bloqueo, ações subversivas, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, Andrés Manuel López Obrador, Bolivia, estados unidos, Evo Morales, Grupo de Lima, Luis Almagro, Mexico, Nicolás Maduro, Red Europea de Solidaridad con la Revolución Bolivariana, venezuela, Ataques, Cuba, EEUU, injerencia, Mafia Anticubana, Política, Radio y TV Martí, subversió, Bloqueo,Cuba,EstadosUnidos,Internet,Trask Force, cooperação médica cubana, Cooperacion Cuba y Angola., Coronavirus, CoronaVirus, Noticias de Cuba, Política, CoronaVirus, Política, CUBA COOPERA, Cuba-Mexico, CubavsBloqueo, FORA TRUMP, MasQueMedicos, Os Estados Unidos estão se preparando para subverter a Revolução Cubana através da Internet, política dos Estados Unidos em relação a Cuba, Presidente do Mexico, Relações Estados Unidos Cuba, Relaciones Cuba Estados Unidos, Subversão contra Cuba, Subversión, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump | Deixe um comentário

Direitos Humanos nos Estados Unidos: Esterilização Forçada.

Autor: Raúl Antonio Capote | internacionales@granma.cu

Um novo crime abala a opinião pública mundial pela dose de insensibilidade que demonstra e pelo caráter desumano e racista de seus executores.

O Serviço de Controle de Imigração e Alfândega dos Estados Unidos, ICE por sua sigla em inglês, foi acusado de remover o útero de imigrantes sob custódia daquela instituição.

A denúncia foi apresentada ao Escritório do Inspetor Geral (OIG) do Departamento de Segurança Interna (DHS) pelo Project South, Georgia Detention Watch, Georgia Latino Alliance for Human Rights e South Georgia Immigrant Support Network.

Os querelantes foram atingidos pelo alto índice de mulheres no Irwin County Detention Center (ICDC) na Geórgia – operado pela La Salle Corrections, uma empresa privada de prisão – submetidas a histerectomia nos últimos meses, cirurgia em aquele que remove todo ou parte do útero.

El Servicio de Control de Inmigración y Aduanas de Estados Unidos, ICE por su sigla en inglés, ha sido acusado por la extirpación del útero a inmigrantes bajo custodia de esa institución

As mulheres imigrantes que se submeteram ao procedimento foram enganadas sob a promessa de receber atendimento médico para resolver diversos problemas de saúde, noticia o jornal The New York Times.

Mas o caso não para por aí. Todos os dias, novos depoimentos de mulheres esterilizadas continuam a aparecer em diferentes centros de detenção, o que constitui uma violação da autonomia do corpo e dos direitos reprodutivos das detidas.

Cerca de 173 legisladores federais dos Estados Unidos enviaram uma carta ao Inspetor Geral do Departamento de Segurança Interna exigindo uma investigação imediata das queixas feitas: “Estamos horrorizados ao ver relatos de histerectomias massivas realizadas em detidos sem consentimento completo e informado.”

Porém, esse tipo de prática não é novidade naquele país. As autoridades norte-americanas em diferentes períodos da história as utilizaram, sobretudo, contra afrodescendentes, mexicanos, indígenas e prisioneiros.

No início do século 20, leis eugênicas foram promovidas em 32 estados, o que permitiu a esterilização de mais de 60.000 mulheres consideradas mentalmente deficientes ou mentalmente fracas e, mais recentemente, nas prisões da Califórnia 150 mulheres foram vítimas dessa prática entre 2006 e 2010.

O US Government Accountability Office publicou um relatório em 1976 sobre esterilizações realizadas em mulheres pertencentes a povos indígenas. Em quatro das 12 regiões investigadas, 3.406 operações foram realizadas entre 1973 e 1976 sem o consentimento das mulheres.

Em 1962, o Corpo de Paz dos Estados Unidos realizou a histerectomia forçada de mulheres indígenas na América Latina, aproveitando a boa fé, a ignorância e a necessidade das populações empobrecidas.

Mulheres guatemaltecas foram utilizadas em experimentos com produtos químicos e outros procedimentos que causam infertilidade permanente, financiados pela organização internacional Population Council, de acordo com o relatório Do controle da natalidade ao genocídio, elaborado pelo médico espanhol Alfredo Embid, coordenador do a Associação de Medicina Alternativa da Espanha.

No relatório do Dr. Embid, afirma-se que essas foram políticas implementadas pelos Estados Unidos em países do terceiro mundo, e detalha casos nas Filipinas, Indonésia, Índia, Bangladesh, Colômbia, República Dominicana, Porto Rico, El Salvador, Panamá, Bolívia, Brasil e Peru.

Essas práticas do governo dos EUA violam não apenas os princípios éticos e morais, mas também os direitos humanos das vítimas.

Categories: # Argentina, #Canadá, #Caracas, #Colombia, Grupo de Lima, #Jorge Arreaza, #Perú, #venezuela, #Brasil, #Brasil se alinha aos #EUA, #Brasil, Corrupción, #Jair Bolsonaro, #China#EEUUDonald TrumpFondo Monetario Internacional (FMI)Ivan Duque, #Donald Trump, #Estados Unidos, #ECUADOR#Paraguay#PerúAsunciónConvención de Viena, #Estados Unidos, #Estados UnidosDerecho InternacionalFulgencio BatistaLey Helms BurtonPrimera Ley de Reforma Agraria, #Peru, amedrentamiento y violencia contra sectores populares e indígenas, bolivia, BOLIVIA Evo Morales Fidel Castro Hugo Chávez, Colombia, COLOMBIA ACUERDO DE PAZ, Contra a violência armada., Derechos Humanos, Donald Trump liderou um golpe de estado na nação bolivariana, Donald Trump, Estados Unidos, el salvador, ESTADOS UNIDOS, Estados Unidos, Golpe de Estado, Injerencia, Lima, Nicolás Maduro Moros, Venezuela, Estados Unidos, Imperialismo, Estados Unidos, líderes de la derecha, manipular la información, NED(Fundación Nacional para la Democracia), Nica Act 2017, Nicaragua, Sin categoría, Terrorismo, USAID, FORA TRUMP, Guatemala, Guiana, Honduras, Panamá, Paraguai, Peru e Santa Lúcia, India, Indonésia, La decadencia de Estados Unidos, Luis Almagro, Nicarágua, Organização dos Estados Americanos (OEA), Manipulacion Politica, Organizacion e Estados Americanos (OEA), panamá, Politica, Politica Exterior, porto rico, relações bilaterais, o governo Donald Trump, Relações Estados Unidos Cuba, República Dominicana, Tiene Colombia moral para enjuiciar a Venezuela, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump | Deixe um comentário

Estudantes de medicina africanos comemorando o 98 ANIVERSÁRIO DA FEU.

Categories: #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #Estados Unidos, ações subversivas, Ataques, Cuba, EEUU, injerencia, Mafia Anticubana, Política, Radio y TV Martí, subversió, ELAM(Escola Latino-Americana de Medicina, Estados Unidos Vs Cuba, Estados Unidos,, Estados Unidos, Imperialismo, Estados Unidos, líderes de la derecha, manipular la información, NED(Fundación Nacional para la Democracia), Nica Act 2017, Nicaragua, Sin categoría, Terrorismo, USAID, ESTUDIANTES AFRICANOS, Fidel, el ejemplo imperecedero de Maceo y Che,, juventude, Manipulacion, Manipulacion Politica, Os Estados Unidos estão se preparando para subverter a Revolução Cubana através da Internet, política dos Estados Unidos em relação a Cuba, Relações Estados Unidos Cuba, sonhos de Fidel, Subversão contra Cuba, Subversión, União Africana, Union Africana | Deixe um comentário

CURIOSO KAMIKAZES, O PAGO DE MIAMI.

Categories: # Cuba, #Donald Trump, #Estados Unidos, #Estados Unidos, #EstadosUnidos, ações subversivas, Aerolinias, Ataques, Cuba, EEUU, injerencia, Mafia Anticubana, Política, Radio y TV Martí, subversió, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Colombia, Cuba, Economía, Ernesto Samper, Estados Unidos, Ministerio de Turismo (MINTUR), Relaciones Cuba Estados Unidos, Turismo, CONTRA-REVOLUÇÃO EM MIAMI, Coronavirus, CoronaVirus, Noticias de Cuba, Política, Os Estados Unidos estão se preparando para subverter a Revolução Cubana através da Internet, política dos Estados Unidos em relação a Cuba, Relações Estados Unidos Cuba, Relaciones Cuba Estados Unidos, Subversão contra Cuba, Subversión contra Cuba, TURISMO | Etiquetas: | Deixe um comentário

Autoridades sanitárias cubanas agem contra a violação do protocolo de saúde para viajantes internacionais em San Isidro, Havana .

Po: Razones de Cuba

Na madrugada deste 26 de novembro, as autoridades sanitárias cubanas compareceram à sede do chamado Movimento San Isidro, localizado na rua Damas No.955, na capital Havana Velha, para atestar a violação do protocolo de saúde para viajantes internacionais, executado pelo cidadão cubano com residência mexicana, Carlos Manuel Álvarez Rodríguez, que após declarar outro endereço onde se hospedaria, decidiu por sua própria vontade e sem avaliar as consequências de suas ações, mudar-se para aquela casa, depois de entrar no país pelo Aeroporto Internacional “José Martí” há poucos dias.

Dada a sua recusa em cumprir as disposições das medidas decretadas por Cuba para impedir a transmissão de Covid-19 e que se aplicam a pessoas que vêm do exterior, foi apresentada uma reclamação na Estação PNR local, por o crime de Propagação de Epidemias, que obrigou a uma ação imediata para arrancar as pessoas que estavam no local.

Esta ação foi realizada em plena conformidade com a lei e sem violar os direitos de cidadania de nenhum dos envolvidos, e responde ao necessário interesse de proteger a população cubana da transmissão da pandemia, bem como salvaguardar a vida de quem dela resultou. ser contatos diretos de Álvarez Rodríguez, que se sabe ter feito escala nos Estados Unidos desde o México, e depois viajado para o território nacional.

Em meio ao contexto imposto pela pandemia Covid-19, a vigilância epidemiológica que se realiza visa o retorno à normalidade para o bem da sociedade, por isso mesmo, pelos atos irresponsáveis ​​descritos nesta nota e em outras que tenham as mesmas consequências, será mantido o estrito cumprimento das disposições.

Uma vez aplicadas as medidas a si ou aos responsáveis ​​e comprovado o estado de saúde de todos os que estão em observação médica, estes regressarão aos respectivos domicílios, se não constituírem risco para a saúde da população.

Categories: # Cuba, #colaboracion medica cubana, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #Estados Unidos, #Salud en Cuba, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, CONTRA-REVOLUÇÃO EM MIAMI, Coronavirus, CoronaVirus, Noticias de Cuba, Política, CoronaVirus, Política, Manipulacion, Manipulacion Politica, MIAMI, política dos Estados Unidos em relação a Cuba, Relações Estados Unidos Cuba, Relaciones Cuba Estados Unidos | Etiquetas: | Deixe um comentário

Cuba salva, cura e semeia o futuro.

Retirado do Jornal Granma.

Autor: Enrique Moreno Gimeranez | enrique@granma.cu

A partir da próxima segunda-feira, Cuba dará início à nova normalidade, depois de meses de uma realidade extremamente desafiadora no combate à pandemia, da agressividade do bloqueio dos Estados Unidos e sem abrir mão do esforço para avançar na estratégia econômica e social, informou esta quinta-feira o Presidente da República, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, no programa de televisão Mesa Redonda.

Desfile del 1ro de Mayo en la Plaza de la Revolución, presidido por el General de Ejército Raúl Castro Ruz, Primer Secretario del Partido Comunista de Cuba y Miguel Díaz-Canel Bermúdez, miembro del Buró Político del PCC y Presidente de los Consejos de Estado y de Ministros.

Foto: Juvenal Balán

São tempos desafiadores, onde as luzes do povo unido voltaram a revelar as forças que nos definem para o mundo e que mesmo os mais incrédulos não podem ignorar.

“Sentimos que é um momento em que há uma abundante amostra do heroísmo diário de nosso povo, onde se observa a perseverança, a vontade que se opõe ao desgaste após sete longos meses”, disse Díaz-Canel, e reconheceu o trabalho de cientistas, trabalhadores de laboratório, técnicos, médicos, enfermeiras, trabalhadores da saúde e todos aqueles que apoiaram esta batalha contra o novo coronavírus em hospitais e centros de isolamento, incluindo jovens.

Nessa luta pela vida emergiram os mais belos valores de nossa sociedade. Solidariedade, dedicação e sacrifício, vocação e prazer em doar-se aos outros, foram uma causa comum dentro e fora das fronteiras.

“Inspira muito que as pessoas comuns, que as pessoas da nossa cidade, se esforcem para manter o essencial funcionando, porque sabem que disso depende a vida dos seus compatriotas”, disse o Chefe de Estado.

Ele lembrou uma frase da série de televisão LCB: La otra guerra, que evoca a luta contra os bandidos, como uma obra audiovisual que “nos fez olhar para nossas profundas e íntimas reservas morais da história”. “Eu não era um herói, mas estava lá”, diz o personagem em uma das cenas. Segundo Díaz-Canel, esta frase “profunda e bela” define “aquele que acompanhou e encorajou, aquele que acreditou e confiou, e também, sobretudo, aquele que lutou e enfrentou esta pandemia que ainda nos persegue”.

Ele reiterou que esses são momentos de “valorização da boa vontade para fazer, da energia para criar e da união de propósitos para vencer”. Em nome do General do Exército Raúl Castro Ruz, do Partido e do Governo, reconheceu as pessoas que contribuíram para o “milagre da resistência cubana, com suas conquistas, suas contribuições, com tudo o que há de bom e ilumina no meio esta situação complexa, que não é a primeira nem será a última, que exige esforços e sacrifícios coletivos. Com eles e graças a eles, Cuba está na vanguarda da luta para tornar possível um mundo melhor, depois da tragédia da pandemia.

Esta segunda-feira, entramos no novo normal, graças ao esforço e resultados alcançados por todo um povo e, ao mesmo tempo, continua a exigir-nos desafios ao nível da responsabilidade cidadã.

«Para um povo como o nosso, solidamente unido em torno da soberania e independência da nação, que encontrou no socialismo o seu próprio caminho para a prosperidade sem exclusão e a sustentabilidade indispensável à sobrevivência planetária, existem enormes desafios e desafios, mas não há impossíveis. Podemos conquistar tudo, podemos conquistar tudo ”, disse o presidente cubano.

Ele argumentou que “cada dia é uma oportunidade de provar que é possível, como Fidel nos ensinou, como Raúl nos provou, como todos nós estamos demonstrando. Nada nem ninguém pode nos impedir. O amor por Cuba nos une e nos mobiliza, e esse amor nos salvará.

Todo pensamento neste momento é uma semente. Pensar como país é semear o futuro. Hoje Cuba salva, cura e semeia o futuro. Quando faltarem outras razões, prevalecerá sempre a certeza de que um amanhã para Cuba depende absolutamente de construirmos juntos o presente hoje, aqui e agora ”, concluiu.

Categories: # Cuba, # yo voto vs bloqueo, #Cuba #CIA, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #salud, #Salud en Cuba, #solidaridadvs bloqueo, bloqueo contra cuba, Coronavirus, CoronaVirus, Noticias de Cuba, Política, CoronaVirus, Política, CubavsBloqueo, DIAZ CANEL, epidemia, O presidente de Cuba, Miguel Diaz-Canel, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), política dos Estados Unidos em relação a Cuba, Profesionales e la Salud, Relações Estados Unidos Cuba, Relaciones Cuba Estados Unidos | Etiquetas: | Deixe um comentário

Retirado da página da Embaixada de Cuba em Angola.

A Associação de Estados do Caribe (ACS) oficializou nesta terça-feira a Declaração da XXV Reunião Ordinária do Conselho de Ministros, realizada virtualmente, na qual reconhece o trabalho internacional de Cuba no confrontação com a pandemia Covid-19.

O comunicado destaca “Um reconhecimento especial é estendido ao Governo e ao povo de Cuba pelo serviço médico e apoio à ACS e aos Estados e territórios do mundo na luta contra a pandemia COVID-19”.

Em outro ponto, o documento destaca “A ACS reafirma o apelo ao governo dos Estados Unidos da América para que ponha fim ao bloqueio econômico, comercial e financeiro que impõe a Cuba, e à lei Helms Burton e cesse sua aplicação extraterritorial”.

“O Conselho também rejeita a aplicação de medidas coercitivas unilaterais contrárias ao Direito Internacional, que ameaçam a paz e a prosperidade dos Estados do Grande Caribe e que devem ser eliminadas para atender às necessidades humanitárias dos povos caribenhos nestes tempos difícil ”aponta em outro momento o comunicado oficial.

Por sua vez, o Ministro das Relações Exteriores de Cuba, Bruno Rodríguez Parrilla, agradeceu à ACS a mensagem da colaboração médica internacional implantada pela Ilha para enfrentar a nova pandemia do coronavírus; ao mesmo tempo que significou o apoio desta organização regional à luta contra a política de bloqueio, imposta há mais de 60 anos desde a Casa Branca.

“Cuba continuará trabalhando a favor da unidade, do acordo e da cooperação”, concluiu o chanceler cubano.

No momento, Cuba tem colaboração médica em 40 países, incluindo vários estados do Caribe e territórios ultramarinos que solicitaram o apoio das Grandes Antilhas para combater o Covid-19.

(Cubaminrex)

Categories: # yo voto vs bloqueo, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #Salud en Cuba, #solidaridadvs bloqueo, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, bloqueo contra cuba, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, Coronavirus, CoronaVirus, Noticias de Cuba, Política, CoronaVirus, Política, CUBA - ESTADOS UNIDOS, CubavsBloqueo, Diferendo Estados Unidos - Cuba, Relaciones Cuba-EE.UU, eeuu, ESTADOS UNIDOS, Estados Unidos Vs Cuba, MINREX, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), política dos Estados Unidos em relação a Cuba, Relações Estados Unidos Cuba, Relaciones Cuba Estados Unidos | Deixe um comentário

A grosseria de César contra Cuba.

Autor:  | internet@granma.cu

cuba, estados unidos, relaciones cuba-esrados unidos, terrorismo, lucha vs terrorismo, embajadas

Desde que a presença cubana foi sentida na Flórida no século 19, os políticos americanos cobiçaram seu apoio. Em seu livro No mundo inteiro, o argentino Carlos A. Aldao, que conheceu José Martí em Nova York, testemunha um fato significativo: James G. Blaine, arquiteto da institucionalização, entre 1889 e 1890, do pan-americanismo imperialista, tentou comprar o O apoio de Martí em busca de votos cubanos que cabessem naquele território sua ambição frustrada de se tornar presidente dos Estados Unidos.

Desnecessário dizer que o estratagema desse político, então secretário de Estado, colidiu com o revolucionário cubano que, ao guiar uma emigração patriótica, repudiou o pan-americanismo idealizado por Blaine e, no dia anterior ao combate, ratificou o sentido antiimperialista de sua vida. Hoje a emigração cubana carrega herdeiros e seguidores da tirania derrotada pela Revolução e, embora não faltem patriotas, os que têm seus negócios na agitação contra-revolucionária são adicionados a esse fardo.

Sem prestar atenção ao que seu povo sofre com a pandemia covid-19, Donald Trump ataca a Venezuela, Nicarágua e Cuba e acrescenta a impressão caricatural e insana de um magnata que confunde política e negócios, sem deixar a essência do sistema que ele representa. . A sua reunião com os cubanos apátridas no Centro de Adoração de Doral Jesus pode ser descrita como casual?

Se, em outras circunstâncias, tivesse sido, agora possui traços de programa. Nesse templo, identifica-se o criminoso que, afiliado ao fundamentalismo (pseudo) evangélico, em 30 de abril perpetrou o ataque terrorista contra a Embaixada de Cuba em Washington, enquanto admirava o império e César.

Mesmo no caso em que o criminoso agiu por conta própria, o que ele fez está inscrito no ódio propagado contra Cuba revolucionária e na lista de atos anticubanos praticados por terroristas a serviço da CIA e do império ao qual essa instituição responda.

Cuba tem o direito e o dever de continuar exigindo a resposta que o governo dos EUA não lhe deu em relação ao referido ataque, no qual – mais que um símbolo – a estátua de Martí foi atingida por balas. A grosseria de César só pode ser entendida como um crime sem vergonha.

Também é previsível que a máfia contra-revolucionária de origem cubana persista em suas operações. Mas do povo cubano, incluindo muitos de seus filhos e filhas residentes nos Estados Unidos e em outros países, essa máfia só merece e receberá desprezo.

Cuba não cederá às agressões do poder que, desde que foi fundado como uma nação planejava conquistá-lo, deu um passo crucial em 1898, ano em que implantou uma realidade aqui que em 1959 a Revolução reverteu com a decisão erradicar para sempre. Os fatos confirmam que não há César criminoso ou delinqüente isolado que torce o caminho para a terra natal de Martí e Fidel, e de um povo disposto a defendê-lo.

Categories: # Cuba, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #Donald Trump, #Estados Unidos, #Trump, @Trump, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, Agencia Central de Inteligencia de Estados Unidos (CIA), Diferendo Estados Unidos - Cuba, Relaciones Cuba-EE.UU, Estados Unidos contra Cuba, Estados Unidos Gobiernos Paralelos Golpe de Estado Golpes Suaves, Estados Unidos Vs Cuba, FORA TRUMP, política dos Estados Unidos em relação a Cuba, relações bilaterais, o governo Donald Trump, Relações Estados Unidos Cuba, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Estados Unidos busca novos pretextos para destruir relações com Cuba.

O governo dos Estados Unidos continua em sua campanha de desacreditar Cuba e buscar assim novas escusas para entorpecer as relações entre ambas as nações, apesar da aproximação conseguida durante o governo do presidente Barack Obama

Categories: CUBA, CUBA - ESTADOS UNIDOS, ESTADOS UNIDOS, MINREX, POLÍTICA, Politica agressiva contra Cuba, Relações Estados Unidos Cuba, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Washington liberta fundos para subversión em Cuba e muro fronteiriço em México.

El presupuesto aprobado por el Congreso de Estados Unidos incluye 20 millones de dólares para la subversión contra Cuba.   O orçamento aprovado pelo Congresso de Estados Unidos inclui 20 milhões de dólares para a subversión contra Cuba.

O orçamento aprovado pelo Congresso dos Estados Unidos na semana passada, que permitirá o financiamento do governo até mediados de 2018, inclui 20 milhões de dólares para a subversión contra Cuba e 600 milhões para a segurança fronteiriça com México, que o presidente Donald Trump planea utilizar para construir um muro. Continuar a ler

Categories: AMERICA LATINA, ANGOLA, CUBA, CUBA - ESTADOS UNIDOS, ESTADOS UNIDOS, México, POLÍTICA, Politica agressiva contra Cuba, Politica Exterior, Relações Estados Unidos Cuba, subversion, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: