Posts Tagged With: Economia

Organização internacional defende investimentos para a África

Paris, 17 de maio (Prensa Latina) A Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) defendeu hoje que as economias africanas devem aumentar os investimentos produtivos para impulsionar a recuperação econômica e gerar mais empregos de qualidade.

Um documento de trabalho, lançado às vésperas da cimeira de Paris sobre o financiamento das economias africanas, defende que um dos principais factores que impedem a transformação produtiva e o desenvolvimento tem sido o défice de investimento em infra-estruturas, entre 107 e 140 mil milhões de euros por ano.

Como resultado, a OCDE observa que a logística deficiente resultante reduz a produtividade da empresa em até 40 por cento, abaixo da concorrência global e sufoca sua capacidade de gerar empregos de qualidade.

O texto afirma que os projetos de infraestrutura trazem importantes benefícios para o desenvolvimento, desde que implementadas políticas adequadas, como a garantia de serviços sociais básicos.

Para ello, la OCDE propugna que los gobiernos de la región deben identificar políticas en función del mejoramiento de las finanzas públicas, fortalecer las instituciones para atraer inversión y, por último, la creación de un ecosistema de infraestructura africano que garantice la aprobación bancaria para proyectos de qualidade.

Esta terça-feira, líderes africanos e europeus, bem como representantes de instituições multilaterais, vão reunir-se no Grand Palais, em Paris, para tentar encontrar soluções para a crise de financiamento em África.

msm / crc

Categories: ECONOMIA | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Cimeira da economia africana aumenta expectativas em Angola

Luanda, 18 de maio (Prensa Latina) A realização de uma cimeira sobre a economia africana na França hoje suscita expectativas em Angola quanto à necessidade de encontrar alternativas para minorar a difícil situação no continente, agravada pela Covid-19.

A comunicação social reflectiu aqui as opiniões de especialistas, projectos do governo e a participação no evento do presidente angolano, João Lourenço, que aproveitou a passagem por Paris para se reunir ontem com dirigentes africanos e empresários franceses.

Em declarações ao Jornal de Angola, o cientista político Osvaldo Isata considerou que a Cimeira África-França representa uma grande oportunidade para discutir questões políticas e diplomáticas e incentivar a cooperação internacional face aos desafios comuns inerentes à globalização.

Na opinião do acadêmico, o continente africano precisa transformar sua inserção histórica na economia mundial, para deixar de ser um mero fornecedor de matérias-primas básicas.

Espera-se que o fórum em Paris discuta urgentemente a questão da dívida, levando em consideração que os efeitos da pandemia Covid-19 podem colocar um ‘cheque-mate’ nos padrões de pagamento.

O encontro de alto nível na capital francesa vai abordar questões como o endividamento dos países africanos, investimento privado, construção de infra-estruturas e reformas económicas em curso, destacou a agência noticiosa angolana (Angop).

De 2006 a 2019, a dívida com credores externos passou de 100 bilhões de dólares para 309 bilhões de dólares, segundo dados oficiais, mas a tendência pode continuar a aumentar devido aos efeitos recessivos da Covid-19 sobre grande parte do continente.

Estimativas de organizações internacionais indicam que o déficit de financiamento somente na África Subsaariana pode chegar a quase 300 bilhões de dólares em 2023.

Na opinião da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), um dos principais factores que impedem a transformação produtiva e o desenvolvimento do continente é o défice de investimento em infra-estruturas, estimado entre 107 e 140 mil milhões de euros por ano.

A má logística resultante reduz a produtividade no nível da empresa em até 40 por cento, abaixo da concorrência global e sufoca a capacidade de gerar empregos de qualidade, disse a OCDE ontem.

Segundo a agência, os projetos de infraestrutura trazem importantes benefícios de desenvolvimento, desde que implementadas políticas adequadas, como a garantia de serviços sociais básicos.

Categories: ANGOLA | Etiquetas: | Deixe um comentário

CEPAL anuncia contração de 7,7% em 2020 para América Latina e Caribe

Las previsiones de crecimiento para 2021 se sitúan en apenas el 40 % de lo que era en 2019, según la CEPAL. | Foto: EFE.

A Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL) divulgou nesta quarta-feira suas projeções de crescimento para a região, que, apesar da revisão, sofrerá uma contração de 7,7% em 2020.

Segundo esses números da CEPAL, a região estaria no contexto de sua pior crise dos últimos 120 anos, com uma taxa de desemprego que também chegaria a 10,7%.

O relatório mais recente da agência especializada da ONU afirma que “se comparados diferentes indicadores de saúde, econômicos, sociais e de desigualdade, a América Latina e o Caribe é a região mais atingida no mundo emergente”, embora tenha reduzido as más notícias, já que em Julho projetava uma recessão de 9,1% e uma taxa de desemprego de 13,5%.

Os países mais afetados são Venezuela (-30%), Peru (-12,9%) e Panamá (-11%); enquanto no meio e na parte inferior da tabela estão as ilhas do Caribe (-7,9%), Haiti (-3%), Guatemala (-2,5%) e Paraguai (-1,6%). cem).

Com quase 14,2 milhões de infecções por COVID-19 e mais de 475.000 mortes, a América Latina tem sido, há meses, um dos principais focos globais da pandemia e o Brasil, México e Argentina alguns dos países mais afetados do mundo.

Grande parte da região já está mal orientada e com suas atividades econômicas em andamento, embora os países temam a chegada de uma nova onda (em alguns países seria uma terceira onda, e em outros não saíram da primeira) após as férias. final do ano que poderá obrigar a novas quarentenas.

Para 2021, a CEPAL calcula uma recuperação do PIB regional de 3,7%, um crescimento que “permitiria recuperar apenas 44% da perda do PIB registrada em 2020 e que poderia piorar dependendo da evolução do processo de vacinação. como as políticas monetárias e fiscais expansivas dos diferentes países ”.

As consequências econômicas e sociais da pandemia foram exacerbadas pelos problemas estruturais que a região arrasta historicamente, e a recuperação do nível do PIB antes da crise “será lenta e só será alcançada até o ano de 2024”, disse o agência no relatório.

A região, com 626 milhões de habitantes e considerada a mais desigual do mundo, enfrentou a pandemia em um momento de fragilidade de sua economia, com crescimento que mal alcançou uma taxa de 0,1% no ano de 20019, antes do Covid. 19, a CEPAL já previa que a América Latina cresceria apenas 1,3% em 2020.

(Com informações da Telesur)

Categories: Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

A pandemia da fome

Por: Frei Betto

A fome no mundo dobrará devido à pandemia que afeta o planeta, no caso de não tomar as medidas necessárias. Foto: El Diario Exterior.

Em abril, o Banco Mundial previu que a contração da economia brasileira em 2020 seria de 5% do PIB. Agora, em junho, a previsão é de 8% a 10%. E o governo esperava um crescimento de 2% … Continuar a ler

Categories: Uncategorized | Etiquetas: , , , , , , , | Deixe um comentário

Díaz-Canel participará de conferência virtual sobre Economia, Finanças e Comércio da ALBA-TCP

Díaz-Canel participará en conferencia virtual sobre Economía, Finanzas y Comercio del ALBA-TCP

Miguel Díaz-Canel Bermúdez. Presidente da República de Cuba. Foto: Estudos da Revolução.

O Presidente da República de Cuba, Miguel Díaz – Canel Bermúdez, participará da “Conferência de Alto Nível sobre Economia, Finanças e Comércio no âmbito do Covid-19”, convocada pela Aliança Bolivariana para os Povos da América – Tratado de Comércio dos Povos (ALBA-TCP). Continuar a ler

Categories: Uncategorized | Etiquetas: , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Luanda volta a ser a cidade mais cara do mundo. — ANGOLA FOREX

A capital angolana recuperou a posição de cidade mais cara do mundo, destronando a cidade-Estado de Hong Kong que assim regressa ao lugar de segunda metrópole mais dispendiosa. Já Lisboa caiu três posições e é a 137.ª cidade mais cara do mundo. O estudo (“Cost of Living”) da consultora Mercer, divulgado esta quarta-feira, 21 de […]

via Luanda volta a ser a cidade mais cara do mundo. — ANGOLA FOREX

Categories: Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

#Angola: #Assembleia Nacional aprova pacote legislativo ligado ao sector financeiro (#Executivo #UNITA #MPLA)

A Assembleia Nacional aprovou hoje, com 141 votos a favor, oito contra e duas abstenções, um pacote de pedidos de autorização legislativa, para o Presidente da República, enquanto titular do poder Executivo, legislar sobre as matérias ligadas ao sector financeiro. Continuar a ler

Categories: ÁFRICA, ECONOMIA, POLÍTICA | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

#Mundo: Em 2012, os ricos ficaram mais ricos (#finanças #economia#HNWIs #PIB)

Os bens dos indivíduos com patrimônio pessoal elevado disponíveis para investimento retomaram a trajetória ascendente em 2012. O efeito ocorreu devido à recuperação global dos mercados acionários e imobiliários. Continuar a ler

Categories: ECONOMIA, SOCIEDADE | Etiquetas: , , | Deixe um comentário

#Cuba e #Vietnã reafirmam laços e avanços do modelo econômico (#PCC #AssembleiaNacional #Comércio)

Fonte: Prensa Latina

A disposição comum de estreitar os sólidos vínculos bilaterais ficou patente nesta sexta-feira (21), no encontro entre a vice-presidenta do Vietnã, Nguyen Thi Doan, e o primeiro vice-presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, que cumpriu uma visita de cortesía ao secretário-geral do Partido Comunista do Vietnã, Nguyen Phu Trong. Continuar a ler

Categories: ECONOMIA, POLÍTICA | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Professor demonstra manipulação de O Globo sobre #Venezuela (#OGlobo #NicolásMaduro #PSUV #HugoChávez )

Fonte: Rede Democratica

Diante da manipulação da informação nos jornais da Rede Globo, como O Globo, sobre a situação econômica da Venezuela, depois da confirmação de que o candidato Nicolás Maduro, Partido Socialista Unido da Venezuela (Psuv) venceu a eleição no domingo (14), o professor de economia Victor Leonardo enviou carta ao impresso manifestando sua indignação. No domingo, uma onda de violência foi iniciada pela oposição. Continuar a ler

Categories: ECONOMIA, POLÍTICA, SOCIEDADE | Etiquetas: , , , , | 2 comentários

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: