Posts Tagged With: Educacion

A Unesco reconheceu o trabalho de Cuba na educação em 2020

Karina Marrón González – Cubainformación / Cuba em Resumo / Resumo Latino-Americano.- A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) reconheceu o trabalho de Cuba na educação em várias ocasiões durante 2020

Em várias reportagens publicadas na fase, destaca-se a liderança da ilha nesta matéria, destaca o site do Itamaraty, Cubaminrex, hoje

As conquistas das políticas educacionais do governo cubano para garantir uma educação inclusiva e de qualidade e 100% de cobertura pré-escolar foram refletidas no Relatório de Monitoramento da Educação Mundial 2020 (Relatório GEM 2020).

O documento também exaltou a flexibilidade do sistema educacional da nação caribenha, que permite reconhecer a diversidade e atender às diferentes necessidades dos alunos.

Já a edição regional da América Latina e Caribe do Relatório GEM 2020, especifica as iniciativas aplicadas na maior das Antilhas que permitem a inclusão de crianças com deficiência nos principais programas de desenvolvimento da primeira infância.

Nesse sentido, exemplos como o programa Educa seu filho, os Centros de Diagnóstico e Orientação e a atuação da companhia de teatro infantil La Colmenita, foram apresentados como contribuições do país, que também demonstram o papel decisivo da arte e da comunidade na esses processos.

O Relatório de Gênero do Relatório GEM 2020 também destacou o Programa de Educação em Sexualidade de Cuba, que visa fortalecer a formação de professores sobre sexualidade e prevenção do HIV e outras doenças sexualmente transmissíveis. Isso é realizado com uma abordagem adequada de gênero e direitos sexuais em todo o currículo básico, disciplinas eletivas e estudos de pós-graduação.

Outros reconhecimentos vieram da mão do Estudo Regional Comparativo e Explicativo (ERCE 2019), que destacou o propósito do sistema educacional cubano, onde os alunos são totalmente formados.

A pesquisa, coordenada pelo Escritório Regional de Educação para a América Latina e Caribe da UNESCO, destacou que as escolas da Ilha trabalham na formação de alunos reflexivos, críticos e independentes, em harmonia com a família, a experiência social e cultura.

Cuba foi um dos 35 países selecionados para compor o Atlas do direito à educação de meninas e mulheres que a Unesco elabora, como parte da iniciativa “Sua educação, nosso futuro”.

Do mesmo modo, manteve uma participação ativa nos espaços convocados para intercâmbio e conjugação de esforços para o enfrentamento do impacto do COVID-19 na educação, com a intervenção ao mais alto nível dos Ministérios da Educação e do Ensino Superior nos encontros virtuais convocados pela a UNESCO.

Nesse sentido, a nação caribenha compartilhou suas boas práticas e experiências, que foram reconhecidas e colocadas à disposição de todos os países por meio do site da organização.

Segundo Cubaminrex, apesar das limitações impostas pela pandemia, as relações entre as maiores das Antilhas e a UNESCO se fortaleceram. A este respeito, destaca a visita de vários executivos no primeiro trimestre de 2020, que viram em primeira mão o trabalho cubano nas áreas de competência da organização.

Categories: Uncategorized | Etiquetas: , , | Deixe um comentário

Conheça as 5 ações de Fidel que fizeram história no mundo.

O legado e a orientação de Fidel Castro continuam vigentes no povo cubano e nos povos que lutam por sua autodeterminação e respeito.

Pese al bloqueo de EE.UU., Cuba consiguió mantener su soberanía y Fidel se erigió como una figura de importancia en el contexto latinoamericano.

Neste 13 de agosto, o ex-presidente de Cuba, Fidel Castro, comemoraria 94 anos de vida. Sua voz ecoou ao longo do século 20 como inspiração para todos aqueles que sonhavam com um mundo menos desigual.

Seu nome é conhecido em qualquer canto do planeta. Por isso, os cubanos e os povos do mundo se lembram de suas ações e evocam seu legado.

Ataque com os EUA em defesa dos ideais da Revolução

Desde que chegou ao poder, a relação entre Fidel e os Estados Unidos era tensa e complexa. O bloqueio econômico e financeiro imposto à ilha, a fracassada invasão de Playa Girón e a crise dos mísseis foram alguns dos marcos da diplomacia entre os dois países.

Ramiro Valdés Menéndez
@ValdesMenendez

………#Fidel está em todas as obras da # RevolucónCubana. É em cada luta que lutamos, em cada campo, em cada escola, em cada coração dos gratos. É inspiração nas lutas dos oprimidos do mundo. Por isso e muito mais, ele viverá para sempre. #Homeland or die nós venceremos.

Imagen

A aproximação da ilha com a ideologia da URSS deu início à luta com os Estados Unidos, no marco da Guerra Fria. A diferença de posições e a intenção histórica dos Estados Unidos de controlar os desenhos da ilha, causaram um confronto constante entre o presidente cubano e o governo dos Estados Unidos.

Apesar de estar submetido ao bloqueio de ferro dos Estados Unidos, Cuba conseguiu manter sua soberania e Fidel despontou como uma figura importante no contexto latino-americano.

1961 Campanha de Alfabetização e Desenho de Sistema Educacional

A campanha de alfabetização de 1961 foi uma abordagem para melhorar os níveis de educação entre a proporção relativamente grande da população cubana que era analfabeta em 1959. Ela ocorreu a um custo relativamente baixo com voluntários fortemente motivados. Em pouco tempo, as taxas de alfabetização melhoraram dramaticamente.

A reorganização e expansão do sistema educacional em Cuba no início dos anos 1960 também tornou a educação universalmente acessível e aumentou o investimento nas pessoas (capital humano). Como resultado, Cuba passou do quinto lugar na América Latina em alfabetização e matrícula em 1970 para o primeiro em 2007, um feito considerável.

Prestação de serviços médicos para a América Latina e outros países

No final dos anos 1990, Cuba tinha um excedente significativo de pessoal médico, com médicos e enfermeiras designados para trabalhar em pequenos hotéis turísticos e creches.

Posteriormente, esse excedente tornou-se um importante bem humanitário, com a prestação de assistência médica cubana a muitos países necessitados e a expansão da Escola Latino-Americana de Medicina nas periferias de Havana.

Os serviços de pessoal médico também foram exportados para outros países e são pagos principalmente pelo Governo da Venezuela (2010). A receita cambial das exportações de serviços médicos (e educacionais) foi de 6,1 bilhões em 2008.

Criação do “Pólo Científico” e desenvolvimento do setor de biotecnologia

Cuba começou a realizar importantes exportações de produtos farmacêuticos por 296,8 milhões de pesos, contra 233,4 milhões das exportações de açúcar.

Essas exportações devem continuar a crescer no futuro e os investimentos no setor podem ser valiosos. Além disso, o investimento de Cuba no “Pólo Científico” construiu uma base profissional e institucional para o sucesso futuro nas áreas farmacêutica e científica.

Colaboração frutífera com empresas estrangeiras

Cuba abriu-se ao investimento estrangeiro direto em acordos de joint venture com empresas estatais. Isso valeu a pena, especialmente com a Sherritt International (níquel, cobalto, petróleo, gás e energia elétrica) e outras empresas.

Nascido em 13 de agosto de 1926, Fidel Castro viveu 90 anos de uma vida cheia de ideais que até hoje fazem de Cuba um lugar único no mundo. E em 26 de novembro de 2016, o mundo se despediu.

Categories: # América Latina, #Cuba, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #Fidel, #salud, #Salud en Cuba, #YoSoyFidel, Cuba, fidel castro, educação, Fidel Castro Ruz, Fidel Castro Ruz, Historia de Cuba, sonhos de Fidel, Uncategorized | Etiquetas: , , , , , | Deixe um comentário

Obrigado, Fidel, por ser, antes de tudo, humano.

Retirado do Jornal Granma

Não poucos se perguntaram ao longo dos anos de onde veio a energia inesgotável do líder histórico da Revolução Cubana. Como aquele homem excepcional conseguiu caminhar sem descanso, sem tréguas, com seu pensamento nobre sempre voltado para o bem-estar de seu povo, para a possibilidade de um mundo com espaço para todos, com direitos e oportunidades para todos.

En su pecho, los niños encontraron siempre el cálido y tierno abrazo. foto: arnaldo santos

Foto: Arnaldo Santos

A resposta a essas perguntas não está em sua estatura, nem em seu físico, nem em sua paixão pelos esportes, nem mesmo na capacidade que teve de treinar seu pensamento e devorar cada centímetro da história de seu país para isso. Havia algo muito mais poderoso, algo que o levou a se entregar totalmente à humanidade, que o dotou da inalienável vocação de que “fazer”, transformar e criar, é o dever mais sagrado do homem. O que fez de Fidel um líder natural, um exemplo de humildade e desprendimento, o arquiteto desta obra imperecível, foi o maior presente que Martí deixou para ele e para sua geração: a sensibilidade humana.

O talento não floresce, os sonhos não crescem e os desafios não são alcançáveis ​​se o coração não se comover. É preciso sentir, se identificar com as causas nobres e fazer parte delas para que o destino de um homem realmente flua. Quem não tem a capacidade de sofrer a dor dos outros, de se colocar no lugar dos mais vulneráveis, de estar preparado para agir em vez de permanecer destemido acreditando que nada pode mudar, não terá muito que deixar para a história.

A verdade é que o menino de Birán desde cedo aprendeu o respeito, o valor de cada ser humano, que as classes sociais ou a cor da pele não definem ninguém e que, ao contrário, são os valores que eles definem quem somos.

Mas havia muitas diferenças superficiais na Cuba de sua infância, adolescência e juventude. A pobreza negava os direitos humanos mais elementares, a humildade era equivalente à humilhação e à discriminação, a falta de recursos implicava pouca ou nenhuma oportunidade de atender às necessidades mais básicas.

Estas foram as razões que o conduziram aos muros da Moncada, que o colocaram no caminho sem volta para vencer ou morrer, para fazer justiça ao Apóstolo, ao povo, a Cuba. Se alguém duvidou a qualquer momento da determinação que já o acompanhava, foi o seu pedido de legítima defesa que foi a mais clara manifestação dos motivos pelos quais ele e os seus irmãos tinham vindo ali e a essa altura, todos estavam certos de que aquele ato de Continuar a ler

Categories: # Cuba, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #Fidel, #YoSoyFidel, Africa, ÁFRICA, CUBA - ÁFRICA, Derechos Humanos, Fidel Castro Ruz, Fidel Castro Ruz, Historia de Cuba, Fidel, el ejemplo imperecedero de Maceo y Che,, sonhos de Fidel, Uncategorized | Etiquetas: , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Diga juventude e resplandeça a nossa

Retirado do Jornal Granma   

Futuro, esperanças, impulso, criatividade, digamos, juventude e todas essas palavras terão se resumido. Mas se esse jovem se chama “cubano”, então será necessário agregar vontade, amor patriótico, espírito de sacrifício, plena consciência do hoje e do agora.

Jóvenes cubanos se suman a las celebraciones por el Día Internacional del Estudiante

Foto: Anabel Díaz

E não se trata apenas dos filhos desta época, é uma tradição, um patrimônio que superou as vicissitudes da história, porque quem pode duvidar do papel das novas gerações de cubanos na definição de momentos para o destino dos Terra natal?

Para os filhos desta terra, a brevidade do tempo vivido nunca foi sinônimo de alienação ou refúgio na inexperiência para fugir do dever. Ao contrário, os jovens cubanos sempre foram habitados por um altíssimo nível de maturidade e compromisso, uma incrível capacidade de reagir aos desafios do presente que cada geração teve que viver no momento. Que melhor exemplo do que aqueles que abraçaram o Apóstolo e o fizeram renascer no ano do seu centenário, para nunca mais deixá-lo morrer.

Desde os seus primeiros dias de existência, a Revolução colocou nos seus jovens o melhor dos estandartes, a plena confiança de que nunca a faltariam, e por isso o seu papel nunca foi passivo, mas um sustento indispensável para a marcha vitoriosa desta obra social. .

O desafio que a pandemia impõe ao nosso país e, com ele, o apelo ao reforço da unidade de todos os povos, tornaram-se mais um exemplo excepcional da forma como respondem se a Pátria os convocar. Cento e dez mil deles têm sido merecedores da condição de Jovens para a Vida, e isso é o resultado de suas horas incansáveis ​​nas enfermarias e corredores de um hospital, de suas contribuições para tarefas produtivas, de suas caminhadas com alimentos para pessoas vulneráveis , da sua responsabilidade ao assumir a protecção das pessoas nos espaços públicos. Não houve uma única frente de batalha contra este vírus mortal em que a orgulhosa retransmissão daqueles que, por sua vez, também foram a continuidade não estivesse presente.

Hoje, quando se comemora o Dia Internacional dessa época maravilhosa, os cubanos que passam por essa fase da vida têm motivos diversos para festejar, mas saber que são úteis é, sem dúvida, o maior de todos.

Categories: # Cuba, juventude, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Eusebio Leal Spengler faleceu, para sempre, querido historiador.

Havana, 31 de julho O historiador da cidade de Havana, Eusebio Leal, um dos mais renomados intelectuais cubanos, morreu hoje aos 77 anos.

O legado do doutor em ciências históricas e professor de ciências arqueológicas é tal que, segundo a poeta Fina García Marruz, quando os homens esquecem, as pedras ainda lembram dele.

O trabalho do pesquisador foi transcendental para a preservação do legado de figuras ilustres que constituem paradigmas no país caribenho e na América Latina.

Quando você pensa em Leal, você inevitavelmente o imagina andando pelas ruas de Havana por seu notável trabalho à frente do Escritório do Historiador da Cidade, liderando trabalhos de resgate e conservação dos valores patrimoniais da cidade de meio milênio. Continuar a ler

Categories: # Cuba, História, HISTORIA DE CUBA, Uncategorized | Etiquetas: , , , , , | Deixe um comentário

“Nem escravos nem explorados, somos guardiões da vida”, diz um colaborador cubano em Angola.

Os profissionais do sistema de saúde cubano não são escravos, nem nos deixamos explorar, pois aqueles que tentam desacreditar a Revolução gritam, somos guardiões da vida, disse Menia Costes Gómez, colaboradora de Angola desde abril do ano passado.

Morador do município de Majagua, em Ciego de Ávila, Menia disse à Agência de Notícias Cubana, via bate-papo na rede social Facebook, que não importa o quanto façam e digam quem não está acostumado a viver com Cuba socialista e humanitária, o O pessoal médico conhece o escopo da profissão, que eles assumem com orgulho.

Nosso compromisso é salvar vidas, sem interesses mesquinhos, demos provas disso e ninguém vai nos parar, disse a mulher de Málaga, que faz parte de uma brigada médica cubana do contingente Henry Reeve, que se juntou aos esforços para conter o COVID-19 naquele país no continente. Africano, em ajuda de emergência solidária.

Em meio a uma grave crise mundial da saúde, sabemos qual é o compromisso de Cuba, uma nação pobre e sem recursos naturais, que priorizou a saúde de seu povo ao mais alto nível e que o imperialismo não perdoa, Menia assegurou: um dos 18 especialistas em estatística que, juntamente com 164 médicos e enfermeiros, estão em todos os municípios da província de Cuanza Norte.

Eu trabalho no aconselhamento da equipe angolana nos sistemas de informação estatística da atenção primária à saúde, isso é novo para eles e temos o prazer de ensiná-los, disse Menia, que também colocou seus conhecimentos na Nicarágua e na Venezuela.

Ele explicou que os médicos e enfermeiros cubanos, nesta primeira fase, estão juntos com o pessoal de saúde angolano no confronto com o COVID-19; depois, quando isso acontecer, eles se dedicarão a treinar médicos gerais abrangentes em cada município da nação africana.

Falar línguas diferentes não é uma barreira para nós, superamos obstáculos como esse, e eu, por exemplo, dei o passo para o “portuñol”, como dizem os cubanos, acrescentamos a avileña.

Menia é um dos 3.440 profissionais das Antilhas que, divididos em 37 brigadas, lutam contra o novo coronavírus em 31 países, embora nos últimos meses a Casa Branca tenha promovido uma onda de descrédito e mentiras, com base na acusação do governo cubano. usar médicos como parte do tráfico ou tráfico humano.

De sua conta oficial no Twitter, Dr. Roberto Morales Ojeda, vice-primeiro-ministro de Cuba, chamou o trabalho dos membros do contingente internacionalista Henry Reeve, que atualmente fornecem ajuda nos territórios da África e América, uma forte resposta do humanismo ao império. e Europa.

Categories: # Cuba, #colaboracion medica cubana, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #salud, A Casa Branca: Poderosa casa de cartas, cooperação médica cubana, Cooperacion Cuba y Angola., CUBA - ÁFRICA, epidemia, mentiras construídas em Washington contra Cuba, Profesionales e la Salud, Uncategorized | Etiquetas: , , , , , , , , | Deixe um comentário

Embaixador de Cuba faz uma visita de cortesia ao novo Ministro da Educação de Angola.

A embaixadora cubana em Angola, Esther Armenteros Cárdenas, fez uma visita de cortesia ontem ao novo Ministro da Educação deste país africano, HE. Senhora Luísa Maria Alves Grilo.

Durante a reunião, além de reiterar os parabéns ao Ministro angolano por sua indicação, o diplomata cubano confirmou a vontade de consolidar laços bilaterais, bem como as relações de cooperação nesse setor.

Por sua parte, a Ministra da Educação de Angola destacou os laços históricos entre nossas nações e destacou o interesse em trocar experiências em novas áreas de ensino.

Em entrevista à imprensa, o representante de Cuba destacou os importantes projetos com Angola na área de alfabetização, educação especial e primeira idade. Da mesma forma, ele enfatizou a necessidade de consolidar as conquistas alcançadas e, apesar das limitações do momento, continuar avançando com iniciativa e originalidade.

Categories: # Cuba, #Cuba, #CubaCoopera, ANGOLA, CUBA-ANGOLA, EDUCAÇÃO, educação, Uncategorized | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

CIGB, uma instituição que preserva a ciência cubana.

Por :Prensa Latina

O Centro de Engenharia Genética e Biotecnologia (CIGB) comemora 34 anos hoje, tendo sido inaugurado pelo líder da Revolução Cubana, Fidel Castro, com alta responsabilidade e prestígio no desenvolvimento científico do país.

Em 1º de julho de 1986, esta instituição científica abre suas portas, cujo desenvolvimento permitiu um alto nível de pesquisa, desenvolvimento, produção e comercialização de produtos biológicos obtidos pelos métodos da biotecnologia moderna.

Constitui um grande complexo de pesquisa e produção, equipado com equipamentos de ponta, capacidades de produção e pessoal altamente profissional, com um papel de integração na esfera da biotecnologia cubana com alta capacidade técnico-científica.

O CIGB tem entre suas principais linhas de trabalho a obtenção recombinante de proteínas e hormônios, vacinas e meios de diagnóstico, a produção de anticorpos monoclonais, o uso de biomassa e sua transformação por via químico-enzimática e a micropropagação de células e culturas de tecidos.

Seu primeiro sucesso, a obtenção de interferon a partir dos glóbulos brancos, marcou o início do salto na ciência cubana, um produto que modifica a resposta biológica, com efeito antiviral, antiproliferativo e imunomodulador.

Também são contadas vacinas contra meningite B / C e hepatite B; tecnologias para o diagnóstico de defeitos do tubo neural, HIV, dengue, síndrome de Down, gravidez, câncer, entre outros, e medicamentos dedicados ao combate a doenças virais, infarto do miocárdio, rejeição de transplantes de órgãos e outras patologias.

Vale ressaltar que a hepatite B deixou de ser um problema geral de saúde e em grupos suscetíveis.Desde 2000, nenhum caso foi relatado em crianças menores de cinco anos de idade, graças à obtenção e aplicação do Heberbiovac, o nome comercial da vacina. , registrado em mais de 35 países.

Outros produtos importantes criados pelo CIGB com amplas perspectivas são o fator de crescimento epidérmico, a vacina tetravalente contra a difteria, a tosse convulsa, o tétano e a hepatite B e a estreptoquinase recombinante cubana, que restaura o fluxo sanguíneo em pacientes que sofrem de infarto do miocárdio, e previne necrose do tecido isquêmico.

A esta lista são adicionados o interferão recombinante Alfa e Gama, vários kits de diagnóstico e a vacina recombinante contra o carrapato bovino, este último o seu maior impacto no campo da biotecnologia animal.

Hoje, comparado ao Covid-19, este centro está trabalhando em um composto de vacina que gera uma resposta imune específica e protetora, para que a replicação do vírus SARS-Cov-2 seja evitada e duradoura, enquanto o injetável já está aplicado CIGB 258, um peptídeo capaz de retardar os processos de inflamação pulmonar que levam à morte de pacientes em estágios críticos e graves desta doença.

Seu prestígio exagerado lhe valeu a inserção na estratégia de exportação de produtos farmacêuticos e biotecnológicos, uma prioridade para a economia cubana nas atuais circunstâncias, apoiada por seus 34 anos de experiência na pesquisa e criação de várias linhas e seus especialistas treinados.

Categories: # Cuba, #colaboracion medica cubana, #Cuba, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #Fidel, #salud, #Salud en Cuba, CIENCIA, epidemia, Fidel Castro Ruz, Organizacion Mundial de la Salud (OMS), Profesionales e la Salud, Uncategorized | Etiquetas: , , , , , , | Deixe um comentário

O Jornal de Angola destaca a contribuição dos médicos cubanos para a formação de três mil técnicos de saúde angolanos na Huíla.

RSS Minrex:

O Jornal de Angola, o jornal de maior alcance nacional neste país africano, destacou ontem a contribuição dos médicos cubanos para a formação de três mil técnicos de saúde angolanos nos 14 municípios da província da Huíla.

Também foi declarado que, durante três meses, os profissionais de Cuba ministrarão cursos de várias especialidades, com atenção especial às técnicas de prevenção para evitar a disseminação do Covid-19 e o uso adequado de equipamentos de biossegurança.

Em declarações ao jornal, a diretora da Secretaria Provincial de Saúde, Luciana Guimarães, explicou que “o treinamento visa promover uma melhor interação entre os 17 médicos cubanos, 130 angolanos e dezenas de enfermeiros que garantem o funcionamento das unidades hospitalares”.

Desde maio passado, especialistas cubanos estão presentes em todo o território angolano, mesmo em áreas remotas, para ajudar na prevenção e controle de doenças.

Categories: # Cuba, #colaboracion medica cubana, #Cuba, #Fidel Castro Ruz, #RevoluciónCubana, #CubaCoopera, #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #salud, ANGOLA, Cooperacion Cuba y Angola., CUBA-ANGOLA, epidemia, MINREX, Profesionales e la Salud, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

A agência de imprensa da ANGOP publica artigo sobre a graduação de estudantes angolanos na Universidade de Camagüey.

RSS Minrex

Estudiantes angolanos graduados en Cuba (Foto de archivo ANGOP)

Camagüey, Cuba, (Angop) – Estudantes angolanos matriculados nesta quinta-feira, para se formar na Universidade de Camagüey, fundada pela Revolução Cubana, que atualmente enfatiza a graduação de estrangeiros na primeira fase pós-Covid-19 da ilha .

De acordo com a Agencia Prensa Latina, e retomada pela Angop, entre as estratégias da etapa de recuperação após a pandemia neste país, que segue em ritmo favorável, o sistema de ensino superior no país do Caribe se concentra em acabar com a 2019-2020, especialmente para estudantes de Angola.

Nesta semana, novos profissionais das carreiras de Engenharia Química e Industrial fizeram mérito com suas Teses de Diploma, graduados que somam à lista de mais de mil graduados na instituição de mais de vinte nações desde 1967.

Segundo o site da instituição localizada na cidade de Camagüey, pouco mais de 500 quilômetros a leste de Havana, os falantes africanos apresentaram estudos importantes para o desenvolvimento socioeconômico de seu país de origem.

Nesse sentido, destacam o site digital as pesquisas relacionadas a um simulador do processo de produção de etanol, produção de cerveja artesanal através do milho e estimativa de propriedades termo-físicas para a referida bebida.

As declarações do graduado angolano Ezio Yoweri mostram apreço pelo sistema educacional da maior das Antilhas.

“Quando eu era adolescente e sem muitas idéias de onde continuar meus estudos, meu pai, que conhecia os benefícios do ensino superior e da Revolução Cubana, me motivou a estudar aqui”, afirmou.

Em Camagüey, o Instituto Cubano de Amizade com os Povos mantém um vínculo estreito com os professores daquele continente matriculados nas casas de estudos superiores dessa província das Antilhas, que também se vincularam ao trabalho contra o Covid-19.

A educação abrangente dos estudantes no continente africano é uma questão importante para o Ministério do Ensino Superior, que tem seus principais emissores em países como África do Sul, Congo e Angola.

Categories: #CubaCoopera, #CubaEsSalud, #Cuba, #salud, ANGOLA, Cooperacion Cuba y Angola., CUBA-ANGOLA, EDUCAÇÃO, educação, Uncategorized | Etiquetas: , , , , | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: