Hugo Chávez: Te veo, siempre te veo, aunque no te puedan ver

Autor: Raúl Antonio Capote | internacionales@granma.cu Parece que foi ontem, mas já se passaram sete anos. Todos nos lembramos das notícias, um golpe que nos deixou com uma dor que não cura, que não podemos mitigar. Havana, toda Cuba, estremeceu e chorou em sua despedida, na melhor amiga até mais tarde. Eu estava procurando uma foto para recordarContinue a ler “Hugo Chávez: Te veo, siempre te veo, aunque no te puedan ver”