Terrorismo

Venezuela abate um avião dos EUA que transportava drogas da Colômbia.

Categories: #Colombia, Ejército de Liberación Nacional (ELN), Guerrilla, Paz, #Venezuela, A Venezuela que a mídia nos diz, Colombia, drogas, Os EUA querem que a Venezuela seja devastada e empobrecida", Terrorismo | Deixe um comentário

Venezuela: O americano detido serviu missão em uma base da CIA no Iraque

Categories: # Venezuela, #Donald Trump, #Estados Unidos, #Trump, @Trump, agressão internacional contra a Venezuela,, Caracas, #Estados Unidos, Golpe de Estado, #Mike Pence, Militar, #Nicolás Maduro Moros, #Venezuela, Estados Unidos,, Estados Unidos, Imperialismo, FORA TRUMP, Organizacion e Estados Americanos (OEA), Terrorismo, Trump, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump | Deixe um comentário

Terrorismo de Estado contra Cuba, denúncias que chegam à ONU.

Por :Prensa Latina

Desde o triunfo da Revolução Cubana em 1959, a ilha tem sido alvo de ataques terroristas organizados dos Estados Unidos, com o conhecimento das agências policiais que operam naquele país hoje.

Essa é uma das reclamações que a delegação cubana apresenta na Semana Virtual contra o Terrorismo, que se reúne na ONU praticamente até a próxima sexta-feira.

Atos de terrorismo de Estado contra a maior das Antilhas custaram a vida de 3.478 pessoas e mutilaram outras 2.999, segundo dados da missão cubana às Nações Unidas.

Um dos atos terroristas mais recentes denunciados pelo governo de Havana ocorreu há alguns meses nos Estados Unidos: a embaixada da ilha em Washington.

Em 30 de abril, essa legação foi atacada por um indivíduo com uma espingarda de assalto semiautomática: um ataque terrorista que colocou em risco a vida e a segurança dos funcionários da embaixada e de suas famílias.

De fato, conforme relatado pelas autoridades de Havana, no momento do ataque, 10 diplomatas cubanos estavam presentes no edifício.

O autor do ataque foi detido pelas autoridades locais no local – conduta rápida e profissional reconhecida publicamente por Cuba – e ainda está sob sua custódia.

Mas, embora dois meses se passaram desde o ataque, o governo dos Estados Unidos ainda não conseguiu condenar o fato e reconhecer seu caráter terrorista, como denunciou esta semana na ONU pelo representante permanente suplente de Cuba à organização multilateral Ana Silvia Rodríguez.

Washington também se abstém de tomar ações contra pessoas e grupos terroristas baseados em seu território, que incitam a violência contra Cuba e suas instituições, acrescentou.

Os grupos e indivíduos que cometem atos terroristas contra a ilha operam há anos e continuam a fazê-lo impunemente em solo americano, observou ele.

Além disso, disse o diplomata, as agências policiais do governo dos Estados Unidos estão plenamente conscientes disso.

Enquanto isso, os discursos e mensagens de ódio promovidos pelas administrações dos EUA continuam incentivando ações terroristas contra a ilha, enfatizou o embaixador.

Rodríguez expressou grande preocupação com a prática de alguns governos, como os Estados Unidos, de usar mensagens de ódio e discriminação em seus discursos contra nações cujos sistemas políticos não estão relacionados a ele.

Como conseqüência, ele ressaltou que assuntos inescrupulosos e extremistas são promovidos e incentivados a cometer atos terroristas contra pessoas inocentes. Esses padrões duplos, manipulação, oportunismo político e seletividade na luta contra o terrorismo apenas impedem o fim desse flagelo que causa tanto dano às pessoas, alertou o representante cubano.

Nesse sentido, rejeitou a inclusão unilateral e arbitrária de Cuba na lista do Departamento de Estado dos EUA de países que supostamente não colaboram totalmente com seus esforços antiterroristas.

Cuba, por sua vez, registra dolorosamente em sua historiografia uma longa lista de ações terroristas promovidas por Washington.

Entre os primeiros atos terroristas cometidos após o triunfo da Revolução Cubana estavam a explosão do Vapor La Coubre, no porto de Havana, em 4 de março de 1960.

Também a sabotagem da então loja El Encanto, em 13 de abril de 1961, um ato organizado por contra-revolucionários e apoiado financeiramente e taticamente pelo governo dos Estados Unidos, como relatado por Cuba.

Um dos crimes que mais chocou a ilha foi o ataque terrorista contra o voo CU-455 da companhia aérea Cuban Aviation, com 73 pessoas a bordo, enquanto sobrevoava Barbados, ocorrido em 6 de outubro de 1976.

Seus autores, Orlando Bosch e Luis Posada Carriles, viveram seus últimos anos desfrutando da proteção do governo dos Estados Unidos.

Há uma longa história de atos violentos e hostis graves, incluindo ataques terroristas a diplomatas cubanos designados nos Estados Unidos, tanto na sede de Washington quanto na missão da ilha na ONU.

O diplomata cubano Félix García Rodríguez, credenciado nas Nações Unidas, foi assassinado em Nova York em 11 de setembro de 1980.

Ainda hoje, a missão da ilha nas Nações Unidas é sitiada em várias épocas do ano por grupos anticubanos que lançam ameaças e obstruem o funcionamento normal dessa legação diplomática.

Categories: # Cuba, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #Donald Trump, #Estados Unidos, #ONU, #Trump, @Trump, EUA avalia retornar a Cuba para lista de estados patrocinadores do terrorismo, FORA TRUMP, Terrorismo, TERRORISMO VS CUBA, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized | Etiquetas: , , , , ,

Cuba participa da semana virtual das Nações Unidas contra o terrorismo

Embaixadora Ana Silvia González Abascal, Chargé d’Affaires a.i. da Missão Cubana à ONU, preside a delegação cubana que participa da Semana Virtual das Nações Unidas contra o Terrorismo, a ser realizada de 6 a 10 de julho.

Ao intervir nos debates interativos de hoje, o embaixador cubano reafirmou o compromisso absoluto e categórico de Cuba de combater o terrorismo em todas as suas formas e manifestações por quem, contra quem e onde quer que eles estejam, quaisquer que sejam suas motivações, inclusive os atos, métodos e práticas terroristas nos quais existem Estados envolvidos direta ou indiretamente.

González Abascal também denunciou o grave ataque terrorista com uma arma de fogo contra a Embaixada de Cuba nos Estados Unidos em 30 de abril e o fato de que, dois meses depois, o governo daquele país ainda não conseguiu condenar publicamente o evento. e reconhecer seu caráter terrorista. Também se abstém de tomar medidas contra indivíduos e grupos terroristas baseados no território dos Estados Unidos que incitam a violência contra Cuba e suas instituições. A atitude de evidente cumplicidade do governo dos Estados Unidos acarreta o perigo de ser assumida como um endosso do terrorismo.

Cuba en ONU

Ele rejeitou a inclusão unilateral e arbitrária de Cuba na lista de países do Departamento de Estado dos Estados Unidos que supostamente não colaboram totalmente com seus esforços antiterroristas. Ele também apontou que esse flagelo não pode ser erradicado se prevalecerem padrões duplos, manipulação, oportunismo político e seletividade para enfrentá-lo.

O diplomata cubano confirmou a disposição de Cuba de cooperar com qualquer Estado na prevenção e no enfrentamento do terrorismo internacional, sempre com base no respeito pelas normas do Direito Internacional. Para Cuba, a cooperação internacional é essencial. As Nações Unidas devem assumir o papel central nos esforços globais para combatê-lo.

A delegação cubana também é composta por funcionários da Missão Cubana na ONU.

Para mais informações, siga em tempo real a conta oficial do Twitter da Missão Permanente de Cuba junto à ONU (https://twitter.com/CUBAONU)

Cubaminrex

Categories: # yo voto vs bloqueo, #ONU, #solidaridadvs bloqueo, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, bloqueo, Bloqueo,Cuba,EstadosUnidos,Internet,Trask Force, CubavsBloqueo, Estados Unidos, líderes de la derecha, manipular la información, NED(Fundación Nacional para la Democracia), Nica Act 2017, Nicaragua, Sin categoría, Terrorismo, USAID, EUA avalia retornar a Cuba para lista de estados patrocinadores do terrorismo, La Unión Europea se posiciona contra el bloqueo, MINREX, ONU-CUBA, Terrorismo, TERRORISMO VS CUBA, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Ministro das Relações Exteriores de Cuba rejeita acusações dos EUA sobre terrorismo.

Havana, 25 de junho de 2020. – O ministro das Relações Exteriores de Cuba, Bruno Rodríguez, descreveu hoje como paradoxais e hipócritas as indicações dos Estados Unidos à nação caribenha em relação ao terrorismo.

Por meio de sua conta na rede social Twitter, o chefe da diplomacia cubana garantiu que Washington insiste em tentar destacar a ilha nesse sentido.

Os Estados Unidos praticam o terrorismo de Estado com uma trajetória ultrajante, da qual Cuba foi vítima, acrescentou o chefe de Relações Exteriores.

Neste dia, o embaixador cubano na nação do norte, José Ramón Cabañas, também questionou os padrões duplos do governo dos EUA em relação aos crimes internacionais sobre os quais ele geralmente é cúmplice em silêncio.

Quando as autoridades dos Estados Unidos e Cuba não falam sobre tráfico de pessoas, narcóticos, contrabando de estrangeiros, terrorismo e outros crimes internacionais, traficantes e criminosos o comemoram, acrescentou ele na plataforma de microblog.

Nesse sentido, ele perguntou se o Departamento de Estado teria interesse “em ajudar gângsteres”.

Todos esses crimes são condenados e combatidos pela ilha do Caribe. As autoridades cubanas expressaram a política de tolerância zero ao tráfico de pessoas, o que faz com que esta nação tenha um desempenho exemplar na prevenção e no combate ao flagelo.

Em Cuba, vários instrumentos jurídicos enfrentam o tráfico de pessoas e a conduta associada a ele, em coerência com o espírito da Convenção de Palermo, de seus protocolos e de outros instrumentos internacionais, afirmou o ministro das Relações Exteriores da ilha, referindo-se à questão no início do ano.

Além disso, estão as acusações dos Estados Unidos a Cuba sobre uma suposta participação no narcotráfico, que o presidente Miguel Díaz-Canel considerou um pretexto para mais ataques.

Enquanto o atual governo se enfurece com acusações em todos os níveis, a Casa Branca ainda não fez um pronunciamento oficial sobre o ataque terrorista contra a embaixada cubana em Washington, em 30 de abril.

(Cubaminrex- Prensa Latina)

Categories: # Cuba, # Miguel Díaz-Canel, #Bruno Rodríguez,, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, ataques frenéticos contra Cuba, BLOQUEIO VS CUBA, Bloqueo,Cuba,EstadosUnidos,Internet,Trask Force, Chanceler Bruno Rodiguez Parrilla, eeuu, Injerencia De EEUU, mentiras construídas em Washington contra Cuba, MINREX, O presidente de Cuba, Miguel Diaz-Canel, Terrorismo, TERRORISMO VS CUBA, Uncategorized, Washington | Etiquetas: , , | Deixe um comentário

O Afeganistão é uma questão política para Washington.

Representantes da Rússia, EUA e o Afeganistão retomam as negociações para promover o início do processo de paz no país asiático. Como pano de fundo está a aparente nova abordagem de Washington à presença de suas tropas no país e à estagnação dos passos dados pelo governo e pelo Taleban. Na opinião do analista internacional Pablo Jofré Leal Rússia, a presença dos Estados Unidos. no Afeganistão, só há razões políticas porque esse país não representa nenhuma ameaça para Washington.

Categories: #Donald Trump, #Estados Unidos, #ONU, #Trump, @Trump, Conflicto en el Medio Oriente, FORA TRUMP, relações bilaterais, o governo Donald Trump, Terrorismo, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized, WASHIGTON, Washington deseja apenas como vizinhos os governos servis, Washington. | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

O Irã alega que os EUA ele não tem moral para julgar outros países.

 

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Irã, Abbas Mousavi, disse na segunda-feira que os Estados Unidos não têm competência política, legal ou moral para julgar outros países do mundo e devem primeiro esclarecer seus próprios antecedentes cruéis e ameaçadores.

El portavoz de la cancillería iraní calificó a  EE.UU. como un patrocinador estatal del terrorismo.

Abbas Mousavi acrescentou que os EUA É preciso levar em consideração seu histórico de negação e maldade, referindo-se às agressões cometidas por esse país no mundo.

As declarações do diplomata iraniano são uma resposta ao recente relatório do Departamento de Estado dos Estados Unidos, no qual ele acusou algumas autoridades iranianas, incluindo o ministro do Interior, de violar os direitos humanos.

“Este chamado relatório foi produzido com base em alegações infundadas e imaginárias para as quais nenhuma evidência foi apresentada e por aqueles que interferiram nos assuntos internos de pelo menos 55 países independentes ao longo do século passado sob desculpas infundadas. Há uma longa lista de suas medidas ilegais contra as pessoas do mundo, parte da qual foi revelada por analistas e pesquisadores, que publicaram centenas de livros sobre o assunto “, disse Mousavi.

Ver imagen en Twitter

O Tesouro dos Estados Unidos impôs sanções a oito autoridades iranianas, incluindo o ministro do Interior Abdolreza Rahmani Fazli, na quarta-feira, como parte de uma campanha contra o Irã pelo presidente Donald Trump.

Mousavi descreveu os EUA como patrocinador estatal do terrorismo, alertou que o país norte-americano já abrigou pelo menos oito grupos terroristas conhecidos desde a década de 1960, que têm uma história sangrenta no oeste da Ásia, na Europa e na América.

De acordo com um funcionário do Ministério de Relações Exteriores dos EUA. Abrigou a organização terrorista Mujahedeen Khalq, responsável pelo assassinato de 17.000 cidadãos e autoridades iranianos nas últimas quatro décadas.

Ele acrescentou que criar e apoiar o auto-denominado Estado Islâmico (Daesh em árabe) está entre outros crimes que os americanos cometeram nos últimos anos.

Segundo dados do Departamento do Tesouro dos EUA. Nos EUA, Washington impôs sanções a 33 países do mundo inteiro apenas desde 2017, disse o porta-voz iraniano, acrescentando: “Várias dessas sanções unilaterais e extraterritoriais tiveram impactos graves e destrutivos sobre as pessoas desses países”.

Em outros comentários, Mousavi criticou as políticas bélicas de Washington, que provocaram 135 guerras em todo o mundo.

Categories: # yo voto vs bloqueo, #China#EEUU#Iran#Nicaragua.barco hospital naval Arca de la Paz, #Donald Trump, #Estados Unidos, #solidaridadvs bloqueo, #Trump, @Trump, Derechos Humanos, FORA TRUMP, MINREX, relações bilaterais, o governo Donald Trump, Terrorismo, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized, Washington | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Jorge Arreaza, rejeitou as acusações do governo Trump .

O governo da Venezuela divulgou nesta quinta-feira um comunicado no qual denuncia os Estados Unidos. e o presidente Donald Trump, por não cooperar na luta contra o terrorismo, depois que o Departamento de Estado daquele país acusou a Venezuela de não fazer nada para combater o terrorismo.

Venezuela denuncia que EE.UU. le acuse de "no cooperar en la lucha contra el terrorismo" tras "haber sufrido una incursión armada" bajo su dirección

O ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, rejeitou as acusações do governo Trump “, que procuram classificar o governo venezuelano como ‘não cooperativo na luta contra o terrorismo’ depois de sofrer uma incursão armada para fins terroristas, sob a direção do governo dos EUA. “, Como ele escreveu em sua conta no Twitter.

Em 13 de maio, o Departamento dos EUA publicou uma lista de países que, segundo eles, não cooperam na luta contra o terrorismo. Países como Cuba, Irã e Venezuela aparecem nesta lista, países que não estão alinhados aos interesses de Washington.

Isso, depois que a Venezuela acusou a Colômbia e os Estados Unidos. perante as Nações Unidas, para organizar, treinar, financiar e proteger “grupos armados de mercenários e terroristas”, implicados na tentativa fracassada de uma incursão marítima no território venezuelano em 3 de maio.

Na declaração, o governo da Venezuela indicou que Washington demonstrou repetidamente seu desprezo pelo direito internacional contra o terrorismo “, oferecendo refúgio a terroristas, recusando-se a implementar acordos de assistência mútua em matéria penal, violando o princípio de extradição ou julgamento. aos acusados ​​de terrorismo e fornecer apoio financeiro, logístico e de treinamento aos culpados por esses crimes “.

Arreaza, chefe do Ministério das Relações Exteriores, observou que os EUA é “o principal patrocinador do terrorismo no mundo”.

“Não é segredo para ninguém que o surgimento e a ação de grupos terroristas no Oriente Médio tenham a assinatura original das agências de inteligência dos EUA”, diz ele.

Nesse sentido, o governo venezuelano indicou que a ideologia da cooperação antiterrorista “nada mais é do que uma estratégia de agressão”.

Caracas indicou um plano desenvolvido por “um setor extremista da oposição venezuelana”, liderado pelo congressista Juan Guaidó, através de um contrato assinado com a ex-boina verde e proprietário do empreiteiro da Silvercorp USA, Jordan Goudreau, para realizar um ataque fracassado. marítimo no território venezuelano com o objetivo de supostamente derrubar e assassinar o presidente Nicolás Maduro.

Categories: # yo voto vs bloqueo, #Caracas, Golpe de Estado, Militar,#Nicolás Maduro Moros, #Venezuela, #China#EEUUDonald TrumpFondo Monetario Internacional (FMI)Ivan Duque, #Donald Trump, #Estados Unidos, #Nicolás Maduro, #solidaridadvs bloqueo, EUA avalia retornar a Cuba para lista de estados patrocinadores do terrorismo, FORA TRUMP, Guaidó nomeia "embaixadores" ilegais, Guaidó, um "presidente" sem território, Nicolás Maduro Moros, Revolución Bolivariana, Venezuela, relações bilaterais, o governo Donald Trump, Terrorismo, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized, Venezuela tras la autoproclamación de Guaidó | Etiquetas: , , , , , | Deixe um comentário

Venezuela denuncia que os EUA Acusei-o de “não cooperar na luta contra o terrorismo” depois de “ter sofrido uma incursão armada” sob sua liderança.

Categories: # Venezuela, #Donald Trump, #Estados Unidos, agressão internacional contra a Venezuela,, EE. UU insiste em desestabilizar a Venezuela, EUA avalia retornar a Cuba para lista de estados patrocinadores do terrorismo, Guaidó nomeia "embaixadores" ilegais, Guaidó, um "presidente" sem território, O golpe na Venezuela e a ascensão da nova ditadura mundial, relações bilaterais, o governo Donald Trump, Terrorismo, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized, Venezuela tras la autoproclamación de Guaidó | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

A ironia e atrevimento do governo da Casa Branca é interminável.

Cuba ataca os Estados Unidos depois que a Casa Branca incluiu a ilha na lista de países que, segundo Washington, não cooperam na luta contra o terrorismo. As autoridades cubanas garantem que há uma longa história de atos terroristas cometidos pelo governo dos Estados Unidos.

Categories: # yo voto vs bloqueo, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #Donald Trump, #Estados Unidos, #salud, #solidaridadvs bloqueo, #Trump, @Trump, Acciones contra Cuba, Bloqueo de Estados Unidos contra Cuba, Cuba, bloqueo contra cuba, Bloqueo, Bloqueo contra Cuba, Casa Blanca, Cuba, Estados Unidos, La Florida, Miami, Relaciones Cuba Estados Unidos, Bloqueo,Cuba,EstadosUnidos,Internet,Trask Force, CubavsBloqueo, Estados Unidos, líderes de la derecha, manipular la información, NED(Fundación Nacional para la Democracia), Nica Act 2017, Nicaragua, Sin categoría, Terrorismo, USAID, EUA avalia retornar a Cuba para lista de estados patrocinadores do terrorismo, FORA TRUMP, relações bilaterais, o governo Donald Trump, Terrorismo, TERRORISMO VS CUBA, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: