Vacinação

# 2Mar sob a lupa .

Um servidor já havia alertado sobre as sinistras “novas variantes” do COVID-19 que surgiram na Grã-Bretanha (GB), África do Sul e Brasil.

O Washington Post relata que as duas vacinas dos EUA, Pfizer e Moderna, “mostraram uma capacidade diminuída de neutralizar a cepa agora dominante na África do Sul”.

O New York Times confirma que a vacina AstraZeneca “não funciona bem (sic) contra a variante sul-africana” e sofre um “tropeço forte”, após a chegada, uma semana depois, do milhão de doses (da Índia) da vacina De britânicos para a África do Sul que “cessaram seu uso depois que surgiram evidências de que não protegia voluntários em ensaios clínicos, com doença leve ou moderada, causada pela variante mais contagiosa”.

O Financial Times (FT, 17.02.21) não tem escolha a não ser admitir que “a vacina da Pfizer é menos potente contra a variante sul-africana” quando “produz apenas (sic) um terço dos anticorpos que produziu para o vírus original”. O jornal britânico globalista FT cita a esse respeito a exaltada publicação norte-americana The New England Journal of Medicine.

A variante sul-africana está agora presente em 32 países e “tornou-se a forma dominante do vírus em outros lugares”, o que é complicado nos “países mais pobres” que “podem se tornar focos infecciosos das novas mutações”.

Más notícias: as duas novas vacinas muito promissoras dos EUA, Novavax e Johnson & Johnson, “são menos eficazes contra a cepa sul-africana”.

O problema na África do Sul, com uma população de 57 milhões, é agravado pela prevalência da AIDS – a quarta no mundo, com 17,3 por cento! – que é exacerbada pela inoculação de vacinas contra COVID-19 quando surgiram os primeiros lugares no mundo da AIDS pertencem ao continente africano.

A propósito, as autoridades sul-africanas foram à jugular com a Big Pharma por acumular vacinas COVID-19 em detrimento do resto do mundo.

É preocupante que não seja abordada a nova variante do Brasil, o país mais populoso da América do Sul com mais de 213 milhões de habitantes, muitos dos quais já foram devastados e devastados pelo vírus original e agora por sua recente mutação.

Em um corte recente, não há dados conclusivos sobre o desempenho da vacina russa Sputnik V contra as três novas variantes da África do Sul, Brasil e Reino Unido. O Sputnik V usa um “vetor viral duplo”, cujo adenovírus reduz substancialmente o risco de o sistema imunológico desenvolver resistência ao vetor inicial, ajudando a criar uma resposta mais vigorosa.

Em contraste, a vacina chinesa Sinovac exulta “tendo bons resultados contra as novas variantes da África do Sul e da Grã-Bretanha” que viraram os fabricantes de produtos biológicos de cabeça para baixo.

O SCMP, com sede em Hong Kong, expõe a grande chance da Sinovac de que “as vacinas vivas oferecem um amplo espectro de proteção”, mas “sem exibir os dados para apoiar sua afirmação”.

Apesar dos ajustes forçados em suas vacinas, que os fabricantes anglo-saxões já começaram a implementar, o vendedor de vacinas globalista, o apocalíptico Bill Gates, talvez para aliviar os recentes contratempos, agora está propondo uma terceira (sic) inoculação das cinco vacinas empresas da UE sem fornecer provas fiáveis ​​para o fazer.

Depois de um tempo, talvez para vender mais produtos biológicos, o polêmico BG – dono da vacina Inovio, que ficou para trás – irá propor uma inoculação vitalícia anual.

Infelizmente, o eixo anglo-saxão dos Estados Unidos e do Reino Unido optou pela “guerra de propaganda” de suas vacinas, no limiar de uma guerra total, em vez da tão esperada colaboração internacional com a China e a Rússia.

Foi muito sonho. Agora, quem assumiu a ideologia anglo-saxônica é BG.

(Retirado de La Jornada)

Categories: #Brasil, #Estados Unidos, #salud, Africa, africa do sul, China, Coronavirus, CoronaVirus, Política, epidemia, India, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Profesionales e la Salud, RUSIA, Vacinação | Deixe um comentário

Angola recebe 624 mil doses da Astrazeneca .

Categories: #salud, Africa, ANGOLA, Profesionales e la Salud, Vacinação | Deixe um comentário

A mídia internacional destaca as #VacinasCubanas contra #Covid-19.

Categories: # Cuba, #colaboracion medica cubana, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #salud, CIENCIA, Coronavirus, CoronaVirus, Noticias de Cuba, Política, CoronaVirus, Política, Latinoamerica, Organiacion Panamericana de la Salud, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Profesionales e la Salud, Vacinação | Deixe um comentário

A vacinação contra a Covid-19 avança em todo o mundo.

Categories: # Cuba, #America Latina, #Brasil, Corrupción, #Jair Bolsonaro, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #Donald Trump, #Estados Unidos, #Estados Unidos, #salud, China, CIENCIA, Coronavirus, CoronaVirus, Noticias de Cuba, Política, CoronaVirus, Política, ECUADOR, epidemia, joe biden, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Profesionales e la Salud, RUSIA, UNION EUROPEA, Vacinação | Deixe um comentário

Cidade brasileira perde as vacinas depois de criança desligar energia .

Retirado de Jornal de Angola .

De acordo com as autoridades, o menino foi o responsável por, em pleno momento de brincadeira, desligar o relógio de energia eléctrica da sede de vacinação de Rio Bananal, no estado do Espírito Santo. “Pelo depoimento das pessoas que estiveram no local, conseguimos delimitar o horário em que o relógio foi desligado.

A partir daí, pelas câmaras de vigilância, percebemos que uma criança, de apenas 9 anos, que estava a brincar no local, acabou subindo num banco que fica em frente ao relógio”, relatou o agente da Polícia Civil, Fabrício Lucindo, num vídeo partilhado pela imprensa local.
“Curioso, porque uma lâmpada vermelha estava a piscar dentro do relógio e ele (criança) acabou desligando o relógio para tentar apagá-la. Desligando o relógio e apagando a lâmpada, ele voltou com as brincadeiras novamente. Ou seja, uma brincadeira de criança inocente que acabou gerando todo esse problema”, frisou o titular da esquadra de Rio Bananal.

A brincadeira acabou por levar a cidade, de aproximadamente 19 mil habitantes, a perder todas as vacinas disponíveis do imunizante contra a Covid-19, assim como outros tipos de antídotos, testes de sangue e medicamentos. Num primeiro momento, a Prefeitura de Rio Bananal suspeitou tratar-se de um acto de vandalismo, situação agora descartada pela Polícia, após visualização das imagens de videovigilância.

O Brasil vacinou, até ao momento, cerca de 5,5 milhões de pessoas, menos de 3% da sua população e na maioria médicos, indígenas e idosos, mas vários municípios tiveram de suspender a campanha de imunização por falta de doses. O Governo só prevê as próximas entregas dos antídotos no final de Fevereiro.

O ministro da Saúde brasileiro, Eduardo Pazuello, anunciou que o Governo vai distribuir 4,7 milhões de vacinas entre o final de Fevereiro e o início de Março, e pediu aos prefeitos que apliquem todas na população prioritária sem reservar as segundas doses necessárias, para acelerar a campanha de imunização.

Segundo Pazuello, como o Ministério receberá 21 milhões de vacinas em Março, a distribuição dos lotes da segunda dose está garantida no prazo. O Brasil é o país Lusófono mais afectado pela pandemia e um dos mais atingidos no mundo, ao contabilizar o segundo maior número de mortos (243.457, em mais de 10 milhões de casos), depois dos Estados Unidos.

Categories: #Brasil, Coronavirus, CoronaVirus, Política, Vacinação | Deixe um comentário

#Biden afirma que #Trump não preparou o país para o desafio da #Vacinação em massa.

Categories: #Donald Trump, #Estados Unidos, #salud, Coronavirus, CoronaVirus, Política, Donald Trump, Estados Unidos, epidemia, joe biden, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Profesionales e la Salud, relações bilaterais, o governo Donald Trump, Trump procura reforçar o bloqueio, Um bom filho ... de Trump, Vacinação | Deixe um comentário

Anti-vacinas: quais são os seus argumentos, de onde vêm e em que se baseiam?

Categories: #salud, Cientistas, Coronavirus, CoronaVirus, Política, epidemia, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Profesionales e la Salud, SALUD, vacina tríplice viral, Vacinação | Deixe um comentário

Venezuela propõe banco de vacinas para os povos da ALBA.

Retirado de teleSUR .

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, propôs nesta segunda-feira durante a XVIII Cúpula da ALBA-TCP que se somam os esforços de Cuba e da Venezuela para a criação de um Banco de Vacinas da Aliança Bolivariana para os Povos da Nossa América (ALBA).

“A ALBA deve garantir através do Banco da ALBA o financiamento de todo o processo de vacinação dos países membros, deste bloco sindical”, destacou Nicolás Maduro em seu discurso.

Cuba desarrolla de manera acelerada cuatro proyectos vacunales contra el coronavirus.

Durante o encontro virtual, o presidente venezuelano especificou que devemos trabalhar para especificar toda a política de saúde e educação, o re-impulso do Petrocaribe, o apoio a todos os nossos povos e assumir a estratégia como “uma agenda da Grande Nação”.

Além disso, o chefe de governo propôs um processo de consulta permanente sobre o plano de trabalho pós-pandemia aprovado esta segunda-feira durante a Cimeira do Palácio de Miraflores.

Durante a intervenção do presidente cubano, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, soube-se que Cuba está desenvolvendo de forma acelerada quatro projetos de vacinação contra o coronavírus. “Os cientistas cubanos estão envidando todos os esforços para disponibilizá-los no próximo ano”, declarou o chefe de governo cubano.

Categories: # Cuba, # Miguel Díaz-Canel, # Venezuela, #ALBA, #Caracas, Golpe de Estado, Militar,#Nicolás Maduro Moros, #Venezuela, #Nicolás Maduro, #Nicolás Maduro Moros, ALBA, ALBA-TCP, Cuba, Fidel Castro Ruz, Hugo Chávez Frías, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, Nicolás Maduro Moros, Venezuela, ALBA-TCP, Alianza Bolivariana de los Pueblos de Nuestra América-Tratado de Comercio de los Pueblos (alba-tcp, Cúpula da ALBA-TCP, Coronavirus, CoronaVirus, Noticias de Cuba, Política, CoronaVirus, Política, epidemia, Vacinação, XVI Cúpula de Chefes de Estado e de Governo da Aliança Bolivariana para os Povos do Nosso Tratado de Comércio dos Povos da América (ALBA-TCP), | Deixe um comentário

A esperança da vacina, da verdade ao mito …

Categories: Organizacion Mundial de la Salud (OMS), POLÍTICA, Profesionales e la Salud, SALUD, Uncategorized, Vacinação | Etiquetas: , | Deixe um comentário

Volta às aulas: saiba a importância de atualizar a caderneta de vacinação das crianças antes do início do ano letivo —

Com o início do ano letivo, cresce a preocupação dos pais com as medidas necessárias para prevenir doenças e garantir o bem-estar de seus filhos nas salas de aula.¹ Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria, os cartões de vacinação dos alunos precisam estar em dia. Caso alguma vacina esteja em atraso, deve-se atualizá-la de forma […]

 

Categories: AMERICA LATINA, Brasil, SAÚDE, Uncategorized, Vacinação | Etiquetas: | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: