# Venezuela

Um freio cubano para Pompeo, o acelerado

juana@juventudrebelde.cu

Os ataques de interferência de Pompeo foram rejeitados. Autor: Linares

Eles são acelerados. Eles vêem que seu quintal está fora de controle e o secretário de Estado Mike Pompeo disse na segunda-feira na Universidade de Louisville, Kentucky, que os Estados Unidos ajudarão os “governos legítimos” da América Latina a impedir protestos ” tornar-se revoltas ».

Ataques de Pompeo hacia América Latina

Acontece que, na sua opinião, as manifestações que se multiplicam no Chile, Bolívia, Colômbia, Equador não refletem “a vontade democrática do povo”, nem mencionam que são a rejeição das políticas econômicas neoliberais que empobrecem o região, ou que houve um golpe de estado na Bolívia – onde o eufemismo mais recente da imprensa oficial da presidente de fato, Jeanine Añez, a descreve como “conflito pós-eleitoral”.

Tão séria é a manipulação da mídia que o poder imperial usa para justificar a intervenção de Washington e seus roteiros de ação contra protestos, que o chefe da diplomacia Trumpiana disse que repressão – é claro que ele não usa essa palavra para parar o registro de mortos, feridos e detidos – que eles chamam de “resposta do Estado” reflete o “caráter de governos democráticos legítimos”.

Portanto, ele justificou esse EE. UU. pode participar dos esforços anti-motim, já que seu país, o de excepcionalismo, representa o “maior exemplo de democracia na história do mundo”, sua política em relação à América Latina se baseia em “clareza moral e estratégica”, e isso significa que Washington ” não pode tolerar os governos que considera insatisfatórios na região.

Em seguida, ele joga sobre a mesa a mesma carta marcada de sua jogada suja: Cuba e Venezuela “sequestram esses protestos”, estão por trás daqueles que incitam “ações violentas” e “revoltas” e tentam converter as “democracias aliadas” de Estados Unidos em “ditaduras”.

Como esperado, o principal ator do descontentamento, o Fundo Monetário Internacional e as medidas obrigatórias que estrangulam tanto as macroeconomias dos países endividados quanto as cestas familiares esgotadas, permanecem intocadas, porque é o braço executor do império para expandir sua domínio sobre as riquezas deste hemisfério e, finalmente, de todo o mundo.

Este discurso de Pompeo foi na segunda-feira. Esta terça-feira não esperou sua medida de intimidação para aqueles que acusam de ajudar a “levantar a turbulência” e tirar proveito da situação de instabilidade na região.

No entanto, os que se aproveitam são os chefes de Washington que afirmam ser planetários e, na terça-feira, pressionam o bloqueio de dogmas contra o pescoço de Cuba e Venezuela novamente.

Uma nota do Departamento do Tesouro afirma que Caracas e Havana evitam sanções anteriores “alterando os nomes dos navios” que transportam petróleo entre um país e outro, ampliando a lista dos que foram punidos com outros seis navios de transporte. petróleo bruto da empresa Petroleos de Venezuela (PDVSA) listada nos chamados Nacionais Especialmente Designados (SDN), do Escritório de Controle de Ativos Estrangeiros (OFAC): o petroleiro de bandeira panamenha Ícaro; e as da bandeira venezuelana Luisa Cáceres de Arismendi, Manuela Sáenz, Paramaconi, Terepaima e Yare.

Para completar a composição da mídia, outra carta marcada, o petróleo venezuelano de Cuba é realizado “em troca de assistência de segurança e inteligência”.

Tais ações de bloqueio de Washington estão ocorrendo em períodos cada vez menores, uma vez que apenas uma semana antes da punição foi precedida pela Corporação Pan-Americana de Cuba pelos mesmos pretextos e um mês antes de oito outros navios e entidades serem incluídos na lista do OFAC. «Responsável pelo transporte de petróleo da Venezuela para Cuba».

É assim que as coisas acontecem, novas ações ilegais do governo Trump para fechar o suprimento de petróleo de Cuba; e um secretário de Estado que mente descaradamente para esconder, como afirmou o ministro das Relações Exteriores de Cuba, Bruno Rodríguez Parrilla, no Twitter, que “o protesto justo e legítimo dos povos latino-americanos” é uma resposta às “políticas neoliberais selvagens e à repressão brutal”.

Também naquele tuíte sobre as práticas de gângsteres dos EUA estava a posição soberana das Grandes Antilhas: “Cuba ainda está em luta” e é uma barreira intransponível para quem adota um plano acelerado e provocador.

Categories: # Argentina, #Canadá, #Caracas, #Colombia, Grupo de Lima, #Jorge Arreaza, #Perú, #venezuela, # Venezuela, #América Latina, #Nicarágua, #Bolívia, #Venezuela, #Cuba, #Donald Trump, #Estados Unidos, #EUA contra uma possível intervenção militar na# Venezuela, #Trump, #Venezuela, @Trump, Acciones contra Cuba, Cuba, Donald Trump, Relaciones Cuba - Estados Unidos, antilatinoamericana agenda geopolítica belicista e Donad Trump alinhados, confrontar Donald Trump da câmara baixa, Donald Trump, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Venezuela Governo denuncia que aeronaves dos EUA violam espaço aéreo novamente

Resumo da América Latina *, 14 de novembro de 2019.

Por meio de sua conta na rede social digital Twitter, ele indicou que novamente os EUA viola tratados aeronáuticos internacionais ao entrar com um avião espião RC135 da USAF na FIR – Região de Informação de Voo – controlada pela República Bolivariana da Venezuela.

A denúncia é acompanhada de um gráfico detalhando a rota que a aeronave seguiu nesta quarta-feira, 13 de novembro, violando a segurança das operações aéreas na região de Maiquetía Flight Information Region, estado de La Guaira.

Em outubro passado, o chefe da Ceofanb, Remigio Ceballos, indicou que mais de 70 aeronaves dos EUA foram detectadas. no espaço aéreo da Venezuela e esses aviões fizeram incursões na região de informações de voo sem solicitar permissão, sem informar para evitar acidentes aeronáuticos.

Categories: # Venezuela, #América Latina, #Nicarágua, #Bolívia, #Venezuela, #Cuba, #Caracas, Golpe de Estado, Militar,#Nicolás Maduro Moros, #Venezuela, #Donald Trump, #Estados Unidos, #Trump, @Trump, Donald Trump, Donald Trump, Estados Unidos, FORA TRUMP, Trump Google, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Venezuela denuncia invasão de embaixada em Brasília

digital@juventudrebelde.cu       digital@juventudrebelde.cu    Exigen salida de los agresores digital@juventudrebelde.cu

Celebração fora da embaixada da Venezuela no Brasil pela saída dos agressores. Autor: Brasil de Fato

Brasília, 13 de novembro. – Após 12 horas de ocupação da sede venezuelana no Brasil, os opositores partiram como resultado das negociações entre o Ministério das Relações Exteriores do Brasil e os militantes do autoproclamado Guaidó.

«Denunciamos que as instalações da nossa embaixada em Brasília foram invadidas pela força no início da manhã. Responsabilizamos o governo do Brasil pela segurança de nossa equipe e instalações ”, disse Jorge Arreaza, ministro das Relações Exteriores da Venezuela, em sua conta no Twitter.

O ataque foi realizado por um grupo uniformizado de apoiadores do autoproclamado Juan Guaidó. O congressista brasileiro Paulo Pimenta, que está dentro da embaixada, disse que os agressores são um grupo de paramilitares contratados para entrar no prédio, informou o Fato.

Freddy Efraín Meregote, encarregado de negócios da Embaixada da Venezuela, negou as informações indicando que os oficiais da sede diplomática ajudaram a entrar no grupo nas instalações e expressou o apoio do corpo diplomático ao presidente Nicolás Maduro.

O Governo da Venezuela exigiu que o Brasil cumprisse suas obrigações de proteger a instalação e seu pessoal como parte da Convenção de Viena sobre Relações Diplomáticas, na ausência de autoridades policiais.

Da mesma forma, ele pediu à administração de Jair Bolsonaro que tome imediatamente as medidas necessárias para despejar os agressores e cessar a inaceitável situação de assédio a que estão expostos os diplomatas venezuelanos em Brasília.

Embora o presidente brasileiro, em sua conta no Twitter, tenha repudiado “interferências de atores externos” na embaixada, e tenha dito que o governo “está tomando as medidas necessárias para salvaguardar a ordem pública e impedir atos de violência, de acordo com a Convenção de Viena” sobre relações diplomáticas ”, seu filho, deputado Eduardo Bolsonaro, apoiou a“ embaixadora ”de Guaidó, María Teresa Belandria, segundo a França 24.

O Gabinete de Segurança Institucional da Presidência do Brasil emitiu uma declaração afirmando que havia indivíduos sem escrúpulos que queriam aproveitar os eventos para gerar desordem e instabilidade ”, e que o presidente daquele país“ não tinha conhecimento ou incentivou a invasão da Embaixada. da Venezuela, por apoiadores de Guaidó ».

Ativistas e movimentos sociais como a Central Única dos Trabalhadores (CUT), o Movimento dos Sem Terra e seguidores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, reuniram-se em torno da sede diplomática como sinal de solidariedade à nação sul-americana e em defesa da democracia e soberania dos povos latino-americanos, relatou Brazil de Fato.

 

Categories: # Venezuela, #América Latina, #Nicarágua, #Bolívia, #Venezuela, #Cuba, #Brasil, #Brasil se alinha aos #EUA, #Caracas, Golpe de Estado, Militar,#Nicolás Maduro Moros, #Venezuela, #EUA contra uma possível intervenção militar na# Venezuela, #LulaLivre, Partido de la Social Democracia Brasileña, Brasil al poderío militar de EE.UU, Uncategorized | Etiquetas: , , | Deixe um comentário

Companhia petrolífera russa condena sanções ilegais dos EUA para a Venezuela

Rosneft disse que a política de sanções dos EUA Ele demonstra sua hipocrisia sobre as sanções contra a Venezuela.

Em comunicado, a empresa afirmou que a política dos EUA demonstra sua hipocrisia ao conceder “vantagens seletivas, em violação do direito internacional, a suas empresas em detrimento dos concorrentes”, em referência à permissão concedida à Reliance, um dos principais produtores de petróleo da Índia, para comprar petróleo venezuelano.

A declaração responde ao comentário do enviado americano. para a Venezuela, Elliot Abrams, que disse que a empresa russa é o centro da “sobrevivência” do governo venezuelano e, portanto, ameaçou aplicar sanções.

Rosneft enfatizou que essas acusações são ilegais e destacou que as palavras de Abrams carecem de consistência, uma vez que a emissão de licenças para empresas americanas e as que as favorecem são motivadas pela proteção de seus investimentos.

Ele também disse que é um investidor na Venezuela e que seu trabalho é voltado para a proteção e reembolso de investimentos.

“Ele se baseia em contratos celebrados muito antes da imposição de sanções e em um acordo de cooperação com a PDVSA assinado em dezembro do ano passado e está em total conformidade com todos os padrões do direito internacional”, afirmou Rosneft.

Categories: # Venezuela, #América Latina, #Nicarágua, #Bolívia, #Venezuela, #Cuba, #Rússia, Estados Unidos, Nicolás Maduro Moros, Política, Rússia, Sociedade, Venezuela, propaganda contra Cuba, Venezuela, Nicarágua, Irã, Rússia e China,, Uncategorized | Etiquetas: , , | Deixe um comentário

Cuba e Venezuela ratificam sua agenda de parceria e fraternidade com projeções para o ano 2020

Autor: Jorge Pérez Cruz, especial para granma | internet@granma.cu

Caracas – No mesmo dia em que o governo dos EUA pôs em prática novas medidas que reforçam ainda mais o bloqueio econômico contra a ilha, descrito pelo presidente da República Miguel Díaz-Canel Bermúdez, como “expressão de impotência, degradação moral e desprezo imperial », Cuba ratificou sua decisão de continuar colaborando com a Venezuela,« porque a solidariedade de nossos povos está acima das provocações do império ».

Isso foi afirmado pelo vice-ministro de Comércio Exterior e Investimento Estrangeiro da República de Cuba, Roberto López Hernández, que preside a reunião que analisa o progresso atual do Acordo de Cooperação Integral entre as duas nações, que se reúne até quinta-feira nesta capital, em que também definirá os objetivos do ano 2020, cujas projeções de benefícios sociais enfrentam obstáculos gerados pela interferência e obstinação de Trump e seus lacaios na área.

El Convenio Integral de Cooperación fue firmado en Caracas el 30 octubre de 2000 por el Comandante en Jefe Fidel Castro y el Presidente de Venezuela Hugo Rafael Chávez Frías.

Ele disse que esta reunião é um sinal dessa vontade e da resposta às ameaças e sanções cínicas do império “que nos acusam como responsáveis ​​por sustentar a Revolução Bolivariana, mas terão que nos apagar do mapa se quiserem parar de colaborar com este irmão. e seu governo constitucional ”, enfatizou.

Enquanto isso, Ramón Gordils, vice-ministro de Cooperação Econômica do Ministério do Poder Popular para as Relações Exteriores da Venezuela, observou que “no espírito de resistência, continuamos com nossa agenda de integração, cooperação e desenvolvimento, apesar das grandes dificuldades econômicas de nossos países. países ».

Gordils chamou esses esforços “como um exercício de” teimosia “, paciência estratégica e exemplo para os povos de Nossa América” ​​e se referiu à situação internacional, marcada por “a imposição de sanções e medidas remotas ilegais, coercitivas, unilaterais de Direito Internacional contra Cuba, Venezuela, Nicarágua, Irã, República Popular Democrática da Coréia ».

E ele contrastou: “Todos aqueles que têm promovido essas sanções têm o pátio lotado, com as pessoas nas ruas, desafiando o neoliberalismo, arrumando suas vidas, lutando para manter seus direitos e a resposta tem sido repressão”.

Categories: # Cuba, # Venezuela, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Presidente Nicolás Maduro comemora vitória da Venezuela no Conselho de Direitos Humanos da ONU

 

“No pudieron, ni con chantaje, ni con campaña mundial. No pudo el Gobierno de EE.UU. con Venezuela", aseveró el Ejecutivo.

O presidente Nicolás Maduro descreveu o que aconteceu como “uma grande vitória”, depois que a Venezuela recebeu o voto favorável de 105 países.

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, comemorou quinta-feira que o país sul-americano foi eleito para integrar o Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas (ONU).

Durante um dia de trabalho em La Guaira (norte), o presidente descreveu o que aconteceu como “uma grande vitória”, depois que a Venezuela recebeu o voto favorável de 105 países.

“Tivemos uma grande vitória na ONU, em Nova York. A Venezuela foi eleita pelo mundo para uma posição permanente no Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas. Vitória da diplomacia da paz, da diplomacia bolivariana ”, enfatizou.

Além disso, ele enfatizou que essa conquista da Venezuela foi alcançada no meio de uma conspiração e uma campanha promovida pelos Estados Unidos (EUA) contra o governo legitimamente eleito pela maioria dos venezuelanos.

“Eles não podiam, nem com chantagem, nem com uma campanha mundial. O governo dos EUA não pôde com a Venezuela O imperialismo e o grupo de Lima não podiam ”, afirmou.

De manhã, após a votação dos 193 estados membros na Assembléia Geral da ONU, a Venezuela foi escolhida para representar a região, apesar das ações de alguns países e organizações não-governamentais (ONGs) que tentaram evitá-la, segundo denunciou o ministro das Relações Exteriores Jorge Arreaza.

Categories: # Venezuela, Uncategorized | Etiquetas: , | Deixe um comentário

O último de Luis Almagro

Com sua posição habitual de mentir, o Secretário-Geral da OEA continua a destilar seu ódio feroz contra as nações da América Latina e, particularmente, contra Cuba e Venezuela

Almagro emana un odio feroz contra las naciones de América Latina. Foto Telesur

Autor: Elson Concepción Pérez | internet@granma.cu

Almagro emana um ódio feroz contra as nações da América Latina. Foto: TELESUR
Qual é o atual secretário geral da OEA, Luis Almagro? Bem, como sempre: em sua posição habitual de mentira e destilando seu ódio feroz contra as nações da América Latina, curiosamente, aquelas que deveriam defender e ajudar a instituição que ele dirige.

Aproximadamente, vamos abordar apenas algumas de suas últimas aparições. Em nenhum deles ele usou uma palavra para condenar o que foi sofrido pelo povo equatoriano e, muito menos, o “pacote” neoliberal imposto.

No mesmo dia em que era conhecido o saldo de oito pessoas mortas e 1.340 feridas, de acordo com um relatório do Ombudsman do Equador, o personagem Luis Almagro chamou na Costa Rica para “aplicar sanções mais fortes contra a Venezuela”. Continuar a ler

Categories: # Cuba, # Venezuela, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #Donald Trump, #Estados Unidos, #Trump, @Trump, Uncategorized | Etiquetas: , , | Deixe um comentário

Em novembro a Venezuela estará em Havana

Cuba sigue apostando por la solidaridad con Venezuela.
Autor: Jorge Pérez Cruz, especial para granma | internet@granma.cu15 de outubro de 2009.

O Encontro Anti-Imperialista pela Democracia e contra o Neoliberalismo, que será realizado em Havana no dia 1. no próximo dia 3 de novembro, você terá um participante ativo na Venezuela.

Cuba continua a apoiar a solidariedade com a Venezuela. Foto: Rádio Relógio
«Esta cidade, que mais de uma vez foi a capital mundial da solidariedade, acolhendo aqueles que a oferecem e oferecendo ao mundo àqueles que mais precisam, aguarda aqui em Havana, há 500 anos, a chegada de um Solidariedade e onda anti-imperialista como um canhão disparado contra os golpes da besta imperial.

Por previsão do presidente da República de Cuba, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, o Movimento de Amizade e Solidariedade Mútua Venezuela-Cuba contribuirá, de acordo com Jhonny García Calles, coordenadora geral desta organização, que confirmou a presença de representantes de vários estados. da nação irmã no Encontro Anti-Imperialista pela Democracia e contra o Neoliberalismo, a ser realizado em Havana, a partir do 1º. para 3 de novembro próximo.

O líder social venezuelano lembrou que o apoio a essa chamada foi uma das resoluções adotadas no x Encontro Nacional do Movimento que lidera, com sede na cidade de Cumaná, estado de Sucre, em setembro passado, e “estamos preparando uma ampla delegação », Afirmou, porque o atual contexto internacional é muito oportuno, quando o imperialismo ataca Cuba, Venezuela e todos os povos do mundo.

García Calles expressou sua confiança de que esse intercâmbio entre movimentos sociais e as forças da esquerda internacional fortalecerá a amizade e a solidariedade entre os dois países e, com todas as justas causas do mundo, hoje vítimas do assédio do imperialismo que impõe-lhes um bloqueio econômico, comercial e financeiro criminoso e desencadeia contra eles campanhas difamatórias que respondem aos interesses hegemônicos dos Estados Unidos, na ânsia de recolonizar os povos de Nossa América.

Ele agradeceu ao Instituto Cubano de Amizade com os Povos, porque «a Venezuela também terá neste cenário uma mesa de discussão, que nos dá a oportunidade de expor nossas verdades».

Esse evento constitui uma plataforma ideal para demonstrar que a esquerda continuará lutando pelo direito de estabelecer seu próprio destino, sem interferência estrangeira, e que não renuncie à marcha unida em favor de um mundo melhor no qual o respeito pelos direitos prevaleça. humanos fundamentais negados pelo neoliberalismo a milhões de pessoas no mundo.

Categories: # Cuba, # Venezuela, Cuba, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, Soberania, Venezuela, Uncategorized | Etiquetas: , , | Deixe um comentário

Venezuela Nova sabotagem contra o gás PDVSA / Federação de Estudantes Universitários denunciou o reitor da Universidade Simón Bolívar por incitação ao ódio

 

A 2.179 unidade de cisterna da Petróleos de Venezuela S.A. Gás (PDVSA Gas) La Guaira apresentou os freios cortados em seu último eixo traseiro, o que evidencia um ato vil de sabotagem, denunciou Manuel Quevedo, ministro do Poder Popular do Petróleo.

Em contato telefônico com a Venezolana de Televisión, ele explicou que, “às 11h30 após o primeiro viaduto de Caracas – La Guaira, a 2.179 unidade da PDVSA Gas perdeu o freio e tombou afetando o tráfego de veículos”.

O caminhão tanque Pdvsa Gas La Guaira foi carregado da fábrica de envase localizada em Guatire (estado de Miranda) com 47.500 litros de GLP (gás liquefeito de petróleo) que seriam distribuídos à comunidade de La Guaira.

O ministro Quevedo denunciou o corte de freio da unidade de cisterna que levou ao incidente no viaduto Caracas – La Guaira (Foto: Min. Petroleum)
“Esse ato foi realizado com a intenção de causar danos aos cidadãos, às pessoas inocentes. Mais uma vez, parece que o plano terrorista de extrema direita está por trás de um ataque tão covarde ”, disse Quevedo.

El ministro Quevedo denunció el corte de frenos de la unidad cisterna que derivó en el siniestro ocurrido en el viaducto Caracas - La Guaira

Ele argumentou que a válvula de retenção estava bloqueada, o que impediu que o conteúdo da unidade se virasse para outra: “Isso atrasou o levantamento rápido da unidade e confinou o gás à unidade do tanque sem poder ser drenado”.

No entanto, a intervenção oportuna dos trabalhadores estaduais de energia poderia resolver a situação sem deixar vítimas.

O caminhão tanque saiu de Guatire (Miranda) da fábrica de envase para abastecer as comunidades de La Guaira
Ele instou os trabalhadores da indústria a permanecerem vigilantes “diante dos ataques terroristas que ocorreram em várias ocasiões em nossas instalações e unidades de transporte que buscam criar ansiedade”.

“Também convidamos nosso pessoal a repudiar a violência como um método de fazer política e pedimos respeito pela vida e tranquilidade do cidadão”, acrescentou o presidente da PDVSA.

FVEU denunciou perante o MP o reitor da Universidade Simón Bolívar por incitação ao ódio
Os membros da Federação Venezuelana de Estudantes Universitários (FVEU) solicitaram perante o Ministério Público (MP) a aplicação da Lei contra o Ódio pela Coexistência e Tolerância Pacíficas contra o reitor da Universidade Simón Bolívar (USB), Enrique Planchart, por instigação ao ódio, discriminação e terrorismo, disse Ana Alvarado, presidente da FVEU.

Durante a atividade, Alvarado disse que no USB “um setor do país é atacado por pensar de maneira diferente, essa ação secreta como acadêmico busca perturbar a paz entre os estudantes e outros sindicatos que fazem a vida nesta universidade”.

Ele lembrou ao conselho da USB que essas ações violam a Constituição da República Bolivariana da Venezuela, bem como a Lei Universitária, que insta as instituições universitárias a “estar a serviço do povo e o desenvolvimento da paz da nação. e colaborar na orientação da vida do país, esclarecer os problemas nacionais e não causar a divisão do povo venezuelano ”.

Por sua vez, Jesús Rodríguez, secretário geral da FVEU, também acusou Gustavo Arrollo por promover ações para desestabilizar o movimento estudantil, com o objetivo de gerar caos na sociedade venezuelana.

A denúncia foi feita devido à organização do cinema no fórum Chavismo: a praga do século 21, feita na última quarta-feira nas instalações da universidade mencionada com a aprovação do Reitor Planchart.

Nesse sentido, os representantes da FVEU solicitam ao Procurador Geral da República, Tarek William Saab, e ao Ministro do Poder Popular para o Ensino Superior, César Trómpiz, que tomem medidas imediatas contra Planchart.

Categories: # Venezuela, Terrorismo, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Migrantes vulneráveis retornam à Venezuela no Plano Vuelta a la Patria

La realidad que enfrentan los migrantes venezolanos es bien dura, de ahí la repatriación de miles.

A realidade enfrentada pelos migrantes venezuelanos é muito difícil, daí o repatriamento de milhares.
As condições de vulnerabilidade dos migrantes nos países anfitriões constituem o principal fator pelo qual 15.946 venezuelanos retornaram ao país desde 2018, por meio do Plano Vuelta a la Patria, destaca o Ministério das Relações Exteriores.

Criado pelo presidente Nicolás Maduro, este programa funciona como uma ponte aérea e terrestre para o retorno voluntário de cidadãos e suas famílias que não têm meios próprios para pagar sua passagem. Segundo depoimentos de repatriados, os problemas econômicos e a impossibilidade de obter um emprego decente estão posicionados como os principais motivos do retorno à Venezuela, aos quais se somam os atos de xenofobia, exploração laboral e abuso social.

O relatório do Ministério das Relações Exteriores revela que sete mil 285 venezuelanos retornaram do Brasil, enquanto do Peru três mil 491. Continuar a ler

Categories: # Venezuela, IMIGRANTE, Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: